Ryanair vai operar na Argentina em 2017 e descarta Brasil por causa da corrupção

Leonardo Cassol 21 · junho · 2016

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A companhia de origem irlandesa Ryanair, low cost mundialmente conhecida por tarifas baixas e serviços espartanos, anunciou que vai iniciar operações na Argentina em 2017 e que está em negociações com vários países da América Latina, exceto o Brasil. Segundo Declan Ryan, é “porque no Brasil há muita corrupção”, disse ao jornal argentino La Nación, de acordo com uma reportagem publicada hoje pelo Estadão.

A empresa deve comprar a Andes Linhas Aéreas para viabilizar a sua entrada no mercado argentino, segundo a reportagem. Numa reunião com o ministro do Transporte argentino, o empresário teria reclamado do valor das taxas aeroportuárias, entre as mais altas do mundo. Ressaltou ainda que existe uma empresa que controla 35 dos 38 aeroportos do país (Aerolineas). “Na Colômbia, há quatro empresas que competem”, disse.

ryanair-aircraft-(12)

A empresa está entre as low costs mais amadas e odiadas da Europa. Revolucionou o conceito de viagem por manter tarifas muito baixas e cobrar extras por tudo que não seja o assento.

Nos últimos anos, expandiu fortemente suas operações dentro e fora da Europa, estando presente no México há 10 anos e na Colômbia há 4 anos, sob a marca Viva. Todas as subsidiárias pertencem ao grupo Irelandia Aviation, controlador da Ryanair.

Apesar da alegação do Presidente da Ryanair de descartar operações no Brasil no curto prazo, é óbvio que superada a crise econômica e política, bem como havendo mudanças na regulamentação do setor que viabilizem o modelo de operação de low costs no País, ser bem provável que tenhamos a Ryanair ou suas concorrentes operando aqui no futuro.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.