Furto de milhas: como agem as quadrilhas especializadas e dicas para proteger os seus pontos

Leonardo Cassol 25 · outubro · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Melhores Destinos recebe frequentemente relatos de leitores que foram vítimas de furto de milhas. O alto valor de troca dos pontos dos programas de fidelidade e de cartões de crédito tem atraído hackers, golpistas e até quadrilhas especializadas, que utilizam inúmeros artifícios para conseguir os dados de acesso de clientes para, em seguida, utilizar indevidamente todas as milhas. Tudo acontece muito rápido e, na maioria dos casos, sem a pessoa sequer suspeitar que foi vítima de um golpe. Confira como atuam esses bandidos, o que fazer caso sua conta seja violada e dicas para proteger as suas milhas, nesse artigo exclusivo!

roubo-milhas-dicas-proteger-pontosAbordamos o tema de furto de milhas aqui no Melhores Destinos pela primeira vez em 2012. Desde então, as companhias aéreas e cartões de crédito brasileiros investiram para aumentar a segurança dos seus programas de fidelidade, com medidas que, às vezes, testam a paciência do consumidor, ao mesmo tempo em que os fraudadores aprimoraram suas técnicas, numa batalha que parece interminável.

Como acontece o furto de milhas

O caso mais comum são de criminosos que utilizam algumas técnicas para conseguir os dados de acesso de um determinado cliente. Em seguida, alteram o e-mail de cadastro e dados de contato para não levantar suspeita e iniciam a emissão de bilhetes para terceiros ou a troca dos pontos por produtos e serviços. Esse processo pode levar alguns dias e é difícil descobri-lo. Algumas vezes, os terceiros que são beneficiários das passagens também são vítimas de golpe, pois compraram bilhetes de supostos agentes de viagem, com um desconto muito grande. O pior é que a vítima do furto geralmente acaba descobrindo o golpe quando as passagens compradas com os pontos já foram utilizadas e não podem mais ser canceladas.

Conheça as técnicas mais utilizadas pelos bandidos para colocar as mãos na sua conta:

  • Phishing: você ou alguém que utiliza o seu computador recebe um e-mail tentador com um anexo que, uma vez aberto, infecta o seu computador e começa a copiar todos os seus dados. Pode ser uma mensagem que não tenha nada a ver com o programa de fidelidade ou, por exemplo, um e-mail alertando o vencimento imediato dos seus pontos, informando que você foi vencedor de um sorteio de milhas ou alguma promoção muito vantajosa para ganhar pontos de graça. Em todos os casos, não abra a mensagem. E-mails dos programas de fidelidade não vêm como arquivos anexos. Denuncie se receber alguma mensagem assim. Isso ajuda as empresas a derrubar os sites fraudulentos com mais agilidade e a evitar que outras pessoas menos atentas caiam no golpe.
  • Computadores compartilhados infectados: os fraudadores instalam vírus em computadores de salas vip, hotéis e lan houses de aeroportos em busca de dados bancários e de programas de milhagem. Alguns são tão elaborados que, após você tentar entrar no site de seu banco ou programa de fidelidade, simulam uma página idêntica à original. Aí você digita os seus dados e, em seguida, a tela falsa some e aparece a real. Você acha que é apenas uma falha da página real, que por algum motivo não carregou a sua senha, quando, na verdade, seus dados acabaram de ser furtados.
  • Falso atendente de call center: um suposto funcionário do programa de fidelidade entra em contato com você para uma atualização cadastral. Ele fala seu nome, CPF e confirma alguns dados que são fáceis de obter. Em seguida, pede para você confirmar seu e-mail e para falar ou digitar a sua senha para confirmar a atualização cadastral. Pronto! Seus dados caíram nas mãos de bandidos.
  • Repasse de dados: a exposição também pode ocorrer para quem repassa os dados da conta do programa para terceiros emitirem passagens, através da intercepção das mensagens ou da exposição dos computadores de um dos envolvidos.
  • Fraude interna: algum funcionário do programa de fidelidade ajuda as quadrilhas especializadas a alterar cadastros de clientes e a conseguir uma nova senha de acesso.

O que fazer se sua conta foi invadida

  1. Entre imediatamente em contato com a companhia aérea pela central de atendimento e relate detalhadamente as divergências encontradas.
  2. Se ainda tiver acesso, verifique no extrato as datas das últimas movimentações e o número dos bilhetes ou localizadores emitidos.
  3. Constatada a fraude, registre um Boletim de Ocorrência. Algumas cidades possuem delegacias especializadas em crimes virtuais.
  4. Faça uma varredura completa nos computadores em que tiver acessado sua conta, utilizando um antivírus atualizado. Procure ajuda se precisar.
  5. Troque as senhas de e-mails, bancos e outras contas acessadas pela internet, por precaução.
  6. Anote o protocolo de sua reclamação e acompanhe o processo até a regularização da conta.
  7. Se não tiver o seu problema resolvido, procure o Juizado Especial Civil, de posse de todas as informações que puder reunir sobre o seu caso.

Dicas para protejer as suas milhas

  1. Nunca forneça os seus dados cadastrais e senha para terceiros: os programas de fidelidade não ligam para os clientes pedindo a senha, em nenhuma hipótese. As centrais de atendimento também não estão autorizadas a solicitar que o cliente fale a senha pelo telefone. Em casos de emissão de bilhetes pode ser solicitado que o cliente digite a senha, dependendo do programa.
  2. Não digite sua senha em links de nenhum e-mail ou de sites de origem desconhecida: caso receba algum e-mail suspeito, encaminhe para as áreas de segurança das companhias aéreas e não utilize o link do e-mail. Acesse o site do programa de fidelidade e acesse a oferta diretamente pelo site. Verifique na barra de de endereços do navegador se o endereço que você está acessando é mesmo o desejado.
  3. Não abra anexos de e-mails de desconhecidos em nenhuma hipótese. Cuidado com mensagens que explorem sua curiosidade, com supostos vídeos, imagens, recibos ou planilhas. Geralmente os arquivos carregam programas de invasão que se instalam de forma oculta no computador para roubar senhas e dados confidenciais.
  4. Não faça login em seu programa de fidelidade a partir de computadores compartilhados, como em lan houses, salas vip e hotéis, ou em redes Wi-fi públicas: é comum os computadores estarem infectados ou haver vulnerabilidades que facilitem o roubo de dados de sua conta.
  5. Evite se expor nas redes sociais ou em aplicativos de troca de mensagens, informando dados pessoais, postando cartões de embarque etc. Há arquivos maliciosos que podem fazer a leitura de suas mensagens e extrair de lá informações e senhas. O código de barras do cartão de embarque também pode ser lido facilmente, fornecendo informações valiosas para as quadrilhas.
  6. Não utilize senhas de fácil adivinhação, que possam ser descobertas pelos fraudadores, como datas de nascimento, número do RG ou CPF, senhas sequenciais ou ainda o próprio número do cartão fidelidade. Seja criativo!
  7. Proteja o seu computador com um antivírus com atualização automática e firewall. Atualize sempre os seus navegadores e aumente seu nível de proteção.
  8. Acompanhe semanalmente o seu saldo e extrato dos programas onde tiver saldo de pontos suficiente para resgates (isso inclui os pontos que estão no seu cartão de crédito, não apenas nas companhias aéreas): ficar atento ao saldo é a melhor forma de prevenção, pois permite que os programas de fidelidade sejam informados rapidamente de fraudes e que possam interromper a ação dos bandidos.

Como contatar os programas de fidelidade

Confira os telefones das centrais de atendimento ao consumidor ou endereços eletrônicos específicos para comunicar fraudes, contatos suspeitos ou e-mail fraudulentos. Denuncie e seja parceiro dos programas na proteção de suas milhas.

Amigo:

Multiplus e TAM Fidelidade:

  • Fale com a gente TAM: 0800-123-200
  • SAC Multiplus: 0300-313-7474

Smiles:

  • E-mail: emailsuspeito@smiles.com.br
  • Central de atendimento: 0300-115-7001

TudoAzul:

  • E-mail: fraude.tudoazul@voeazul.com.br
  • Central de atendimento: 4003-1141

—————————

E você, já foi vítima ou conhece alguém que foi vítima de furto de milhas? Como descobriu a fraude? Conseguiu recuperar seus pontos? Tem alguma dica para compartilhar conosco? Comente, participe e ajude outros leitores a se prevenir e evitar esse problema!

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.