Como é a imigração no aeroporto de Madri – Barajas

Camille Panzera 27 · fevereiro · 2012

Quando eu soube que meu vôo chegava pelo aeroporto de Barajas, pensei comigo mesma “iihhh”. O aeroporto de Madrid é um dos mais, senão “o mais” temido pelos brasileiros. Tudo isso se deve ao fato de nos últimos anos ter havido uma grande veiculação na mídia de reportagens sobre pessoas barradas e deportadas no aeroporto – algumas sem o menor motivo para tal.

Muitas reportagens alegam que os brasileiros são os mais barrados na chegada a Madrid, independente de ser a cidade o destino final ou não do passageiro. A maior parte dos problemas ocorre quando os viajantes não cumprem os requisitos exigidos pelas autoridades espanholas.

Nas filas ao lado eu observava a movimentação, e percebia que algumas pessoas passavam rápido pelos policiais, outras demoravam mais, algumas o policial nem cumprimentava e já carimbava o passaporte, outras iam para um lugar diferente (a salinha dos encrencados, acredito eu). O policial, naquele momento, é a autoridade. Só não pode te desrespeitar, mas se estiver com vontade vai tentar descobrir se você está mentindo. Ele pode não perguntar nada, como pode pedir pra você apresentar documentos comprobatórios sobre a viagem. Não minta, eles farejam mentira.

Na minha chegada a fila da imigração estava pequena. Não levei mais do que 5 minutos para ser atendida pelo policial. Depois do “buenos días”, um senhor de meia idade e bigode me fez algumas perguntas em espanhol. Como a pronúncia do policial era rápida, houve momentos em que eu não entendi o que ele dizia, pedi para repetir e ele não teve problemas com isso.

O policial não era simpático, nem carrancudo, posso afirmar que era neutro. As perguntas foram: “Qual o seu destino final?” ; “Qual a finalidade da viagem?” ; “Qual o tempo de permanência?” ; “O que você faz no Brasil?”  ; “Com que você trabalha?”. Tudo respondido. Nenhum documento requisitado. Passaporte carimbado. Agradecimento dado e “hasta la vista”.

Não é necessário visto prévio para quem vai a turismo e fica até 90 dias no país, mas é importante comprovar o local de estadia e que você tem condições financeiras para se manter. Na bagagem de mão leve uma cópia do seguro saúde,  da reserva do vôo (mostrando também a passagem de volta). Tenha como comprovar que tem pelo menos 60 euros para cada dia da viagem (comprove isso através de um extrato bancário recente, moeda papel e extrato do cartão de crédito internacional) e confirmação da reserva do hotel ou carta-convite oficialmente registrada se for ficar na casa de um parente. Além disso, pode ajudar levar uma conta comprovando o lugar de residência, uma carteira de trabalho registrada ou a posse de algum bem no Brasil.

A verdade do momento é que a Europa está em crise e isso facilita a entrada dos brasileiros. Todo mundo sabe, turismo é dinheiro. Sem mentir e comprovando a finalidade da sua viagem, maiores problemas serão coisa rara. Tenha em mãos todos os documentos exigidos e vá sem medo. Madrid é um cidade linda e vale esse pequeno esforço. Conheça o quanto puder da cidade e depois conte para gente o que achou!

Você já passou pela imigração de Barajas? Quando? O que achou?

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos
  • Marcos Reis

    Realmente é super simples mesmo… O mal de algumas pessoas é que querem mentir… Isso não cola em lugar nenhum muito menos nos países da Europa. Madrid é uma cidade linda vale realmente a pena conhecer!

    • João Guilherm

      Comigo também foi tranquilaço.

      Creio que foram no máximo 2 ou 3 perguntas.

      • Sarah

        Em janeiro fomos a Portugal passando por Madri,eu, meu marido e 2 filhos adolescentes.Fomos atendidos por uma policial loira e que foi ate simpática perguntou para onde íamos, de onde éramos ,desejou boa viagem. E foi tudo muito tranquilo.Nosso passaporte só tinha validade de menos de 5 meses, onde dizem que tem que ter mais de 6 meses de validade.fomos e voltamos por Madri.Aeroporto lindo.adoramos.

      • Adriana

        foi o primeiro visto da europa no seu passaporte? ou já tinha anteriores? estava sozinho? Sim pergunto pq mulher viajando sozinha eles embaçam

    • Concordo! Entramos sem nenhuma dificuldade e conforme explicado! Não esqueçam também de fazer o seguro viagem para a europa (tratado de schengen)

      • Camille Panzera

        É verdade, Danilo. Bem lembrado. Obrigada. 😉

        • Marcinha Braga

          Camila qual faço? Por onde começo?

      • Marcinha Braga

        Danilo faço qual seguro? me ajuda!

  • wellerson

    Em madri realmente e bem embassado.
    tenho mais de 50 carimbos no passaporte e eles me levarao para salinha.
    mas la dentro eles nao me perguntarao nada,foi eu que fiz as perguntas….
    se eu tinha cara de imigrante outras zuando com a caras deles.
    Falei que ia gastar um pouco de dinheiro pela europa para ver se ameniza a dificuldade deles decorrente da crise…

    Galera nao pode dar mole para gringo nao, esses caras sao folgados,la fora eles te [EDITADO], entao aqui vc tem que [EDITADO] eles tambem .vc tem que entender a cultura deles mas eles nao entende a sua….
    so assim eles te respeita

    Valeu

    • Rafael

      Haha, ok campeão, acredito em vc!

      • Izabel Villela Tadeo

        Talvez seja Campeam!

    • Anderson Brito

      Então tá!

    • carolina

      pero isso e com todo policial, tambem o brasilero, eu vivi as mesmas en aeroporto de fortaleza, nao e cultural, nao, e de personas simples que se acham superiores

    • Renato Biancalana da Silva

      Parece verídico.

  • Renato

    Fui a Madri em 2010(após a crise com os brasileiros) e entrei por Barajas. Tranquilíssimo, não só pra mim, quando, acho, que pra maioria dos que estavam no vôo. Talvez pq era madrugada e o oficial tava com preguiça de encrencar. Como no relato acima, ele nem foi grosseiro, nem simpatico. Foi neutro. De fato, Madri é linda e Barajas é o aeroporto mais bacana que já vi. Entrar por ele é uma experiencia que vale a pena pela arquitetura fantástica. Fica a dica.

    • E sem falar que esse aeroporto é simplesmente imenso e fantástico. Ele te dá o tempo que você levará caminhando até seu GATE. E é interligado com o metrô de Madri. Que sirva de exemplo pros nossos governantes! Nenhum areoporto aqui em São Paulo se liga com nada… Nem mesmo o Campo de Marte que é do lado do terminal Tietê – vergonha!

      • wellerson

        E ae Danilo,

        Acho o Barajas minusculo e relaçao a outros aeroportos da Europa. mas mesmo assim melhores que os brasileiros.

        Valeu

        • Danilo Fernando Silv

          Wellerson,

          Claro que Barajas não se compara com vários aeroportos da Europa (Frankfurt, Londres, Paris, etc). Ele sozinho bate qualquer um tupiniquim!

          Pra um país que está 'quebrado', os espanhóis mandaram bem!

          Fico besta (nem deveria, mas) com a demora em se tirar as coisas do papel no nosso país! Cara, até Praga tem um trenzinho que te leva pro aeroporto… agora aqui… senta e chora.

    • Natália Alexa

      Comigo foi super tranquilo, também. Perguntou meu destino final, quando eu retornaria e se tinha reservado hotel. Respondi as perguntas e fui pegar minhha reserva, e ele disse que não precisava. Carimbou e me desejou boa viagem (ia pegar conexão para Paris) e sorriu.

      • Adriana

        que sorte, espero que o meu seja assim tbm kk

  • LILIAN

    Oi, gente!!!

    Tem "promoção" da Avianca, vejam!!!
    http://www.avianca.com.br/empresa/site/e_mkt/aniv

    Abraços,

    Lilian

  • Mariana

    Fui em setembro de 2011 e não me perguntaram nada, carimbaram direto!

    • Rodrigo

      Tb fui em setembro, 1a vez na europa, só carimbaram e só percebi q já tinha passado da imigração qnd vi a saída do aeroporto

  • 5 de abril próximo eu to indo pra Madri. Entro por lá e depois de 3 dias começo a rodar a europa por 1 mês. Já reservei tudo aqui do brasil. Espero que não encrenquem…

  • Flavio Bezerra

    Fui por MAD em Outubro passado. E foi muito tranquilo. Perguntas:

    – Você vai pra onde? R. Barcelona

    – Quanto tempo? R. Uma semana de férias.

    – Mora na Espanha? R. Não, no Brasil.

    -Boa viagem.

    Não vi ngm tendo problema, fui de IB no vôo que saia daqui de Recife direto à MAD.

  • Carol

    Estive em Madri em julho de 2011. Chequei em Barajas as 6:30 da manhã e o aeroporto estava completamente vazio. Inclusive de funcionários! O primeiro policial sequer olhou meu passaporte e já me mandou seguir em frente (compensação pediu que meu amigo com cara de árabe esperasse no canto, até que viu que ele estava acompanhado de mais 3 pessoas e acabou liberando na hora sem questionário nenhum). Na hora de passar pela imigração não rolou nem uma perguntinha! O funcionário apenas abriu e carimbou meu passaporte (nem conferiu cara-crachá). Não sei se dei sorte, ou se isso se deu em virtude do horário da chagada, mas não tive problema nenhum para entrar na Espanha.

  • Gabriel

    Chegamos(eu e minha esposa) em Madri agora em 15/01/12 para passarmos 6 meses de estudos. O policial sequer nos fez 1 pergunta. Olhou o passaporte, viu que tinhamos visto de estudante, carimbou e tchau. E iamos super preparados para os possíveis problemas que tivessemos, extrato, cópia de passagens, etc.. não pediram nada, só o passaporte. Antes de percebermos já tinha acabado.

    Abs,

    Gabriel

  • Rebecca Oliveira

    Ola, ja passei 4 vezes pelo Barajas, e nunca tive problema! O Segredo? Acredito ser a confiança, não fique olhando no rosto do policial da imigração! Se estiver com alguém fique conversando, e responda somente o necessario! Fique confiante afinal você esta alí para curtir, passear! Quem se explica muito pode se complicar por bobeira. Se mostre indiferente e tranquilo não tem porque dar errado! Nunca me pediram nada além do passaporte!

  • Ingrid

    Fui ano passado, minha mãe e eu (com tudo certinho). Problema NENHUM. Mas fomos com medo. Agora, tem uma coisa, né ? Ê aeroporto GIGANTE !!! E pra achar alguma coisa ali ? E aquele trenzinho que te leva de um lado a outro e avisa que você vai demorar 23 MINUTOS para chegar no terminal que você precisa ir ? Reserve tempo para isso… caminhadas internas dentro do aeroporto…

  • Tatiana Valentim

    Eu ja passei duas vezes por bajaras em conexão e não tive o menor problema. O único detalhe, realmente é em relaçao a "simpatia" dos agentes…

  • Rodrigo

    O segredo é ir do Brasil para Espanha fazendo conexão em Portugal. Depois que entra na UE por Portugal, dai é um voo "doméstico" até a Espanha. E a TAP ainda libera um stop-over em Lisboa!

  • Kelly Alves

    Não tive um probleminha sequer. Fui a Madri em outubro de 2011 (através de promoção da LAN divulgada aqui no melhores destinos) e não me fizeram uma pergunta sequer.

    Ahh, Madri é linda e "caliente"!

    • Adriana

      ola Kelly, vc tem carimbos de outros paises ou esse é o primeiro?

  • Leonay

    A imigração em Barajas realmente é tranquila, mas, pelo menos eu n vejo interesse em Madrid… Detestei a cidade, tem alguns pontos da cidade onde à arquitetura é bonita, mas, nd de encantador, nd de envolvente, diria que é um cidade "sem alma". Passamos uma semana e hj eu digo sem pestanejar: nao, eu n voltaria! Creio q foram as férias mais insossas da minha vida.

    • Camille Panzera

      Leonay, tive uma impressão totalmente contrária, hehe. 😉

  • RABUGENTO

    Muitos deles estão é querendo vir para cá.

    O Nordeste do Brasil já está cheio de portugueses e espanhóis ilegais…

  • Vinicius

    Eu fui sozinho a Madrid na semana do carnaval, cheguei no domingo 19/02. Não me foi feita nenhuma pergunta, aliás tive a impressão que o oficial nem olhou pra minha cara direito, só folheou o passaporte, carimbou e me entregou. Não sei se o fato de ter carimbos recentes de outros países ajudou.

    • Adriana

      hummm ia te perguntar isso, acredito que tendo carimbos anteriores ajuda mto, principalemnte quando se é cumprida o prazo dentro da europa. Vc tinha muitos carimbos kkkk ou esse é o segundo?

  • Morgana

    Passei por Barajas em 2004 portanto antes daquele rolo com brasileiros. O Oficial nao me perguntou nada, olhou pra minha cara, carimbou o passaporte e segui em frente..

  • VIctor

    morei em Madrid por 6 meses e viajei algumas vezes para fora dos países do schengen, eu tinha visto de estudante, mas meu amigo que tbm ficou lá 5 meses não tinha, nunca pediram nada pra gente (ok eu tinha o visto) mas ele necas hahahaha 😛

    acho que com essa crise que a espanha em especial ta vivendo, os policiais ficam mais amigavéis… sl

  • Fabrício Reis

    Fui em 2011, em maio. Estava com toda documentação certinha. Tudo que era exigido, imprimi e coloquei em um classificador. Quando cheguei em Barajas com minha esposa e nos dirigimos para a fila de imigração, tivemos uma surpresa: o classificador tinha ficado no Brasil. Claro que bateu um desespero e isso deve ter ficado estampado em nossas caras, mas fomos em frente. O policial não era simpático, mas só precisei responder a primeira pergunta, sobre se éramos casados. A segunda pergunta eu não entendi, porque ele falou muito rápido. Pedi para responder porque eu não falo bem espanhol e ele olhou para minha cara, depois para cara de minha esposa, carimbou os passaportes e passamos numa boa. Aí foi literalmente um "foi com a nossa cara".

  • Anderson Brito

    Não quero correr esse risco, obrigado!

    Por mais 100 dólares evito esse aeroporto (e a Ibéria também ;-), vou pela KLM e não fico tenso a toa!

  • Julianna

    Comigo foi muito, muito sossegado mesmo. E olha que na ida Madrid foi só conexão para Valencia, depois eu ia pra outras cidades da Europa, voltava a Madrid, ficava dois dias e vinha pro Brasil. O policial não pediu para ver nada. Apenas fez uma pergunta induzindo a resposta, que era a de se eu estava lá a turismo. Mas tb se precisasse tinha tudo em mãos, todos os comprovantes de passagem, todas as reversas, tudinho…

  • Giselle

    Pra mim foi muiiiito tranquilo, entrei a tarde e só me foi exigido o passaporte.

    As perguntas foram:

    – Quantos dia vai ficar ?

    – Qual o motivo da viagem ? (Se vc não tiver o visto de trabalho, responsa turismo)

    – Qual destino final ?

    Não fiquei 5 min com o policial.

    Uma dica valiosíssima que me deram antes de viajar e que eu comprovei que é verdade. Podem perceber, mas os policiais encrencam mais com quem tem aspecto "mochileiro", portanto, separem uma roupa mais bem arrumada, pra passar por ali ! Não custa nada trocar o tênis por um sapato e, especialmente pra mulheres, colocar a mochila em uma bolsa..

    TODAS as pessoas que estavam com aspecto de mochileiro foram paradas na alfandega e foi exigido todos os documentos, para a soutras pessoas, inclusive pra mim, que já sabia disso, não demorou nem 5 minutos..

    Quanto a carta convite, eu também ia levar, mas, até isso, por muitas vezes eles encrencam pq pedem pra ser reconhecida em cartório, então, só a documentação necessária e a roupa certa, nesses tempos de crise pelo menos, já é o convite de entrada.. Cheguei em Madrid no dia 3 de fevereiro.

    Espero ter ajudado !

    Beijos !

    • Cristiano Alves

      Tive que passar quase 1h respondendo a policiais italianos pq eu ia à Rússia. E eu não parecia com mochileiro, estava de capa, gravata e por cima da camisa social ainda usava colete. Espero que não me encham o saco na Espanha.

    • Cleiton Hecht

      Olá vou fazer conexão nesse aeroporto de Madri para eu ir para Lisboa.
      Quero saber essas perguntas que eles fazem pode responder em Português ou tem que ser em Espanhol.
      aguem pode me ajudar.

  • Ricardo

    Concordo plenamente, no meu caso em janeiro de 2010 o policial foi até simpático (brincou com meu sobrenome) perguntando para minha esposa se esse alemão era bonzinho. Talvez não sirva de comparação por que chegamos de madrugada e como escala para Londres, os oficiais estavam até sonolentos e ainda por cima não tinha fila. Lembro que a aeromoça nos entregou a guia de preenchimento ainda em vôo e falei pra minha esposa “Preenchemos na fila, pois a fila deverá estar grande”, resultado chegamos no setor de imigração como não havia filas fomos procuramos algum lugar para preencher a guia e o oficial falou “Venha preencha aqui mesmo”, e ali trocamos algumas palavras enquanto preenchia a guia de imigração.

  • Carlos Willian

    Passei por Barajas em 2010 e fiquei bastante assustado ao ver pessoas do meu voo serem chamadas para um local reservado, nao tive maiores problemas, mas o atendente mau humorado me fez várias perguntas e pediu para checar as reservas de voo e hotel, feito isto, carimbou o passaporte e hasta luego… a viagem foi maravilhosa, tanto que vou retornar agora em maio.

  • Levo pessoas para praticar voo livre no Alpes. No primeiro ano que fomos tivemos este receio pois entrariamos por Madri. Foi tudo muito tranquilo, nao nos pediram nada. No ano passado fui sozinho e novamente Madri e nao tive problema algum. Confesso que tive receio antes de ir, mas vi que nao tem muito segredo. Diga seu verdadeiro propósito e se nao for para residir por lá, acredito que nao há problema algum.

  • Diego

    Tive no aeroporto de Madrid também e não tive problemas. Tive a oportunidade de ir em vários lugares na Europa e posso dizer que a imigração mais chata das que fui é da Inglaterra, porém mostrando todos os documentos a entrada é garantida.

    Alemanha também é chatinha, recomendo ter atenção nos documentos para qualquer destino.

    Abraço

  • Eduardo

    Ano passado fui de Iberia a Europa e meu primeiro destino foi Londres. Só passei por Barajas, sem ter que passar pela alfândega. Fiquei somente na ala internacional. Para quem for fazer o mesmo roteito, fica sabendo que a passagem na alfândega será somente na Inglaterra.

  • VIctor

    um ps quanto quem não gostou de madrid. acredito que não tenha conhecido a cidade, porque eu morei lá por 6 meses, já viajei pela europa mais de uma vez de londres a budapeste de berlim a lisboa e desculpa NENHUMA cidade chega aos pé de madrid, cidade limpa, bonita, metro eficiente (LIMPO e confortável, diferente daquele lixo que é o de paris por exemplo), musicais, festas, baladas, restaurantes, chupitos (hahaha),shows, além da simpatia dos espanhóis (diferente dos ogros from cataluña hahaha brincadeirinha, mas é que virei team madrid hahahaha).

    Podem ir pra Madrid que não vão se arrepender, não deixem de consultar os musicais em cartaz na cidade que depois de Londres é a cidade que mais tem teatro na europa!

    Madrid <3

    • Lucas

      hola Victor
      desde 2002 ate 2014 fui varias vezes a madrid pois minhas irmãs são residentes legais lá.
      É uma cidade realmente muito limpa,bonita e eficiente onde quase tudo funciona bem.
      cheguei a um ponto de viver por lá 5 anos e mesmo com a crise desejo voltar,
      quem só passou por Gran Via e Plaza de Espanha realmente não conheceu a cidade em si.eu já vi algumas vezes uns brasileiros na fila serem separados pelo modo de se vestirem e nisso os espanhois são muitos exigentes principalmente em madrid.
      um bom sapato qualquer leva muita vantagem em relação a um NIKE.

  • Livia

    Também não tive problemas. Meu passaporte era novo e não tinha nenhum carimbo ainda quando fui, a moça da imigração olhou pra mim e para meu marido, perguntou "enamorados?". Levantamos as mãos esquerdas ao mesmo tempo, ela viu as alianças, deu uma risadinha e nos liberou.

  • Danilo Fernando Silv

    Eu também voltaria fácil, fácil…

    Você pode ir de Madrid para uma cidade sensacional – Toledo (antiga capital do reino hispânico)! É cerca de 30 minutos de trem, vale a pena!

    Outras cidades próximas: Segóvia (meia hora), Aranjuez (45 min.), El Escorial (1h15), Ávila (1h30).

    • Cristiano Alves

      Sempre me rio com o nome desta cidade, pois parece tolete.

  • Laise

    Passei por lá umas três vezes. O máximo que recebi foi um hola! e um carimbo no passaporte..rs

  • Fui em agosto do ano passado com meu irmão e foi super de boa, sem problemas nenhum.

  • Leonay

    Poxa, q bom! Eu gosto de Barcelona, acho à cidade maravilhosa, Ibiza tb… Madrid eu n volto, além de td q citei n achei acolhedor e nem vi grande coisa. N sei se to mal acostumada c Paris onde td é lindo, historico, apaixonante… Sou suspeita a falar da França, moro aqui desde 2005, adoro a arquitetura, gastronomia, enfim, tudo da cultura francesa.

    • Rodrigoclt

      Também acho isso, para mim Madrid não representa nada e o madrilenho é muito prepotente e antipático.

      Já Barcelona é tudo de bom, a cidade respira bom humor, o catalão é muito simpático e hospitaleiro.

      Guardada as devidas proporções, comparo Madrid com São Paulo e Barcelona com o Rio.

  • Rodrigo – GIG

    "levarao", "perguntarao", "eles nao entende"! Com esse vocabulário, você jura que tem mais de 50 carimbos no passaporte?!

    Achei a imigração em MAD muito tranquila. O terminal que a Iberia opera os seus voos "long haul" é muito bem organizado. Só tive um pouco de dificuldade para pegar o dinheiro do tax free por excesso de burocracia dos funcionários. Tive muito mais facilidade nos aeroportos de EZE e CPH, por exemplo.

    A imigração no LGW foi mais exigente.

    • Joshilton

      Tb achei incrível ele falar isso na imigração … Nunca tive problemas, acho que pela minha idade

    • wellerson

      Caro Rodrigo,

      Realmente cometo muito erro em portugues,

      acredito que seja por causa de minha trajetoria.falo mais de 5 linguas.

      Sou Filho de françes e mae brasileira ter nascido em londres e viver até 5 anos.ja orei em 20 paises diferente por causa do trabalho de meu Pai.

      Abaço Professor de Portugues

  • Lucas

    Comigo também foi tranquilo. O cara carimbou direto sem perguntas. Talvez pelo horário, o vôo chegou bem cedo, umas 6:00h.

  • Valdinho Pellin

    Voltei de lá a algumas semanas e minha imigração em Barajas foi super tranquila. Menos de um minuto e três Perguntas: a)qual o motivo da viagem; b) Mostre-me a passagem de volta e c) Mostre-me a reserva dos hotéis. Tudo super tranquilo mas não se iludam não isso está acontecendo porque a Espanha está mergulhada em uma crise enorme.

  • Ricardo

    Entrei duas vezes por Barajas. Na primeira, em 2007, o oficial carimbou meu passaporte sem me fazer perguntas. Na segunda, em 2010, o oficial fez duas ou três perguntas – tipo qual o objetivo da viagem, onde ficaria hospedado…

    Por outro lado, em 2009, no aeroporto de Heathrow, em Londres, o bicho pegou. Não cheguei a ir para a salinha mas o Oficial me entrevistou durante mais de 30m. Fez todo tipo de pergunta que vcs possam imaginar. Os caras em Londres são muito chatos mas no final deu tudo certo.

    Estou indo para Londres em julho para as olimpíadas. Se os oficiais me encherem o saco novamente, vou dar uma bela de uma esnobada neles. Por sinal, isso funciona. Eles notam que vc está muito confiante.

    Mas a dica fundamental é levar os documentos exigidos e não entrar em contradição em nenhuma hipótese, ou seja, não mentir.

    Boa viagem

  • Matheus Souza

    Já entrei por Barajas umas 8 vezes…. e nunca tive problema….

    Mas numa das vezes uma mocinha dentro do avião puxou papo comigo, e disse que estava com medo da imigração e foi contando sua história. Dava pra perceber que ela não estava indo bem intencionada pra Europa. Na hora de sairmos da aeronave ela me pediu para que passasse com ela na Imigração, alegando que não falava espanhol e queria que alguém falasse por ela.

    Disse pra ela que na Imigração TODOS devem passar sozinhos, e não poderia ajudá-la…

    Não deu outra… quando estava saindo por trás das cabines de imigração, pra tomar o elevador e descer, vi a mocinha saindo escoltada pra salinha da esquerda do saguão…

    Magina se eu tivesse resolvido ser bonzinho pra moça?! Tava preso lá até hoje

    hahahaha

    • Camille Panzera

      É, Matheus. Nesse tipo de situação quem é ingênuo pode se dar mal.

    • titobosco

      Ia aparecer no JN como cafetão rsrsrs brincadeiras a parte, deve ser terrivel a sensacao de "barrados no baile, digo em Barajas", como estou programando minha primeira ida (trip/mochilao) para Europa em breve, tenho pesquisado voos para Frankfurt e Lisboa, mas o pior é que por MAD é bem mais em conta…

  • Douglas

    Ja passei pelo aeroporto de barajas em maio de 2009 e nao tive problemas, estava fazendo uma escala com destino final pra Londres.

    Em Londres pediram muitos documentos, mas me deixaram entrar apos uma espera de 30 minutos mais ou menos.

  • Magno Costa

    Fui em Madri em agosto/2011. Fui muito bem tratado nesse aeroporto. Inclusive o funcionário da imigração perguntou por que ficaríamos tão pouco tempo!

    É um aeroporto enorme e muito bem organizado!

  • Giovanni

    Fui para Madrid em 2010, felizmente não tenho problema com minha entrada na Espanha por ter passaporte de lá, mas fiquei muito preocupado com uma garota que estava no telefone ligando para os pais no Brasil, chorando muito pois ela entrou mas a irmã não conseguiu entrar… infelizmente não consegui ajudar, na vdd, eu não sei qual era o propósito da viagem delas mas elas tinham em torno de 18/20 anos.

    Pode até ser tranquilo para alguns, mas não pensem que é só chegar sem tomar todos os cuidados necessários antes… outros aeroportos complicados são os da Inglaterra, vi várias pessoas serem barradas lá também! Tanto no Heathrow como no Luton…

  • Luciane

    Ja estive em Madrid duas vezes, e em ambas o policial não me perguntou absolutamente nada. Eu não costumo levar muito dinheiro e nem extrato bancario, mas cartões internacionais, e tem sido aceita esta justificativa. Creio que tambem ajuda ter o passaporte ja carimbado por outras viagens, mas em caso de novatos, aconselho levar reservas de hoteis impressas.

  • Aline

    Também foi tranquilo pra mim. Morri de medo porque mulher, 20 e poucos anos, sozinha… Tenho o visto americano e, antes do policial perguntar alguma coisa, ele olhou o visto, comentou com outro policial que eu tinha o visto e carimbou meu passaporte. Acho que se eu não tivesse o visto ia demorar mais, mas seria tranquilo também.

  • Rodrigo Souza

    Fiz uma Eurotip que comecou dia 26/01/12 e a cidade inicial foi Barcelona, mas meu voo fez escala em Madri em Barrajas, e por tanto minha inmigração foi neste aeroporto…suavas em bicas de medo…Mas foi tudo muito tranquilo…ao passar pela porta que dá acesso aos guardas um dele me pediu o passaporte e perguntou se eu era brasileiro. respondi que sim e ele me perguntou se eu ia morar. Suspendia sombrancelha, dei um sonoro CLARO QUE NÂO e disse que ficaria 2 dias em Barcelona e iria pra Paris, e ele mandou que eu seguisse a diante.

    Chegando no guiche uma policial me atendeu e carimbou meu passaporte sem nem olhar pra minha cara.

    Foi um momento meio tenso, por minha parte, mas por eles…fui totalmente ignorado.

    Barcelona é linda, e a Eurotrip, por Barcelona, Paris, Roma e fim em Madri foi muito boa, espero que estes espanhois parem com essa palhaçada pois eles precisam de nosso $$ e nos precisamos conhecer esses lugares lindos. Não deixem de levar toda documentação certinha, eu levei e não precisei, mas com certeza teria ajudado caso necessário.

  • Luiz

    Se depender de mim, a Espanha está fora dos meus destinos de viagem.

    Os espanhois, desde antes da colonização do Brasil são considerados pelos demais países europeus como os 'cucarachos' do velho continente.

    Sempre quiseram fazer graça para os vizinhos mais desenvolvidos para tentar entrar no grupo dos países de primeiro mundo.

    Depois que conseguiram participar da zona do euro, resolveram crescer em cima de países supostamente menos favorecidos (como o Brasil, antes de se tornar a atual terra da prosperidade) e barravam sem dó os turistas (ou meros viajantes em passagem) apenas para cumprir metas e mostrar aos primos ricos, que eles estava fazendo o dever de casa e coibindo uma imigração irregular.

    Hoje, a moeda se inverteu. Estamos em ascensão, enquanto que eles estão em recessão (vendendo o almoço para comprar o jantar), daí, passaram a depender dos brazukas endinheirados para ajudar a salvar a sua economia.

    Particularmente, prefiro gastar meu dinheiro em qualquer outro país, que saiba valorizar e respeitar o brasileiro (viajante ou não).

    Ao mesmo tempo, aplaudo o Governo brasileiro que recentemente passou a impor aos visitantes espanhois as mesmas sanções a que nós vínhamos sendo exigidos na imigração espanhola.

    Agora, para equilibrar o jogo, só falta começarmos a prender arbitrariamente cidadãos espanhóis nos nossos aeroportos sob a acusações vazias e injustas de imigração ilegal.

    Já visitei a Espanha (2x) e nunca tive prolemas na imigração deste país, mas, como brasileiro (e viajante), torço para que a Espanha literalmente quebre economicamente e aprenda a lição.

    De nada adiantou terem passado séculos puxando o saco de Inglaterra, França e Alemanha… os espanhóis continuam a ser tão subdesenvolvidos e limitados quanto sempre foram.

    • Marcela

      Concordo com você, Luiz!

      Para mim a Espanha está de fora dos planos de viagens internacionais e assim permanecerá até a péssima imagem que tenho desapareça.

      Até acredito que seja um belo país, mas tem muito lugar bonito no mundo, inclusive na Europa.

    • Cristiano Alves

      A Espanha nao está nos meus planos, mas passo nesse aeroporto a caminho de Moscou, onde fui muito bem recebido no aeroporto de Sheremyetyevo. Espero não ter problemas nesse aeroporto. Sei da má fama dele.

  • Anderson

    Cara, me desculpe, mas do jeito que você escreve mal, e mesmo cometendo erros crassos de português ainda se acha o tal, fico imaginando como se expressa em espanhol e como encarou a conversa com o oficial de imigração. Não me admira que tenha sido levado para a salinha.

    • wellerson

      Caro Anderson,

      Nao sou o tal,Acredito ser mais que ele.

      Pode Deixar vou entrar numa aula de Portugues…

      Valeu pelo toque

  • Angela

    Entrei em 2009 e 2010, sem maiores problemas. Nunca me pediram nada, mas sempre levei tudo em maos. Tenho um bom espanhol, e sempre foram simpaticos comigo, mas nem proximo com o que cremos que é simpatico para nós. Os madrilenos podem assustar, com o espanhol mais rispido e forte que o que temos na America do Sul, mas eles sao encantadores uma vez conhecidos. Trabalhei estes anos na Africa para uma empresa espanhola, e sei tambem que existe uma parte da sociedade espanhola que poe a culpa no estrangeiro, e nós "sudacas" (sul-americanos ou em Portugal, os "zucas" -brazucas)sao alvo de violencia, de mal tratamento, de xenofobia. Há as duas faces da moeda. Como foi com a Argentina tambem, na decada de 80 eramos tratados com desdem; passada a crise, eles nao viram com bons olhos os brasileiros invandido seu territorio (invertendo o que acontecia aqui no Sul), e depois; viram que o turismo externo era uma solução para a crise. Assim está a Europa, vivendo algo que nunca viveu.

  • anne

    No final de dezembro parei em Madrid para uma conexão e infelizmente o final não foi tão feliz. A polícia não foi em nenhum momento mal educada comigo, mas ficou claro o preconceito que os espanhóis tem contra os latinos. No meu voo voltaram 12 brasileiros, apesar de ter levado no bom humor, a situação foi humilhante. A minha documentação estava incorreta de acordo com eles, eu já tinha feito esse mesmo trajeto em março quando fui para um congresso internacional de nutrição e não tive problema algum. Malas extraviadas, fiquei 3 dias com a roupa do corpo e perdi muito dinheiro. Não desejo o que passei para ninguém!

  • Graziele

    Vim para Itália passando por Madrid, vim com passaporte Italiano, passei direto.

    Minha amiga veio com o brasileiro, precisou esperar mais tempo na fila, mas só fizeram algumas perguntas também. Muito tranquilo 😉

  • Mariana Faria

    Passei por Bajaras em 2008 com destino a Lisboa. Eu estava indo fazer um intercâmbio, e estava com passagem de volta marcada para dali mais de 3 meses, mas por causa de infinitas burocracias da instituição do intercâmbio, não consegui tirar o visto a tempo. Eu tinha em mãos a comprovação do intercâmbio, da bolsa, da entrada no processo do visto (que seria retirado em Sevilla) e pouquíssimo dinheiro (estudante, né, minha gente). Era mulher brasileira e estava sozinha, o que não ajudava. Fiquei muito tensa com a situação; o policial perguntou o que eu ia fazer em Lisboa e eu disse que estava de férias (o que não era mentira, já que eram férias escolares), ele se assustou e disse "três meses de férias?!" e começou a fazer mil perguntas. Pediu para ver minha passagem para Lisboa, e acho que isso foi um atenuante, como se fosse um "que se dane, agora é problema dos portugueses". Carimbou meu passaporte e me liberou. Na hora, ainda esqueci dos óculos escuros, e o policial foi muito grosso ao me pedir para tirá-los.

    Enfim, para mim foi uma experiência tensa e vale o relato, mas não evitaria o aeroporto por causa disso. Iria de novo sem problemas se estivesse em uma situação mais confortável sem dever nada a ninguém (com dinheiro e documentos válidos, por exemplo). No mais, o aeroporto em si é lindo, grande e tem uma infraestrutura muito boa. Nada contra 🙂

  • Desembarquei em Madri em out/2010 e processo de imigração foi muito simples. Nenhuma simpatia, mas nenhuma rigidez. O Agente apenas verificou meu passaporte, minhas passagens, onde eu ficaria e liberou. Não levou 2 minutos. O importante é ter todos os documentos e ir tranquilo. Agora quem quer fazer coisa errada, aí é outra coisa…

  • Ricardo

    Eu fui submetido a várias e várias perguntas, mesmo tendo todos os documentos possíveis e imagináveis à mão.

    A impressão que tive é que só fui liberado quando comprovei que era advogado no Brasil, através da minha OAB. Isso parece ter comprovado que eu não pretendia me mudar, apenas fazer turismo…

  • Rita

    Comigo não foi assim tão tranquilo, estava indo para Portugal e tive que parar em Madri, la fizeram muitas perguntas e ate foram um tanto rudes, eu estava com visto de estudante, com comprovativos de bolsa de estudo, arrendamento de quarto na residencia universitaria e matricula na universidade com tudo ja pago. Sao tremendamente mal educados, durante o curso tive amigas portuguesas que foram com a familia nas ferias e o tratamento foi igualmente ruim. Creio que ir ou parar em Madri sem problemas ]e pura sorte, nao interessa se estao legais, mentindo ou nao, o tratamento e o mesmo. Temos que todos os documentos em maos, e se possivel algum contacto que possa confirmar sua ida, motivos de viagem e etc.

  • Eu já passei por Barajas e preciso dizer que não tive nenhum problema.

    Desembarquei em dezembro de 2010 em Madrid para um passeio de 10 dias na Espanha e França. Após um vôo Iberiano (quem já passou por um, sabe do que eu tô falando…) eu estava quase anestesiada pelo cansaço. Ainda no Brasil, meu vôo chegou cedo demais em Guarulhos e às 18hs eu já estava fazendo check in para o vôo com destino a Madrid que sairia às 21. Na hora do check-in, o horário previsto do vôo era 22hs. Ou seja: se já está cagado no check-in, baby… forget it. O vôo tinha ficado preso em uma nevasca na europa e blablabla. Saímos meia noite, com módicas 3hs de atraso. Devidamente embarcados no vôo lotado, ouvimos o piloto se desculpar e enfrentamos muita turbulência no caminho. Passava das 10 da manhã quando descemos em Madrid. Ok, agora vocês já tem uma ideia do quanto eu estava… receptiva.

    Pausa: como esperta que sou, já sabendo de toda a fama de Barajas, juntei tudo quanto foi documento, papel, comprovante , embrulho de pão, enfim! Fiz um calhamaço de dar inveja a quem vai tirar o visto americano. Voltando ao assunto…

    Eu desci do avião completamente exausta, após mais de 24hs depois de ter saído de casa, enfim. Juro, fui andando “pro rumo”, seguindo a galera. Andei léguas e léguas! Para os padrões brasileiros, Barajas é um aeroporto infinito! Anda, anda, esteira, anda, anda, “trenzinho”, anda, anda, escada rolante… A minha impressão é que eu estava indo pra Lisboa a pé. E eis que em uma curva, puft! Lá estão as cabines e os temidos oficiais de imigração, com um uniforme de gosto duvidoso e jeitinho de poucos amigos. Ficamos na fila (o plural aê é meu marido!) para os non-citzen e já fomos pegando a pastinha (eu disse que era muita coisa!). Não vimos ngm ser desviado pra nenhuma salinha. Pra nos chamar o oficial deu um resmungo. A gente se aproximou e entregou os passaportes.

    E começou… ele olhou bem pra mim e soltou um: “quita las kfdjksr” . Eu: “como?”. Ele: “jfiejgfr!”. Se ele não tivesse feito um gesto apontando para os óculos a gente estava nessa até hj. Jamais iria entender e juro que nem lembrava que estava de óculos escuros. Ok, mancada minha! Óculos devidamente retirados ele solta um “fdsrjgf dsfhdjh!” e faz o gesto indicando que eu poderia coloca-los novamente. Nessa hora eu fiquei um pouco chateada, imaginando quão bela eu deveria estar pro oficial mandar eu voltar com os óculos… Rs! Mas não é esse o ponto…

    Ele perguntou: “Quanto tempo vão ficar?”, “Vão a quais cidades?” e “Que dia voltam para o Brasil?”. Respondemos no meu portunhol-pau-pra-toda-obra, e quando eu tentei sacar minha super-hiper-ultra pastinha de documentos para garantir o que eu estava dizendo ele só disse: “No es necesario” (Essa eu entendi!). Tanto trabalho por nada… Mas melhor assim né?! 😉

    Continuamos andando, andando, andando até a restituição de bagagem. Dali as coisas ficam perto. Passamos pela alfândega e um tiozinho não foi com a minha cara (afinal, eu vi todo mundo passando na boa…) e pediu pra eu colocar todas as malas no raio x. Pelamôr… Enfim!

    Madrid, linda Madrid! Confortáveis 3 graus e um ótimo passeio. Adorei tudo! Dentre os aeroportos que conheço na europa, realmente Barajas faz jus à fama de durão. Todos os outros eu achei muito mais tranquilo. Frankfurt o oficial nem olhou na minha cara (eu tô neurada com isso até hj!). Mas aqui: não é nenhum bicho papão. Principalmente qdo estamos fazendo tudo certinho 😉

  • Fabiane

    Comigo foi muito tranquilo e o policial nem olhou na minha cara!! Mas fui preparada e com toda a documentação em mãos.

  • Ricardo

    Me parece que o Wellerson exagerou mas dar uma esnobada na imigração me parece que funciona sim.

    Em Heathrow um conhecido meu filho de um empresário bem sucedido foi para a temida salinha. Ele me contou que foi entrevistado por 3 diferentes oficiais e todos faziam as mesmas perguntas. Irritado até o infinito, ele pediu para os oficiais pegarem um gravador, para que ele não precisasse responder novamente as mesmas perguntas. Em seguida, pediu para eles mandarem ele de volta pro Brasil, que não queria entrar naquele país mais.

    Depois disso os oficiais liberaram a entrada dele no Reino Unido.

    • mth

      É complicado ou complicamos nossa viagem. A Europa está no meio de uma crise, como EUA. Numca tive problema, já passei pela imigração na Inglaterra com medo (temos que ser possitivos) com todos os documentos nas mãos, ate comprovante escolar de meus filhos. Não nos pediram nada, fomos entrevistados por um indiano com tubante, seco, mas educado. Ano passado foi com meu marido a Miami depois de 17 anos, ele ja tinha ido outras vezes a trabalho e o policial da imigração ficou de boca abreta quando soube do tempo que levei para voltar a sua cidade.

      Meu marido já teve que se explicar em Madrid, antes mesmo desta crise, tbe em menos de 2 meses foi 4 vezes a trabalho (bate-volta). Qualquer imigração pegaria; ele explicou mostrou seus documentos e foi liberado com educação.

    • William Godoy

      Eu cheguei em Heathrow sozinho, nem ingles eu falava, so me fizeram algumas perguntas bem simples e me liberaram. Eu tava morrendo de medo. Mas levando todos os papeis que eles precisam ver, nao tem erro.

  • Joshilton

    Bem, agora está tranquilo entrar na Espanha, afinal, eles estão LISOS e nós com GRANA para gastar na Europa.

  • Suzi

    Morei muitos anos na Alemanha e nunca tive problema em nenhum aeroporto.Estou morando no Brasil e em 2010 fui para Alemanha e pela primeira vez via Madri. Tinha todos os documentos , e quando disse que estava indo a passeio eles mudaram o tratamento. Tive sorte de nao me mandarem de volta. Mas a verdade é que nao precisamos de carta convite, como foi citado no texto acima, essa carta só se pede nos países europeus para pessoas que nao tem livre acesso, ou que nao fazem parte da EU. Nós podemos ficar 3 meses sem visto por este motivo é ilegal pedir está tal carta, que no caso de países europeus é a policia federal(rep. estrangeiros) que emite.

    Outra coisa, nao somos obrigados a levar nenhum comprovante de residencia ou possuir bens no brasil, seria o fim, se isso fosse verdade.

    O problema é que eles escolhem a esmo quem entra e quem fica. Essa que é a verdade.

  • Duarte

    Quando voltei de Moscou fui sair para passear em Madrid durante a conexão de quase 1 dia todo. Foi tão tranquilo que passamos por um guichê sem falar nada, o camarada só meteu o carimbo no passaporte. Aí pensei que ainda ia passar pela imigração, quando me dei conta já estava fora do aeroporto.

    • Raf

      O mesmo comigo, só perguntou aonde eu estive antes. Não tive problemas nenhum. Por mais que nas esteiras, e os procedimentos de segurança para check-in/embarque seja bem chato, mas não mais que Moscou.

  • titobosco

    eu teria congelado… mas foi com a cara e a coragem heim. sorte danada!

  • titobosco

    Eu tmb nao prefiro arriscar nao viu. Lisboa ou Frankfurt serão minha porta de entrada para UE.

  • Edinaldo Fernando de

    Acredito que os porblemas que surgem com determinadas pessoas, é pelo fato de não estarem com sua documentação em dia, e pensam que nos países europeus, existe também aquele geitinho brasileiro, onde se ganha as pessoas no papo elegante. No Brasil mentira pode ser transformada em verdade, mas, nos paises sérios mentira é mentira e é crime.Talvez seja por essas razões que muita gente quebra a cara ao chegar em Madrid, no aeroporto de bajaras.

  • Karine Lira

    Pois eh. Nao tive qq problema em Barajas e olhe que ia para cs da minha irma e nao estava com a carta exigida.

  • Eduardo

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Olha os comentários que surgem por aqui Camille. Me parece alguem que nós conhecemos na UVV né??!?!?!!? choreeeeei

  • Elton

    Bom saber que as coisas estão melhorando (também pudera, com a crise). Mas é evidente que tudo é tranquilo para a maioria das pessoas, o que não torna a proporcionalmente alta não-aceitação de brasileiros nos anos anteriores "estatisticamente justa". Vale lembrar que, segundo anunciado, na semana que vem passa a vigorar a "reciprocidade" na recepção de espanhóis no Brasil.

  • MLP

    Para mim e minha esposa pediram passagens internas na europa e de volta, reserva de hotéis, perguntaram se tínhamos cartão de crédito e quanto em dinheiro (não tivemos que mostrar cartão nem o dinheiro).

    No final da viagem, foi a mesma oficial que carimbou a saída. Lembrou de nós e então foi até simpática.

  • Alfredo

    Em agosto fui para a espanha pelo voo da Singapore, cujo destino é Barcelona. Estava ansioso para passar pela tal imigração pq ia fazer uma viagem de 70 dias e meu orçamento tava na pinta dos 60 euros diarios. O oficial somente me perguntou quanto tempo eu ficaria na espanha e a comprovação do albergue. Tinha um voo marcado para poznan no dia seguinte então não ouve nenhum problema. Como a viagem era pelo leste europeu, sai diversas vezes do schengen e no final tinha um voo Sofia(Bulgaria)- Barcelona. Fui um dos primeiro s na fila da imigração mas tinha perdido o papel do meu voo de volta pro brasil e tinha feito a reserva do albergue no dia anterior em Sofia. Eles me mandaram esperar todos passageiros passarem para depois conversarem comigo. Me fizeram mil perguntas sobre minha vida no Brasil, falaram que da proxima vez eu não passava mas que dessa vez eles liberavam… Acho que o importante é levar todos os documentos certinhos… Na minha opinião, o ruim da exigencia de hospedagem é ficar preso ao roteiro. Na ida só fiz reserva para 25 dias de viagem, o resto eu teria que convencer eles caso fosse questionado. Estou planejando outra viagem esse ano mas vou tentar escapar da espanha, hehehe.

  • Gabriela

    Fui para lá com visto de estudante (que foi ignorado e riscado pela alfândega), comprovante de matrícula da escola onde faria MBA, contrato de aluguel do apartamento em Madrid, passagem de volta, cartoes de crédito e cash para comprovar que ficaria um ano estudando em Madrid. Mesmo assim, fui barrada, me disseram que nao tinha documentacao suficiente.

    Tentei entrar no país no dia das eleicoes para Primeiro Ministro no ano passado. A Espanha é atualmente um país com alto índice de desemprego, e, nas poucas semanas que estive por lá antes de tentar estudar em Madrid, constatei que muitos espanhóis estao deixando o país para tentar a vida na América do Sul e demais países europeus. Infelizmente em momentos de crise, os estrangeiros que nao sao turistas tornam-se inimigos para eles. Por isso, acredito que eles devam ter imaginado que a minha vontade era de estudar, tentar arranjar um emprego e ficar na Espanha, já que nao dei motivo nenhum para ser barrada.

    Meu passaporte tinha vários carimbos, tive que tirar um novo por causa dos riscos que ele ganhou na alfândega espanhola.

    Nao tenho a mínima vontade de retornar a esse país por causa do estresse e humilhacao que passei no aeroporto de Barajas. E espero que o Brasil tome alguma atitude recíproca com os cidadaos espanhóis em nossas alfândegas.

  • mth

    Leve seus documentos atualizados. Caso estude leve seus comprovante, seguro etc e boa sorte e boa viagem

  • Ana Carol

    Eu nunca tive problemas, mas sejamos justos, não é uma questão de mentir ou não. Parem de dar razão aos espanhóis, existem muitas denúncias de pessoas em trânsito pela Espanha,com destinos a outros países da Europa para congressos, e atividades acadêmicas com tudo correto e os policiais espanhois além de desrespeitarem esses cidadãos também os fizeram retornar. Sejamos justos, é ótimo que o Brasil tenha adotado a mesma política para com os espanhóis, e sim, a Espanha é linda, ainda quero voltar e recorrer outros cantos ainda não conhecidos.

  • Maurício

    ''Tenha como comprovar que tem pelo menos 60 euros para cada dia da viagem''

    Não fiz uma viagem internacional ainda e tenho muitas dúvidas quanto a isso. Mas vi estudante falar aqui que levou pouquissimo dinheiro pra viagem…. Como funciona isso? Existe uma cota mínima de dinheiro que eu preciso levar? alguém pode me explicar?

  • Rodrigoclt

    KKKKK! Primeiro que se chamando Wellerson vc já tem uma boa chance de ir para as salinhas de qualquer imigração européia.

    Segundo que vc mal sabe escrever em português, imagino então seu espanhol!!!

    Vc è sem noção!!! KKKKK

  • Amanda Marques

    Estive em Madrid em setembro do ano passado e ao passar pela imigração (nos menos de 3 minutos parada no guichê), as duas únicas perguntas que me foram feitas:

    – qual motivo da viagem: vacaciones.

    – tem dinheiro: sim. (quando eu estava abrindo a carteira para mostrar o $ e os cartões o policial disse "não, não precisa mostrar, até logo").

    Simples e rápido. =)

  • Gabi

    Esses tempos fui comprar uma passagem de última hora. A mais barata era Ibéria e a Lufthansa vinha em seguida, por R$800 a mais.

    Eu acabei ficando com medo do barato sair caro (porque iria sozinha, 25 anos, e uma amiga tinha tido uma péssima experiência na época) e fui de Lufthansa, imigrei em Frankfurt.

    To vendo que gastei dinheiro atoa, hahaha…

  • Daniela Alcânt

    Cheguei à Europa por Barajas e não fizeram uma única pergunta a mim e ao meu marido. A policial olhou para a nossa cara para ver se conferia com a foto do passaporte e carimbou. Super tranquilo.

  • Camila

    Eu passei por Barajas em julho/2010, e não foi uma experiência muito legal… Estava com conexão para Istanbul, nem passei pela imigração, mas quase fiquei pelada pra passar no detector de metais: tive que tirar os tênis, abrir a bolsa trocentas vezes e o case do notebook tb, sem contar a cara nada amistosa dos policiais. Foi embaçado!!

    Em maio vou passar pela imigração espanhola, mas agora pelo aeroporto de Barcelona (espero que eles fiquem felizes com nossos gastos por lá)! 😉

  • William Godoy

    O cara é o cara!! Passaporte lotado e ainda vai discutir com o povo da imigracao.. dig din dig din dig din sou f%&$, avassalador, ate na imigracao eu esculacho.. haha

  • Camille Panzera

    Maurício, é exigido que você comprove que possui pelo menos €60 para cada dia da viagem quanto está lá a turismo. Você pode levar pouco dinheiro em nota, por exemplo. Mas se te pedirem, precisa mostrar de outras maneiras que tem condições para se manter. Como alternativa é bom levar seu extrato do banco ou mostrar uma fatura do cartão de crédito indicando o limite, etc.

    Os estudantes tem um visto especial, diferente do visto de turista. Ele é tirado aqui no Brasil antes da viagem para a Espanha. Para obter esse visto os requisitos são outros, e incluem comprovar que o estudante/pais tem como disponibilizar €1.000 para cada mês da viagem. Com os estudantes a formalidade é maior e você precisa comprovar também que tem €1.000 para os gastos iniciais.

  • André

    Também achei que o policial nem tinha como entender o nosso amigo turista brasileiro, já que nem português ele escreve direito.

  • Rafael

    Concordo em gênero, número e grau.

  • Mauricio Mariano

    Kkkkkkkkkkkkkk…

    Resposta do campeão!

    Muito boa, ou você é alguém bem famoso ou nunca passou por um processo de imigração.

  • Camille Panzera

    Gabriela, me parece que a reciprocidade passará a ser verdadeira a partir de abril. 😉

  • Márcia Scaram

    Fomos em três professores para um congresso na Espanha e em Portugal, sendo a primeira parte do congresso em Portugal. Sendo assim, fizemos uma escala em Barajas de 12 horas, por opção nossa, para poder conhecer Madri, porém estávamos muito temerosos com relação a poder sair do aeroporto, visto que no Brasil ninguém sabia nos informar se poderíamos sair do aeroporto de Barajas, nem a própria companhia aérea, a Ibéria, que é de lá mesmo: vai que ao passar pela catraca não pudéssemos voltar, forçando a nossa espera dentro do aeroporto? Não tivemos problemas com os policiais na entrada, apenas respondemos suas perguntas e entramos. Depois fomos direto para o balcão de informações perguntar a pergunta fatídica. A informante deu risada da nossa cara dizendo: "Aqui é Espanha! Claro que podem sair!". Pois então saímos, fizemos um city tour de ônibus maravilhoso. Não pediram pra ver cartão de crédito, conta em banco, nem coisas do tipo, o único inconveniente é que minha colega precisou tirar quase toda a roupa e sapato para o alarme do RX deixar ela passar. Nesta hora foi muito engraçado. Valeu conhecer Barajas, é lindo!

  • Gilliard Rios

    Ano passado passei minhas férias na Suíça, porém tive uma conexão em Madrid. Minha entrada foi super tranquila. Uma agente perguntou apenas para onde eu ia, quanto tempo iria ficar, quanto eu estava levando em dinheiro (no caso, citei valores convertidos para EURO) e mostrei uma carta-convite. Toda a entrevista foi em espanhol.

  • Leonay

    Rodrigo, vc disse tudo: falta hospitalidade e calor humano em Madrid… Barcelona dispensa comentarios, é outra mentalidade, outro ambiente, à cidade é linda e todo mundo mega simpatico. Eu nem diria q as duas cidades estão no mesmo pais tamanha a diferença existente entre ambas… 🙂

  • JOSEPH HILL

    De fato tambem ja precisei fazer imigracao por la, e tambem meia duzia de perguntas e comprovacao de cartao de credito, o demais foi tranquilo e nem tinha muito carimbo de imigracao.

    um dos problemas eh que so na espanha 80% da prostituicao eh de brasileiro, logo eles tambem sabem que apesar de nao serem muitos tem uma cara de rapariga(o)o que leva a eles agire como tal.

    manter uma boa aparencia, eh um passo para demonstrar que voce pode sim permanecer no pais deles, ser sinpatico dentres outros bons comportamentos.

  • Jean

    Não é questão de ser obrigatório ou não, mas essa carta já salvou minha namorada de ser devolvida em Frankfurt e já quebrou alguns galhos mesmo eu viajando todo ano pra visitar minha mãe que vive na alemanha há 20 anos. O cara pergunta pra onde eu vou, digo que visitar minha mãe e apresento carta, muito simples, ela me enviar por fax, com todos os dados, assinada e datada.

    Seguro, carta convite/reserva de hotel, dinheiro, educação, sem mentiras e sem ficar nervoso = 99% de chances de passar sem problemas em qualquer imigração.

  • Marcos Dell Antonio

    Posso estar enganado, mas um país com mais de 20% de desemprego como a Espanha (http://goo.gl/ox8jd) não tem muitos motivos para rejeitar turistas gastadores como os brasileiros …

    Aliás, passei pela imigração da França no final do ano e o agente só teve o trabalho de pegar meu passaporte, carimbar e devolvê-lo. Não ouvi um "a".

  • Pedro Paulo

    A partir de Abril/2012 os espanhóis terão tratamento de reciprocidade pela imigração brasileira (as mesmas exigências que nos fazem ser-lhes-ão feitas). Muito justo, não?

    • Janaina

      Já estava mais do que na hora de isso acontecer! Não somente aos espanhois e sim a todos os imigrantes que chegam por aqui…

  • Julio Amaral

    Eles estão mais flexíveis devido a duas questões, uma é a necessidade extrema de nosso dinheiro e a outra é o uso da reciprocidade pelo governo brasileiro. Agora uma coisa que me admira é ver esses esnobes terem de reconhecer que precisam muito do dinheiro de um povo que até alguns anos atrás só servia pra limpar fossa por lá…hehehe

  • Thiago

    Na Europa nunca tive problemas com imigração porque sou cidadão italiano.

    Em compensação em Miami quase me tiraram o couro. Não sei se foi pelo aspecto mochileiro ou por ser brasileiro usando passaporte italiano.

    Lá em Miami a gente passa por 2 oficiais de imigração, o 1° foi tranquilo, fez umas perguntas básicas e puxou um papo até.

    Mas quando cheguei no 2° oficial com cara de mexicano, ele repetiu tudo as perguntas e eu respondi normalmente. No entanto, atrás dele tinha 2 linhas: verde e vermelha. Ele me mandou ir pra vermelha e aí começou meu calvário.

    Fiquei MAIS DE 1 HORA sendo entrevistado por ele e outro oficial. E de forma agressiva. O cara inclusive disse pra mim "eu acho que tu não ta aqui pra turismo, mas sim pra morar. não estou certo?"

    Nessa hora o cara vai ficando nervoso, o tempo passando, perdi minha conexão pra Philadelphia. Os dois reviraram toda a minha mala, repetiram as mesmas perguntas umas 6 vezes.

    Felizmente no final deu tudo certo e a AA tem um guichê só pra remarcar os voos de quem perde por causa da imigração.

  • Thiago Castro

    Quanto ao passaporte, vc deve ter dado sorte. Eu não arriscaria viajar com o passaporte com menos de 6 meses para a validade.

    • Gustavo

      TRANQUILÁSSO! respondi 3 perguntas, contadas..

  • Tiago

    Passei por Barajas em Agosto, e não tive o menor problema, visto que nem me fizeram pergunta alguma, só carimbaram meu passaporte e desejaram uma ótima estadia.

  • Rodolfo Lucheis

    Bom, passei já duas vezes pela imigração em Barajas e posso dizer que nas duas, foi super tranquilo.

    A primeira vez, me perguntaram: Motivo da viagem? Qual o hotel? Até quando?

    Perguntas respondidas e quando eu fui tirar o voucher do hotel recebi um: Não é necessário, bem vindo a Espanha.

    Na segunda vez, o policial simplesmente pegou meu passaporte, olhou todos os carimbos que eu tinha e carimbou no final deles.

    Eles são treinados para ver se a pessoa tem possibilidade de ficar como imigrante ilegal la, se ela apresenta sinais classicos de nervosismo, etc.

    Dica: Vá com toda a documentação necessária pois quem vai sem, acaba pecando nas perguntas ou no modo de responder, ai sim , eles vão querer investigar ainda mais a vida da pessoa.

  • Janaina

    Já passei por Madrid umas 6 vezes e tive problema uma única vez =(… Estava com 1 amigo arabe e minhas mãos estavam pintadas de henna, fomos mandados pra um cantinho isolado(não foi a salinha do terror), nos chamaram em separado e me fizeram 2 mil perguntas a maior parte sobre dinheiro. Uma das últimas foi: ¿Qué haces aquí en mi país? Ao que prontamente eu respondi: Estoy aquí para ayudar con la crisis financiera, quiero dejar un poco de mi dinero aquí en España. No que prontamente recebi uma carranca e um carimbo com uma estampada que estrondou no recinto, já meu amigo que estava em conexão foi direcionado a outra area e não recebeu "el sello". Então deixo a dica: As pessoas da imigração não olham vc, elas calculam o que e quanto vc tem pra deixar lá no país delas ou mesmo se vc tem a intenção de tirar algo de lá, portanto só viaje se tem como demonstrar que pode se bancar, dinheiro resolve TUDO!!! Em Barajas ou Islamabad

  • izolda

    Estive em outubro de 2011 no aeroporto de barajas, em madrid, e achei muito tranquilo, a ponto do policial nem olhar pra minha cara, nem para de ninguém mais do grupo. Acredito que seja pela melhoria da nossa economia pois temos mais gente viajando para fazer turismo e não para ficar ilegal.

    Também acho sempre importante ir com toda documentação correta e dinheiro pode levar uma pequena quantia em espécie e o resto em cartão travel money.

  • Maria

    O GRANDE problema não é aceitarem ou não a cultura social Brasileira mas, sim, o que alguns Brasileiros têm feito, por se acharem espertinhos.

    Não é uma questão de má vontade, é uma questão de segurança. Em qualquer país se faz o controle dos visitantes.

  • Ana Isabel

    Eu acho q eu podia fazer um post sobre imigração e mandar pra vcs.

    Eu ja fui pra Europa 6x. 1998, 2002, 2004, 2006 (2x) e 2011. Nas ultimas 4 fiz conexao em Madrid e so na ultima nao passei pela imigração, pois a conexao era rápida. E em todas as vezes eu fui para o Reuino Unido. Entao vcs sentiram o drama da imigração. 6x no Reino Unido (a mais temida das imigrações) e 3x em Barajas.

    E em uma dessa vezes, em 2004, eu fui barrada na Inglaterra. E de lá enviada pra Madrid.

    Ninguem aqui tem ideia do que é ser barrada como eu fui.

    Se o pessoal do Melhores Destinos quiser, eu posso enviar minha estoria… Ou meu irmão que estava junto e escreve super bem.

    Das outras vezes, eu passei como se tivesse passaporte diplomático, rsrsr.

  • Emilia

    Passei por Madrid em Janeiro de 2012, com duas filhas adolescentes. Tinha na bolsa a copia do seguro saude, mas eles nao me pediram e nem me perguntaram nada. Nao tive problemas.

  • Julio

    Achei super tranquilo o reembolso do TAX FREE. O funcionário ainda foi super atencioso em me orientar qual opção era mais benéfica no momento (cartão de crédito).

  • Julio

    Já desci em Luton, bem próximo a Londres. Nunca fui tão mal atendido. Os funcionários são tão mal instruídos, que quando eu saia do aeroporto veio uma louca correndo atrás de mim perguntando se eu havia passado pela imigração.

  • Alex

    A minha entrada foi muito tranquila, não perguntaram nada, não fui com seguro saúde (não é obrigatório) e nem com carta convite (fiquei na casa de um amigo). É, tenho cara de bom moço…hehe

  • Cadma

    Fui com minha filha (2006) e fui para a salinha, não importa o que vc tem ou como vc fala, o critério deles independe disto. Eu tinha tudo o que era exigido e comprovei, mas tinha um senhor de idade já avançada que implicou comigo, ordenaram que ele me liberasse logo pq eu estava com uma criança pequena e ele colocou meu passaporte por último, quando o superior dele retornou e me viu reclamou e me liberou. Fiquei muito triste com o comportamento deles, nós brasileiros somos tão receptivos, braços abertos, sorrisos largos.

    • Ricardo

      Sou filho de Portuguê e tenho a cidadania,mas penso que na Espanha há um recalque maior com os Brasileiros,mas que já está sendo superado pelas exigências que o Brasil agora tb faz aos cidadãos Espanhois(Igualdade de condiçoes) e nada como uma crise economica com um crescimento do Brasil, para nos quererem lá de Braços abertos!!! Espanhois da emigração a parte,o povo em usa maioria é simpático e hospitaleiro e Madrid um encanto!!!

  • Camille Panzera

    É só levar os documentos que eles pedem… vai sem medo. 😉

  • Maria

    Luiz

    Parece-me uma pessoa muito ressábiada.

    Que mal lhe fez o povo espanhol para tanto râncor?

    Cada povo tem as suas características e há que compreendê-las. Agora o Brasil está a desalavancar mas, ainda lhe falta muito para chegar a estar estável.O mundo dá muita volta e nunca se sabe o que nos está reservado.

    Esnobar os outros, só mostra a nossa pequenês de espirito e caractér.

    Onde está esse espírito brasileiro de AMOR e TRANQUILIDADE, que é tão característico e fácil de sair pela boca?

    Será que é só "para Inglês ver"? Será que é tique de boca?

    Meu caro, como muito apregoam também, e que eu concordo inteiramente, é que para se mudar, melhorar é preciso ser motivado elogiado, TUDO PELA POSITIVA! Concorda? Esta é a filosofia que o povo brasileiro pratica ou será que é só para mostrar (vender) ao mundo?

    Pode, até, não gostar dos hábitos de um povo, concordo, mas será mais inteligente não criticar e decidir não ir.Tem toda a legitimidade para o fazer.

    Imagine que os Espanhóis ou outro povo, classifica os brasileiros negativamente, porque tal como o sr., podem ter a sua opinião,não gostarem dos hábitos sócio-culturais, será que gostará da sua avaliação?

    Bem,por aqui me fico, sem querer dar o "nome aos bois" porque prezo muito a educação e a solidariedade.

    Afinal, um pouco de humildade e sabedoria só fica bem a quem quer crescer pessoalmente, e quer também apostar num país melhor , em progresso e que pretende ajudar os outros.

    P.S. Olhe que não sou espanhola e também posso ter as minhas divergências com eles mas, é bom ter-mos uma base de HUMILDADE!

  • Maria

    Muito incómoda a situação, sem dúvida.

    Só quero fazer aqui uma apreciação os espanhóis é que são latinos. Os brasileiros são sul americanos e falam uma língua latina. Foi, concerteza,um lapso no texto mas, é bom que se retifique para não induzir em erro.

    Cumprimentos.

  • Airan Borges

    Olá Pessoal,

    Bem, estive no Barajas em 2008, início da crise, segundo alguns. Fui muito tensa, pois também tinha ouvido a "fama" do aeroporto. Passei pela imigração (a famigerada "salinha") e fui a primeira a ser chamada, dentre os que para lá foram enviados.

    O policial foi um tanto quanto "grosseiro", sentando na mesa e fazendo as perguntas já mencionadas em outros comentários. Respondi a todas e, quando chegou no item dinheiro, a autoridade pediu para ver o que eu possuía "em espécie". Perguntei se ele queria ver o extrato do cartão internacional, mas ele recusou. Por fim, e para meu espanto, ele não só perguntou o lugar de minha hospedagem, como ligou para o Museu no qual eu faria o estágio de pesquisa.

    Meu conselho, se é que cabe algum aqui, é que não confies no extrato do cartão. Leve dinheiro, se possível um pouco a mais do exigido, e vá munido de todos os documentos possíveis e imagináveis.

    A Espanha é linda, principalmente o sudoeste, vale o esforço.

    Abraços,

    Airan

    • Camille Panzera

      Legal, Airan. Bem pertinentes seus comentários.

  • Renata

    Gabi, como foi sua imigração? Chego em Frankfurt para minha pequena viagem em abril… Obrigada!

  • Rubens

    Estive eu e minha esposa em janeiro. Somos adultos jovens e o policial nem olhou para nós. Simplesmente bateu o carimbo. Tinhamos na bagagem de mão todos os comprovantes mas nada nos foi pedido. E vai uma dica – aproveite a viagem a Madrid e va ate Toledo de bate e volta. Muito simples, eh so pegar um trem na estacao de Puerta de Atocha. A cidade eh linda.

  • Carl Silva Wirtanen

    Barajas foi a minha pior experiência de imigração na Europa.Fui participar de um Congresso e passar férias em Tel Aviv ano passado e pelo preço viajei de Iberia e foi um terror.Meu espanhol é zero então tentei falar com o agente da imigração em Inglês/hebraico o que não funcionou.Mostrei a carta convite dos meus amigos de Israel onde iria ficar hospedado(escrita em duas vias,uma em hebraico e a outra em inglês) e o comprovante de participação do congresso.O agente coferiu tudo,inclusive extrato bancário,mostrei os doláres que levava na carteira e mesmo assim me mandaram para a "salinha".Outro agente apareceu e conferiu a documentação e se retirou da sala.Outro agente apareceu olhou a documentação com cara de quem não entendeu nada e disse que iria chamar um outro agente para me "devolver" ao Brasil.Fiquei logo revoltado e disse que só estava lá para conexão que não iria ficar no país dele e que simplemente,eu iria voltar para o Brasil e no dia seguinte iria refazer a viagem via Londres e pelo o que me pareceu ele não falava inglês.O agente saiu da sala e outro apareceu bem sorridente já me saudando em Inglês,conferiu os documentos,levou-me para outra sala e carimbou meu passaporte.Por causa disso,perdi a conexão pra Tel Aviv.A Iberia só tinha voo para o outro dia e queria me mandar para um hotel.O resultado foi um prejuízo que eu não tinha calculado,negociei com a Iberia para trocar o meu trecho MAD-TLV por MAD-FRA e paguei por fora o trecho FRA-TLV.Foi a maior frustração que já tive e depois disso resolvi nunca mais entrar na Europa por Madrid ou visitar a Espanha pelo resto da minha vida.Viajei novamente para Israel em dezembro passado e fui de British mesmo pagando mais caro.Apenas apresentei o passaporte,o bilhete e a carta convite e recebi o carimbo no passaporte.Não demorou nem 5 minutos.Barajas nunca mais.

  • Charles

    Fui a Madri na ultima quarta-feira dia 22/02 … Na imigração o policial nem pra minha cara olhou e nem uma perguntar fez.. Só carimbou êh muito de boa na moraw.. Se tem gente que acha isso difícil êh pq não veio aqui pra Inglaterra pra onde vim hj pela Manha..

  • Diana

    Já passei, foi tranquilo para mim. Fui atendida por uma moça que perguntou a finalidade da viagem, quanto de dinheiro eu trouxe, quanto tempo eu ia ficar lá. O detalhe é que encadernei todos os documentos, incluindo as várias passagens de avião e trem, seguro, comprovante de hospedagem. Tinha tudo organizado e quando ela começou a perguntar eu mostrei a documentação toda organizada e ela me liberou. Sem problema algum. Mas teve uma moça que estava muito nervosa, ela também viajava sozinha. Ela não conseguia responder e entender as perguntas em espanhol, foi encaminhada para uma sala. A questão toda é ter tudo bem organizado.

  • ANA CAROLINA

    Fiz uma viagem em 2009 para Espanha, no ápice do stress de brasileiro sendo deportado. NENHUM problema. Todas as passagens, todas as reservas, visto americano ajuda bastante….

  • Gustavo Kiy

    Olha, passei o carnaval la e desembarquei em Barcelona, tenho varios carimbos dos USA, Japao e Coreia do Sul, a unica coisa da policial foi olhar nos meus olhos e perguntar…estas de vaccaciones…disse sim e ela bateu o carimbo.

  • Servio

    Não tive problemas no aeroporto, mas espanhol é um povo muito mal educado, concordo em não dar mole pros gringos.

  • Max

    Fui em Julho/2010 e Setembro/2011. As duas vezes só carimbaram meu passaporte. Não trocaram nenhuma palavra comigo.

  • Vitor

    Passei por Barajas no último dia 07/02, tenho 20 anos e estava acompanhado da minha irmã, 17. Nossos pais estavam em outros voos. Ao chegar ao policial, saudei-o com um 'hola' e como meu espanhol é deplorável, passei para imediatamente para o inglês. Entretanto, ele insistiu em falar espanhol e a compreensão tornou-se defasada. Estava munido de todos os documentos de viagem, reservas de hoteis, passagem para os outros países, aluguel de carro, passagem de volta para o Brasil. Ele quis ver realmente TUDO. Ele se dirigia a mim em espanhol e eu sempre lhe respondia em ingles. Creio que ele nao falava ingles porque ao final ele disse, gostaria de fazer mais perguntas, mas voces nao me entendem. Já viajei várias vezes ao exterior e em nenhum outro país, nem mesmo EUA, fui submetido a tanta burocracia.

  • ANA

    Entrei na Espanha sem maiores problemas, ainda paguei o mico de entrar na fila errada, fila dos europeus. Quando percebi que tava na fila errada, o oficial disse que poderia prosseguir. Só carimbou meu passaporte, e nem olhou na minha cara, hahaha… Vai entender.. em compensação, em Londres eu penei.. Fui pra salinha, fiquei 5 horas sendo entrevistada, virou trauma. Tinha todos os documentos, e eles chegaram a me perguntar pq eu tinha levado tantos documentos… :/ Depois passei mais duas vezes em aeroportos diferentes na Inglaterra, e toda vez teve problema. Mas salinha mesmo só na primeira. Valeu de experiência, graças a Deus nunca mais tive problema, e espero nunca mais ter.

  • amilton

    Meu amigoo !!! Vc tem 50 carimbo no passaporte o que é que eu digo de mim que nem passaporte tenho quanto mais carimbo!!!!!!!!!!! Vc é o cara !!!

  • Luiz

    Pode parecer mentira mas quando passei por la em Julho do ano passado nao foi nem 10 segundos ,,, o oficial olhou pra mim ,,, Bom Dia e eu respondi Buenos Dias ai ele Hablas espanol e eu Si ,,, ele carimbou e eu entrei ,,,, Muito facil e sem problemas !!! Mas vi varias pessoas provando onde iriam ficar, o que iriam fazer !

  • Ramon

    Passei pela imigração de Barajas em janeiro de 2012 e o oficial não me pediu nada nem perguntou nada nem mesmo olhou minha foto do passaporte e nem mesmo pra minha cara. Só fez carimbar. Mas eu estava com todos os documentos necessários, caso ele solicitasse (=

  • Larissa

    Estou aqui em Madrid agora e foi tudo tranquilo!!!

