Taxa de conexão nos aeroportos: o prejuízo ficará para você!

Leonardo Marques 31 · julho · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Nos últimos dias a novela da taxa de conexão tem dado o que falar. Muitos leitores entraram em contato com dúvidas e achamos melhor fazer um post bem objetivo explicando do que se trata e como isso irá impactar na sua viagem. Desde já avisamos: seja quem for o vencedor, o prejuízo ficará para os passageiros!

O que é?
Uma taxa de até R$ 7,16 que será cobrada a cada conexão nos aeroportos brasileiros. O valor varia de acordo com o tamanho do aeroporto.

Quem vai pagar?
Aconteça o que acontecer, quem vai pagar a taxa serão os passageiros.

Quem criou?
O Governo Federal.

Para quê?
Para remunerar as concessionárias dos aeroportos privatizados (Guarulhos, Viracopos e Brasília) sem aumentar as taxas de embarque. Posteriormente a Anac ampliou para os demais aeroportos.

Qual é a briga?
O Governo quer que o valor das taxas seja incorporado ao valor das passagens aéreas e as companhias aéreas querem mostrar a taxa separadamente do valor das passagens. Trocando em miúdos, a briga é para decidir se o passageiro vai ficar com a impressão que está pagando mais porque as companhias aumentaram os preços ou porque o Governo criou uma nova taxa.

Portanto, não se iluda com as manchetes que dizem que “Cobrança de taxa de conexão é suspensa”. Estão apenas escolhendo a forma de contar isso para você.

Não importa quem está certo ou quem sairá vitorioso dessa disputa na justiça: você pode ter certeza, o que importa já está decidido: essa taxa sairá do seu bolso!

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos