UFC nos Estados Unidos: testamos o pacote da TAM Viagens

Monique Renne 1 · maio · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Melhores Destinos esteve em Nova York para uma experiência, no mínimo, inusitada: viajamos a convite da TAM Viagens e da 4BTS para testar o novo pacote UFC. Se você, assim como eu, nunca tinha pensado em viajar com o objetivo principal de ver um esporte, dispa-se dos preconceitos e encare este desafio! A experiência vai muito além de simplesmente assistir a uma luta. Para quem já é fã do UFC, certamente é a realização de um sonho em grande estilo!

ufc-eua-1A disputa pelo cinturão dos meio-pesados foi o principal combate da noite no UFC 159, em Newark – New Jersey. Jon Jones versus Chael Sonnen em uma luta que durou pouco mais de quatro minutos. Vitória de Jon Jones por TKO, ou nocaute técnico. Mas, afinal, por que você iria até NY – ou qualquer outro destino – para ver apenas quatro minutos de luta? A verdade é que o combate final foi somente a cereja do bolo. O que este pacote oferece vai muito além do card principal de lutadores. Podemos resumi-lo em uma palavrinha chave: VIP!

O evento do UFC atrai milhares de espectadores, mas você não será apenas mais um deles. Quem viaja pelo pacote UFC tem vários mimos e privilégios: acesso aos bastidores e pesagem, entrevista com os atletas, sessão de autógrafo, entrada VIP, excelentes cadeiras e brindes exclusivos prometem tirar o fôlego dos aficionados por UFC (no final da viagem participamos do sorteio de uma réplica do cinturão – o momento foi mais disputado que a luta no octógono).

ufc-eua-vipPara o fã de MMA é uma oportunidade única de estar muito perto dos melhores atletas do mundo. E “muito perto” significa bater papo com Chris Weidman (próximo desafiante de Anderson Silva), tirar fotos cara a cara com Chael Sonnen (e perceber que nos bastidores ele é bem diferente do personagem do octógono), ganhar autógrafos de

Lyoto

Machida (enquanto testa o motor de uma Harley Davidson) e ver todos os desafiantes se encarando na pesagem (alguns com cuecas de super heróis e outros nus mesmo). Envolver-se com a luta antes dela acontecer, torna o dia dos combates incrivelmente mais emocionante.

foto21Claro que todos querem ver a disputa no octógono. E mais uma vez o pacote não decepciona! Antes dos atletas, quem sobe ao palco da luta é você! Treine o melhor golpe que puder, levante o cinturão no octógono e pose para foto! Vencido o combate contra os flashes, é hora de dar lugar aos profissionais. Enquanto espera o inicio das lutas, você poderá desfrutar de todo o conforto dos bares exclusivos. Nada de longas filas, nem confusão. O UFC é incrivelmente bem organizado!

A noite começa com o card preliminar. São os atletas de menor expressão que aquecem a plateia para as lutas do card principal. Não demora muito e o susto com os golpes – que de tão próximos podemos ouvi-los – transforma-se em combustível para torcer. E bota torcida nisso! Fã ou não, você não conseguirá ficar impassível ao octógono. E quando no card principal um lutador como Roy Nelson – aparentemente em desvantagem pelo tamanho da barriga – vence por nocaute em dois minutos, a torcida vai ao delírio! Emoção que não se compara à televisão. Ao final você estará incrivelmente envolvido com as lutas e rouco de tanto gritar pelo seu atleta predileto.

fotoComo se toda esta intimidade com o evento não bastasse, há sempre um plus nesse pacote. O nosso foi uma visita à Renzo Gracie Academy NYC. Fomos recebidos com a maior simpatia do mundo pelo membro da família Gracie que mantém uma academia de três andares em Manhattan. Oportunidade incrível para quem treina jiu-jitsu ou outra arte marcial.

E já que nem só de luta vive o turista brasileiro, os pacotes para eventos internacionais preveem dias de folga. Compras e passeios estão garantidos! Então, alguma dúvida de que vale a pena curtir os seus ídolos bem de perto? O UFC Fortaleza e o UFC Las Vegas estão chegando. Você está pronto?

Roteiros internacionais

Os pacotes de seis dias incluem transporte aéreo, hospedagem, guia, transfer para os eventos, passeios, kits e ingresso. O valor varia entre US$ 3.000 e US$ 7.000 de acordo com a categoria do ingresso e as experiências oferecidas para o grupo. Visitas aos bastidores, conversa com os atletas, kits e o card de lutas estão sujeitos à alteração de acordo com o destino escolhido.

Pacotes nacionais

Os pacotes de três dias incluem transporte aéreo, hospedagem, transfer para os eventos, guia, passeios, kits e ingresso. O valor varia entre R$ 2.000 e R$ 5.000 de acordo com a categoria do ingresso e as experiências oferecidas para o grupo. Visitas aos bastidores, conversa com os atletas, kits e o card de lutas estão sujeitos à alteração de acordo com o destino escolhido.

Como foi?

Nosso test drive era de apenas quatro dias, dois a menos que o pacote internacional normal, de seis dias. Assim, não teríamos dois livres, como prevê o pacote regular.

Voo

Saímos de Brasília na tarde de 25/04 a caminho de Guarulhos, onde encontramos o grupo. Nosso voo era noturno (tanto ida, quanto volta), com chegada no JFK. Tudo correu bem e sem atrasos. Apesar da aeronave quase 100% ocupada, o serviço de bordo foi rápido. Tivemos jantar e café da manhã. Na chegada ao aeroporto, o transfer que nos levou ao hotel já nos aguardava, identificado com a placa UFC.

Hotel

Fomos encaminhados ao hotel Marriott East Side, na Lexington com a 49st. Bem localizado, confortável e com um farto café da manhã – coisa rara em NY. Como nosso check in era apenas 15h, deixamos as malas trancadas em uma sala separada para o nosso grupo e seguimos para o primeiro tour: a pesagem dos atletas.

Tour dia 01 – sexta

Saímos em ônibus fretado para o Prudential Center, em Nova Jersey. Nossa entrada era exclusiva para espectadores VIPs e fomos recebidos por um dos organizadores do evento. Chegamos pelos bastidores, onde pudemos conhecer vários atletas, ver a montagem da arena e os testes de iluminação. No momento da pesagem assistimos uma longa entrevista com Chris Weidman (era possível fazer perguntas) e acompanhamos todas as encaradas dos desafiantes durante a pesagem. De volta ao hotel fizemos check-in e a noite era livre.

Tour dia 02 – sábado

Este foi o principal dia da viagem: a luta! Nossa manhã era livre e a saída do hotel aconteceu em ônibus fretado às 14hs, direto para o Prudential Center. Chegamos cedo e por isso foi possível aproveitar toda a festa preparada do lado de fora. Autógrafos, fotos com atletas, brindes e lojinhas.

Ao entrar no evento (que ainda não era aberto ao público) fomos encaminhados para a arena, onde tivemos a oportunidade de subir no octógono e ver os ajustes técnicos finais. Saímos do ginásio e aguardamos a entrada para as lutas. Nossos assentos eram na segunda fila da arquibancada, a 15 metros do octógono e na mesma altura. Próximo o suficiente para ouvir os golpes. O acesso para as áreas de alimentação era muito tranquilo, e as filas quase inexistentes. O evento é organizado, as cadeiras numeradas e muito controlado por seguranças. Tão controlado que não pudemos fotografar com câmeras profissionais (lá pela terceira luta levamos uma baita bronca dos seguranças).

Após muitos golpes, alguns dedos no olho e outros quebrados, chegamos ao combate principal. A luta terminou rápido (por volta de 1h da manhã) e em pouco tempo já estávamos no ônibus de volta a NY.

Tour dia 03 – domingo

O dia era livre e a maior parte do grupo aproveitou para ir às compras e conhecer a cidade. Nesta altura do campeonato o fator “excursão” já falava mais alto e muitos foram juntos.

Tour dia 04 – segunda

Nosso último dia na cidade previa o “plus” do pacote. Esta opção é variável em cada destino, já que outras cidades onde acontecerá o UFC oferecem diferentes tipos de atrações vinculadas ao esporte. Fizemos o check out no hotel às 11hs e saímos para o tour na academia Renzo Gracie, em Manhattan. Acompanhamos um treino, conversamos com os atletas – e com o Renzo Gracie, claro – e conhecemos a academia. Passamos no hotel às 16hs apenas para pegar as malas e seguir para o aeroporto. Já dentro do ônibus participamos do sorteio de uma réplica do cinturão do UFC. Nosso avião saiu às 21hs e deixamos para os próximos fãs a emoção do UFC.

Vale a pena pagar o pacote?

Esta viagem é, claramente, para fãs do UFC. Se este é o seu caso, prepare-se para grandes emoções. Eu, que não sou fã de MMA, me envolvi, torci, gritei e tirei um milhão de fotos no octógono. Imagino (e vi pessoalmente) a sensação de quem é fã. Mas como o valor do pacote é alto, se este não é o seu caso, nem pense em ir.

Para mais informações sobre novos pacotes a TAM Viagens atende em um das 200 lojas em todo o Brasil e pelas Centrais de Atendimento 0800 555200, (11) 3274-1313, ou pelo site www.tamviagens.com.br.

O Melhores Destinos viajou a convite da TAM Viagens

Atualizado em 02/05 às 18h15

Autor

Monique Renne - Editora de Destinos