Pluna suspende voos de Campinas a partir de abril

Denis Carvalho 2 · abril · 2012

A Pluna vai suspender seus voos de Campinas a Montevidéu a partir do dia 11 de abril. A informação foi confirmada pela empresa e repassada às agências de viagem. A princípio existe a possibilidade de retorno das operações a partir do dia 30 de junho, mas isso ainda terá de ser confirmado.

Quem já comprou bilhetes da companhia saindo ou chegando de Viracopos poderá optar pelo reembolso integral do valor pago ou pela acomodação em um dos voos da Pluna que saem de Guarulhos, mas a companhia não arcará com despesas de traslado até o aeroporto.

A Pluna começou operar em Campinas em dezembro de 2010, com voos diários à capital uruguaia e conexões a destinos como Buenos Aires e Santiago. Com as novas operações, a companhia tirou da TAP o posto de estrangeira com mais voos saindo do  Brasil. A companhia segue a filosofia de baixo custo e baixa tarifa e se destaca com promoções semanais, com passagens a partir de US$29.

Atualização em 03/04/2012 às 11h34. A Pluna enviou ao Melhores Destinos a seguinte nota oficial:

Por razões de ordem operacional (manutenção de algumas aeronaves) e necessidade de compactação da malha (hoje com mais de 90 voos semanais no Brasil), informamos que a rota de Campinas terá seus voos suspensos temporariamente de 11 de abril a 30 de junho de 2012.

Para os casos de bilhetes já adquiridos oferecemos a possibilidade de reembolso integral ou a acomodação voluntária em uma de nossas 4 operações diárias de Guarulhos sendo neste caso responsabilidade do cliente que optou por esta última condição o seu traslado de/para Guarulhos.

Para os casos de reembolsos, solicitamos que o contato seja feito com a Loja pelos e-mails loja3.sao@flypluna.com e loja4.sao@flypluna.com. Os passageiros serão orientados no processo de isenção da taxa. Para os casos de acomodação via Guarulhos, orientamos que o contato com a Loja seja feito pelos e-mails: loja.sao@flypluna.com e loja2.sao@flypluna.com.

Agradecemos a compreensão,

Equipe Pluna Linhas Aéreas Uruguaias.

 

Veja aqui o anúncio da Pluna sobre a suspensão dos voos.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Fabiana

    Ruim para Viracopos ein! Desse jeito não irá aumentar o número de Cias que queiram voar pra lá.

  • sabrina

    nossa… voei essa semana para buenos aires pela pluna VCP e foi otimo… pq isso????

  • Wander

    Puts, que furada… Tenho viagem para maio comprada… Vamos ver se conseguimos e se compensará alterar o itinerário saindo de GRU e voltando para GRU…

  • Bruno Holtz

    Super oferta para o mercado paulista, creio que seja este o motivo da decisão de suspender os vôos. Enquanto isto, outros mercados, como o nordeste continuam carentes de uma ligação direta (sem conexão em São Paulo ou Rio)com o Mercosul. Mas enfim, cada um sabe o que fazer…

    • Ariel

      Se os CRJs da Pluna tivessem alcance para chegar até o Norte/Nordeste, já estariam lá faz tempo!

    • Nilson

      Os aviões da Pluna não chegam até o nordeste.

      • Bruno

        Será que não?

        Se o alcance do CRJ 900 for semelhante ao do EMB 190, é bom lembrar que a TACA opera um voo de 4 horas e meia (Lima-Brasilia) com este equipamento.

        Creio que se for o caso, tenha perna para voar de Montevideo a Salvador.

  • Alex Freitas

    Pena para quem era da região de campinas, desejo que a redução de ofertas não reflita aumento de preços

  • Lailiana

    Será que o mesmo ocorreu com a TACA no aeroporto de Brasília?? Desde quinta não é mais possível ver nenhum voo saindo desse aeroporto. Estava pesquisando para Miami em Outubro e agora não aparece mais em lugar nenhum. Erro no site ou fim de operações da companhia??

  • Bruno Willames

    Já viram a promoção de pascoa da azul e americanas? http://www.americanas.com.br/estatica/pascoaAzul?…

    comprei dois ovos de 11,00 cada, vamos ver se os vouchers de r$50,00 realmente chegam….

    • Lucas L.

      Parecida com a do McDonald's

    • Marco Pacheco

      Li o regulamento e parece ser interessante mesmo. A cada compra de qualquer valor no hotsite dá um voucher de R$50.

      Fiquem atentos que é por pedido faturado e não por itens comprados. Ou seja, tem que fazer os pedidos separadamente.

      Pretendo comprar 2 ovos para os afilhados meu e da minha mulher. Se eu fizer as comprar, o voucher virá em meu nome, será que poderei usar o desconto para para comprar passagem para minha mulher? E mais, será que o voucher valerá para as promoções ou somente para as tarifas cheias?

      Quem puder ajudar nas respostas, fico grato.

  • Rodrigo Siqueira

    somente o valor integral? comprei passagem vcp-mvd pra maio e nao aceito, inclusive ja tenho hoteis reservados e que vao me cobrar uma multa se eu cancelar. vou procurar um advogado e entrar com uma ação contra a pluna.

    • Igor – Poa

      Também não acho correto, acho que devem te acomodar desde Campinas até Montevidéo, eu brigaria pro isso!

      • Rodrigo Siqueira

        e esse nem é o principal problema, sou de recife, e comprei uma passagem promocional na gol por 99 o trecho rec-vcp .. e pra alterar são 80 reais o trecho .. ou seja, inviavel!

    • Lucas L.

      Se eu por exemplo cancelo o voo, eu tenho que pagar um milhao de taxas, já eles…

    • Thiago Castro

      No mínimo, te levar de graça até Guarulhos para pegar outro vôo (em horário que não te atrapalhe)!!

  • Igor – Poa

    Que mania estas cias têm de trabalharem da forma que pensam ser melhor para elas.Que eu saiba ANAC diz que o cliente pode escolher se quer reembolso ou ir em outra cia.Felizmente tive apenas 2x vôo cancelado.Uma vez na Webjet e outra na GOL, em ambas queriam que esperasse quase 24h para outro vôo da cia sem mais nenhum benefício.Bati o pé em ambos caso em colocaram no vôo seguinte da TAM para o meu destino.E ainda exigi alimentação e acesso a internet gratuita.Do contrário processaria sim a cia, pois é o meu dinheiro, e não é eles que farão o que quiser comigo.Tive um caso de problemas na Azul, mas daí reacomodaram em outro vôo 2h depois na cia mesmo.

  • Daniel Bazetto

    Muito ruim essa noticia, eu voei de pluna saindo de VCP 2x, uma em Julho de 2011 e outra agora no começo de Março de 2012. Realmente pra galera aqui da região de Campinas era uma mão na roda

  • Gisele Camargo

    Acabando de voltar de Montevideu com a PLUNA. O voo é tranquilo e rapido, DEPOIS de fechadas as portas… atrasos são uma normalidade na companhia. Veja que na revista da mesma na carta do Presidente ele mesmo ja cita esse fato e pede paciência. Presenciei um grupo de 30 uruguaios que perderam seu cruzeiro pela costa brasileira por causa do atraso da empresa aerea hoje de manha. Meu voo foi cancelado e tive de sair antes do previsto da cidade, o que atrapalhou os planos de conhecer a cidade. Ja minha irma que chegaria a tempo para um passeio até Punta, depois de encarar o atraso de 2.5h teve de redefinir a rota de passeio. Otimos precos para quem nao tem compromissos ou nao estressa se a agenda mudar por causa dos atrasos.

  • Eimar

    Voei pela PLUNA em janeiro/12, Brasília/Montevideu, ida e volta. Na ida 1 pequeno atraso, mas na volta (16/01) foi o caos. O voo atrasou quase 4 horas e só soubemos pq fomos questionar. Após muita luta, alguns poucos passageiros (só os que reclamarm muito) conseguiram telefone e um lanche (empanada, pizza ou bife à milaneza. O representante da empresa disse que seríamos recebidos por alguém da empresa em BSB e que essa pessoa providenciaria táxi para todos, mas qd chegamos ao destino, não havia ninguém. Além disso, perdi um dia de trabalho. Procurei no site a forma correta de reclamar, conforme a legislação brasileira, mas a PLUNA não fornecia nr de protocolo, o que dificulta o registro da ocorrência na ANAC. Aí, "larguei de mão"! O que mais me chamou a atenção é que me deram um documento (pra justificar minha ausência no trabalho) que dizia que o atraso havia sido provocado por problemas de tráfego aéreo na Argentina. Achei muito estranho pq as aeronaves das outras companhias, mesmo as que vinham da Argentina, chegavam e saiam no horário correto. Como trabalho nessa área, fiz uma pesquisa informal e constatei que não houve qualquer tipo de problema de tráfego aéreo naquele dia. Resolvi que não viajo mais por essa companhia.

