logo Melhores Destinos

Clientes da Delta terão até dois anos para reprogramar viagens impactadas pelo coronavírus

João Goldmeier
03/04/2020 às 19:26

Clientes da Delta terão até dois anos para reprogramar viagens impactadas pelo coronavírus

Boa notícia pra quem tinha voos programados com a Delta Airlines e teve os planos impactados pela pandemia de coronavírus. A empresa norte-americana resolveu flexibilizar ainda mais sua política de remarcação de passagens aéreas, oferecendo até dois anos de prazo para seus clientes reprogramarem suas viagens. Confira em quais casos a nova regra se aplica!

Quem tem passagens para voar em abril ou maio de 2020 com a Delta, ou cancelaou voos em março, abril ou maio de 2020, poderá remarcar sua viagem até 31 de maio de 2022. A regra também se aplica a quem tiver optado por créditos eletrônicos oriundos de viagens canceladas nesse período.

Além disso, bilhetes comprados entre 1º de março e 31 de maio de 2020 para voar em outras datas poderão ser remarcados sem pagamento de taxa de alteração, por até um ano a partir da data da compra.

As alterações podem ser feitas através da central de atendimento ou pelo aplicativo Fly Delta.

É uma ação inovadora e que facilita a vida dos passageiros impactados, já que os bilhetes aéreos têm validade de um ano após a data compra. Bem que outras empresas poderiam aderir a essa prática, não acham?

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção