Delta anuncia grandes mudanças no SkyMiles para 2016

Leonardo Cassol 21 · julho · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A companhia aérea norte-americana Delta Air Lines anunciou que fará mudanças significativas em seu programa de fidelidade, o SkyMiles, a partir do próximo ano. A Delta será a primeira das três maiores companhias aéreas dos Estados Unidos (American, Delta e United) a substituir a tabela fixa de resgate utilizada atualmente pelo sistema de precificação conforme a demanda, onde a empresa terá grande flexibilidade para determinar a quantidade de milhas necessárias para a realização de cada voo, utilizando, para isso, critérios como a ocupação do voo, a origem x destino, entre outros, da mesma maneira como ocorre na tarifa em dinheiro.

O novo critério que será adotado pela Delta não é novidade entre os brasileiros, pois é semelhante ao adotado atualmente pelo Smiles e pelo TAM Fidelidade / Multiplus, onde a quantidade de milhas para voar pode variar a todo momento. 

A justificativa para a mudança é que o novo modelo será mais eficiente, já que hoje rotas mais disputadas ou mais longas exigem a mesma quantidade de milhas para um bilhete prêmio do que rotas de curta duração ou com menor demanda, prejudicando alguns consumidores e favorecendo outros.

O que chama atenção é nada garante que a Delta não irá aproveitar a mudança para fazer um aumento generalizado dos valores de resgate em milhas, como já ocorreu com outras companhias que fizeram o mesmo movimento. É um modelo bem mais complexo, que dificulta a fixação de uma referência de preços em pontos pelos passageiros.

Delta-air-lines

Sem entrar em detalhes, a Delta se limitou a dizer que a mudança não afetará a maior parte dos seus voos e que permitirá aumentar a disponibilidade de assentos com milhas. Ressaltou ainda que, com o novo modelo, voos curtos que hoje custam 12.500 milhas poderão ter seus valores reduzidos para 7.500 milhas, por exemplo (atualmente, o SkyMiles já trabalha com uma variação da tabela fixa, oferecendo alguns trechos por 10.000 milhas). E, da mesma maneira, voos com alta taxa de ocupação terão seus valores aumentados.

Outra novidade antecipada pelo porta-voz da Delta, Anthony Black, é a possibilidade de realizar upgrades de classe apenas utilizando milhas. Esse novo tipo de upgrade poderá ser realizado no momento da reserva. Mas as regras ou a quantidade de milhas necessárias ainda não foram informados.

avaliacao-delta-executiva32

Novas mudanças no SkyMiles são esperadas e devem ser anunciadas nas próximas semanas, com vigência a partir de 2016. É possível também que esse movimento seja seguido pela United e pela American Airlines, apesar de não haver nada de concreto anunciado até o momento. No Melhores Destinos você acompanha todas as mudanças, com uma análise dos desdobramentos e consequências para os membros de cada programa de fidelidade.

E você, o que achou da mudança? Vale a pena pagar mais caro para poder ter uma disponibilidade irrestrita de assentos com milhas, como acontece no Brasil? Ou é melhor ter uma tabela fixa, que limita o valor cobrado pelo programa de fidelidade, mas também os assentos disponíveis para resgate? Comente e participe do debate!

Com informações da NBC News

Autor

Leonardo Cassol - Editor Economista, apaixonado por viagens, aviação e milhas! Especialista em programas de fidelidade do Melhores Destinos