Alitalia poderá ser vendida ou liquidada, diz governo italiano

Bruna Scirea 25 · abril · 2017

Enfrentando uma das piores crises, a presidência da companhia aérea Alitalia comunicou a Entidade Nacional para Aviação Civil da Itália, nesta terça-feira, que irá nomear um comissário do governo italiano para administrar a empresa. O anúncio vem dias após funcionários da Alitalia terem recusado um acordo entre a diretoria e sindicatos para salvar a maior companhia aérea do país.

O pacto rejeitado previa corte de salários e demissão de empregados – com isso, a empresa teria um aumento de capital de 2 milhões de euros, financiado por sócios e credores do grupo. Com a proposta de recapitalização rejeitada por 70% dos funcionários, no entanto, a Alitalia enfrenta o risco de entrar em falência.

A situação da companhia preocupa muitos leitores, que já estão com suas passagens emitidas. No início da tarde desta quarta-feira, a Alitalia emitiu uma nota sobre o assunto. Confira:

De acordo com a companhia, uma assembleia de sócios está prevista para 27 de abril, quando deve sair um pedido de intervenção do governo, que nomeará de um a três comissários para administrar a crise. Eles serão responsáveis por elaborar um plano, que pode ser a venda da companhia para terceiros (mantendo o quadro de funcionários por pelo menos dois anos) ou a busca por novas formas de reconquistar o equilíbrio financeiro. Caso nenhuma das alternativas se mostre viável, não está descartado o pedido de falência da empresa.

“A coisa mais plausível é que caminhemos rumo um breve período de administração extraordinária, que poderá ser concluída em seis meses com uma venda parcial ou total dos ativos da Alitalia ou então com sua liquidação”, disse o ministro do Desenvolvimento Econômico, Carlo Calenda, sobre o comunicado da Alitalia.

Ao menos por enquanto, a companhia italiana continuará operando normalmente, mas o jornal La Repubblica especula que a empresa tenha de faturar mais de 200 milhões de euros por mês com passagens para fazer seus aviões voarem.

Ex-companhia aérea de bandeira, a Alitalia foi privatizada nas últimas décadas e é comandada atualmente pela holding Compagnia Aerea Italiana (CAI), que detém 51% de seu capital, e pela Etihad, que se tornou dona dos 49% restantes após injetar capital na companhia durante a crise entre 2013 e 2014.

A Alitalia não possui alianças com nenhuma outra grande companhia aérea europeia, o que dificulta a competição internacional contra grupos como Air France-KLM e Lufthansa. A Air France-KML, inclusive, esteve prestes a comprar a Alitalia em 2008, mas operação foi bloqueada pelo então primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Com informações do portal UOL. Dica do leitor Nelson Koch.

Autor

Bruna Scirea - Editora
  • Dorgival

    E aí, quem tem passagem comprada, fica tranquilo ou já pode começar a se preocupar. Pela matéria, os voos serão honrados, mas…

    • Maurício Martins

      Eu me preocuparia muiiiiiiito. Voei com a Alitalia em março. Eles remarcaram a minha passagem de volta, sem me comunicar, para dois dias após o meu retorno ao trabalho. Estou esperando há um mês o SAC deles retornarem minhas reclamações…

    • Tenho passagem para julho de 2017, será que até lá esse período conturbado já passou?

  • Fábio

    Uma pena…. uma empresa emblemática, com um dos apelos visuais mais bonitos da aviação (logo+pintura). Tomara que encontre uma solução, sem prejudicar os clientes e os empregados. E sem fechar a empresa.

    • Marcos

      Tomara que sim. Do contrário Arrivederci!

  • Consigo achar voos Alitalia no Smiles somente em 2018, e com isso agora capaz da rota para o Brasil ser cancelada, como tantas outras cias fizeram. Neste caso, será que o Smiles endossa o bilhete com outra cia parceira? Ou simplesmente cancela o bilhete e devolve as milhas com as taxas de embarque?

    • Paulo

      Acredito que a segunda opção… e olhe lá.

  • Fabio

    Nem a Etihad deu jeito na Alitalia……

  • Nicolas

    privatiza que melhora, eles dizem

    • Antonio

      A Petrobrás manda uma “alô”

    • Gabriel Fernandes

      pq estatizada estava bem pra caramba, né?

      • Nicolas

        argumento falacioso o seu, exatamente como “privatiza que melhora”. estar ruim quando era estatal não quer dizer que o problema era necessariamente ser estatal.
        diversas companhias aéreas (principalmente as europeias, sem falar as asiáticas) são ou controladas pelo estado ou tem eles como acionista majoritário e andam bem das pernas…

        • Hugo Leonardo

          Vamos para as 10 maiores empresas da Europa: Ryainair, Lufhtansa, IAG, Air-France-KLM, easyJet, Turkish Airlines, Aeroflot Group, SAS Group, Norwegian Air Shuttle, Air Berlin Group … qual dessas é estatal ou controladas pelo estado? (Resposta: só a russa) O problema europeu está na expansão das low-fare, a Ryanair é a maior empresa da europa em volume de passageiros transportados.

          • Emmanuel Kalispera

            A Turkish é controlado pelo Estado.

        • Ricardo

          As asiáticas são subsidiadas pelos governos (vide briga Americanas x Asiáticas) .
          As europeias são em sua maioria Privadas.

    • Fabio

      Melhora mesmo. De DOAREM os 51% que restam a Etihad, aposto que resolve. Italiano eh tao corrupto quanto brasileiro.

    • Ricardo

      em 90% do caso sim!!! porém a Itália tem outros graves problemas, que estão derrubando a economia e as empresas deles!!
      O primeiro são leis trabalhistas rígidas que tornam quase impossível a demissão de alguém, mesmo que o funcionário seja ineficiente ou vagabundo!!! ja sabe o que isso cria né…. improdutividade!!, e o segundo problema é o previdenciário!!!

      então mesmo privatizada a empresa ainda tinha que lidar com problemas que só empresas publicas tem!!!
      A Itália só não eta pior porque o nível educacional la é muito alto!!!

  • Garambr

    Eles estavam tentando passar uma imagem de recuperação da empresa e renovação da frota. Até oferecem bons preços, mas os aviões são antigos e com entretenimento ruim. Voei com eles em outubro de 2016 e não gostei da experiência: assento bem desconfortável (o encosto para cabeça tinha a maciez de um tijolo) e a comida no vôo da volta estava terrível.

    • Marco Dias

      Voei na mesma época e acho que o problema deles é a tripulação mal educada. O resto foi ok.

  • Bruno Pinho

    ia falar o mesmo…. unica opção em conta barata pelo Smiles é Alitalia….

  • Deyvisson F. R. Almeida

    Situação complicada. Competiram no mercado interno europeu quando deveriam ficar no internacional. Só espero que honrem os voos, já que nem responder por mudanças em voos eles respondem. Estou com chamado aberto no Smiles desde dezembro.

  • Lukas Marroquim

    Pessoal do MD, eu e a minha família temos bilhetes emitidos, através do Smiles, com a Alitalia para fevereiro. O que vocês nos aconselhariam a fazer caso a companhia venha a falir OU cancele as rotas para o Brasil?

    • Bruna Scirea

      Oi, Lukas. A Alitalia emitiu uma nota sobre o assunto. Segue o que eles dizem: “A Alitalia sublinha que a programação de voos não sofrerá nenhuma modificação, e que os mesmo continuarão sendo operados conforme programado”. Atualizamos no post.

      • Lukas Marroquim

        Obrigado, Bruna!

      • João Pedro Carvalho

        Olá Bruna, você realmente acha que vale a pena confiar na empresa, ou é possível que em uma eventual falência, ela não cumpra as passagens compradas? Tenho passagens com eles para setembro e estou um pouco aflito nisso. =/

  • Estava pensando em emitir hoje um bilhete pelo Smiles. Se cancelar os voos, como o Smiles vai se posicionar com os bilhetes emitir através de seu programa? Da para arriscar? Só tem ela com preço razoável.

  • Euvaldo Ferreira

    Viajo depois de amanhã, 28, pela Alitalia. Saio de Brasília pela Gol até São Paulo e depois para Roma. Conto a experiência depois. O retorno tb é pela Alitalia, partindo de Munique.

    Semana passada liguei no call center da Alitalia para remarcar os assentos. Fui muito bem atendido.

    Vai dar tudo certo!

    • Aguardamos ansiosos.

      • Euvaldo Ferreira

        Pior é que fiquei sabendo que haverá uma greve geral dia 28 e os aeroviários aderiram… :(((

    • Anna Ciulla

      Caro Euvaldo, aguardo ansiosa para saber sua experiência com a Alitalia na data de ontem…. Ahhh, vai ficar na Italia mesmo? Se souber de algo que acrescente pra nós aqui por favor compartilha, tá!? Minha viagem é dia 24/05, estou bem preocupada!

  • Hugo Leonardo

    acredito pelo fato dela estar desesperada e qualquer retorno financeiro ajuda a manter a frota no ar, que deve ser o principal problema dela, pagar os custos imediatos

  • RC Bsb

    Sinceramente, já vai tarde. Que empresa fraca.

  • Euvaldo Ferreira

    Viajo depois de amanhã, 28, pela Alitalia. Saio de Brasília pela Gol até São Paulo e depois para Roma. Conto a experiência depois. O retorno tb é pela Alitalia, partindo de Munique.

    Semana passada liguei no call center da Alitalia para remarcar os assentos. Fui muito bem atendido.

    Vai dar tudo certo!

  • Silvio Lopes

    Algo similar ocorreu com a Pluna do Uruguai anos atrás. Ficamos na mão.
    E a Anac? Abri um processo com eles e também para variar não se movimentaram.
    Quem tem passagem deve se preocupar. Eu indicaria cancelar e comprar novas.

  • Ricardo

    Eu acho que só precisa se preocupar quem tem passagem para viajar a longo prazo, no fim do ano ou ano que vem. A Alitalia sempre está ao borde da falência, acho que a Ethiad não vai deixar isso acontecer.
    Utilizei a empresa no ano passado e foi uma ótima experiência.

  • Felipe Cattini

    Eu sinceramente acredito que depois de ter investido tanto dinheiro na Alitalia, a Etihad não vai deixar esse barco naufragar desta maneira. Torço pelo recuperação da empresa, eis que tenho passagens marcadas para 02/07 e admiro muito a marca.

  • E agora José? Acabei de comprar passagens em 18/04 para final de Setembro. Será que esse avião sai do chão? Vamos ver depois da reunião de amanhã. Caso contrário, vou tentar cancelar direto no cartão.

    • Denise Delmanto Prado

      Pior eu que comprei faz tempo no cartão e estou quase acabando. E tem o problema das excursões terrestres que comprei, os hotéis e os voos Creta/Rhodes/Atenas por outras companhias. Sei que não adianta se preocupar, mas quem dorme sossegado com um barraco desses?

  • Alberto Kiess

    Alitalia teve sempre bons valores para o resgate de passagens pelo parceiro Smiles, nos voos GRU-FCO e GIG-FCO. Mas sempre viajei em aeronaves velhas, com aquele couro sintético verde das poltronas manchando camisetas. O atendimento da Alitalia pelo telefone é horrível e grosseiro. Nos voos sempre aquele atendimento grosseiro e direto. Aí está uma companhia que deixei de voar com ela faz anos, e não indico para ninguém.

  • Alberto Kiess

    Se você emitiu o trecho interno no mesmo localizador do trecho internacional, é mais difícil que você venha a ter problemas.

    • Marcelo Gomes

      Foi realmente um só localizador para os trechos doméstico e internacional, pois emiti com o Smiles de Brasília a Roma, com conexão no Rio de Janeiro. O engraçado é que, em contato com a Alitalia, me orientaram a ligar no Smiles, e pedir a alteração do voo Brasília-Rio, para um mais cedo, porque 01h40 de conexão seria insuficiente. Liguei no Smiles, mas não quiseram alterar, porque para a Gol 01h30 de conexão é o tempo mínimo, então está suficiente. Aí fica difícil.

  • Carolina Iris Brasil

    Alguém sabe o que acontece com os consumidores que comparam passagens pros próximos meses, caso ela declare falência?

  • Bárbara Ramos de Souza

    Há meses comprei bilhetes Alitalia, no Smiles, para mim e meu marido irmos para a Itália no dia 08/05/17 com volta no dia 23. Reservei hotel e comprei passagens de trem para vários destinos e hoje (29/04) recebi e-mail avisando-me do cancelamento do vôo. Liguei para o Smiles e consegui lugar no vôo no dia 09/05 com volta no dia 24/05. Tive que mexer nas reservas dos hotéis. Não gostei nem um pouco. Alitália nunca mais.

    • Ivan Adolfo Böing

      Ola Barbara. Também tenho reservas confirmadas para o dia 08/05 para Roma, saindo de Sao Paulo. Mas nao recebi nada sobre cancelamento do voo. Vc sabe o porque foi cancelado, ja que a situacao da Alitalia ainda nao foi resolvida.

      • Bárbara Ramos de Souza

        Oi, Ivan! Eu saio do GIG. Na Alitalia me disseram apenas que o vôo havia sido cancelado e me pediram que ligasse para o Smiles, já que os bilhetes haviam sido emitidos com milhas e dinheiro. Liguei e a moça me disse que “eles (Alitalia) haviam até tentado nos encaixar no vôo do dia 08, mas não deu” e que eu poderia, se desejasse, viajar no dia seguinte. Foi o que fiz, já que quero muito ir.
        Assim sendo, acredito que o vôo não tenha sido cancelado e que tenha ocorrido um overbooking. Mas, seria melhor vc ligar para a Alitalia para conferir. Um abraço.

        • Ivan Adolfo Böing

          Muito obrigado, Bárbara. Farei isto. Abraço e aproveite bastante a Italia.

  • Guilherme

    “A Alitalia não possui alianças com nenhuma outra grande companhia aérea europeia, o que dificulta a competição internacional contra grupos como Air France-KLM e Lufthansa”
    Acho que você está desinformada, pois a Alitalia é da Aliança SkyTeam, na qual está presente sim a AirFrance e KLM.

  • A Itália nada mais é que um Brasil na Europa, infelizmente.

  • Não dá para marcar o lugar por causa da sua classe tarifária. A maioria das empresas europeias cobra um adicional para marcação de assento.

    • Marcelo Gomes

      Imagino que não, Rodrigo, até mesmo porque os assentos da volta eu consegui marcar sem problemas, e os voos foram emitidos todos com o Smiles, na mesma classe tarifária. Além disso, verifiquei também se não havia a opção de pagar pelos assentos. Simplesmente não consigo.

  • ariel calvao

    Tenho passagem compradas no Smiles pela Alitalia em Set/17. Estou preocupado com a nova noticia: https://eco.pt/2017/05/02/companhia-aerea-alitalia-abre-falencia/

  • Anna Ciulla

    Obrigada Evaldo por compartilhar sua experiência!