  • Lucas L.

    A PLUNA tem alguns CRJ's900 ER e LR, os ER têm autonomia de 2,950 km e os LR possuem autonomia de 3,385 km. MVD-SSA são 3.015km de distância em linha reta, portanto, é possível.

    • Fabio

      Não, não é possível. Na aviação existem regras com relação à reserva de combustível que impossibilitariam este voo com este tipo de aeronave.

  • Nathalia

    Segunda vez que a Pluna faz sacanagem comigo. Tenho viagem marcada para Argentina pro dia 10 de abril e eles já trocaram a volta uma vez, agora mais essa.. Sacanagem, vou ficar quase 1 mês viajando e não quero dinheiro de volta, quero chegar até o destino que paguei.

  • Yves Cabral

    Grande Leo!

    Primeiro, como sempre, agradeço pelo trabalho inestimável que vem fazendo nos últimos anos. Sem o qual meu relacionamento a distância não teria a menor chance. Por conta dele, nos últimos 2 anos, tenho feito a ponte aérea BH – Poa – BH ao menos 1 vez por mês, e por conta disso venho acompanhando de perto a oferta de vôos para este trecho.

    Nos ultimos anos, cada vez mais horários de vôos diretos vinham sendo oferecidos por GOL, AZUL, WEBJET e TRIP. O que, além de cômodo, ajudava a deixar os preços mais acessíveis, mesmo com a grande maioria dos vôos estarem quase sempre lotados.

    Mas o que reparei que nas últimas semanas, indo de encontro a expansão do transporte aéreo Brasileiro, foi o súbito desaparecimento dos vôos diretos BH-POA-BH, permanecendo somente o único vôo diario da TRIP. Além disto, o que ocorreu foi uma disparada no preço deste trecho, quase triplicando o valor cobrado.

    Enfim, não entendi nada.

    Sei que você tem muito o que fazer no MD, mas caso interesse averiguar o motivo desta alteração repentina e sem avisos, ficarei muito grato. Assim como sempre estive nos ultimos anos.

    Muito Obrigado,

    Yves Cabral de Almeida.

  • Thiago A.

    Ainda bem que vão fazer isso. Semana passada fui pra Montevideu partindo de VCP. Como moro na capital fui dirigindo e deixei meu carro no estacionamento deles. Como a passagem custou muito barato, (r$ 159,70, sem as taxas, graças a promo que eu vi aqui no MD), o custo de ir pra Campinas de carro compensava. Até ai OK. Uma aeroporto pequeno, sem muito estrutura. A Dufry ainda estava montando o DutyFree na pequena área internacional. Mas na volta em MVD, a surpresa. Nosso voo de 12:15 pra VCP foi cancelado. Saimos de Carrasco as 20:00 num voo pra GRU. De lá pagaram um taxi até Campinas. Já passava da meia-noite eu super cansado, o taxi passando do lado da minha casa, e eu tendo que ir pra Campinas pegar meu carro que estava lá, e ainda tendo que dirigir tudo de volta. Foi terrível. Cheguei a cochilar enquanto dirigia de tão cansado. Graças a Deus deu tudo certo. Mas jurei que nunca mais coloco os pés em Campinas. A Pluna com isso acaba prejudicando a imagem do aeroporto. Porque a maioria das pessoas que opta em viajar por lá, vem da Capital.

  • Christian

    Eu já usei vouchers da Azul que acumulei para compra de passagem em nome de outra pessoa…

  • Thiago A.

