72% dos leitores querem viajar para fora do Brasil durante a Copa do Mundo

Leonardo Marques 10 · janeiro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A grande maioria dos leitores do Melhores Destinos deseja passar a Copa do Mundo de 2014 bem longe do Brasil. É o que revela o resultado da nossa pesquisa, realizada nesta semana com 3,8 mil participantes. Entre eles, mais de 70% disseram que pretende viajar para outro país no período em que o Brasil sediará o maior evento do futebol mundial.

De acordo com o levantamento, 19% dos leitores pretendem ficar em casa durante a Copa e outros 8% estão planejando viajar pelo Brasil – metade para acompanhar os jogos e metade para destinos que não serão afetados diretamente pelo mundial.

A pesquisa foi respondida por 3.770 leitores, entre os quais 2.696 (72%) responderam que desejam viajar para outro país ou fugir da Copa do Mundo. Entre as respostas, boa parte afirmou que quer aproveitar eventuais promoções das companhias estrangeiras, já que muitos voos virão com torcedores estrangeiros e não poderão voltar vazios.

“Como não pretendo ir a estádios assistir os jogos da copa prefiro viajar e acompanhar a copa pela TV em qualquer parte do mundo”, explicou Walter Quintela, de Aracaju. “Torcer para o Brasil é muito bom, mas juntar a torcida com uma viagem para um lugar que ainda não conheço é melhor ainda. Para demonstrar paixão não precisa estar assistindo os jogos ao vivo!”, justificou Anastácia Joana, de Salvador.

Outros querem fugir dos transtornos causados pelo mundial, como problemas em aeroportos, violência e aumento de preços. “Caos nos transportes e na saúde, conflitos com policiais, gangues de mascarados… furtos….aff. Contudo, espero que esse mega evento seja um sucesso! Nós brasileiros precisamos e vamos conseguir promover a melhor Copa do Mundo dos últimos tempos, afinal quando queremos, fazemos! E eu vou ver tudo pela TV, seja onde estiver”, comentou o leitor Carlos Gomes. “Moro no Rio há 10 meses e na Jornada Mundial da Juventude e no Réveillon já deu para sentir o que vai ser a Copa. A falta de educação do carioca para receber turistas, aumento abusivo dos preços. Quero estar bem longe do Brasil na Copa!”, comparou Danie Garcia.

Já a leitora Rhayana, de Vitória, promete torcer bastante pelo Brasil. Mas bem longe: “Tenho medo dessa Copa a verdade é essa… Gostaria muito que o Brasil recebesse esse evento se estivéssemos preparados para isso, mas com tantos assaltos, arrastões, falta de respeito com o nosso meio ambiente não acho que estejamos prontos e vou preferir não estar aqui durante a Copa. Assistirei em algum lugar mundo afora torcendo pela nossa seleção”.

Por fim, muitos disseram que pretendem viajar por não concordar com a realização do evento no Brasil e com o uso do dinheiro público no evento. “Essa Copa é uma vergonha nacional! As mazelas do país estão expostas! O governo prefere gastar “tubos de dinheiro” na Copa e não tem para melhorar as classes mais desfavorecidas, a saúde, a educação. São estádios caríssimos, atrasados, mal feitos. É a festa das empreiteiras e dos amigos do poder”, opinou Danilo, de Belo Horizonte. “Quem assiste aos jogos da Copa está sendo conivente com a roubalheira de dinheiro público!”, concordou o leitor Helder, de São Paulo.

Ficar em casa

Em segundo lugar na pesquisa está o grupo de pessoas que não pretende viajar durante a Copa, com 19%. Entre eles, a maioria respondeu que apenas verá os jogos pela TV (8%) ou no máximo tentará ir a alguma partida no estádio de sua cidade (4%). “Com esses preços abusivos de passagem e hospedagem, aliada a falta de estrutura nos aeroportos do país, só me resta assistir aos jogos na minha cidade, seja em casa ou na casa de amigos, mas sem escutar a narração do Galvão Bueno”, definiu Arthur, de Maceió. Já Mariana Mendes, de Belo Horizonte, vai se contentar em ver o mundial pela telinha por não ter conseguido os ingressos: “Tentei para quatro jogos e não fui sorteada. Meu marido e eu gostamos de futebol e decidimos ver em casa. Com o dinheiro que iremos economizar vamos viajar depois da Copa!”

“A Copa do Mundo é um evento ímpar. Apesar dos altos preços nos vários segmentos de serviços e inclusive o preço para os jogos mais importantes (a partir das oitavas de final) acredito ser um bom investimento, pois é uma oportunidade única, uma vez que poucas pessoas terão condições de participar de outras edições da Copa do Mundo fora do Brasil”, completou Jonathan, de Belo Horizonte .

A leitora Luísa Drumond já garantiu seus ingressos e está animada para os jogos em Brasília: “Comprei para assistir a dois jogos. Não saio do Brasil durante a Copa do Mundo nem por um decreto. Quero ver de perto e participar desse grande evento!”

Ainda como parte dos que vão ficar em casa, há os que torcerão para a Copa acabar logo, seja por não gostar de futebol, seja por não concordar com a realização do evento ou com a forma como tem sido preparado: “Acho que o Brasil não tem estrutura para um mega evento. Principalmente em saber que os estádios foram superfaturados, meu dinheiro está no meio, aumentam os impostos e nada me favorecerá. Nem acesso a compra do ingresso terei pelo alto custo”, afirmou a leitora Camila, de São Paulo.

“Para mim a Copa será um evento excelente… para a FIFA, que vai arrecadar horrores! Para o Brasil, sobrará um monte de estádios que serão elefantes brancos, infra-estrutura não concluída (metrô de superfície de Cuiabá, por exemplo), gasto exorbitante de dinheiro público (nosso, dos cidadãos) e pouquíssimo benefício para a população”, lamentou Moacir de Freitas, de Florianópolis. “Pela experiência que tive na Copa das Confederações não pretendo participar de nenhum jogo aqui em BH. Vários protestos, gerando muita dificuldade para entrar e sair do estádio, além dos preços de alimentos dentro do estádio super altos. A cidade virou um caos e vai virar durante o mundial”, completou Adriano Lucas.

Viajar pelo Brasil

Por fim, uma minoria de 8% dos leitores pretende viajar pelo Brasil durante o período da Copa. Destes, apenas a metade quer acompanhar os jogos – a outra parte pretende viajar para destinos que não serão sede do mundial da Fifa. “Sem deixar de curtir a energia da Copa, talvez o plano seja fugir do agito das cidades que vão sediar os jogos”, explicou Ana Cristina, de Brasília. “Acho que a alta demanda diante de quantidades limitadas de produtos e serviços durante a Copa trarão preços altos e baixa qualidade. Por isso, prefiro fugir para onde tratarão bem qualquer turista”, completou o leitor Boaventura.

Mas os leitores mais entusiasmados – apesar de serem uma minoria – são os que pretendem viajar para acompanhar ao vivo a saga da Seleção Brasileira ou outros jogos da Copa: “Copa tem que ser no Brasil. Caso não consiga ingressos, penso em viajar para cidades que não serão sede da Copa, mas fugir do Brasil de jeito nenhum!”, afirmou Francisco Siqueira, de Brasília. “O Brasil vai sediar o maior evento esportivo do mundo. Não tem como cancelar o evento, então ao invés de reclamar, vamos curtir!”, acrescentou Gustavo, de Curitiba.

“Somente daqui a três ou quatro gerações teremos outra Copa no Brasil. Então, nada melhor que aproveitar ao máximo, viajando muito e conhecendo melhor as cidades sedes”, opinou Vasco Braga, de Brasília. “Ah, vai ser perrengue total, mas é Copa! E no Brasil!!
Quando é que isso vai acontecer aqui de novo? Daqui 60 anos? Eu vou é pra Copa!!!”, definiu a leitora Carina.

Considerações

Antes de mais nada, agradecemos aos quase 4 mil leitores que participaram da pesquisa em poucos dias, resultado superior ao que estávamos esperando, neste início de janeiro com tantas pessoas em férias.

Com relação ao resultado em si, esperávamos que um grande número dos que acompanham o MD planejam usar as folgas da Copa para uma viagem internacional – seja pelas promoções, pela oportunidade, para fugir dos perrengues do mundial ou como um protesto silencioso, como alguns definiram. Só não esperávamos que esse percentual seria tão grande. De fato, desde que a enquete foi publicada, o percentual superior a 70% foi mantido estável.

O objetivo desde levantamento não é avaliar a Copa em si, os investimentos feitos pelo poder público ou mesmo se a infra-estrutura montada será suficiente, mas sim conhecer os planos dos leitores e até planejar nossas ações nos próximos meses.

Com base nesse resultado – e em resposta a centenas de pedidos que recebemos – vamos monitorar constantemente as passagens internacionais e nacionais no período para divulgar as melhores promoções. Quem sabe até o pessoal que pretende ficar em casa não muda de ideia e põe o pé na estrada? Se depender de nós, o Galvão vai ficar falando sozinho! 😉

Veja os detalhes da pesquisa:

O que você pretende fazer na Copa?

Número de respostas Percentual
Viajar pelo Brasil para ver o jogos 132 4%
Viajar pelo Brasil para destinos que não terão jogos da Copa 137 4%
Viajar para o exterior (fugir da Copa) 2696 72%
Ver os jogos pela TV na minha cidade 293 8%
Ver os jogos pela TV e no estádio na minha cidade 168 4%
Ficar em casa torcendo para acabar logo a Copa 261 7%
Outros 79 2%

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos