logo Melhores Destinos

Cicloturismo: 8 roteiros para conhecer o Brasil de bicicleta

Bruna Scirea
Bruna Scirea
10/07/2020 às 18:11

Cicloturismo: 8 roteiros para conhecer o Brasil de bicicleta

O cicloturismo, já bastante tradicional em outros lugares, sobretudo em países europeus, está cada vez mais em alta no Brasil. E no nosso país não faltam roteiros e belas paisagens para serem explorados sobre duas rodas. Tem caminhos que cruzam estados, percursos históricos, aqueles que vista para o mar e outros em que a paisagem são chapadas, cachoeiras e regiões rurais.

Prepare a sua bicicleta e venha conferir alguns dos principais circuitos de cicloturismo no Brasil:

Caminho da Fé (SP e MG)

O Caminho da Fé pode ser considerado o Caminho de Santiago brasileiro: é a maior rota de peregrinação do país, por onde todos os anos passam milhares de fiéis em direção a Aparecida, a capital nacional do catolicismo. O percurso percorre o interior dos estados de São Paulo e Minas Gerais e pode começar de diferentes pontos, variando a distância total entre 300 e 500 quilômetros. Neste trajeto, os cicloturistas contam com boa estrutura de pousadas e alimentação.

Vale Europeu (SC)

A rota de cicloturismo do Vale Europeu, em Santa Catarina, é uma das mais populares do Brasil. O caminho é circular, tem cerca de 300 quilômetros e começa (assim como termina) no município de Timbó. Na rota, os ciclistas encontram belas paisagens, subidas e descidas características das regiões de vale, além da boa infraestrutura e demarcação impecável do percurso. Vale lembrar que a região é famosa pelas cervejarias e que os restaurantes de comidas típicas dos descendentes de alemães e italianos são apreciadíssimos. Dá par recuperar as energias rapidinho!

O município de Pomerode é um pelos quais passa o roteiro de bike na região

Estrada Real (RJ, SP e MG)

A Estrada Real pode ser percorrida a pé, de bicicleta ou de carro — e são vários os caminhos possíveis. O mais antigo deles é o Caminho Velho, que liga o litoral do Rio de Janeiro às regiões de extração de ouro em Minas Gerais. Entre Paraty e Ouro Preto são 710 km, passando por inúmeras cidades históricas, como Tiradentes e São João Del Rei.

Fotos: Wladimir Togumi/Instituto Estrada Real, Divulgação

O ciclista que preferir o Caminho Novo (que na verdade nem é tão novo assim, de 1707) passará pela cidade do Rio de Janeiro, pela região serrana de Petrópolis e seguirá para centros maiores como Barbacena e Juiz de Fora, totalizando cerca de 500 km de pedalada. Outro trecho possível para ciclistas que pretendem pedalar pela Estrada Real é o Caminho dos Diamantes, percurso de 350 quilômetros que liga Ouro Preto a Diamantina, mais ao norte — uma rota cheia de cachoeiras, como a do Tabuleiro. Também é possível fazer um desvio no Caminho dos Diamantes para pedalar pela Serra da Piedade, o Caminho de Sarabuçu, que tem 160 km e umas das subidas mais difíceis dos roteiros de cicloturismo no Brasil. Confira mais detalhes no site do Instituto da Estrada Real.

Circuito das Araucárias (SC)

Um dos melhores roteiros de cicloturismo para quem está iniciando é o Circuito das Araucárias. A rota tem 287 quilômetros e passa pelos municípios de Campo Alegre, Corupá, Rio Negrinho e São Bento do Sul, em Santa Catarina. É um dos mais belos percursos brasileiros, de fácil deslocamento e com ótima infraestrutura. Assim como o Vale Europeu, a região também tem fortes traços da imigração europeia e é fácil encontrar boas cervejarias e restaurantes ao longo do caminho.

Circuito das Cascatas e Montanhas (RS)

Outro roteiro para ciclistas no sul do Brasil é o Circuito das Cascatas e Montanhas, que começa em Rolante e passa pelos municípios de Riozinho e São Francisco de Paula, todos eles no Rio Grande do Sul. São mais de 120 quilômetros de pedalada, em uma região de cascatas e belas vistas.

Foto: Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Rio Grande do Sul/Divulgação

Serra da Canastra (MG)

A Serra da Canastra, importante região produtora de queijos no Brasil, também é um prato cheio para os ciclistas. As estradinhas de terra ligam vilarejos a cascatas e mirantes com belas vistas. Vale lembrar que a Serra da Canastra é um parque nacional e por isso uma das regiões de natureza mais bem preservada em todo o Brasil. É lá, aliás, que nasce o famoso Rio São Francisco. Um belo roteiro para cicloturistas que não se importam com pouca estrutura — e, de repente, a possibilidade de ter de pedalar com uma barraca nas costas.

Parque Nacional da Serra da Canastra. Foto: Monique Renne/Melhores Destinos

Costa Verde e Mar (SC)

Um dos roteiros mais bem organizados é o Costa Verde e Mar, que liga vários municípios litorâneos de Santa Catarina em um trajeto de 270 quilômetros. O percurso é feito preferencialmente em vias urbanas ou estradas de chão e passa por mais de 60 praias, entre as bastante conhecidas, como Balneário Camboriú e Bombinhas, e outras mais isoladas. É de se imaginar que belas paisagens não faltam no trajeto — e que vale bastante a pena ir com tempo para mergulhos e contemplação.

Foto: Costa Verde e Mar/Divulgação

Estrada da Graciosa (PR)

Setenta quilômetros ligam Curitiba e a cidade de Morretes, famoso destino de quem faz o passeio de trem saindo da capital paranaense. De bicicleta, o percurso é feito Serra da Graciosa abaixo, num caminho cercado por uma das faixas mais bem preservadas da Mata Atlântica. No fim do trajeto, Morretes espera os ciclistas com história, bela arquitetura e um prato de barreado, o tradicional cozido da região. Boa pedida, né?

Leia também: Conheça os principais pontos turísticos de Curitiba!

Morretes é o destino de quem desce a Serra da Graciosa, no Paraná


Já pedalou pelo Brasil? Conte para gente como é fazer turismo de bicicleta e quais são os roteiros mais legais para se conhecer!