UFC nos Estados Unidos: testamos o pacote da TAM Viagens

Monique Renne 1 · maio · 2013

O Melhores Destinos esteve em Nova York para uma experiência, no mínimo, inusitada: viajamos a convite da TAM Viagens e da 4BTS para testar o novo pacote UFC. Se você, assim como eu, nunca tinha pensado em viajar com o objetivo principal de ver um esporte, dispa-se dos preconceitos e encare este desafio! A experiência vai muito além de simplesmente assistir a uma luta. Para quem já é fã do UFC, certamente é a realização de um sonho em grande estilo!

ufc-eua-1A disputa pelo cinturão dos meio-pesados foi o principal combate da noite no UFC 159, em Newark – New Jersey. Jon Jones versus Chael Sonnen em uma luta que durou pouco mais de quatro minutos. Vitória de Jon Jones por TKO, ou nocaute técnico. Mas, afinal, por que você iria até NY – ou qualquer outro destino – para ver apenas quatro minutos de luta? A verdade é que o combate final foi somente a cereja do bolo. O que este pacote oferece vai muito além do card principal de lutadores. Podemos resumi-lo em uma palavrinha chave: VIP!

O evento do UFC atrai milhares de espectadores, mas você não será apenas mais um deles. Quem viaja pelo pacote UFC tem vários mimos e privilégios: acesso aos bastidores e pesagem, entrevista com os atletas, sessão de autógrafo, entrada VIP, excelentes cadeiras e brindes exclusivos prometem tirar o fôlego dos aficionados por UFC (no final da viagem participamos do sorteio de uma réplica do cinturão – o momento foi mais disputado que a luta no octógono).

ufc-eua-vipPara o fã de MMA é uma oportunidade única de estar muito perto dos melhores atletas do mundo. E “muito perto” significa bater papo com Chris Weidman (próximo desafiante de Anderson Silva), tirar fotos cara a cara com Chael Sonnen (e perceber que nos bastidores ele é bem diferente do personagem do octógono), ganhar autógrafos de

Lyoto

Machida (enquanto testa o motor de uma Harley Davidson) e ver todos os desafiantes se encarando na pesagem (alguns com cuecas de super heróis e outros nus mesmo). Envolver-se com a luta antes dela acontecer, torna o dia dos combates incrivelmente mais emocionante.

foto21Claro que todos querem ver a disputa no octógono. E mais uma vez o pacote não decepciona! Antes dos atletas, quem sobe ao palco da luta é você! Treine o melhor golpe que puder, levante o cinturão no octógono e pose para foto! Vencido o combate contra os flashes, é hora de dar lugar aos profissionais. Enquanto espera o inicio das lutas, você poderá desfrutar de todo o conforto dos bares exclusivos. Nada de longas filas, nem confusão. O UFC é incrivelmente bem organizado!

A noite começa com o card preliminar. São os atletas de menor expressão que aquecem a plateia para as lutas do card principal. Não demora muito e o susto com os golpes – que de tão próximos podemos ouvi-los – transforma-se em combustível para torcer. E bota torcida nisso! Fã ou não, você não conseguirá ficar impassível ao octógono. E quando no card principal um lutador como Roy Nelson – aparentemente em desvantagem pelo tamanho da barriga – vence por nocaute em dois minutos, a torcida vai ao delírio! Emoção que não se compara à televisão. Ao final você estará incrivelmente envolvido com as lutas e rouco de tanto gritar pelo seu atleta predileto.

fotoComo se toda esta intimidade com o evento não bastasse, há sempre um plus nesse pacote. O nosso foi uma visita à Renzo Gracie Academy NYC. Fomos recebidos com a maior simpatia do mundo pelo membro da família Gracie que mantém uma academia de três andares em Manhattan. Oportunidade incrível para quem treina jiu-jitsu ou outra arte marcial.

E já que nem só de luta vive o turista brasileiro, os pacotes para eventos internacionais preveem dias de folga. Compras e passeios estão garantidos! Então, alguma dúvida de que vale a pena curtir os seus ídolos bem de perto? O UFC Fortaleza e o UFC Las Vegas estão chegando. Você está pronto?

Roteiros internacionais

Os pacotes de seis dias incluem transporte aéreo, hospedagem, guia, transfer para os eventos, passeios, kits e ingresso. O valor varia entre US$ 3.000 e US$ 7.000 de acordo com a categoria do ingresso e as experiências oferecidas para o grupo. Visitas aos bastidores, conversa com os atletas, kits e o card de lutas estão sujeitos à alteração de acordo com o destino escolhido.

Pacotes nacionais

Os pacotes de três dias incluem transporte aéreo, hospedagem, transfer para os eventos, guia, passeios, kits e ingresso. O valor varia entre R$ 2.000 e R$ 5.000 de acordo com a categoria do ingresso e as experiências oferecidas para o grupo. Visitas aos bastidores, conversa com os atletas, kits e o card de lutas estão sujeitos à alteração de acordo com o destino escolhido.

Como foi?

Nosso test drive era de apenas quatro dias, dois a menos que o pacote internacional normal, de seis dias. Assim, não teríamos dois livres, como prevê o pacote regular.

Voo

Saímos de Brasília na tarde de 25/04 a caminho de Guarulhos, onde encontramos o grupo. Nosso voo era noturno (tanto ida, quanto volta), com chegada no JFK. Tudo correu bem e sem atrasos. Apesar da aeronave quase 100% ocupada, o serviço de bordo foi rápido. Tivemos jantar e café da manhã. Na chegada ao aeroporto, o transfer que nos levou ao hotel já nos aguardava, identificado com a placa UFC.

Hotel

Fomos encaminhados ao hotel Marriott East Side, na Lexington com a 49st. Bem localizado, confortável e com um farto café da manhã – coisa rara em NY. Como nosso check in era apenas 15h, deixamos as malas trancadas em uma sala separada para o nosso grupo e seguimos para o primeiro tour: a pesagem dos atletas.

Tour dia 01 – sexta

Saímos em ônibus fretado para o Prudential Center, em Nova Jersey. Nossa entrada era exclusiva para espectadores VIPs e fomos recebidos por um dos organizadores do evento. Chegamos pelos bastidores, onde pudemos conhecer vários atletas, ver a montagem da arena e os testes de iluminação. No momento da pesagem assistimos uma longa entrevista com Chris Weidman (era possível fazer perguntas) e acompanhamos todas as encaradas dos desafiantes durante a pesagem. De volta ao hotel fizemos check-in e a noite era livre.

Tour dia 02 – sábado

Este foi o principal dia da viagem: a luta! Nossa manhã era livre e a saída do hotel aconteceu em ônibus fretado às 14hs, direto para o Prudential Center. Chegamos cedo e por isso foi possível aproveitar toda a festa preparada do lado de fora. Autógrafos, fotos com atletas, brindes e lojinhas.

Ao entrar no evento (que ainda não era aberto ao público) fomos encaminhados para a arena, onde tivemos a oportunidade de subir no octógono e ver os ajustes técnicos finais. Saímos do ginásio e aguardamos a entrada para as lutas. Nossos assentos eram na segunda fila da arquibancada, a 15 metros do octógono e na mesma altura. Próximo o suficiente para ouvir os golpes. O acesso para as áreas de alimentação era muito tranquilo, e as filas quase inexistentes. O evento é organizado, as cadeiras numeradas e muito controlado por seguranças. Tão controlado que não pudemos fotografar com câmeras profissionais (lá pela terceira luta levamos uma baita bronca dos seguranças).

Após muitos golpes, alguns dedos no olho e outros quebrados, chegamos ao combate principal. A luta terminou rápido (por volta de 1h da manhã) e em pouco tempo já estávamos no ônibus de volta a NY.

Tour dia 03 – domingo

O dia era livre e a maior parte do grupo aproveitou para ir às compras e conhecer a cidade. Nesta altura do campeonato o fator “excursão” já falava mais alto e muitos foram juntos.

Tour dia 04 – segunda

Nosso último dia na cidade previa o “plus” do pacote. Esta opção é variável em cada destino, já que outras cidades onde acontecerá o UFC oferecem diferentes tipos de atrações vinculadas ao esporte. Fizemos o check out no hotel às 11hs e saímos para o tour na academia Renzo Gracie, em Manhattan. Acompanhamos um treino, conversamos com os atletas – e com o Renzo Gracie, claro – e conhecemos a academia. Passamos no hotel às 16hs apenas para pegar as malas e seguir para o aeroporto. Já dentro do ônibus participamos do sorteio de uma réplica do cinturão do UFC. Nosso avião saiu às 21hs e deixamos para os próximos fãs a emoção do UFC.

Vale a pena pagar o pacote?

Esta viagem é, claramente, para fãs do UFC. Se este é o seu caso, prepare-se para grandes emoções. Eu, que não sou fã de MMA, me envolvi, torci, gritei e tirei um milhão de fotos no octógono. Imagino (e vi pessoalmente) a sensação de quem é fã. Mas como o valor do pacote é alto, se este não é o seu caso, nem pense em ir.

Para mais informações sobre novos pacotes a TAM Viagens atende em um das 200 lojas em todo o Brasil e pelas Centrais de Atendimento 0800 555200, (11) 3274-1313, ou pelo site www.tamviagens.com.br.

O Melhores Destinos viajou a convite da TAM Viagens

Atualizado em 02/05 às 18h15

Publicado por

Monique Renne

Editora de Destinos

  • Rodrigoclt

    Não confio na TAM nem para voar, que dirá para o pacote inteiro da viagem! Tô fora!

  • Yara Bricio

    Que máximo!!! Deve ser incrível mesmo!! Vi que Tam Viagens também está oferecendo um pacote NY para os amantes da fotografia!!!

  • Raoni Bosquilia

    Eu já prefiro mil vezes mais a TAM do que a Gol. Pra quem curte e tem grana deve ser a realização de um sonho mesmo! Parabéns!

  • Bruno Caporalini

    Particularmente, prefiro outros tipos de roteiro.. Pode até ser esporte, mas algo como automobilismo, futebol ou atletismo…

  • Vinicius Condina

    Muito legal. Mesmo não sendo um fã de UFC, adoraria ir em uma dessas. Parabéns MD

  • maycon

    De grátis iria até de Air Koryo..rs…valew!!

  • Alexandre Kreutz

    Gosto do MD,uso e indico.

    Todavia, a avaliação não é isenta na medida em que foram patrocinado pela TAM.

    • Leonardo Soares de S

      Concordo contigo Alexandre.Não deixa de ser um post patrocinado

    • Fernando Júni

      Perfeito!

    • Diego Saraiva

      Idem… acesso diariamente e indico a muita gente… masssss, nota-se o esforço em mostrar a qualidade do produto ofertado diante do ''patrocínio'' para divulgação do mesmo.

      Mas aos que conhecem os serviços da Tam (em qualquer esfera), sabem que estes praticam preços abusivos, PÉSSIMO atendimento e manutenção no mínimo questionável.

    • Pessoal, obrigado pela preocupação isso mostra que vocês confiam no nosso trabalho aqui no MD. Com relação ao post, deem uma lida no comentário da Monique lá embaixo, mas posso garantir a vocês que o texto dela foi isento e imparcial como todos os que postamos aqui. É preciso deixar claro que não recebemos nenhum centavo da TAM para fazer o post e desde que nos convidaram eles sabiam do grande risco que corriam: se qualquer coisa desse errado ou fosse ruim, nós falaríamos mesmo, sem nem pensar. Afinal, eles nos convidaram para testar o produto e não para fazer marketing ou coisa assim. O que aconteceu? A Monique foi testou e achou o produto sensacional. Gostou muito mesmo. Não podemos então para "parecer" isentos, começarmos a inventar defeitos e problemas que não existiram. Seria, da mesma forma, enganar nossos leitores e hipocrisia de nossa parte. A Monique está acostumada a avaliar destinos, pacotes e serviços e se ela diz que o negócio é bacana podem confiar! 😉 Agora minha opinião pessoal: eu não sou fão do UFC. Não pagaria esse valor por esse pacote, mas para quem gosta, realmente deve ser maravilhoso. Para mim seria mais divertido se fosse para a final da Champions, mas como meu Barcelona ficou de fora… 🙁

  • Wagner

    Não pagaria nunca um pacote desse! E para piorar pela TAM hehehehehe.

  • maycon

    A galera do Md estão de parabéns, receberam este convite por mérito,sou muito grato a este Blog por ja ter sido beneficiado várias vezes com postagens de passagens baratas e muitas vezes em primeira mão,agora a tal da dor de cotovelo é triste!!!pessoal, apenas lembrando, a seção de avaliação de companhia é outra,esses que tanto falam, duvido que se recebessem este mesmo convite não iriam quietinhos com o rabo entre as pernas.kkk….valew!!!

    • La Elegance Vitrine

      Concordo em tudo Maycon! Eu mesmo viajo sempre para os Eua a trabalho e sempre beneficiada com o site dos melhores destinos. A primeira coisa quando abro o pc é entrar aqui. A ultima vez fui por 890,00 REAIS ida e volta em um voo DIRETO com todas as taxas. Quem critica a Tam e diz que não confia só pra esclarecer que quando um avião fatalmente cai é por uma sequencia de erros que não é culpa apenas da compania aerea e se for avaliar por questão de confiança a AIR FRANCE é uma das maiores cia aerea do mundo e no entanto em um voo que iria pra Paris acabou caindo aqui mesmo em pernambuco infelizmente quando acontece uma fatalidade dessas é por inumeros motivos nunca por um só. Eu mesma queria ter o privilegio de voar pela TAM para os estados unidos. Ja voei de American, Copa, Gol mas ouço por todos que a Tam é a melhor em questao de espaço. Só nã voei ainda porque o menor preço que ja achei no trecho rec mia pela tam é de 2.10,00 reais. Pra mim fica inviavel. Mas a Tam é sim uma das melhores companias que existem aqui. e não sou eu quem digo, basta pesquisar pra isso. Mas quero deixar aqui meu pequeno relato pra quem ainda nao viajou de AZUL. Fui passear em fortaleza aproveitar o feriado e cheguei hoje, fui pela cia Azul porque peguei a promocao ( MAIS UMA VEZ DIVULGADA PELOS MELHORES DESTINOS) de 174,00 reais ida e volta recife fortaleza ja com as taxas. A AERONAVE é um jato embraer… morri de medo porque eu ja tenho medo de voar por vida.. entao quando vi aquela aeronave pequena e com apenas 4 assentos por fileira fiquei mais apreensiva ainda. Mas a Aeronave é NOVISSIMA. Com tela de tv em todas as poltronas com SKY onde pega inumeros canais como multishow, Universal entre muitos outros…estou citando esses pq sao os q mais vejo em casa. O lanche foi apenas uma batata e refrigerante porque o trecho é curtissimo 5o minutos de voo nao da pa ser um baquete mas outras pessoas ja me falaram que o lanche da azul é otimo Entaaaaao…aproveitando meu cmentario… aZUL…Super indico tambrm!

  • maycon

    Eu também ja fui pela copa, american e tam para os EUA e dia 29 agora irei novamente para nova york so que desta vez pela avianca, graças a promoção das milhas que o MD divulgou,se fosse pra escolher voltaria de tam,pra mim a única critica seria sobre os valores,mas em termos de serviço não troco por nem uma outra,acho que pra criticar a pessoa tem que ter tido a experiencia de ter feito o trecho pelo menos com umas 4 companhias diferentes,esses que muito falam acho que nem voo internacional fez ainda…valew!!!

    • La Elegance Vitrine

      Maycon me diz se o voo da avianca é bom quando vc chegar? Eu sei que a avianca os voos nacionais todo mundo adora…minha sogra fez e amou disse que as poltronas boas o lanche otimo. Mas me diz quando vc voltar como é viu? Lembra de comentar! Eu quero ir pela Tam mas 2.100,00 nao pago ja que as outras companias fazem por preço mais acessiveis. O da copa é bom embora seja num 737-800 a comida é boa e as aeronaves novinhas so nao deu muito pra descansar… se quiser me add no face meu face é: ANDRESSA LIMA ou LA ELEGANCE VITRINE AMERICANA. bjao.

  • Fred K. Chagas

    Como a 'rapeize' mais acima, eu também achei um pouco estranho esse post visto que a viagem foi patrocinada – paga – pela TAM. O blog, fantástico, deve ser imparcial, informar – o que é a grande vitrine, grande motivo de sua existência – sobre tarifas e promoções aéreas, independente de quem for. Essa ligação com a TAM, afiliada da LAN, aparentemente compromete a imparcialidade necessária. Decerto não é a opinião dos dirigentes do site mas é a impressão que fica. É a velha questão. Não tem que ser apenas. Tem que parecer ser também.

    • Oi Fred, eu concordo com você. Sempre que a gente fizer um post como eu vai ficar parecendo que estamos sendo tendenciosos, é por isso mesmo que alguns revistas, jornais e blogs preferem não falar que foram convidados, assim parecem isentos 🙂

      Nesse caso, não recebemos nada para publicar esse post. Apenas fomos convidados para testar o produto, que é bem caro, mas que cumpre o que promote.

      É importante receber esse feedback de vocês, para saber quando erramos e fazer as correções necessárias.

      Nós sabemos que em momento nenhum fomos tendenciosos, mas eu também reconheço que é inevitável o clima de "estão vendidos".

  • Eduardo

    Nem parece um texto do MD, tá certo que foi patrocinado, mas parece que foi escrito por alguém do marketing da TAM.

    Tipo, onde estão as informações? Os voos eram fretados? Qual era a qualidade do hotel? Os transfers funcionaram direito? Enfim, como foi o atendimento em geral do pacote?

    • Segundo Torres

      Eu li hoje mais cedo a matéria, e foi justamente o que achei.

      Eu até entendo que seja patrocinado pela TAM, e que mostrem os serviços, mas dessa forma foi forçado demais.

      O MD já fez posts onde alguma empresa bancava alguém do site pra visitar alguma coisa e fazer uma matéria, mas sempre foi algo bem justo, falando coisas boas e ruins.

      Mas esse da TAm no fim n falou nada de voos nem nada, só ficou falando papo de vendedor, como se tivesse vendendo o peixe.

      • Torres, o foco desse post era mais o UFC, já que o pacote é para isso. Não era para avaliar voo, hotel ou destino. De qualquer forma, erramos a mão mesmo. Mas a vida é assim, um dia a gente acerta e no outro erra.

  • Monique Renne

    Pessoal, vou tirar todas as dúvidas de vocês!

    O post foi escrito com base no diferencial do pacote, que é o acesso VIP aos bastidores do octógono.

    Viajamos de avião comercial, não fretado. Um vôo comum entre GRU-JFK.

    Não tivemos nenhum problema no voo. Por isso não cabia no post avaliar negativamente a companhia aérea. Se tivesse acontecido algo, certamente teríamos dito (assim como na avaliação do voo inaugural da Aeroméxico para Cancun, onde tivemos um milhão de problemas e contamos todos eles, mesmo tento viajado a convite da companhia aérea). Já fiz este trecho aéreo em outras companhias e posso garantir que nosso voo foi muito tranquilo!

    O hotel também era excelente! Ficamos no Marriot East Side. Sem problemas.

    O ônibus do transfer era muito confortável.

    Qualquer dúvida estou por aqui para responder.

    Foi, realmente, uma experiência incrível!

  • João Paulo Fr

    Como brasileiro é chato !! Querem que o MD fale sobre esse pacote sem ter ido ? Eles sempre foram imparciais, acredito que se não tivesse sido de acordo, eles comentariam os contras.

  • Vitor J. Nunes

    Nem vou disfarçar a minha inveja! 🙂

  • Vitor J. Nunes

    Agora complementando minha opinião após ler boa parte dos comentários: apesar de concordar que faltaram informações práticas para avaliar o pacote (que foram completadas no comentário de Monique), penso que tem que elogiar mesmo da mesma forma que criticam. Imparcialidade jornalística não está pautada puramente na crítica; fosse assim, não haveria crítica positiva para grandes filmes, excelentes restaurantes, museus surpreendentes, etc. Se a experiência foi boa, que assim seja relatada.

  • Fred K. Chagas

    Agradeço os esclarecimentos do DENIS, LEONARDO, MONIQUE.

    Agradeço e os aceito. A atenção às dúvidas é um elemento essencial de qualquer instituição, coisa a que não estamos acostumados, infelizmente, nesse nosso país. Como também não estamos acostumados a expor, equilibradamente, nossas dúvidas. Daí, me parece, um camarada ter achado que "como tem brasileiro chato", decerto se referindo aos nossos questionamentos. Mas é fundamental, a meu ver, tudo ficar bem claro. E a propósito, também não sou um ardoroso fã de UFC. Nos EUA, além de duas vezes haver assistido a jogos da NBA, fui ao superdome (aquele estádio fechado), em new orleans, assistir a um jogo dos new orleans saints, experiência fantástica. Um show completo.

    • Monique Renne

      Olá Fred! Que bom você ter nos entendido. Imagine este mesmo pacote para um fã de NBA, como você? Não seria sensacional? De verdade, e sem exageros, eu gostei do que vi.

  • iano

    Conheço a TAM e a Monique. Confio na Monique, que, alem de exelente profissional, é muito crítica.

  • Felipe G Santos

    Eu como fã do UFC adorei o post, e já comecei a fazer as continhas aqui… Com relação ao post, achei totalmente honesto e com enfoque no que foi proposto, que vale dizer, é o evento UFC. A questão da imparcialidade no nosso país é complicado, já que vivemos em um contexto que cada vez mais, tal qualidade é rara. Porém sem conhecer a escritora, mas conhecendo a qualidade do MD, achei sim imparcial quanto a companhia TAM, companhia aliás com defeitos e acertos. Concluindo, vivemos traumatizados pela falta de caráter de nossos políticos, jornalistas, e profissionais diversos, e quando é lido que algo é a convite de X, fechamos nosso julgamento dali para frente, e assim sim, nós tornamos imparciais. Parabéns MD, mas uma vez adorei o post.