logo Melhores Destinos

South African Airways volta a operar após 18 meses sem voos comerciais

Leonardo Cassol
23/09/2021 às 12:04

South African Airways volta a operar após 18 meses sem voos comerciais

Boa notícia! A South African Airways retomou hoje algumas rotas domésticas dentro da África do Sul, após 18 meses sem voos comerciais. A empresa deixou de voar em março de 2020, por conta da pandemia de covid-19. Chegou a manter alguns voos de carga e de repatriação até setembro do ano passado, mas cessou totalmente as atividades por conta de uma crise financeira sem precedentes.

Inicialmente, a companhia aérea vai oferecer voos de Joanesburgo para a Cidade do Cabo, Accra, Kinshasa, Harare, Lusaka e Maputo. Mas há planos de retomar algumas rotas internacionais a partir de 2022, incluindo os voos para o Brasil (São Paulo), Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos.

Numa rede social, a empresa comemorou o seu retorno aos céus:

O presidente interino da empresa, Thomas Kgokolo, disse numa entrevista: “Estamos muito satisfeitos que a empresa está retomando o serviço… Os primeiros números são otimistas e indicam que os nossos voos estão com até 75% de ocupação. Abrir outras rotas pode ser uma complicação devido às restrições de viagens… Mas queremos reconstruir e manter uma companhia aérea lucrativa que mais uma vez assume um papel de liderança.”

A empresa estatal ainda está sob intervenção e recebeu um resgate financeiro em abril de 2021. Em junho, o governo sul-africano concordou em vender sua participação majoritária na empresa para o consórcio privado Takatso, cuja transação ainda não foi finalizada. A Takatso é uma joint venture entre a empresa de private equity Harith General Partners e a Global Aviation, que prometeu consórcio prometeu investir até US$ 243 milhões (cerca de R$ 1,288 bilhão no câmbio de hoje) no negócio nos próximos três anos.

O presidente interino ressaltou que a empresa vai precisar viabilizar uma frota mais moderna para voos de longa duração e parcerias com outras companhias aéreas para conseguir o resultado esperado. Mas, pelo menos o primeiro passo foi dado, a retomada dos vos.

O Brasil segue sem voos diretos para a África do Sul, já que a South African entrou em crise e a Latam não retomou a rota por conta da pandemia. Vamos aguardar e torcer para a retomada dos voos das duas empresas, pois quanto maior é a competição, menores são as tarifas.

Com informações do Africa News

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção