Anac vai substituir atendimento presencial em aeroportos por totens

Por
Publicado 22 · abr · 2019       16:12Atualizado 22 · ago · 2019

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou que vai substituir seu atendimento presencial por totens que serão instalados em 24 aeroportos do país. Por meio do equipamento será possível consultar informações sobre direitos e deveres no transporte aéreo, além de registrar manifestações contra companhias aéreas. A implementação será progressiva, começando em maio (a partir do início do mês) e com previsão de conclusão até fim de junho.

Os 24 aeroportos que terão totens de autoatendimento são Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Santos Dumont (RJ), Galeão (RJ), Brasília (DF), Confins (MG), Campinas (SP), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Belém (PA), Goiânia (GO), Vitória (ES), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Natal (RN), Foz Do Iguaçu (PR), Maceió (AL), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO) e Macapá (AP).

Totens de autoatendimento serão implementados a partir de maio

De acordo com a Anac, a descontinuidade do atendimento presencial vai resultar em uma economia de R$ 4 milhões por ano, enquanto a instalação de totens de autoatendimento nos 24 aeroportos custará R$ 1,2 milhão a cada três anos. Todas as empresas de transporte aéreo regular estão inscritas na plataforma e têm até 10 dias para responder às manifestações. O índice de solução dos problemas no transporte aéreo é da ordem de 75%.

A fiscalização sobre o cumprimento dos direitos dos passageiros será feita a partir dos dados do monitoramento da plataforma, que oferecem à Agência subsídios para aplicação de penalidades mais pesadas que as eventualmente aplicadas para casos isolados. Os passageiros que não ficaram satisfeitos com a resolução do problema individual via plataforma podem recorrer aos órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, ou ao Judiciário para reparações individuais.

E aí, o que achou da mudança?