Governo anuncia concessão dos aeroportos do Rio (Galeão) e de Belo Horizonte (Confins)

Leonardo Marques 20 · dezembro · 2012

Depois e algumas idas e vindas, finalmente o Governo Federal anunciou hoje, 20/12/2012, a concessão do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro e de Confins, que atende à Belo Horizonte.

O modelo que será utilizado é basicamente o mesmo dos aeroportos de Brasília, Campinas e Guarulhos, porém com alguns aprimoramentos. A principal mudança é que o consórcio que se candidatar precisa contar com uma empresa que já administre algum aeroporto com movimentação mínima de pelo menos 35 milhões de passageiros por ano. Certamente, esse foi um grande erro das licitações anteriores e que terminou fazendo com que as empresas que administram grandes aeroportos não vencessem nenhum do 3 aeroportos.

A idéia inicial do Governo era nesses dois aeroportos dar mais poder à Infraero, porém as grandes administradoras não toparam a idéia e por isso o governo optou por manter o modelo anterior, onde a Infraero tem 49% do capital.

A previsão é que o edital seja publicado em agosto de 2013 e o leilão seja realizado em setembro. Portanto, podemos esperar que esses dois aeroportos passem a ser administrados por empresa privadas apenas depois da Copa. É tarde, muito tarde, mas pelo menos chegaram à conclusão que o melhor é entregar para a iniciativa privada e para empresas que possuem grande expertise.

Publicado por

Leonardo Marques

Diretor do Melhores Destinos

  • Tito Bosco

    E o salario ó (i)

  • Adriano Marquez Leit

    O aeroporto de Goiânia pode entrar em pacote de concessões (será??) A notícia acabou de sair no portal do jornal O Popular, o maior da capital de Goiás. Segue o texto:

    Resultado de articulação silenciosa em Brasília, o aeroporto de Goiânia pode ser incluído no pacote de concessões do governo federal. Sem alarde, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), tem participado de reuniões em órgãos da União para discutir o assunto, depois de iniciar a conversa em audiência com a presidente Dilma Rousseff, no final de outubro.

    A proposta poderia ter sido incluída no anúncio feito hoje de manhã pela presidente, mas Dilma preferiu amadurecer a discussão e avaliar melhor os interesses de empresas. Representantes da Secretaria de Aviação Civil e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já se manifestaram a favor da inclusão de Goiânia.

    O processo de concessão enterraria a novela de cinco anos desde a paralisação das obras do novo aeroporto, mas também prevê a elaboração de novo projeto, mais amplo do que o iniciado em 2002.

    Além de reuniões na SAC e em ministérios, o prefeito também conversou com grupos empresariais de São Paulo que manifestaram interesse na concessão.

  • Carlos Alberto Pinto

    Aleluia!

    Galeão precisava urgentemente sair das mãos desta incompetente Infraero.

    Um aeroporto que tinha tudo para ser o principal portal turístico brasileiro, tanto nacional como internacional, é na realidade um dos piores aeroportos.

    Elevadores que não funcionam, mal iluminado, com péssima limpeza, goteiras espalhadas por todo o terminal em dia de chuva obrigada a uma verdadeira prova dos cones –quer dizer, dos baldes– com os carrinhos de malas, e os distantes terminais ligados por um longo corredor que nunca tem suas esteiras ligadas.

    E não bastasse tudo isto é um dos aeroportos com mais problemas de malas extraviadas ou furtadas além de seus mafiosos taxistas que literalmente se matam na porta do aerporto por causa de um cliente.

    Evito ao máximo viajar via Galeão, mas com pena, pois adoro o Rio e o acho um dos mais bonitos do Brasil.