  • Tadeu Hyppolito

    Se é uma coisa que detesto é arrogancia !!Visitei a espanha 1 vez nas épocas áureas. Depois que começaram a embaçar conosco, nunca mais pus os pés naquele país ! Vou gastar meu dinheiro onde sou bem recebido ; na França, Alemanha, EUA !Aliás, este é o motivo porque até hoje nunca também nunca baixei na Argentina, que vive dando bola nas costas do Brasil e são bem a cara da Espanha!! Querem um lugar com povo legal, amável e respeitoso ? visitem a Alemanha !! na minha opinião um dos melhores países da Europa … vale a pena

  • Mar

    Concordo com vc Maria!Acho complicado "julgar" uma nação inteira…Penso que nós,como viajantes,devemos aproveitar o que cada lugar tem de melhor.Tb não tenho nenhuma relação com os espanhóis,mas não me agrada esses PRÉconceitos contra espanhóis,americanos,argentinos,etc…

  • Daniele Gruska

    Estive em Madri recentemente e também achei muito tranquilo. Nem me perguntaram nada, só sobre a finalidade da viagem. O problema é que o pessoal quer mentir… aí não dá certo.

  • Fabiano

    Eu viajo muito a argentina e estava chegando em barajas por um vôo do aeroporto de luton na inglaterra, e tinha chegado na europa pelo aeroporto de Heathrow, portanto já tinha visto da inglaterra e vários da argentina, o cara da imigração implicou comigo dizendo que eu era um argentino com visto de brasileiro, pq eu cheguei conversando em espanhol com o cara, depois disso parei de falar em espanhol e só falei em português e dizia que era brasileiro, que minha intenção era turismo, como na verdade era, depois de muito sofrimento ele me deixou entrar, imagina uma coisa sofrida ?! Nem quando fui entrar na suiça foi assim ?

  • Carol

    Olá. Quem já passou por Barajas pode me dar uma opinião?

    Meu passaporte atual vai ter dias menos que 6 meses quando chegar lá.

    Estou na dúvida se faço um novo ou não.

    Não ia fazer, pois neste tenho visto dos EUA e alguns carimbos.

    Porém, também tem um carimbo de ANULADO em cima do carimbo de saída da Argentina, porque meu vôo foi cancelado ano passado por causa do vulcão.

    Sou mulher, 20 e poucos anos, solteira.

    Será que podem implicar com esse ANULADO?

    Ao mesmo tempo, também poderiam implicar com um passaporte em branco.

    Ai dúvida.

    • Francinaldo

      Eu desembarquei em Barajas após conexão em Lisboa. Foi tudo muito tranquilo. Para evitar problemas o melhor é fazer outro passaporte e levar os dois. Consulte a PF para mais informações, em virtude de sua idade e estado civil.

  • Mas o Brasil faz parte da américa latina… Usa-se mais a denominação ibérica para se referir aos espanhóis e portugueses.

  • Marcos Sobral

    To acreditando em tudo…

  • Kalynara

    Também não tive problemas, mas gente, sabe onde me senti constrangida e humilhada? Na Holanda! E olha que meu passaporte tem bastante carimbo e eu estava apenas num vôo de conexão. No desembarque, na porta da aeronave, lá estava a imigração me perguntando o por que eu vinha de Istambul e o que fui fazer lá (uau, perguntas nada a ver com a Holanda!). E olha que na volta o meu vôo de conexão era para??? O Brasil? se eles me deportassem pra aqui era aqui que eu queria ficar mesmo! rsss. Foram tolos e atrapalharam a fila!

  • Kalynara

    Wellerson, concordo com você! Em Dubai tive que agir assim, grosseiramente!

  • Luiz

    Prezada Maria.

    Pelo seu portugues, acredito que tenhas origem lusitana, não ?

    Caso positivo, isto deve justificar essa atitude de defesa dos espanhóis, pois tratam-se, para você, na verdade, de vizinhos territoriais, bem como de parceiros políticos (na zona do euro).

    Reitero tudo que disse em minha colocação inicial, pois acredito que respeito deva ser conseguido com atitude e não apenas por conta de dinheiro no bolso.

    Antes, quando os brasileiros eram vistos como os latinos pobres, serviam de cobaias ao interesse da Espanha em tentar se valorizar no contexto do continente europeu (visando a tentar atingir um nivel parelho com o das grandes nações vizinhas). Agora que somos prósperos e temos uma economia em ascensão, o foco é mudado e o tratamento torna-se cortês e amistoso.

    Daí vem a pergunta… quem é que está maquiando a conduta neste caso (como você fez inferir em relação a um eventual falso perfil positivo do brasileiro) ?

    Nós que sempre fomos uma nação esforçada, que fizemos o nosso dever de casa ou os Espanhois, que antes nos exigiam condutas economicas que eles mesmos não seguiam (daí o efeito da crise atual), nos humilhavam nos aeroportos, discriminavam a nossa presença em seu país, e agora, por conta de um interesse meramente financeiro (quase uma questão de sobrevivência), passam a nos receber de braços abertos ?

    Minha impressão acerca desses cucarachos europeus somente mudará no dia em que eles fizerem um pedido de desculpas formal e mundial, reconhecendo toda a injustiça que praticaram contra os brasileiros (apenas para tentar valorizar sua posição na zona do euro).

    Demonstram ser um país tão medíocre quanto a sua atual condição econômica.

    Como você mesma disse, "o mundo dá muita volta" e o fato é que agora, nesta volta, estamos por cima e os espanhois por baixo. Rogo, sinceramente, que fiquem por lá. Assim, quem sabe ELES tenham a devida noção de HUMILDADE que você espera de nós brasileiros.

  • Leonardo Marques

    Já deu né pessoal? Vamos voltar ao assunto do post que dá mais futuro.

  • Também penso mais ou menos assim. Acabei de retornar de uma competição em Portugal e incluí mais um país. Optei pela Itália. Já estive na Alemanha, Hungria, Turquia (recomendo) e Grécia. A Espanha, infelizmente, fica por último. Acho legal ler tantos relatos de pessoas que não tiveram problemas. Mas o fato é que o cara do passaporte age na maior parte do tempo por amostragem. Para terem uma idéia, em Lisboa me perguntaram se estive em Istambul. Disse que sim (uai, se tem um carimbo no meu passaporte…) e o agente carimbou minha entrada. Brinco com meus colegas sobre esse lance de vistos. Imaginem eu, negrim, com visto americano e uma ida lá nos turcos. Se quiserem pegar no meu pé, já viram.

    Voltando ao assunto, temos que respeitar as idéias de todos. Eu, assim como várias pessoas com as quais converso, vamos gastar nosso dinheiro em outros países. A Europa é vasta, assim como sua cultura e beleza. Claro que depois que eles se reerguerem (espero que consigam), não pensem que essa reciprocidade vai ser a mesma. Tudo vai depender de quão rico nosso Brasil estará.

    Abs e boa viagem a todos.

  • Rafa

    Passei mês passado em Madrid/Barajas. A oficial da imigração olhou meu passaporte, perguntou "Turismo?", eu disse "sí" e ela carimbou. Durou 2 segundos o procedimento. Mas dou toda a razão à imigração espanhola por ser criteriosa em alguns casos. No voo em que eu estava, dava pra perceber pelas fisionomias e pelas conversas que muita gente estava indo pra Espanha pra tentar a sorte mesmo, sobretudo paraguaios, bolivianos e peruanos. E atrás de mim havia 2 brasileiros conversando, ambos eram trabalhadores ilegais na Espanha, eles estavam comentando que mesmo com a crise ainda compensa muito trabalhar lá… Por isso, acho que a Espanha está mais que certa em barrar pessoas suspeitas. Quem quer trabalhar, deve buscar um visto de trabalho e fazer tudo da maneira legal.

  • Rafa

    Discordo completamente de quem disse que Madrid não vale a pena pra visitar. É uma metropóle moderna, limpa, segura e vibrante. Mesmo no inverno, com os termômetros marcando temperaturas negativas, as ruas ficam cheias de gente a qualquer hora do dia ou da noite. Os bares e restaurantes movimentados, as boites cheias de gente, é uma cidade maravilhosa! Gostei muito mais de Madrid que de Barcelona. Com relação ao passeio de Toledo, que muita gente recomendou, eu não sei se é uma boa pedida… Pra mim, foi um desperdício de tempo, perdi um dia em Madrid pra conhecer Toledo e acho que não valeu a pena. É uma cidadezinha antiga com igreja, mesquita e sinagoga… Não vi muita graça. Me arrependi de ter ido

  • Matheus Souza

    sabe… penso que quem não deve não teme..

    ir com a consciência tranquila é o mais importante… não dá nem margem de dúvida ao oficial da imigração.

    Já entrei por Fiumicino, Barcelona e Madrid. Nunca tive nenhum problema…

    O negócio é pesquisar a passagem mais barata e ir na fé.

  • Diego Candido

    Pois é, Charles, também achei a imigração de Madri super tranquila. Mas evidentemente que acontecem os abusos. Já a imigração britânica, na estação Gare Du Nord, em Paris, foi mais chata, mas também conseguimos (eu e mais 05 familiares) passar sem maiores sobressaltos.

  • José

    Para a reciprocidade ser completa, teríamos que exigir além do que nos exigem, novas exigências por nós criadas, de preferência arbitrárias e aleatórias.

  • Luana

    Já passei pela imigração espanhola 3 vezes e nunca me perguntaram nada! Só carimbaram o passaporte.

  • Lilian Ivanovas

    Muito boa!!! kkkkkkkkkkkkk

  • Amanda

    Fui pra Europa… Entrei e sai por Madrid e não tive problema algum. Me pediram a passagem de volta. Mostrei e carimbaram meu passaporte!

  • bethania

    Olá! Adorei o artigo e li todos os comentários… tenho algumas dúvidas, como: onde e como eu tiro esse seguro saúde? e seguro viagem?

    A reserva de hotel precisa ser para TODOS os dias da viagem? Tipo um mês de férias.. preciso estar com a reserva para um mês?

    Vou procurar pelo site essas responstas, mas se alguém me responder aqui vai ser muito útil!!

  • Amanda

    Óbvio que se a pessoa não tem todos os documentos exigidos pelo tratado de Schengen, há uma probabilidade muito grande de ter problemas na imigração. Você pode tanto acabar caindo com um policial que não vai nem olhar sua cara direito quanto para um que vai checar toda a documentação, então pra que arriscar??? Fui para Paris em fevereiro, passando por Lisboa, e eles não pediram absolutamente nada, nem sequer a passagem de volta, mas eu estava tranquila porque tinha tudo em mãos (passagem de volta, comprovante de hospedagem, seguro viagem e o montante de dinheiro exigido pelos dias de permanência). Não custa fazer tudo certinho para evitar dores de cabeça.

    • Fernando

      Bom, Amanda… essa questão de ter todos os documentos exigidos caso eles peçam não é garantia caso o oficial resolva "embaçar" com você. Simples assim.

      Se ele não for com sua cara, já era. Nem adianta reclamar com o Itamaty ou consulado, que não tem jeito. A soberania é deles.

      Há casos em que mesmo estando com tudo certo, pessoas foram deportadas na Espanha, na Ocenia, nas Bahamas.. enfim. Não funciona bem assim, infelizmente.

  • Fernando

    Gente… o melhor relato. haha

  • Fernando

    É que o mundo dá voltas… quem diria qee um dia isso ia acontecer.

    Sei que não se pode generalizar uma nação, mas ver gente defendendo gringos soberbos e xenófobos em tempos de vacas magras que tratam mal os turistas brasileiros (hoje famosos por gastarem muito) é o fim pra mim.

  • Fabrício Reis

    Pois, é. Cara e coragem mesmo!

  • Débora

    Gente é melhor e maior aeroporto que ja vi na minha vida!!rsrsrs é bem tranquilo, pelo menos na vez que fui nao me fizeram muitas perguntas..

  • Camille Panzera

    Bethania, o ideal é você fazer um seguro viagem que englobe seguro médico, repatriação, etc. Para esse caso, ele precisa cobrir pelo menos €30.000.
    Ele pode ser feito por algumas seguradoras na internet – você imprime o comprovante e leva consigo pra viagem. Já fiz com a Mondial, mas como nunca usei não posso falar nada sobre o serviço.

    Algumas modalidades de cartão de crédito também oferecem seguros caso você tenha comprado a passagem através do cartão. Nesse caso é melhor consultar o banco e o contrato para detalhes específicos.

  • Felipe

    Passei por lá em março de 2011, foi até tranquilo de mais, o policial falava portugês e foi bem engraçada a entrevista pois faziamos piadas sempre (claro demos sorte de pegar um policial bem humorado, ele iniciou as piadas não a gente), e ele só estranho eu não ter hotel reservado (eu iria ficar na casa de um amigo Francês), mas quando perguntou quanto de dinheiro eu e meu amigo tinhamos ele liberou, nem precisou comporvar que tinhamos realmente o dinheiro.

  • Delaine

    Só um adendo: possivelmente quem te atendeu não era exatamente indiano, mas um Sikh. É até bastante comum no Reino Unido por ter várias colônias sikhs por lá.

  • Afonso

    Fui a Madrid e Paris nesse mês de fevereiro. Entrei por Madri e as únicas perguntas que fizeram foi quantos dias iria ficar e quantos euros possuia. Foi muito tranquilo.

  • Willian

    Eu tive uma sorte, entrei por Paris… meu primeiro voo na vida… levei a carta do meu namorado… quando cheguei lá… percebi que perdi no avião… com alguns reais e a carta… sorte que nao deixei o passaporte no mesmo lugar… fui seguindo todos.. pois estava perdido e com medo da imigração… eu fui seguindo todos… um homem pediu meu passaporte… eu mostrei… ele deu um carimbo.. nao perguntou nada… e eu procurando a imigração… quando me dei conta… estava fora do aeroporto hahaha… fui dar um role em paris e depois voltei para esperar meu voo… parece muito sossegado pela França =D

  • Bernardo

    Por essa lógica Luiz, não somente os espanhóis são culpados. Hoje os brasileiros são respeitados nos EUA mas antigamente sofríamos muita discriminação nas fronteiras e dentro do país.

    Estive em NY agora e o que vi foram os vendedores falando "obrigado" e brasileiros lotando todas, todas, todas as lojas.

    O povo espanhol é amável, o país é um dos maiores parceiros comerciais do Brasil, a maior comunidade galega fora da europa é na Bahia, ao lado da Argentina, deixe de ressentimentos pois quem perde é você, e não os espanhóis! 🙂 Abs

  • Marcos Sobral

    Tô indo pra Frankfurt (PROMOÇÃO POSTADA NO MD) no dia 30 de março pela Condor (REC x FRA). Se der eu faço um relato detalhado sobre a imigração e mando algumas fotos da Condor. Pelo que me comentam em Frankfurt não tem mto problema e o processo é bem tranquilo. Vi que o Governo Alemão tem até um site em português pra dar dicas de turismo, aluguel de carro, hotéis e fala de imigração também. Parece que eles querem receber turistas e por isso não são de barrar brasileiros, mas vou conferir no fim do mês kkk. Eu posso falar de Lisboa. Quando eu fui em 2010 o processo foi rápido, mas tinha um policial gritando e batendo na mesa PROOOOXIMO!!!! Isso me deixou mto apreensivo na fila. Vi também que eles barraram uma mulher negra com duas crianças que aparentemente estava vindo da Angola. Comigo ele antes de falar qualquer coisa eu já fui dizendo quando entreguei o passaporte: bom dia, estou em conexão para Paris. Ele perguntou a data de volta, eu respondi ele carimbou e pronto. Agora engraçado pq estes portugas são muito estressados. Quando eu tava voltando para o Brasil fui pra fila do "tax free" e tinha dois atendentes em uma cabine onde se pegava o reembolso final. Um dos atendentes se estressou e jogou a cadeira no chão e começou a gritar. Todo mundo na fila ficou sem saber o que fazer e o outro atendente atendendo normalmente. Depois ele colocou a cadeira no lugar e disse: próximo. Né fogo o próximo era eu kkk. Me atendeu super bem. E Eu fiquei morrendo de medo de levar uma cadeirada kkk.

    • titobosco

      Boa cara, faz este super favor para mim em especial, se nao conseguir postar por aqui, me manda via face book de mesmo nome aqui por favor :0 estou planejando minha primeira viagem internacional via FRA ou CDG e em ultimo caso AMS mas to com um putz receio de imigracao e etc ainda mais que será de mochilagem + carta convite + Hostels. vlw.

  • Marcelo

    Não levo e não vou levar extrato de conta bancária e de cartão para uma viagem.

    Não faço a menor questão de entrar em lugares onde não me querem ou ainda, em lugares que colocam obstáculos à minha visita. Portanto, países como EUA e Espanha foram para o fim da fila.

    E a fila é grande.

    • Lay

      Concordo inteiramente, vou p onde sou bem recebida… Dizem q Portugal melhorou muito, mas, Portugal era Punk… aconteceu de deixarem um amigo meu por 10h, o cara azul de fome e ninguém resolvia nada… Brasileiro, negro e pobre ja viu, né? Povo -editado-, Deus me livre!

  • Marcelo

    "aplaudo o Governo brasileiro que recentemente passou a impor aos visitantes espanhois as mesmas sanções a que nós vínhamos sendo exigidos na imigração espanhola"

    A famosa retaliação burra. Quem perde somos nós.

    Seria mais produtivo para nossa economia abrir as portas aos turistas espanhóis e fazer campanha para que os brasileiros não viajassem para a Espanha.

  • titobosco

    Tadeu e a imigracao em Frankfurt é pesada com os sulamericanos? To vendo a possibilidade de entrar na UE por lá, Amsterdam ou por Paris. Qual o menos pior?

    • Lay

      Tito, quer entrar facil na Europa?! Paga mais caro e vem direto por Paris, ninguém enche teu saco, tudo muito tranquilo… diria q Paris n tem alfândega, aquilo é uma verdadeira "pista de pouso"! 😀

  • Kaline

    Estive em Madri na semana do carnaval agora. Foi td mt tranquilo. As perguntas foram bem parecidas: Qt tempo ficará em Madri? Qt dinheiro está trazendo; qual o motivo da viagem.

    os policiais eram simpaticos, ate faziam gracinhas e nao tivemos problemas com roubous e coisas assim na cidade (ja q o país esta em crise ficamos com medo, mas sem necessidade).

  • Freitag

    O esquema é simples: Vc só precisa ter uma boa apresentação!

    Ja passei duas vezes pela imigração de Madrid – Barajas e nenhuma das duas vezes eu tive problemas… Isso que da primeira vez que eu vim, em abril do ano passado, vim sem absolutamente NADA – nada mesmo, eu vim visitar minha mãe que mora aqui e não trouxe carta convite, NENHUM documento dela, não trouxe reserva de hotel, nem nada… Eu sim, tinha de tudo para minha entrada não ser aceita, porque como eu disse, fui sem absolutamente nada. Só com € 600 em espécie. Vim com o passaporte branco ainda por cima, primeira viagem internacional, e eu tinha 18 anos.