    Eles fizeram a mesma coisa. Como os passageiros do voo pra VCP foram colocados num voo pra GRU, eles prometeram que haveria uma pessoa esperando os passageiros que quisessem ir pra Campinas pra realizar o transfer. Chegando em Cumbica, nçao havia ninguem, eu já esperava. Tivemos que ir no balcão deles reclamar, e ninguém sabia de nada. Como ameaçamos armar um barraco, eles colocaram a gente num taxi particular rapidinho. O taxista que era filiado ao aeroporto disse que uma corrida de GRU pra VCP ica em mais de 200,00 reais. Custou mais carro que a minha passagem de ida e volta pra MVD. Vai entender essa Pluna. Eu só nao vou procurar meus direitos, por ter ficados horas e horas no aeroporto, porque procurei nao fazer drama. Passei o dia no aeroporto lindo e moderno, na internet, comendo bem. Minha viagem apesar de curta foi tão incrivel. Montevideu e Punta são cidades lindas. Não quero manchar minhas férias por causa dessa cia. aérea tosca.

  • titobosco

    Conforme o Fabio disse: http://culturaaeronautica.blogspot.com/2011/08/et

    é um tanto longo, mas bem elucidativo.

  • titobosco

    Nao sei nao, mas desculpe minha ignorancia, eu vejo que a Andes tem voos fretados SSA x Arg acho que num MK28 se nao me engano. É a mesma autonomia dos CRJ's 900? Se sim, entao dá pra arriscar. Qlqr coisa pouso forçado ora hihihi.

  • Messias Bicca

    Isso é o resultado de passagens vendidas a US$ 29,00. Ofertas e pechinchas são ótimas, porem vez ou outra. Achar que companhias aereas se sustentam com isso é uma falacia. Não é "mania" das cias cancelarem operações, isso é pura "sobrevivencia".

  • Ernesto Gasparotto

    Os pombos malucos, que segundo a versão chilena do site se chamam Carlos e Charlie, continuam fazendo caca com mira laser.

    Nas ofertas de outlet BSB-MVD de hoje constam:

    Ida 9 e 10.04

    Volta 3, 5 e 6.04

    Convém chamar o Superman para girar o mundo ao contrário e fazer o tempo voltar.

  • Marcos Reis

    Todo mundo reclamando, porém basta a Pluna colocar alguma promoção que todos vão comprar achando que fez um ótimo negócio! kkkkk

  • Renato

    Como você pode afirmar com certeza que a maioria das pessoas vêm da Capital?

    Complicado é todo mundo do interior ter que sempre se deslocar pra Guarulhos pra fazer um vôo internacional.

  • Eimar

    Não é bem assim, Caríssimo! Irei a Buenos Aires no próximo mês e preferi comprar o bilhete, mesmo mais caro, em outra companhia. Os horários da PLUNA eram mais atrativos e o aeroporto (Aeroparque) bem mais próximo ao Centro que Ezeiza, mas preferi não arriscar, pois poderia perder meu compromisso. Talvez voltasse a voar por essa companhia se tivesse sido tratada com respeito no dia do atraso ou se as justificativas apresentadas pela empresa fossem verdadeiras, mas isso não aconteceu. Houve quebra de confiança.

  • Thiago A.

    Renato,

    Disse isso pelos numeros do meu voo. Das 36 pessoas que fizeram check-in em Carrasco para o voo 633 da Pluna com destino a Viracopos que foi cancelado, dois casais (um deles com 2 crianças) e mais um grupo acho que de umas 4 ou 5 pessoas aceitaram ficar num hotel pago pela Pluna para embarcar no voo do dia seguinte no mesmo horario. O restante, incluindo eu e meu amigo foram realocados num voo com destino a Guarulhos. Quando o funcionário responsável por atender as pessoas foi anotar o nome de quem iria precisar de um transfer para Viracopos, apenas 6 pessoas deram o nome. Uma senhora ainda disse: bom pelo menos vou ficar proximo de casa. Eu mesmo só fui pra Campinas por causa do meu carro, senão também tinha ficado. Só sei que no desembarque só eu, meu amigo e mais uma senhora de Indaiatuba pegamos o taxi. A funcionária da Pluna perguntou várias vezes pra gente: só voces vão pra Campinas? Ainda ficou lá enrolando esperando pra ver se aparecia mais alguém. Agora, se você mora no interiorzão e a estrutura para voos internacionais aí é precária, a culpa não é minha, vai reclamar na ANAC.

  • Filipe

    Meu caso é idêntico. Inclusive estou saindo do Recife também. Liguei hoje para a Pluna e "peguei" o voo que sai de Guarulhos. Perguntei se a Pluna ofereceria algum tipo de translado entre os aeroportos, e a atendente disse que isso só poderia ser dito no balcão da Pluna em Campinas. Ou seja… NÃO. Vamos tentar, né, mas acho difícil. Alguém sabe dizer se tem algum regulamento ou algo do tipo que mostre que temos esse direito de, pelo menos, traslado entre os aeroportos "gratuitamente"?

  • Igor – Poa

    Filipe bate o pé em Campinas.É direito seu.

  • Renato

    Nao moro no interiorzao, agora estou morando em Campinas, mas conhece muito bem tanto o interior quanto a capital do Estado de S. Paulo e posso te dizer que com certeza o desenvolvimento não fica só na capital.

    O fato de poucas pessoa quererem transfer pra Campinas não indica que essas pessoas morem na capital, mesmo porque se a pessoa morar em outra cidade, na maioria das vezes vai ser mais fácil a pessoa arrumar transporte saindo da cidade de Sao Paulo do que de Campinas.

    Sobre o tamanho de Viracopos, perto de qualquer aeroporto internacional razoavel, todo aeroporto do Brasil é um ovo, inclusive GRU.

    Sobre o potencial do interior, dê só uma olhada no crescimento da azul.

    Agora um comentário de ordem pessoal, já que você me fez um. Conheca a grandeza de todo o Estado de Sao Paulo antes de despejar seus comentarios preconceituosos.

  • Joaquim

    Putz,nA contramão do bom senso .campinas e tranquilo,estacionamento fácil

  • Rodrigo Siqueira

    filipe, quais as datas de seu voo? estou em constante com a PLUNA, afinal comprei 4 bilhetes e ja tenho reservas em montevideu, colonia e buenos aires, alem de um voo da aerolineas de volta para montevideu. segundo a cia., eles estao "estudando" meu caso e devem me responder hoje. caso contrario, vamos ter briga judicial a vista …

  • Thiago A.

    Preconceituosos? Onde? Só porque eu disse "interiorzão". Sou do interior do Paraná sendo assim essa palavra pra mim não tem contexto pejorativo. Como voce mesmo disse: "é mais fácil arrumar transporte da capital do que de Campinas". O fato de eu nao gostar de Viracopos foi pela minha experiência, é uma opinião pessoal e você não está sabendo respeitar. Não gosto mesmo. Achei a estrutura ruim pra voos internacionais, haja visto que nem DutyFree tinha, por exemplo. Nunca viajei de Azul e nem pretendo, pois não viajo dentro do país há um bom tempo. Só internacional. Não tenho nada contra a cidade de Campinas. Você compreendeu mal o que eu disse. E se está frustrado por causa desse aeroporto, vai mesmo reclamar na ANAC e não comigo. Como usuário tenho direito de gostar ou não e de opinar também. ODEIO VIRACOPOS! Achei uma porcaria! Ficou claro?

  • Filipe

    Rodrigo,

    As datas dos meus voos são 21/abril (ida) e 29/abril (volta). Eu e uma amiga compramos esse mesmo voo. Você sabe dizer onde eu poderia entrar em contato com a Pluna para eles "estudarem" o meu caso também? Pelo atendimento telefônico a atendente já disse que não poderia resolver.

    Grato pela ajuda!

  • andre

    voei pela pluna na semana passada (3 dias de sabado a segunda) graças ao Leonardo e a galera aqui do MD. VALEU!!!! O voo de ida foi tranquilo, saiu no horário, tudo certinho. Na volta, não foi tão bom. Eu normalmente procuro não marcar nada muito em cima de uma volta de viagem de avião, sobretudo quando é barata. O voo de volta atrasou cerca de 4 horas. Vi muita gente reclamando, batendo o pé, e de forma arrogante e exagerada (no meu ponto de vista). TODAS as vezes que fui falar com os atendentes da Pluna (exceto 1 vez q minha mulher foi ignorada pela mulher da pluna q estava andando), me atenderam, responderam minhas perguntas, e explicaram o que havia acontecido. Se tratou de um problema técnico na aeronave, por este motivo realocaram outra que viria de Buenos Aires. Ok, acontece, ia sair 12h, acabou saindo as 16h40. Algo que me deixou realmente desapontado foi o fato do Duty Free On Board não estar com o terminal de cartão de crédito funcionando. Deixei para comprar um relógio na volta, pois não queria ficar andando com ele na ida, e não pude comprar pq não saquei dinheiro pra isso, sabendo que aceitavam cartões. Na hora de chegar no Brasil, uma fila ridícula mostrando que realmente nosso país é uma vergonha. Acho que demorei 5 minutos pra desembarcar no Uruguai, e meia hora pra desembarcar em Campinas!!! Em campinas, que deve ter 10 voos por dia…Uma pena não ter mais voo de Campinas, pois pra mim que moro no interior, são quase 100km a menos fora a chatice de ter que atravessar São Paulo pra chegar em Guarulhos.

  • Adriano Coelho

    E o cliente paga a conta mais uma vez? Qdo vai mudar isto em nosso pais? Paguei hotel sem ressarcimwnto, comprei passagens em promocao buquebuss sem ressarcimento e o atendente da empresz me diz que nao e responsablidade deles. E a frustracao de planejar a viagem com 6 meses de antecedencia e ao final a empresa responsavel nao honra com sua responsabilidade e tudo vai embora? PROCON – promocao nao honrada. Vamos fazer uma campanha nas redes sociais contra a FlyPluna!

  • Fernando Albuquerque

    Oi Rodrigo, também comprei 4 passagens para MVD partindo e chegando em VPQ, aceitei na boa a troca mas estou brigando com eles pelo translado para SP. Vi que vc vai em Maio também qual a data pois estarei entre 9 e 14 por lá com um casal amigo e meu filho.

