Azul e TRIP pedem autorização para compartilhamento de voos

Denis Carvalho 13 · agosto · 2012

A Azul e a Trip  Linhas Aéreas solicitaram autorização à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para realizarem um acordo de compartilhamento de voos (code-share) entre as duas companhias. Se o pedido for aprovado, até o fim do ano as companhias devem compartilhar suas malhas de voo, vendendo passagens como se fossem uma única empresa. O acordo é parte do processo de fusão entre as empresas, anunciado em maio com a compra da Trip pela Azul, e permitirá que os clientes tenham uma malha de 800 voos diários para 99 destinos em todo Brasil.

No code-share entre as companhias, a Azul ficará responsável pela comercialização dos trechos de ambas empresas. A TRIP continuará a vender normalmente seus voos por meio de seus canais. Embora o acordo seja bilateral, as companhias decidiram concentrar as vendas destes voos em apenas uma empresa, já em preparação para a adoção de uma única plataforma de vendas no futuro.

Segundo as empresas, a concentração visa “beneficiar clientes e agentes de viagem, que passarão a contar com um ambiente de compras com maior variedade de destinos e partidas”. Além disso, o acordo permitirá que os passageiros façam  um único check-in e despachem sua bagagem até o destino final.

A Azul anunciou a compra da Trip no dia 28 de maio de 2012. Se aprovado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade) e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas passarão a operar sob a holding Azul Trip S/A. Não se sabe ainda se a marca “Trip” será mantida ou se a médio ou longo prazos toda a companhia passará a operar apenas com a bandeira da Azul.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Tomara q a ANAC faça alguma coisa de útil e aprove logo o code-share entre as duas cias, para que tenhamos mais opções de destinos e rotas! =)

  • Thales Agricola

    E como fica o code-share da Trip com a TAM?

  • Wesley Carvalho

    E como fica a TAM nesta história, haja vista a TRIP tem acordo com a TAM na venda de passagens e nos voos.Este deverá se manter com a AZUL?

  • Hercules

    Quero ver como vai ficar a questão de ter somente Azul e Trip em alguns aeroportos….

    Certeza que a tarifa vai subir! 🙁

  • Daniel

    TRIP deve cumprir o contrato com a TAM sem renovação do mesmo! Acredito que esteja próximo de vencer esse code-share com a TAM!

  • RABUGENTO (@RABUGENT

    Será que finalmente teremos a ligação MEA/CPQ aguardada há anos?

  • Camila Gomes

    Eu sou a favor de que virem uma companhia só, assim como espero isso da Webjet com a Gol.

  • Rafael Oliveira Pere

    Sim, o acordo da trip com a tam será mantido até que vença o contrato vigente. Depois que isto ocorrer, é provável que ele não seja renovado. Afinal, a Azul e a Tam são concorrentes.

  • Fernando

    Só espero que o sistema de compra de passagem continue sendo o da Trip.

    É mt melhor que de qualquer outra empresa. A lista de cidades aparecem automaticamente, assim como as datas do voo logo em seguida.

  • Cesar

    Eu não sei o quanto foi bom esta aquisição, até porque a Trip faz algumas rotas da Azul. Por exemplo: Os voos para/de juiz de fora MG. As únicas empresas que operam por lá é a Azul (via Goianá – Aeroporto da Zona da Mata) e Trip (aeroporto de juiz de Fora). É o fim da concorrência

  • Não, vai ser o da Azul

  • Marisa Rutowitsch

    E como ficaremos nós de Vilhena, RO, que somos servidos apenas pela Trip?

    Será que a Azul virá até aqui?

    Ou nós esquecerão de vez?

    • Não muda nada por enquanto. No futuro o máximo que pode acontecer com essa mudança é que os aviões sejam pintados com a marca da Azul

  • Crisbaiano

    E como ficará a situação da fidelidade?

    Uma compra de passagem na Trip valerá desde já (16 ago) como pontos na Azul e vice-versa?

    Caso negativo…por quê?

    e em caso positivo…..a partir de que data seria válida a parceria dos pontos de fidelização?

    atenciosamente,

    Crisbaiano