logo Melhores Destinos

Suspensão da temporada brasileira de cruzeiros é estendida

João Goldmeier
31/01/2022 às 16:54

Suspensão da temporada brasileira de cruzeiros é estendida

A temporada brasileira de cruzeiros seguirá suspensa pelo menos até o dia 18 de fevereiro, segundo comunicado da CLIA Brasil (Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros na tradução) distribuído hoje. Até então a suspensão estava prevista até 4 de fevereiro.

A prorrogação tem o objetivo de “analisar a evolução do quadro epidemiológico no país, e também, de dar continuidade às discussões necessárias com as autoridades competentes nacionais, estaduais e municipais para a retomada da temporada”.

O comunicado segue dizendo que “os cruzeiros são o único segmento que exige, antes do embarque de passageiros e tripulantes, níveis extremamente altos de vacinação e 100% de testes de cada indivíduo. No Brasil, os protocolos exigem que todos os hóspedes estejam com o ciclo vacinal completo, apresentem testes negativos antes do embarque, testagem contínua a bordo, uso de máscaras, distanciamento social e menor ocupação dos navios, entre outros protocolos”.

A associação entende que os casos identificados nos cruzeiros são resultado da alta frequência dos testes a bordo e que os protocolos dos navios de cruzeiro ajudam a maximizar a contenção.

Anvisa quer que a temporada seja cancelada

No dia 12 de fevereiro a Anvisa recomendou ao Ministério da Saúde e à Casa Civil a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil.

Segundo o relatório da agência “a viagem em um navio de cruzeiro apresenta uma combinação única de preocupações com a saúde, uma vez que viajantes (tripulação e passageiros) de diversas regiões reunidos em ambientes fechados ou semifechados, frequentemente lotados, podem facilitar a disseminação de doenças, transmidas de pessoa a pessoa, por alimentos ou pela água. Os surtos em navios podem ser sustentados pela transmissão entre os membros da tripulação que permanecem a bordo ou por contaminação ambiental”.

“O cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos navios de cruzeiro. Nesse sendo, com fundamento no princípio da precaução e a parte de todos os dados disponíveis, essa área técnica recomenda a suspensão definitiva da temporada de navios de cruzeiro no Brasil, como ação necessária à proteção da saúde da população” concluiu a Anvisa.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção