Voos da Ryanair poderão ser gratuitos em cinco anos, afirma seu presidente!

Leonardo Cassol 23 · novembro · 2016

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Michael O’Leary, principal executivo da Ryanair, companhia de baixo custo da Europa, informou ao jornal britânico Metro que tem como meta disponibilizar voos gratuitos na companhia em cinco anos. Já pensou que incrível?

Parece absurdo, mas a Ryanair não está muito longe desse objetivo. Ela já faz com alguma frequência promoções arrasadoras com passagens a partir de apenas 2 euros, ou por menos de 9,99 euros já incluindo as taxas!

Mas como a companhia iria sobreviver oferecendo passagens gratuitas? Segundo o executivo, a receita seria gerada através do consumo nas lojas e nos restaurantes do aeroporto, que seria compartilhada, bem como através dos serviços complementares que já são comercializados hoje, como reserva de assentos, despacho de bagagens e alimentação a bordo.

A companhia, que vai transportar 119 milhões de passageiros esse ano, pretende reduzir suas tarifas entre 10% a 15% em 2017, além de iniciar as negociações com os aeroportos onde opera.

“Tenho esta visão de que, nos próximos cinco ou dez anos, as tarifas aéreas na Ryanair serão gratuitas, no caso de os voos estarem cheios, e nós vamos fazer dinheiro com a partilha da receita dos aeroportos, de todas as pessoas que vão passar pelos aeroportos, tendo uma participação nas vendas das lojas de varejo”, mitou O’Leary.

File photo dated 16/05/16 of Ryanair chief executive Michael O'Leary who has compared Government ministers to the characters of television sitcom Dad's Army due to their "lunatic optimism" over Brexit. PRESS ASSOCIATION Photo. Issue date: Tuesday November 22, 2016. The chief executive of the Dublin-based carrier claimed the UK is about to "walk off a cliff" by leaving the European Union. See PA story AIR Brexit. Photo credit should read: Stefan Rousseau/PA Wire
Crédito: Stefan Rousseau/PA Wire

Será que esse modelo vinga? Ou melhor, seria possível sonhar com isso aqui no Brasil? Comente e participe!

A entrevista foi concedida ao jornal Metro e reproduzida pelo jornal O Globo.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Economista, apaixonado por viagens, aviação e milhas! Especialista em programas de fidelidade do Melhores Destinos