No ar o Guia de Veneza, a bela cidade das gôndolas e canais na Itália

Gisela Cabral 23 · dezembro · 2016

Veneza, a bela e romântica capital da região italiana do Vêneto é a mais nova integrante do Guia de Destinos do MD. Uma cidade que nunca sai de moda por inúmeros motivos: monumentos e construções cheios de história, canais tomados por gôndolas, pores do Sol magníficos, paisagens de tirar o fôlego e muito mais. Estar em Veneza é, realmente, surpreender-se a cada virada de esquina!

Muitos de vocês devem ter acompanhado pelo Instagram a nossa estada na cidade e até um daytrip pelas ilhas vizinhas de Murano, Burano e Torcello (muito fáceis de serem acessadas partindo de Veneza). Foram dias intensos, de muito Sol, calor e o resultado completo de todas as nossas andanças na região você confere em O que Fazer.

Paradas obrigatórias como a Piazza San Marco, o Palazzo Ducale, o Museu Correr, Passeios como o de gôndola pelos canais e também atrações que fogem um pouco do roteiro turístico convencional, entre eles passar um dia inteiro explorando os vibrantes distritos de Cannaregio e Dorsoduro

veneza

Gastronomia

Apesar de não ser considerada uma das melhores cidades da Itália para tours gastronômicos, é possível, sim, comer bem em Veneza. Na verdade, o grande desafio por lá é comer bem pagando pouco e a boa notícia é que uma das iguarias mais consumidas na cidade é também um dos pratos mais baratos.

petiscos típicos de Veneza são deliciosos e baratos!

Estamos falando dos cicchetti — que nada mais são do que petiscos para nós, brasileiros. Os cicchetti são vendidos por unidade nos bacari da cidade, bares/restaurantes onde as pessoas vão para beber um spritz ou taça de vinho, acompanhados dessas delícias. Em Onde Comer você confere todos os estabelecimentos que visitamos – incluindo as sorveterias – e também algumas dicas para economizar e fugir das armadilhas para turistas!

Como muitos já sabem, em Veneza não circulam carros ou ônibus, isso significa que quase tudo chega e sai da cidade de barco. Prepare-se, portanto, para andar bastante pelas charmosas ruas de paralelepípedos, motivo pelo qual indicamos o uso de calçados apropriados e confortáveis.

Ah, em determinados casos também é possível utilizar o famoso vaporetto (Saiba mais sobre ele em Transportes), mas podemos afirmar com toda a certeza que o maior barato de Veneza é mesmo caminhar e “perder-se” sem pressa entre campos e ruelas, descobrindo paisagens, preciosidades arquitetônicas e marcas do tempo, tanto de dia quanto de Noite.

Lembrando que é sempre bom ter em mãos um bom mapa, que pode ser de papel – praticamente todos os hotéis da cidade disponibilizam algum para os hóspedes – ou fazer o download de um mapa que funcione offline, no smartphone. Isso porque a internet não costuma funcionar tão bem em Veneza.

veneza-italia-gondola-dicas.jpg

Em nosso Guia você ainda confere informações muito úteis para a sua chegada, entre elas Como Sair do Aeroporto e Onde Ficar/Bairros, com informações sobre os seis sestieri da cidade (distritos, em bom português). Já em Dicas é possível informar-se sobre segurança e também como evitar as filas que se formam nas principais atrações de Veneza, especialmente no verão.

E você, já esteve em Veneza antes? Deixe a sua avaliação sobre a cidade aqui.

Autor

Gisela Cabral - Editora de Destinos Jornalista brasileira vivendo uma grande aventura na terra dos queijos, moinhos e tamancos!
  • Livia

    Amei Veneza! só passei um dia inteiro lá, mas foi o suficiente para andar muito, devorar tudo com os olhos e sair com o gostinho de “quero voltar”.