Brasil assina acordo com 18 países para buscar o fim da cobrança de roaming internacional

Thayana Alvarenga 28 · março · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Brasil assinou uma carta de intenções para adotar políticas que levem ao fim da cobrança de roaming internacional nas redes móveis até 2022, especialmente em zonas de fronteira. As informações são do portal Telesíntese. De acordo com o site, o documento foi firmado com outros 18 países durante assembléia da Comissão Interamericana de Telecomunicações (Citel).

Entre os signatários estão alguns dos países mais visitados por brasileiros no exterior: Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, México e Uruguai. O fim das altas taxas de roaming permitiriam o uso dos chips de celular brasileiros nos demais países e vice-versa, a exemplo do que ocorre nos países da União Europeia.

O Brasil foi representado por integrantes do Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, além de representantes da própria Anatel.

Contudo, ainda há a possibilidade do grupo concluir que a cobrança do roaming não deve acabar, assim apenas reduzindo a tarifa. No plano estratégico, documento elaborado na assembleia da Citel, a meta aparece com uma ressalva de “redução ou a eliminação de sobretaxas de roaming”.

Com a meta acordada internacionalmente, a Anatel deve começar a desenvolver análises sobre o assunto. Ainda não há informações sobre como as tarifas de roaming serão eliminadas para o consumidor, porém um grupo de trabalho com representantes foi criado. A primeira reunião está marcada para maio, quando as propostas devem ser apresentadas.

E você, o que achou desta nova medida? Comente e participe com a gente!

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter