Maior greve da história da Iberia começa hoje e deve afetar 70 mil passageiros

Denis Carvalho 18 · fevereiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Funcionários da companhia aérea espanhola Iberia deram início hoje a uma greve de cinco dias, que obrigou a companhia cancelar 1,2 mil voos  e afetará 70 mil passageiros. Apenas hoje foram cancelados 236 voos, sendo 81 da Iberia, 20 da Iberia Express, 78 da Vueling e 57 da Air Nostrum. Entre as rotas com origem ou destino no Brasil serão cancelados apenas os voos IB6821 (Madri a São Paulo) e IB 6820 (São Paulo a Madri), nos dias 19 e 22 de fevereiro.

A greve é um protesto contra a demissão de 3,8 mil funcionários da companhia, que afetou tanto a Iberia quanto as empresas regionais do grupo. Como não há previsão de um acordo, os sindicatos já avisaram que em março pretendem endurecer os protestos e convocaram outros dez dias de paralisações. Esta é a maior greve que a Iberia enfrenta em seus mais de 85 anos.

Para tentar contornar os problemas gerados a seus clientes, a companhia espanhola lançou um plano de contingência, com flexibilização das tarifas no período da greve. Os clientes que tenham um bilhete com qualquer voo operado pela Iberia, Iberia Regional Air Nostrum ou Iberia Express poderão solicitar uma troca sem penalização, mesmo que  a tarifa não permita. A decisão vale para voos American Airlines e British Airways  operados pela Iberia (que tenham código IB). Só não é possível alterar os voos com código IB5XXX, IB7XXX, que são operados por outras companhias.

Para solicitar a alteração ou para mais informações, a companhia disponibilizou os números 11 3218 7130 (Brasil) e 707 200 000 (Portugal).

Protestos

Até agora o primeiro dia da greve dificultou bastante o acesso dos passageiros ao aeroporto de Barajas, em Madri, em razão de protestos que reuniram milhares de trabalhadores, com três manifestantes detidos. Com relação aos voos, todos os que não haviam sido cancelados decolaram sem maiores problemas.  Segundo a empresa, 86% dos passageiros afetados seriam realocados — o restante receberá reembolsos.

Nesta manhã, os trabalhadores em greve invadiram o terminal 4 do aeroporto, e se reuniram em frente aos balcões da Iberia e da British Airways — a companhia espanhola é propriedade da International Airlines Group (IAG) desde sua fusão com a British Airways, em janeiro de 2011. Dali, deslocaram-se para a zona de controle de segurança do aeroporto, onde policiais os esperavam e levaram uma pessoa presa. Nas primeiras horas, não havia filas no terminal 4.

A Iberia, que em 2011 formou a International Airlines Group com a British Airways, teve prejuízo de € 262 milhões de euros nos nove primeiros meses de 2012.

Você pode consultar todos os voos afetados e as últimas informações sobre a greve no site da Iberia

Com informações da Iberia e portais Exame, Yahoo/AFP, RTVE e El Mundo

Dica dos leitores Moacir Silveira Martins e Ramon Andrade.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe