Conheça as novas medidas de segurança nos voos para aos Estados Unidos

Leonardo Marques 29 · dezembro · 2009

Devido à tentativa de atentado sofrida pelo avião da Delta Airlines no dia 25/12 o governo americano anunciou novas medidas de segurança nos vôos tendo como origem ou destino os Estados Unidos.

Se você pretende viajar para os Unidos Unidos, saiba que essas medidas não devem atrapalhar sua viagem, elas são apenas para tornar os vôos mais seguros. Mas, é bom você tomar conhecimento para evitar surpresas.

Veja as novas regras:

– inspecionar 100% dos pertences de mão e dos sapatos dos passageiros no finger;
– passar 100% dos passageiros pelo bastão detector de metais no finger;
– assegurar que substâncias líquidas ou em gel e tubos de aerosol serão transportados de acordo com os limites vigentes.
– fica proibido o uso de aparelhos eletrônicos como: telefone, GPS receptores de TV ao vivo antes do embarque e durante todas as fases do voo. Isso voltou a ser liberado mas apenas se esses aparelhos forem do próprio avião.

Enquanto a aeronave sobrevoar o espaço aéreo dos Estados Unidos:

– a tripulação não poderá informar os passageiros sobre a trajetória do voo nem sobre sua posição sobre cidades norte-americanas.

Quando faltar uma hora para o pouso:

– os passageiros deverão permanecer em seus assentos;
– será proibido o acesso aos pertences de mão;
– serão recolhidos travesseiros, cobertores e/ou pertences pessoais, que não poderão mais permanecer no colo dos passageiros.

Essas regras estão estão vigor até segunda ordem.

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos
  • Rafael

    Parabéns pelo site!

    Já houve uma segunda ordem!! Ela saiu na madrugada do dia 28 e revoga algumas dessas medidas!

    Vi isso no site da tam!

  • Oscar Luiz

    Vocês esqueceram de citar os novos procedimentos da alfândega americana, que pode ler e copiar o conteúdo dos discos rígidos de notebooks, camêras digitais, smartphones, ipod, pendrives, além de analisar e confiscar se for o caso.

    Obrigado.

  • Capitão Publi

    Toda esta neurose só vai cada vez mais agravar a situação das pessoas que viajam, dificultando mas jamais evitando que novos ataques aconteçam. Ninguém humanamente pode prever todas as estratégias e possibilidades de ataque a um país do tamanho dos EUA, para onde viajam milhões de pessoas todos os dias por milhares e milhares de voos. É como achar uma agulha em um palheiro de fazenda. Além disso, faz parte da estratégia dos seguidores de alá (que não me inclui) a imprevisibilidade nos ataques, enquanto somente agora os EUA estão começando a aprender a lidar com isso. Por exemplo, este nigeriano entrou com explosivos costurados na roupa e os misturou no secreto dentro do voo. Por Deus, houve falha. O ser humano caminha para o fim.

  • Vim aqui agradecer pelo artigo, pois estou indo para New York agora dia 1º.. e de Delta! hehe..
    já imprimi aqui, para não ter nenhuma surpresa.
    Obrigado.

  • marislene

    gostaria de dizer que vim p Atlanta via Brasilia e as inspensoes foram tranquilas e na chegada tb, nao vi nada de tao extraordinario nessas revistas, concordo c esses procedimentos de seguranca afinal e ate pra nos mesmos que nos encontramos dentro de uma aeronave…

  • Arnoldo

    Daqui a pouco não vão deixar mais ninguém sair ou entrar nos EUA…

  • Carolnl

    Oi, Leo,

    um update. Acabo de voltar dos EUA. Cheguei lá dia 19 de dezembro, via méxico, e voltei ontem. Peguei um vôo doméstico dia 27 de dezembro (logo no auge do desespero pelo quase-atentado). Não percebi nenhuma mudança na segurança!
    Sério, tudo normal. Há, talvez, um pouco mais de fila nos aeroportos, mas eu acho que isso tem mais a ver com o trânsito normal do período.
    De resto, são as recomendações de sempre: não levar líquidos (só em embalagens de até 90ml, e no saquinho transparente), todo mundo tira o sapato pra passar pelo raio-x, etc.
    Não tive qualquer revista diferenciada (aliás, tive. Dia 19 de dezembro, antes do atentado, na cidade do méxico. Todas as bagagens de mão foram abertas na entrada do finger).

    Não tive problemas com o casaco no colo (sinto frio em vôos) e em dois vôos da american eles liberaram wi-fi para uso dentro do avião, durante o vôo.

    O povo pode ir sem medo… A segurança está normal.