  • Hnery Razec (Paulist

    Prepotência de paulistano arrogante e desinformado. Até 1985, apenas Viracopos estava apto a receber grandes aeronaves internacionais de passageiros no Estado de SP. Congonhas era e é pequeno: menor que Campinas, com exceção do terminal de passageiros. As pessoas que desejavam conforto ou glamour num aeródromo tinham de ir para o Galeão/RJ (isso só a partir de 1977!). O fato é que com a inauguração de Cumbica em 1985, Viracopos ficou esvaziado a partir de 1991/1992, despontando para o segmento de carga aérea internacional (cargueiros puros) e mantendo alguns poucos voos domésticos entre Campinas e Rio de Janeiro (Galeão) e entre Campinas e Corumbá, via Belo Horizonte, Brasília e Campo Grande. A partir do ano 2000, o número de voos domésticos voltou a crescer, principalmente com a fundação da empresa aérea Gol. A TAM também aumentou o número de frequências diárias e muitos voos "charter" deixaram Congonhas e começaram a decolar de Campinas (CVC, Soletur, Costa Brava, etc.). Em 2005, foi inaugurada a primeira intervenção física no terminal campineiro, unindo-se as áreas de desembarque e de embarque, antes fisicamente separadas. De lá para cá, o número de vôos só fez aumentar: a Varig reimplantou a rota Campinas-Buenos Aires e um vôo para Frankfurt (Alemanha) via Galeão. Ambos os voos passaram a ser diários até o final das atividades da Varig. Em 2007, Viracopos já operava 28 partidas e 28 chegadas diárias, entre voos da TAM, Gol, Airminas e TRIP. Com a chegada da Azul em 2008, o movimento passou a crescer vertiginosamente, e as outras companhias tiveram de aumentar suas freq6uências por causa da nova concorrente. Hoje em dia a situação é precária por uma simples razão: Viracopos não estava fisicamente preparado para crescer tanto (em número de passageiros) em tão pouco tempo, ou seja, de 2008 a 2012. Seu terminal de passageiros readequado (e não construído um novo!) foi projetado para 2 milhões de passageiros/ano, tendo sido elevada essa capacidade para cerca de 4 milhões por conta de melhorias pontuais efetivadas pela Infraero nos dois últimos anos, como a readequação da sala de embarque doméstico e a instalação de um módulo operacional para check-in, ampliando de 32 para 54 o número de balcões de atendimento. O problema do free shop é antigo: Campinas o manteve até o início dos anos 2000 para tripulantes das cias áreas cargueiras internacionais. Com a readequação do terminal em 2005, apenas pequenos balcões foram instalados no embarque e desembarque internacional. Mas com o baixíssimo fluxo de passageiros e tripulantes entre 1992 e 2010 (chegada da TAP e da Pluna), não se justificava mantê-los em operação. Apenas quando havia voos charter ou desviados de Guarulhos esses balcões eventualmente operavam, mas a concessionária não era a Dufry, como hoje. Quanto à inauguração do Dufry Internacional em Viracopos, estava prevista para novembro de 2011, mas até agora apenas a estrutura física das lojas encontra-se montada. Já fiz reclamação à Infraero/ANAC a respeito. É que pairam incertezas sobre a vinda de novas rotas internacionais regulares para Campinas. Um aeroporto que em 2005 era enorme para seu movimento anual (de, no máximo, 1 milhão de passageiros/ano), tornou-se pequeno, tímido, como tantos outros pelo Brasil afora (Natal, Vitória, Goiânia, etc.). Em 2011, passaram por VCP mais de 7 milhões de passageiros e, até março último, mais de 2 milhões já utilizaram o terminal, o que torna Viracopos, atualmente, o 6º maior terminal de passageiros do Brasil, perdendo apenas para GRU/SP, CGH/SP, GIG/RJ, BSB/DF e CFN/MG. Mesmo com os sérios problemas de infraestrutura apontados por Vossa Senhoria, que tanto ódio demonstra/nutre pelo nosso grande Viracopos, patrimônio do Brasil, de paulistanos, campineiros e paulistas, saiba que ele é um dos poucos aeroportos superavitários do país, haja vista a enorme quantidade de carga aérea internacional de alto valor agregado que por ele passa anualmente, sempre em franca ascensão. Dentre os aeroportos das regiões Sul e Sudeste (Estado de SP), é o que possui as melhores condições climáticas, fechando pouquíssimas horas por ano e não raro socorrendo outros aeródromos "próximos", como Cumbica, Congonhas e São José dos Pinhais (Afonso Pena, Curitiba, PR). O que faltou, no caso da área terminal de SP, foi planejamento de nossos governantes, e mesmo Cumbica e Congonhas possuem sérios problemas de infraestrutura, isto é, tornaram-se "pequenos" diante da grande e crescente demanda de passageiros. E com Viracopos, atualmente o mais atrasado em termos de infraestrutura de passageiros, não foi diferente. Com a privatização de GRU e VCP, espera-se colocar a área terminal de SP à altura da mais populosa e rica unidade da federação. Sobre o "interiorzão", de fato, SP possui a maior população interiorana do país, maior que a de qualquer outro Estado da federação. São quase 20 milhões de interioranos, na prática o equivalente ao Estado de MG inteirinho (capital, grande BH e interior mineiro). A economia do interior paulista, isoladamente, é semelhante à de países como o Chile e a Argentina, você sabia? Pouco mais de 10% do PIB nacional tem origem no interior de SP (descontada a capital, a grande SP e o litoral paulista). Sobre Campinas, é a 14a. maior cidade brasileira, perdendo em população para 12 capitais (o país tem 27 capitais, certo?!) e para a sua cidade-irmã aeroportuária Guarulhos. Em economia nacional, seu PIB isolado tem figurado entre o 10º e o 12º lugar nos últimos 3 anos, sendo considerada, hoje, a 10ª cidade brasileira mais rica do Brasil. Sua região metropolitana (que não é umbilicalmente dependente da Grande SP) é a décima do país em população, com quase 3 milhões de habitantes. Sua macrorregião expandida (considerados os aglomerados urbanos de Jundiaí, Piracicaba, Mogi Mirim, Bragança Paulista e Salto/Itu) ultrapassa os 6,5 milhões de habitantes, população semelhante a de Estados inteiros do Nordeste (Pernambuco, por ex.). O município de Campinas não precisa de confete: seus grandiosos números falam por si próprios. Mais de 700.000 veículos emplacados, 250 agências bancárias, universidades renomadas, hospitais públicos e privados de ponta, quase 4 mil empresas, entre grandes e médias, dos setores industrial, comercial e de serviços. É conhecida como capital da tecnologia (high tech) e a Vale do Silício brasileira (revista Exame, junho do ano 2000). Em Campinas, existe demanda para voos domésticos e internacionais. Antes, havia um círculo vicioso: não havia voos pela alegada falta de passageiros e não havia passageiros por falta de voos. Felizmente, essa página foi virada pelo pioneirismo de empresas como Gol, TAM e, principalmente, AZUL, que apostaram todas as fichas nesta populosa e rica região paulista, e estão a colher bons frutos. Com as cias. internacionais, espera-se, acontecerá o mesmo: é só questão de tempo. Com a mega-ampliação prevista para Viracopos e seu terminal de passageiros, muitos dos atuais empecilhos serão dizimados. Uma ligação ferroviária eficiente entre Campinas, Jundiaí, São Paulo e Guarulhos otimizará ainda mais a operação conjunta dos dois aeródromos internacionais paulistas. Lembrando, por fim, que não só Campinas e sua região metropolitana utilizam Viracopos, mas também regiões vizinhas, como Sorocaba, Piracicaba, Limeira, Rio Claro, São Carlos, Mogi Mirim, Bragança Paulista, Circuito das Águas e até o Sul de Minas Gerais. A Azul criou um HUB em Viracopos, e alimenta seus voos nacionais com voos regionais de/para Bauru, Marília, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Presidente Prudente e Uberaba. Isso ajuda a desafogar ainda mais CGH e GRU, dando mais conforto ao interiorzão Norte e Oeste de São Paulo, Triângulo Mineiro, … Um abraço, Thiago. Espero tê-lo esclarecido.

  • Vânia Furtuoso

    Ótimas as explicações do Sr. Hnery. Pois é. Lembro bem que depois da inauguração de Guarulhos em 1985, empresas como Alitália, Lan Chile, Lufthansa, KLM e Swissair ainda ficaram pelo menos mais 5 anos em Viracopos. A KLM e a Swissair foram as últimas a transferir seus vôos de VCP para Cumbica, no início de 1992. Tenho parentes na Zona Oeste da Grande São Paulo (Osasco e Carapicuíba). Eu mesma morei lá durante anos, mesmo trabalhando em VCP. Olha, sinceramente é mais fácil sair da Zona Oeste para VCP, em horários de pico, do que cruzar a Marginal do Tietê rumo a Guarulhos. São quase 40 km. Para Campinas, entrando na Bandeirantes, são 72 km até a saída para VCP, e mais seis até o aeroporto (78 km). Considerando a velocidade da via (120 km/h), em cerca de 40 a 45 min se faz referido percurso. Presa na Marginal para chegar em Cumbica, já levei mais de duas horas em horário de rush. Portanto, mesmo para parcela da Grande SP, a utilização de VCP é mais vantajosa e a AZUL percebeu isso. Está aí o resultado: a aérea que mais cresceu nos últimos anos. VCP é meio precário, sim, mas vai chegar lá, logo, logo.

    • Palma Polese

      Parece que o problema do Sr. Thiago foi com a empresa aérea Pluna, que cancelou seu vôo Montevidéu/Campinas, redirecionando a viagem para Guarulhos e pagando aos passageiros um táxi – traslado – até Viracopos. Mas o que o aeroporto de Campinas tem a ver com isso? Se ali há problemas de infraestrutura, não é por falta de dinheiro. Como bem disse o Sr. Hnery, é atualmente um dos poucos aeroportos lucrativos do Brasil. Acontece que a arrecadação de seu terminal de cargas serve para bancar outros aeroportos deficitários, sobretudo do Norte e Nordeste brasileiro (sem nenhum preconceito contra nortistas e nordestinos, pelo amor de Deus). Imaginem se expressiva parcela da renda de Viracopos fosse nele revertida: já seria, há tempos, o maior aeroporto brasileiro. Mas, infelizmente, os interesses políticos e a burocracia falam mais alto, e o aeroporto campineiro segue defasado em relação a outros de porte similar, como Recife, Curitiba e Porto Alegre. Apenas uma correção. O PIB isolado do interior paulista, descontada a Grande São Paulo e o Litoral, é de 15,33% do Brasil (fonte: wikipedia). Palma, Itu (SP).

  • jorge

    Concordo com vc Thiago, Viracopos, é um aeroporto muito ruim.