    Foi assim:

    ¡Hola! Que haces en España?

    – Hola, vim visitar mi madre (com meu portunhol)

    Logo quando eu falei isso, primeira coisa que ela pediu: "carta de invitación, por favor!"

    – no tengo…

    Ela deu uma risada irônica e disse pra oficial de imigração que tava do lado: "Y este que ha venido visitar su madre y no tiene carta de invitación…"

    E perguntou pra mim: No tienes nenhum documento de tu madre?

    – No…

    Y cuanto de diñero tienes?

    – 600 euros (e ja ia tirando o dinheiro pra mostrar, mas ela nem quis ver e pediu pra eu guardar) – pensei: pronto, é agora que eu volto pro Brasil…

    E ela: Tienes tarjeta de crédito? (cartão de crédito)

    – Sí! – e pediu pra ver o cartão e conferiu se era meu mesmo

    Cuantos días va se aquedar en España?

    – Diez (10)

    E por fim, ela fez cara feia, carimbou o passaporte e disse: "Bueno, pasa!"

    Ou seja, se eles forem com a tua cara, tu entra… Eu tinha tudo pra não entrar, porque fui sem nada nada nada! Mas fui bem sincero e sorte que ela foi com minha cara e me deixou entrar.

    E a outra vez que eu vim pra Espanha (por Barajas também) foi mês passado, mas essa vez eu vim com os documentos da minha mãe e o cara nem fez mais perguntas, só carimbou.

    E ah! Depende muito do humor deles, também.

  • Alex Copenhagen

    Engracado. Nunca passei pela imigracão, mas fiz uma viagem de CPH para Gran Canária na época que estava aquele caos aéreo em funcão do bendito vulcão da Islândia( Iceland ). Retornando para CPH com uma escala em Madrid. Uma loucura total, não saía vôo para lugar nenhum! E por final tive que ficar em Madrid por uma semana esperando uma vaga no primeiro vôo disponível. O interessante foi que eu tinha que pegar minhas malas e as mesmas saíram em uma esteira na área dos vôos internacionais… Bem, após horas esperando as malas na saída, me para um policial falando espanhol. Mas na surpresa respondi em inglês… Ele disse: Fale espanhol pois vc é cubano:):):) Mais 15 minutos perdidos no aeroporto até explicá-lo em "espanhol" que eu não era cubano e não estava chegando de Cuba! Detalhe, se vc não fala espanhol não é tão bem tratado! Experimentei por 7 dias ir ao aeroporto e ter o desprazer de ouvir de funcionários da Ibéria que se eu não falasse em espanhol teria que ESPERAR MAIS. E eu estava na companhia de amigos que não falavam ou entendiam espanhol e gostariam de entender o que se falava! Mas vale a experiência… Madrid é linda!

  • Paulo

    To indo pra Roma com minha namorada no dia 29 de abril,vamos chegar por Madri e confesso que estou um pouco nervoso. Vou levar as reservas dos hoteis em Roma, Veneza, e Paris e do Cruzeiro que vamos fazer saindo de Roma, além de dinheiro em espécie e cartão de crédito. Acho que vai ser tranquilo né galera? Valeu

  • Não se esqueça do seguro saúde. Já fui para a Itália via Barajas! Tranquilo, tranquilo!

  • Renata

    Muito obrigada pelo relato! Fico muito agradecida se puder nos contar como foi sua entrada lá. Eu chego em Frankfurt em 21 de abril. Vou com toda a documentação certinha, mas sempre fico com receio, pois tenho 25 anos, solteira e estarei viajando sozinha…

  • mth

    Era indiano, pois mencionou

  • mth

    é bom acabar o dia desta maneira, num site que viajamos literalmente com as noticias

  • Cesar Gilberto Ferre

    Entrei na Europa três vezes por Madri e uma por Lisboa. Pode parecer piada, mas tive dificuldades

    foi em Lisboa. A última vez que entrei por Madri o Fiscal Alfandegário olhou meu passaporte e depois para mim e disse: vai com Deus. Quem esta indo para a Europa, Barajas é tranquilo!

  • beto

    mariana… essa coisa de "não era mentira pq estava em férias escolares" é q ferra com os turistas brasileiros.

    vc deu sorte. mas, se tivesse pego um oficial de imigração um pouco mais exigente, seria barrada. pois vc mentiu. uma coisa é ir para a Europa "de férias", ou seja, se vai passear, visitar os lugares etc. outra é ir para ESTUDAR por mais de 3 meses (o que precisaria de um visto, como vc bem sabia), mesmo que seja "nas suas férias".

    Depois as pessoas são barradas e acham que são injustiçadas….

  • beto

    suzi, vc está enganada sobre os requisitos para entrar na Espanha. cada país da UE pode decidir o quão rigoroso será para admitir cidadãos dos países que não precisam de visto (como o Brasil). E, como o consulado brasileiro na Espanha informa, no caso de não ter reserva em hotel:

    Para as viagens de caráter turístico ou privado, poderá ser exigida a apresentação de alguns dos seguintes documentos:

    1. Documento comprobatório de um estabelecimento de hospedagem ou carta-convite de um particular, em caso de hospedagem em domicílio particular, expedida segundo o disposto na Ordem RE/1283/2007, de 10 de maio, na qual se estabelecem os termos e requisitos para a expedição da carta de convite de particulares em favor de estrangeiros que pretendam ingressar em território nacional por motivos de caráter turístico ou privado. Em nenhum caso, a carta-convite isentará o indivíduo de atender aos demais requisitos exigidos para o ingresso.

  • beto

    complementando: no caso da Espanha, além dos 60 euros por dia, existe um limite MÍNIMO: para todos os casos, um mínimo de 540 euros por pessoa, mesmo que seja pra ficar 2 ou 3 dias.

    entrem no site do Consulado do Brasil em Madri que explica todas as regras oficiais:
    http://consuladobrasil.es/requisitos/

  • beto

    o que eu já vi em Frankfurt é ter policial (acho que da alfândega) já na saída do avião, antes mesmo de chegar na imigração. umas (poucas) vezes até com cachorro. acho que procuram drogas.

    eles já tiravam da fila passageiro com cara de mochileiro, hippie, independente de ser brasileiro ou europeu.

    tb já vi pararem DEPOIS da imigração e alfândega, um pessoal que fica à paisana e para as pessoas e mostra o crachá.

    mas, sempre digo, quem não deve não teme. uma vez fui parado depois de tudo, me fizeram 2 ou 3 perguntas e depois tchau.

  • beto

    o seguro viagem e seguro saúde vc compra num pacote só… para ir para países da União Europeia, procure a cobertura Schengen (que dá os 30.000 euros de cobertura mencionados). É relativamente barato. Já fiz pela internet através do site segurviaje e funcionou bem (pois um familiar teve que acionar).

    é verdade que alguns cartões de crédito dão um seguro grátis – CASO VC PAGUE A PASSAGEM COM ESSE CARTÃO!

    eu tive que acionar esse seguro do cartão e foi uma chateação só.

    qdo vc compra o seguro viagem/saúde com uma seguradora, se vc precisar acionar, vc liga pra um número X e essa pessoa já resolve a tua situação…. no caso do seguro do cartão de crédito, foi uma via crucis… pois essa pessoa tb cuida de cartão roubado, extraviado etc… aí te transfere para outra e depois as vezes pra uma terceira… e, quando vc tá doente, em outro país, a última coisa que vc quer é lidar com isso… fiquei mais de 1 hora no fone, a ligação caiu TRÊS vezes…. no fim, desisti e fui numa clínica privada e paguei do meu bolso.

    pra ser justo, depois fui reembolsado aqui no Brasil (depois de mandar cópias de tudo, preencher formulários etc).

    mas, hj em dia, prefiro gastar uns R$100 a mais e me poupar dessa chateação que foi usar o seguro do cartão de crédito.

  • Fernando

    kkkkkkkkkkkkkk…adorei o relato também!!

  • Aline

    Passei dia 19/02 e foi mais tranquilo impossível. Perguntaram apenas até que dia iria ficar, mas já tinham carimbado passaporte.

  • Lay

    Aline e Neto?

  • Luiz

    Estava com a minha família. Passaria 4 dias em Madri e depois seguiria para o Porto, em Portugal. Minha família passou direto. Eles me levaram para uma sala um tanto separada mas sem nenhum tipo de porta; Fizeram algumas perguntas mas não chegaram a abrir minha bagagem como de outra brasileira que tb acabara de chagar que foi minuciosamente revistada. Todo o processo foi acompanhado e por dois policiais e um deles registrava todo o processo com uma filmadora profissional. Me liberaram rápido, até pq eu não tinha nenhum motivo para ficar na Espanha.

  • Rodrigo

    Por conta dessa má fama de Madri, também levei meus dois passaportes: um válido (o azul) e outro não válido (o verde), mas com visto americano válido, pois me disseram que causa uma boa impressão.

    O agente em Madri só perguntou meu destino (que era Recife, pois vinha de Istambul) e pediu meu passaporte. Quando dei ambos, ele me devolveu o verde, dizendo que não era mais válido, e carimbou o azul sem problema.

    Em compensação, a imigração em Londres-Heatrow complica bem mais. Fizeram-me algumas perguntas estúpidas, como "Porque você só vai ficar 2 dias em Londres?". Minha vontade era responder que eu tenho um bom emprego no Brasil e não queria ficar como cidadão de 2a classe lá, mas só disse que era uma breve parada antes de ir para a Dinamarca. Ao contrário de um colega aqui no fórum que deu uma esnobada, penso que toda autoridade deve ser respeitada. Além disso, aplicou aquela velha tática de perguntar uma coisa e, mais adiante, repetir a mesma pergunta, pra ver se há contradição. O cara não foi simpático, nem chato, foi neutro, e me liberou sem pedir documentos meus.

    Em Miami, Istambul e Copenhague, entrei sem problema. Na Dinamarca, o agente olhou pro meu passaporte e só fez "Oh, Brazil!" e carimbou. Depois ele ainda disse que minha cunhada tinha um belo sorriso (ousado!).

  • Maurício

    Serio mesmo? nossa!! bom saber!! mas, e pra quem não fala o idioma deles?? seja na França ou Alemanha?

  • Marcos Sobral

    Acho uma boa o MD fazer um apanhado de como é a imigração em diversos países. Isto pq noto que tem mta gente com medo e viajar feliz pq tá gastando pouco mas com medo de voltar sem conhecer nada é fogo kkk. Fica a Dica.

  • Marcos Sobral

    kkk essa foi boa.

  • MAB

    Na frança é igual. Eles fazem isso mais com mulheres desacompanhadas. Fica um corredor polonês de policiais na saida da aeronave. Tem gente que já barrada nessa prévia.

  • MAB

    Sikh É indiano. É a mesma coisa que você falar que o fulano não é egípcio porque ele é cristão.

  • jefferson

    ele te abordaram dessa maneir apq a Turquia é rota de tráfico de drogas. Alem disso, todos sabem que amsterdam tb é. Então, juntando a rota Amsterdam + Turquia=Imigração chata

  • Leandro

    Mais ou menos. O cidadão comum de lá será tão vítima de arbitrariedades como o daqui…

    Nesse ponto concordo com o Ricardo Freire. Devemos disponibilizar a maior FACILIDADE para quem quer visitar o Brasil e deixar seus cobres por aqui. Duvido muito que um Europeu venha aqui para imigrar, como muitos brasileiros fazem por lá. É só dar um volta por qualquer lugar da Europa para entender o motivo de barrarem TANTOS brasileiros. Os honestos pagam pela má fama.

    Deviam era abrir as fronteiras para europeus e americanos gastadores e não dificultar sua entrada…

  • Carlos Silva Wirtane

    Verdade.Não falo espanhol e fui muito mal recebido por causa disso.Além do mais,meu destino era Oriente Médio o que dificultou ainda mais as coisas.

  • Caroline

    Vejo tanta gente reclamando mas imigração é necessaria. Na minha ultima viagem, tinha um senhora carregando kilos e kilos de carne na mala, outro com um monte de contrabando dos EUA.

    Se deixar o negócio muito solto, vira bagunça.

    Todos os meses, milhares de pessoas entram na europa por diversas razões e no momento que você coloca o pézinho lá, passa a ser responsabilidade deles zelar por você e pelo outros. Claro que tem um milhao de injustiças mas há mutos casos que realmente é muito dificíl.

    Outra coisa, este pessoal que trabalha em aeroporto nao precisa de um estudo muito longo para trabalhar na imigração. No brasil e em alguns países, este trabalho é feito pela policia, em outros por uma equipe tercerizada. Tenho uma amiga que trabalha na Alemanah que fala um alemao horrivel e um português sofrível.

    Entao seja legal e ajude o cara a te ajudar 🙂

    Quem pensa que o Brasil é bonzinho na imigração, esqueça. Estao barrando bastante também e europeu que vem no estilo "barraca, chinelo e mochila" já não passa. Presenciei 3x.

    Vejo o povo xingando, dizendo que os europeus sao arrogantes… claro que tem arrogantes mas nao dá para pensar que eles esperam as pessoas na imigração com tapete vermelho e flores. Da mesma forma, quem usa iberia. Iberia é Busão "pinga-pinga" e KLM, Lufthansa é o onibus leito. No final das contas você esta indo viajar e nao comer, ver televisão ou bater papo com os atentendes. Claro que ter conforto é maravilhosa mas traga o seu livro, respire e fundo e aproveite o precinho legal destas empresas.

    Se o cara foi mal educado… deixa ele… vc tá de férias e ele tá lá trabalhando o dia inteiro, com gente chata, filas e filas intermináveis.

    Eu já fiz trilhões de "imigrações" em Madri.. nunca tive problemas sérios… só questão de educação mesmo… Madri é só passagem por que meu destino final que é sempre Munique (hoje eu moro aqui).

  • anne

    concordo !!

  • Cristian Weiss

    Fui a Madrid em novembro e não tive problema algum. Aliás, o policial sequer pediu qualquer documentou ou perguntou algo além de dizer Buenos Dias. Carimbou meu passaporte em seguida e me liberou.

  • Ramon

    Bom eu fui pra Espanha no ano passado, não fizeram pergunta alguma, nem quanto eu tinha de dinheiro, cartão. Era minha primeira viagem para fora do país, 18 anos. Estava com medo, confesso, mas foi tranquilo. Só olharam pra minha cara, e carimbaram.

  • Janaína

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… amei o comentário.

    Estou indo pra Madri daqui a uma semana e já estou com diarreia… arg!

    Valeu Carolina pelo bom humor, me ajudou mto! kakaka

  • jose roberto

    não é burrice, é necessário e a reciprocidade não vai comprometer o fluxo de turistas bem intensionados, espero que detenha os turistas sexuais e demais parasitas que vem ao Brasil.

  • Alex S. Pereira

    Ola boa noite a todos !

    Estou embarcando dia 31 para passar 6 dias em Madri e mais 6 em Paris com um bate volta em Londres. Estou com tudo em dia; passagens, Hotel, roteiros e seguro viagem. Agora gostaria de saber se é necessário levar todo dinheiro em efetivo ou pode ser o cartão de credito internacional?

  • Pedro

    Já estive por Madri, mas não desembarquei pelo Aeroporto, gostaria de saber, já que falam que o Aeroporto é muito grande, se ao passar a imigração, demora para pegar as bagagens e ir para um novo embarque pela easy jet para Lisboa, esta pergunta é que a empresa mudou o voo e tenho menos de 1Hr para fazer o embarque.

  • Diego

    É verdade eu sendo homem, como já tinha carimbo de ida e saída da Espanha e estadia de 15 dias só, ano passado..Eles falaram em Francês comigo, como falo também eles me deram bom dia, me perguntaram para onde ia, disse Toulouse. Daí eles falaram boa viagem, quando sai dela, eles passaram um rádio para o setor onde carimba passaporte cheguei lá, me deram bom dia respondi e me liberaram sem probelmas nenhum, não me perguntaram nada, nem pediram para ver nada. Amei a imigração de Paris, na entrada e na saída.

  • Diego

    Eu também, já tive problemas em Madrid agora mesmo, e olha que já tendo carteira eletônica de residente da Alemanha. Esse pela segunda vez passando por Madrid, me barram porque eu estava com chinelos,bermuda e camiseta, vindo do rio de Janeiro, a mulher perguntou está indo para aonde, eu disse para Munique. Ela imediatamente me mandou para salinha do lado, fiquei lá de sacanagem, pois meu vôo só ia a tarde para Alemanha e eu cheguei lá às 09:00 esperei 3 horas, fui para entrevista cheguei lá apenas disse, sou residente da Alemnha, mostrei minha carteira, eles passaram no Raio infra-vermelho e viram que era original, a oficial me disse, Desculpas senhor quem te impediu de passar, ela me acompanhou e pediu que eu incasse, eu indiquei e ela brigou com a funcionaria que me barrou!..hahaha..ri muito pois ela deveria me perguntar pelos documentos e não já ir querendo me deportar!

  • Diego

    Minha prima tem passaporte Suíço ela sempre vai igual uma p…, quase pelada, eles colocam ela na salinha e quando vão deportá-la ela joga o passaporte da Suíça na cara deles….Pedem milhões de desculpas, e o marido dela passa e fica do outro lado esperando e rindo deles,..hahahaha

  • Denis Martins

    Como eles mandam ela para a salinha sem pedir o passaporte antes?

  • Renato

    Sou cidadão Português, mas nascido no Brasil. Assim sendo, meu passaporte é da UE. Será que vão implicar comigo em Barajas? Alguém sabe se eles vão exigir alguma documentação como exigem para brasileiros?

  • Lauren

    E qual o trabalho de seu pai? Ele é diplomata?

  • Carlos César

    Si señor creo en usted , eres el mejor , habla 5 idiomas pero no escribe nada o sea eres un iliterato. Como te aceptan en tu trabajo si ni escribir sabes ?

  • Nadja Yanna

    Quando vim pra Portugal entrei pela Espanha… Mas a minha foi mais fácil… O oficial falou buenos dias eu dei meu passaporte ele carimbou e disse "boa estada" e pronto… Zero pergunta =]

    Acho que realmente eles fazem perguntas conforme vão com a sua cara ou nao… E olha que eu estava nervosa por ser mulher na casa dos 20 e solteira que é um perfil que eles adoram mandar de volta por conta da prostituição… Mas deu tudo certo e foi muito mais fácil do que eu esperava =]

  • Marcello Ferrer

    Estou programando uma viagem à Espanha no final deste ano, pretendendo ficar em torno de um mês. Li praticamente todos os comentários feitos neste post e pude perceber que a maioria dos relatos não houve grandes problemas. Esta não será minha primeira viagem internacional, mas sim à Europa.

    Logo, quero saber: O fato de entrar no continente por outro país que não este do meu destino final, será menos provável algum problema na imigração?

    Ou seja, confirma-se a ideia de que um voo para Madri com conexão por exemplo em Lisboa ou Paris a entrada é mais garantida?

    Desde já, agradeço.

  • izaira

    Eu também! Fui pra Europa, via Madrid e com meu marido holandês, em agosto passado ,o oficial nem olhou para a minha cara.Mas agora estou indo sozinha, dia 15/04 ( meu marido foi antes)e morrendo de medo.

  • Lauren

    Sua entrada é garantida, sequer passará pela imigração! 🙂

  • Freitag

    A imigração é a mesma, em todos os países da UE. Independente por onde vc entra.

  • Renato

    hummm, entendi! É que vai que implicam igual nos EUA por eu ter nascido no Brasil hehe.

    Obrigado 🙂

  • Marcello Ferrer

    Sim, mas fosse isso, não existiria a "lenda" da tão temida imigração no Aeroporto de Madri. Algum diferencial para essa característica negativa deve existir. E a falta desta em outros países. Não?

  • Breno

    Muito legal o tópico! Viajo para Madrid agora em junho e é bom saber de antemão como anda o clima na imigração por lá.

    Bom, aproveito o comentário para fazer o relato da minha passagem pela imigração em barcelona, no aeroporto de El Prat, em fevereiro desse ano. Acho que pode ser útil para alguém…

    Tenho 23 anos e foi minha primeira viagem internacional. Passaporte limpinho.

    Apesar de ter todos os requisitos (hotel, passagem de volta, seguro saúde, cartão de credito etc), estava com medo, claro. Acontece que foi super tranquilo. Entreguei o passaporte na não do policial e ele apenas carimbou. Sequer me disse "oi".

    De qualquer forma, acho que vai muito da vontade do policial, pois algumas pessoas no guichê ao lado do meu (típico casal em lua de mel!) estavam tendo apresentar toda a documentação e argumentavam bastante com o agente etc.

    Em todo caso, pelo menos na minha breve passagem, não vi ninguém ser deportado. Como já disseram aqui, turista significa dinheiro. E eles estão precisando MUITO por lá…

    • Breno

      Ah! detalhe!

      Fui sozinho nessa viagem. 23 anos, sozinho…e passei numa boa via BCN 🙂

  • Breno

    E sobre o comentário do Wellerson (???), acho que ele tem mais carimbo que páginas no passaporte. Vou te contar, viu…

  • Micheli

    Realmente o aeroporto de Barajas traz alguns problemas para os brasileiros. Durante minha primeira viagem a Europa eu fui para a 'salinha dos encrencados'. Os policiais me trataram mal e fizeram piadinhas como Brasil, fui interrogada por mais de meia hora sendo q o meu destino final era Milão, Itália. Me senti mt humilhada, tive que comprovar o quanto estava levando para minha estada em Milão e mostrar o meu cartão de estudante internacional.

    Eu aconselho que se for sua primeira viagem a Europa que evite esse aeroporto, principalmente se for uma mulher que está viajando sozinha. Infelizmente, somos um alvo fácil, e já vi muita gente que cumpria todos os requisitos, mas não estava com um traje mais serio. Acredite, a roupa que vc usa conta bastante na hora da entrevista, fique atento!

  • Rafael menezes

    Respondi a uma pergunta sobre o que fazia no Brasil. Sem checar doxumentos ou qlq coisa. Londres e bem pior.

  • Silvana

    Yo soy española y muy cortés.No se puede generalizar.

    Gracias.

  • Renata

    Boa noite,

    Acabei de assitir a reportagem do artista bahiano que foi mandado de volta ao Brasil, e resolvi procurar algo mais sobre a imigração no aeroporto de Madrid. Estou indo agora em Junho, sozinha de Férias, estou levando cerca de 37 euros por dia, ficarei 27 dias, mais o Cartão, trabalho aqui no Brasil e ja pedi uma declaração do trabalho para comprovar o vinculo empregaticia, ja tenho a atestação, ou carta convite para comprovar minha estadia, meu destino final é a França, Paris. LEndo os comentarios pensei tambem em levar uma copia da minha conta de luz e do meu contrato de locação. Apesar de todos esses documentos, alguém tem algum conselho para me da? ou outro documento que eu possa levar para eu não ter nenhum tipo de problema?

  • ca

    Boa noite eu tb vi a reportagem. E estou com um pouco de receio… Fazem um mes que eu voltei da italia.. eu tenho um namorado lá e pretendemos casar:)Mas o que mais tenho receio é porque eu fiquei tres meses lá e agora estou tornando para ficar tres meses ( dentro desses tres meeses vamos casar).Sera que eles vao me barrar..??? E se eu falar a verdade que vou me casar é um problema ….??? Bjs me ajudemmmmmmm;)

  • ola fui amsterdam fiquei 45 dias entrei por madri, eu estava com tanto medo mas na hora foi tudo tão tranquilo me fizerao 3 perguntas não durou nem 20 segundos foi tudo muito rapido.pretendo voltar em novenbro.boa sorte para todos e pra mim tambem!

  • oi vc tem tudo mas si eles sismar com vc ai ja´era voltei de amsterdam 4 de abril entrei e sai por madri foi tudo tranquilo. um conselho vai bem vestida eles reparao muito isso. eu levei tanta coisa pra comprovar a minha estadia e não me pediraõ nada so o passaporte não minta e fique tranquila. tudo dar certo.eu estava com tanto medo que nem dormi no voo.anciosa de passar pela temida imigraçao .mas da um alivio quando eles carribão o passaporte .eu vou viajar de novo em breve e vou por madri eu adorei o aeroporto ele é lindo e grande tem que tomar cuidado pra não si perder.boa sorte RENATA tudo dara certo.

  • Renata

    Oi Ana Paula, obrigada pelo conselho, eu ja estou sem dormir agora, mas o negocio é cruzar os dedos. Obrigada!

  • Renata

    Ana Paula, quais foram as perguntas que eles fizeram?

  • KLEBER OLIVEIRA

    TOUR PELA EUROPA

    Madrid – Barcelona – Paris – Amsterdã – Londres e Dublin

    ACHAM Q É SUSSA TENHO TUDO CERTINHO P COMPROVAR MAS VOU SOZINHO E ENCOCNTRO UM AMIGO NO CAMINHO.

    • Denis Martins

      Não esqueça de levar as reservas de hotel/hostel ou uma carta convite do seu amigo

  • matheus

    Olá,

    Vou estudar na Noruega e vou fazer escala da Espanha e Londres. Alguém sabe me afirmar com certeza onde vou fazer a imigração? Pelo que li será em Madrid e também em Londres. Esta correto?

    Valeu MD pelo post sobre o assunto =)

    • matheus

      Correção: não será escala e sim CONEXÃO!

    • Denis Martins

      Você vai fazer no primeiro país onde pousar e fizer conexão

  • matheus

    Denis isso inclui também a Londres pelo fato de estar fora do espaço Schengen?

    Obrigado.

    • Denis Martins

      Matheus, você vai fazer duas conexões? Se for acredito que realmente terá de passar pela imigração novamente, justamente pelo Reino Unido estar fora do tratado!

  • Juliana

    Olá, irei para Paris com escala em Madrí. Estou com 2 receios:

    1.Tenho apenas 1h30 de escala de um voo para outro (como o aeroporto é grande,chego no terminal 4 e vou para o terminal 1), receio ter que pegar metrô ou qualquer atraso no Brasil e perder meu voo de conexão.

    2. Não ficarei em Paris vou para marselha onde só dormirei um dia em um hostel e depois vou para casa de familiares.

    3. Como ficarei um mês e pouco, só fiz uma reserva por cidade.

    4. não tenho carteira assinada no Brasil

    Com esse cenário, estou em risco na imigração de Madrí?

    Obrigada

  • Pedro

    Vou agora em agosto para Europa, entro em Barcelona, depois Roma, Paris, Madrid e volto para o Brasil. Este tipo de rota passando duas vezes pela Espanha gera algum problema? E em Roma e Paris, sabem me informar como é, sendo que não Falo francês nem Italiano?

    • Pedro, você só passa pela imigração uma vez, quando chegar em Barcelona.

  • Thiago

    A carta convite de um brasileiro que irá para a espanha é retirada com facilidade por um espanhol por lá? Em cartório como aqui, ou há alguma dificuldade extra?

    Obrigado

  • iasmin

    oi eu irei para roma mas farei conexao em madri estou com carta convite passagem de ida e volta cartao de credito e com um pouco de euro tem como ficar barrada meu passaporte e recente

  • Lilian

    Olá!!

    Eu irei para Paris, mas farei conexão em Madrid. Fiz um pacote pela agência de turismo, onde passearei por 9 países pela Europa.

    Meu passaporte é novo (jamais usei), tenho os vouchers dos passeios, reservas de hotéis e comprovante do limite de cartão de crédito. Estou indo sozinha até Paris… Será que terei problemas na imigração em Madrid? Precisaria de mais alguma coisa? Abraços, e muito obrigada!

  • Evelyn

    Acabei de voltar de Paris e entrei por Madri.

    Levei todos os documentos necessários e não pediram nada. Nenhuma pergunta, apenas "buenos dia" e carimbaram o passaporte. O único carimbo que eu tinha nele era de uma viagem a Argentina e o visto americano.

    Uma amiga foi comigo e tinha o passaporte novinho, sem nada. Perguntaram apenas se ela iria a passeio, destino final e quantos dias ficaria. Nada demais também.

    Abs

  • JMIFA

    Pessoal, uma dúvida:

    Iremos eu e minha irmão para uma tour pela Europa (Espanha, Itália, França, Inglaterra, Holanda e Portugal) por 30 dias. Nossa entrada/saída será por Barajas. Temos todas as documentações exigidas (Passaporte, passagem ida/volta, carta da empresa com vínculo empregatício, comprovação bancária e saldo suficiente para os 30 dias). Faremos apenas a reserva no hotel em Madri e nas demais cidades iremos fazer na hora.

    Isso pode gerar algum problema na imigração?

    Agradeço desde já!

  • andre

    Vai estudar história meu caro. No século XVI e XVII a Espanha era dona do mundo. França, Inglaterra e muito menos Alemanha mal existiam. Vc já ouviu falar de Carlos V?

  • andre

    Latino se refere à lingua. Ibérico ou Sul-americano se refere à especificidades geográficas. Tanto brasileiros quanto espanhóis ou franceses são latinos quanto à língua. Esse preconceito contra o "latino" é coisa de norte-americano, isso não faz sentido em outros lugares.

  • andre

    Eu sou brasileiro, sou sério e considero o meu país um país sério. Isso é preconceito e ainda por cima contra si próprio.

  • Sérgio Kenned

    De um modo geral, eu nunca gostei mesmo da Espanha, nunca fiz nem faço questão alguma de ir lá. Mas, quanto a questão imigração, eu sempre preferi a Alemã. Não sei se é porque minha primeira imigração na Europa tenha sido por lá e tenha corrido tudo tão bem, mas já voltei outras vezes e nunca me demorei, da última vez que estive lá foi agora em maio/2012 e só me perguntaram quanto dias iria passar, respondi e o cidadaõ me deu boas vindas e pronto.

  • Gustavo

    Ola, primeiramente gostaria de parabenizar o blog, adorei. Minha pergunta e sobre a França, pretendo viajar em fevereiro de 2013, assim que completar 18 anos, porem nao trabalho, e vou ficar na casa de um amigo, vou com passagem de ida e volta e gostaria de saber sobre este ATESTADO DE ACOLHIMENTO, como funciona, essas coisas.

    Muito obrigado

    • Gustavo, até onde sei esse é um documento que seu amigo terá de fazer afirmando que irá recebê-lo em sua casa. Me parece que é feito na polícia

  • Gustavo

    Ah, entendi, e que eu estava olhando e outros blogs e acabei me confundindo rs. Sobre a imigraçao na França e muito complicado? Tenho o ingles no intermediario e espanhol o basico do basico. Fico com um pouco de receio da imigraçao.

    Obrigado

  • Maria da Luz machado

    Nossa tem que ter muito cuidado…Madri é uma cidade linda,os Españois sao pessôas maaravilhosas,eu vivo na España dez anos e entendo perfeitamente que temos que acatar, as leis do pais…pessôas que nao vem bem intecionadas normalmente ficam retidas sim,é normal…como se diz aqui …la Policia no es tonta…

  • adriana doval

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Matheus

    Pessoal,

    Alguém teria mais relatos sobre a imigração em Barcelona? Ou alguém teria relatos de deportação, mesmo apresentando visto de estudos?

    Obrigado,

    Matheus.

  • Pedro Soares

    Chamar Barajas de minúsculo é uma forçação de barra terrível. Esse maluco aí tem complexo de superioridade. 50 carimbos, 5 idiomas… tudo é superlativo.

  • Geisy

    Como la cantante La Mala Rodriguez é vista pelos espanhóis?? Meu sonho é ir a Madrid assistir a un concierto dela e também da Estrella Morente.

  • nique

    a minha entrada foi otima,mais assim q teve a crise financeira mundil eu voltei ao brasil,mais logo depois de meses voltei a espanha policial me barrou dai me fez uma pergunta o pq o motivo da volta ,por causa do visto do passaporte,eu respondi q estava voltando por cauade minha filha que estava me esperando no aeroporto com minha mae,dai depois de 2 horas fui liberada para encontrar com minha filhota que ñ tinha levado ao brasil,mais claro que voltei so para bscar ela q estava com mi mamymais emcompensaçao ñ tive problema nenhummais quem for a espanha nunca fique nervoso pq os policias percebem quem esta nervoso ou ñ entao vaobem tranquilo blz??

  • Vaneza

    Passei por barajas dia 31/08, mt tranquilo.mostrei apenas passaport (jah havia entrado por lisboa ano passado) e ticket das passagens a policial me fez 3 perguntas q ela msma respondia: estas de vacaciones nos es sra? seran 20 dias no es sra?tienes familia en lisboa nos es sra? só me restou responder: sí, sí, sí.O conselho q tds dão aqui:não fiquem nervosos e boa viagem!!

  • hola boa noite

    presizo viajar a espanha urgente como eu poso conseguir um passaport urgente

    aguado noticias de todo como eu deve fazer

  • Louis Fergon

    A maioria de vocês passam a idéia de que não existe problemas para brasileiros na Europa, que quem vai lá passear, estudar, a negócios viverá um sonho de fadas. Existe sim, muito, desde os aeroportos, hotéis, restaurantes, somos tratados com ojeriza. Prostitutos, traficantes, contrabandistas estão em coluio com as autoridades e tem acesso garantido. Outra para quem precisa ir lá: não pague nada via depósito, somente com Cartão e com fornecimento de recibo fiscal ou poderá sofrer calote. Roma, Londres, Madri, Paris tem batedores de carteira e gangues, não aparente ter posses. Não esqueça: fomos colonizados por europeus, aprendemos com eles.

  • ana paula

    oi renata. e ai com foi sua viagem? foi tranquila?

  • Leonay

    Sim, sério… nunca vi ninguém ter problema vindo por Paris ou Alemanha, tranquilo demais.

  • Amanda

    Oi Rodrigo, estou comprando passagem para janeiro e pretendo pegar exatamente este vôo da TAP, é assim mesmo que funciona? Uma vez q vc passe pela policia federal em Lisboa, não tem mais nada em Espanha, em outros países…?

  • calis vinicius

    Passei por Madri no dia 02/11, minha primeira vez na Europa(estou no momento em Torino),a policial da cabine pegou meu passaporte,perguntou se era minha primeira vez e qual o motivo da viagem, respondi que sim e turismo muito friamente e em português, ela pediu que aguardasse um momento e passou meu passaporte para outra policial(muito bonita por sinal)que me chamou e me encaminhou para a tal de salinha junto com duas guatemaltecas, subimos o elevador chegamos na "temida" salinha e nem precisei sentar, pois a mesma ja me chamou para ser entrevistado, mostrei a passagem de volta(sem q ela pedisse)documentos de minha noiva que está fazendo intarcambio aqui na italia e mais nada, ficou ate preocupada com meu voo para torino e até brincou quando viu que ainda tinha muito tempo(faltavam mais de 4 horas para voar) e em menos de 5 minutos estava liberado…portanto, ir para a salinha não quer dizer que será deportado, o importante é ir com tudo certinho e não mentir, a salinha nada tem de aterrorizante, afinal, quem não deve não teme.

  • Rachel Silva.

    vim pra Bruxellas passando por Madri, quase nao deixaram eu entrar, porque minha passagem era pra 4 meses, que ganhei da minha nora, mandaram eu ir pra salinha, perdi meu voo, perguntaram o que ia fazer em Bruxellas! dai me deram outra passagem e deixou eu seguir viagem,quase infartei so de pensar que poderia voltar pro Brasil sem conhecer meu netinho e ver meu filho. Uma policial mulher que me liberou, ja em Londres entrei de boa, nao me perguntaram nada,entrei com minha filha que tem passaporte italiano.

  • Luciana Almeida

    Eu ja sai do Brasil agitada com a ideia de ter que passar por Madrid, e isso deve ter contribuido pro o meu azedume. Eles me pediram para ver comprovante de estadia, cartao de credito, dinheiro, me perguntaram motivo da viagem e se eu tinha namorado la, poxa eu acho que eu estava tao sob pressao que fui um "pouco" desagradavel, tipo eu respondi que era um assunto particular e que ele mesmo sendo o policial nao tinha direito de saber de minha vida amorosa (que ridicula!!!!) resultado, 25 minutos de molho naquela salinha, e eu,talvez por vaidade, nao quis dar o braço a torcer que estava nervosa, peguei uma gramatica de frances, lapis e borracha e fiquei todo o tempo respondendo exercicios, fingindo que nao estava nem ai, ate que veio uma policial e me liberou!!!! uma outra brasileira que estava junto comigo me perguntou o que eu tinha feito, que os dois policiais me olhavam com expressao decontrariedade!!! ja na frança, portugal, italia nada de problema, eles em olham minha cara!!!

    Agora aprendi minha liçao, viajar com tudo certinho e nada de panico!!!

  • margarida

    Silvana,concordo com vc,tem muitos Espnhois cortes.

  • Luísa

    Oi! Sei que este tópico já é um tanto antigo… mas tenho alguns receios e gostaria de pedir conselhos a respeito. Como o MD já me ajudou bastante desde antes do meu cadastro (mais especificamente desde 2011, quando fiz minha primeira viagem de avião, e as dicas me acalmaram), recorro a vocês.

    Não é certeza, mas é possível que no final de junho eu faça a minha primeira viagem internacional – uma semana em congresso. Nem passaporte tenho ainda, pretendo tirá-lo no final de fevereiro (se eu já estiver certa de que realmente irei). No entanto, já ando pesquisando loucamente sobre viagens à Espanha, tô quase sabendo de cor os documentos, huahauhau XD Sou assim mesmo, viagens me deixam muito ansiosa e começo a pesquisar cada detalhe meses antes, seja a outro país ou até mesmo dentro do meu estado XD

    Já tinha ouvido bastante na imprensa sobre os dramas de brasileiros em Barajas e me preocupo, pois prefiro comprar uma passagem direta (da TAM, pois tenho medo da Iberia XD) a ter de fazer conexão em outro país e me arriscar a perder voos e tudo o mais. Por isso, quero tirar algumas dúvidas para me sentir mais segura a esse respeito:

    – Meu passaporte, obviamente, estará limpíssimo, pois será minha primeira viagem internacional. Acham que isso traz algum problema ou desconfiança?

    – É possível que eu vá com dois homens, mas não são meus parentes (meu orientador e um colega). Isso causa alguma desconfiança em relação a mulheres jovens como eu, ainda que eu esteja adequadamente vestida (não estou querendo ser preconceituosa, mas…)?

    – (MINHA MAIOR DÚVIDA) O congresso em questão não é exatamente em Madri, mas em Granada – do aeroporto provavelmente pegaremos um ônibus, pois já vi que os trens de alta velocidade são meio caros. Preciso ter comprovante de reserva das passagens de ônibus também, ou basta a passagem do voo de volta MAD-GRU? É que li em alguns sites que eles podem pedir comprovantes para TODO o trajeto, mas fiquei em dúvida se eles se referiam a trajeto aéreo ou se falavam de viagens em terra também – e, no caso das viagens terrestres, se se tratavam das viagens entre países diferentes ou se mesmo esse trecho Madri-Granada seria incluído.

    – Acham que devo levar (além dos documentos exigidos e do comprovante de inscrição no congresso) alguma declaração de que sou estudante de mestrado da minha instituição? No caso, ela estará em português, podem encrencar com isso?

    – Não sei como funcionam congressos para quem é de fora do país, pois até hoje só participei aqui no Brasil. Os participantes de fora precisam de alguma espécie de carta-convite (padronizada, sei lá) dos organizadores ou basta o comprovante de inscrição? Porque, pelo que entendi, a carta-convite se aplica mais a palestrantes convidados, mas não sei se se estende a participantes.

    Peço desculpas caso minhas perguntas sejam muito impertinentes ou tolas. É que estou realmente ansiosa por essa viagem (misto de excitação e medo), sem contar que será minha primeira (e, espero, não a última) vez "lá fora". E, caso realmente vá, gostaria de organizar reservas e documentos o mais rápido possível para que minha maior preocupação seja "só" elaborar o resumo e o pôster XD

    Abraços!

    * Ah, sei que não é o lugar mais adequado – tenho navegado por outros posts também e pesquisado – mas se alguém quiser dar mais alguma dica sobre o trajeto Madri-Granada (e vice-versa, na volta), eu agradeço muito XD

  • – Se seu passaporte não terá nenhum carimbo não há muito o que fazer, né? Outros carimbos ajudam, mas se você não tem outros…
    – Você fará a imigração sozinha. Se o policial perguntar, responda quem está te acompanhando durante a viagem, simples assim.
    – O policial pode pedir diversos documentos para você, como pode não pedir nada e simplesmente carimbar seu passaporte. Não há como prever qual será a reação de cada um. Caso pergunte detalhes da sua viagem e peça documentos, quanto mais você puder comprovar, melhor. Leve os documentos exigidos, mas se tiver outros mais, ótimo. Para assuntos mais específicos, recomendo entrar em contato com o consulado espanhol mais próximo da sua cidade.

    Tente não ter medo, você não estará fazendo nada ilegal. 🙂

  • Erika Santana

    Eu passei duas vezes por Barajas em um periodo de 3 meses, a 1º vez passei e a atendente mal olhou para mim, na segunda eles fizeram 3 perguntas mas foi tranquilo tbm…nada do outro mundo.

  • Luísa

    Oi, Camille! Muito obrigada pela resposta!

    Huahuahua, no fim minha ansiedade é sempre maior ANTES do que na hora, então acho que estarei mais tranquila – estando com a documentação em dia, claro =P

    E espero que seja o primeiro de muitos carimbos no meu passaporte XD

    Obrigada!

  • Thiago

    Eu fui nesse final de ano em pleno dia. Saí de sp, dia 30 e cheguei em Madri(barajás) no dia 31.Fiquei por la 17 dias. Posso dizer que foi tranquila minha passagem pela imigração. Era a primeira vez também em viagens internacionais, graças a Deus passei sem problemas.Apresentei passaporte em branco, carta convite de anfitrião , e reserva de bilhete(ida e volta).Levei todos os documentos necessários, mas não precisei mostrar…declaração da faculdade,carteira de trabalho, comprovante de boleto bancário do cambio.Mas foi mais tranquilo do que eu pensava.Agora no seu caso, Luisa, se você for com as reservas de hotel não precisava de carta-convite. Mas como você vai a um congresso, procure se informar no consulado antes, a respeito da carta convite. Quanto a viagem(desde aeroporto saída até chegada), procure ir tranquila e não ouvir o que os outros "dizem" de ruim. Se você souber falar espanhol melhor, mas se você souber o básico também não sera problema, sempre confiante de que vai dar certo.

  • Daniel Palotta

    Olha, tenho mais de 15 entradas na Europa pela Alemanha, Portugal, França e Suiça. Já fui pra Londres tb via Paris de trem… Viajo sempre a trabalho e confesso que estou com um pouco de receio de entrar por Madrid. Essa semana tenho que viajar e muito provavelmente vou de Iberia, então entro por Madrid. Não dou mta moral pra gringo não, o Brasil está em alta e se vc estiver certo, acho mais que tem que debater mesmo. Já discuti com um policial alemão no tax free que ficou enrolando e não quis carimbar minha nota só pq eu tava usando o casaco que eu tinha comprado, então tinha que carimbar em outro lugar, longe pra caralho… No fim ele não carimbou mas eu fui bem folgado… Tb já discuti com uma policial italiana que não qria deixar eu embarcar com um obelisco que tinha comprado no Egito pq ela disse q eu podia usar como arma e no fim eu embarquei… Claro que discutir não é gritar, fazer barraco ou faltar com o respeito, mas sim questionar o pq e argumentar mesmo… A gente ta fazendo um favor de levar dinheiro pra eles, e hj em dia tem mto mais europeu vindo trabalhar no Brasil doq o contrario…

    Nunca tive problemas com nenhuma imigração, só uma vez voltando pro Brasil, um oficial em Frankfurt ficou enrolando com meu passaporte e me fazendo perguntas, achei uma coisa bem cretina e idiota, afinal, eu estava indo embora e não chegando… Mas fora isso nunca tive problemas… Em Londres foi tranquilo, mas o fato de estar com minha família ajudou pq eles viram q a gente tava a turismo mesmo…

    Mas como eu disse, estou com receio de entrar por Madrid… Mas essa semana eu vou e depois conto o que rolou…

  • Camilla

    Já entrei por portugal, Londres e Madri. Madri era conexão para outro país, não me perguntaram nada. Portugal muito tranquilo também. Já em Londres entrei como estudante e como turista, como turista eles encrencam mais mesmo. Mas nunca fui pra salinha. Entrei todas as vezes sozinha, mas sempre com toda documentação que nunca precisei mostrar.
    Estou indo agora em outubro para entrar por Madri.

  • neide

    oi vou viajar dia 6 agora pra roma com conexao madri tou levando a carta convite e mas 500 euros passagem ida e volta vou passar 61 dias sera q consigo passar na imigraçao vou fc hospedada em em casa de amigos me responda por favor tou desesperada

  • Débora

    Gente, alguém pode me ajudar?
    Eu estou indo para Barcelona na terça-feira (08/10/2013) e a carta convite da minha amiga ainda não chegou, porém ela me passou por fax. Caso a carta não chegue até a data, eles aceitariam na boa o fax?
    Eu estou morreeeeeeeendo de medo!!!! =

  • symone

    gente alguem pode me informar qual e mais tranquilo do brasil para portugal direto ou com conexao em madri….?

  • José Carminatti

    Só uma dúvida: Para quem vai de SP para Madri o pouso é no Terminal 4S e o controle de passaportes é na planta 2 do próprio T4S. E o controle de seguridade onde fica? No próprio terminal4S, ou no Terminal4?

  • Vivian

    Nunca mais quero fazer conexão no aeroporto de MADRI, no dia 13/12/2013 fiz conexão Milão á Madri voltando de um passeio de excursão de 12 dias na Italia, meu passaporte estava renovado, de volta á São Paulo,

    NA IMIGRAÇÃO DE MADRI, TINHA DOIS FUNCIONÁRIOS UMA MULHER E O HOMEM, a mulher estava gritando com uma moça do PERU por ela estar com problemas na documentação, acho certo mesmo eles bloquearem quem não cumpri com as exigências, o HOMEM deu continuidade na fila pequena, quando passando para o HOMEM vistar meu passaporte dentro das conformidades legais, foi no exato momento que a MULHER CARIMBOU a documentação da menina gritando "NUNCA MAIS QUERO VER A SUA CARA AQUI" nisso o HOMEM entregou meu documento rindo dizendo a mim "VALE PAR AO BRASILEIROS TAMBÉM", indignada procurei a central de reclamação e fiz uma ocorrência, tenho o protocolo em mãos, recebi o email deles retificando que lamenta o importuno. Teria outros meios de reclamar dessas lasquinhas que eles gostam de tirar dos brasileiros sem motivos?????? lembrando que sou bem branca.

    • Disa

      "Lembrando que sou bem branca". UAU.

    • Pouco racista você hein Vivian…

  • Inez

    Madrid es divina.
    Vivi ahí muchos años y jamás he visto gente más amable y solidaria. Son incluso mucho más educados que mis paisanos.

  • Inez

    Te quiero mucho Madrid de mí alma.

  • Inez Maria Seixas

    Voy a contarles algo muy humano que me pasó a mí y un policía en España: estaba yo con mi hijo (madrileño y yo brasileña), y me sentí algo mareada después de horas de viaje. En seguida un policía me preguntó lo que me pasaba y me preguntó se yo quería un colacao (chocolate caliente). Y me trajo una merienda. Son encantadores.
    Escribo en español para que todos puedan leer, al final soy profesora de Lengua Española en Brasil.
    Me encantan los españoles, su educación y repito, su solidaridad.
    Un oléeeee a los españoles.

    • Olá Inez! Obrigado por compartilhar conosco sua experiência, mas da próxima vez poderia escrever em português? Obrigado! =)

  • Sirlene

    Estive em Madrid em 2013, e 2014, foi super rápido, falo fluentemente e tenho sobrenome espanhol, acho que isso facilitou, só me perguntaram onde eu ia.

  • alex

    Eu tenho uma amiga do brasil k vem agora dia 22 de agosto para portugal ela tras carta convite firmada em cartorio viagem ida e volta seguro viagem 1500 euros acham k vao barrar ela ?

    • Alex, ela vai apenas fazer conexão em Madri? Se for dificilmente será barrada, mas nunca é garantido. Oriente ela a levar documentos que comprovem vínculos com o Brasil, como emprego, imóveis, cursos que esteja fazendo, etc. Podem ajudar

      • alex

        Oi Denis obrigado pela resposta , ela vem direta para portugal para o porto vem 20 dias passear um pouco por portugal conchecer algumas coisas ficará em casa dos meus pais e volta para o brasil ela tras tudo certinho espero k corra bem estou com um pouco de medo …. mais uma vez obrigado

  • alex

    Eu agradecia muito pelo uma resposta de vcs obrigado

  • daniel

    Passei por madri duas vezes já. ….super tranquilo

  • Juliana

    Estou indo para Madri dia 02/02/2015 e volto dia 03/02/2015 vou ficar apenas 29 dias e vou visitar alguns países da Europa. Tenho 19 anos e meu passaporte está novinho, por se minha primeira viajem internacional estou com medo. Vou com seguro viajem com tratado de schengen, um pouco mais de 1000 Euros e passagem ida e volta. Sou universitária vale a pena levar comprovantes que eu tenho vinculo no Brasil?

    Obrigado!

  • leia

    queria saber se nao tiver a carta convite e ir com a reserva do hotel tem problema.

  • Letícia

    Olá, daqui dois meses irei para Lisboa com conexão em Madri (graças a promoção do MD hehe) mas será minha primeira vez na Europa, estou morrendo de medo da imigração. Iremos meu marido e eu ( mas não somos casados oficialmente). Estou com algumas dúvidas:
    -pretendo passar alguns dias em Porto e depois para Barcelona, retornar para Lisboa para finalizar a viagem… Será que eles vão encrencar com a minha ida depois para Barcelona?
    -já estou providenciando todos os meus documentos, eu tenho um emprego fixo e uma atividade autônoma (que é a mais lucrativa) mas não tenho comprovantes, os extratos bancários bastam?
    -também faço um curso no Brasil, é importante levar a documentação desse curso?
    -levar copia da escritura da minha casa aqui no Brasil também ajuda?

    • Oi Letícia, acho que vale levar cópia de tudo que prove seus vínculos com o Brasil, mas as chances de te pedirem algo são pequenas. Não fique nervosa, pois os passageiros em conexão são os que passam mais rápido e fácil em qualquer aeroporto

      • Letícia

        Obrigada!!! Amo o site! Sempre recomendo! É o meu guia sempre!

      • Letícia

        Obrigada pelas dicas! Foi super tranqüila a imigração! O agente respondeu ao nosso bom dia sorrindo, olhou para a nossa cara, esfolheou os nossos passaportes e carimbou. Não fez nenhuma pergunta! Agora estamos por aqui aproveitando alguns dias de folga que conseguimos.

  • Cleusa

    Gostaria de algumas dicas, em junho de 2014 meu marido e eu vamos para madrid, ele tem a dupla cidadania espanhola e eu estou inclusa no livro família e para que eu consiga a minha dupla cidadania preciso morar lá ao menos 1 ano, minha pergunta é: O que preciso levar ou fazer para não ser barrada? Não falamos o idioma, temos intenção de alugar uma casa e futuramente até comprar, como proceder nesse caso, alguém tem sugestão a fazer? Obrigada!

  • Maria

    Gostaria de saber uma inforação se alguem me poder ajudar ficaria muito grata. Sou portuguesa e vivo em Lisboa, um amigo meu argentino vem passar duas semanas aqui mas vai fazer escala em madrid! gostaria de saber qual a documentaçao necessaria para que nao haja nenhum problema com ele em madrid uma vez q os argentinos sempre se dao mal no aeroporto de barajas. obrigado desde ja!

  • Helena

    Estive várias vezes no Barajas e nunca me perguntaram nada e sempre fui muito bem atendida. Na primeira vez que fui tremi de medo. Fui sozinha e meu filho me esperava no aeroporto. Passaporte novinho, primeira vez na Europa e nada. Carimbo. Sorriso e Hasta Luego. Madrid é um sonho. Começo muitas cidades europeias e muitos lugares na Espanha. Mas Madrid é noturna, alegre, comida maravilhosa, bares e cafés ótimos. Só precisa explorar. O madrileño é muito hospitaleiro. Concordo com a questão da roupa. Enfim… com tudo certinho desfrute essa cidade encantadora.

  • Claudiomiro

    Ola pessoal, desculpa retornar nesse mesmo assunto, mas como sou um viajante internacional estreante, preciso informações atualizadas: chegada na Europa pela Espanha.
    Quero ir para Lisboa em abril de 2015, e tenho notado várias ofertas para a Europa com escala em Madri, normalmente de 1hr.
    Gostaria de saber como está hoje essa resistência na chegada de turistas Brasileiros à Espanha e saber se 1hr de escala é suficiente ? Tenho a impressão que 1 hr é meio apertado, vale a pena o risco ?
    Desde já obrigado!!

  • Juliana

    Vim para a Bélgica com conexão GRU/MAD e minha passagem pela imigração foi super tranquila. Viajei sozinha com meu filho de 3 anos, fiquei bem preocupada (sei lá, vai saber, né). Levei todos os documentos possíveis e o oficial me perguntou NADA (até foi simpático)… Simplesmente me deu um bom dia, carimbou os dois passaportes e tchau…

  • Catarina Kerner

    pois comigo não foi nada fácil , o motivo da minha viagem era visitar minha mãe que teve bebê prematuro , viajou eu meu marido e meu filho de 1 ano , tinhamos passagem de idá e volta e não iriamos ficar em Madrid e sim em Portugal ( vôo com escala ) , tinhamos dinheiro e cartão de credito , mais nada foi suficiente , e muuuuuitas eu digo muiitas pessoas de vários países que passam por Madrid todos dias são mandados de volta , as vezes sem explicação concreta ou sem motivo . Injustiça 😉 só acho !

    • André França

      Eu acho que vc se encaixou no perfil de família tentando imigrar pra la, mas realmente depende da sorte.

  • Arthur Veras

    Super tranquilo. Carimbou meu passaporte sem questionar nada. E olha que em razão de me atrasar pra pegar o metro do T4S acabei passando completamente sozinho pela imigração dos “non europpean”.

  • Raimundo Rego Barbosa

    passei por eles em novemnro de 2014, ao sair, logo dei de cara com dois policiais, ali mesmo em pé onde estavam, perguntaram para ondia eu ia, disse que ia a lisboa, tem visto, eu disse que tinha uma autorização de residencia permanente, mas que estava vencida a mais de 3 anos e disse que motivo da viagem era tentar a regularização, mostrei-lhes o bilheite de volta e nada mais, apenas me desejaram uma boa continuação de viagem.

  • Johaness

    Se a pessoa tem visto de TRABALHO para Portugal e tem de fazer escala em Madri de digamos umas 8 horas quero saber quem já teve esta experiencia.
    Por turista nao tem erro mas quero saber quem tem pra trabalhar.

    • André França

      É meio óbvio, se você tem visto de trabalho legalizado e valido, não tem motivo de eles encrencarem contigo.

  • Cida Leite

    Estive na Europa cerca de 57 dias (04/09/2015 a 30/10/2015 entrei por Madri e foi super tranquilo, estava com td a documentação e não me pediram nada so apresentei o passaporte. Não demorou nem 05 minutos foi muito rápido. Viajei por td Europa não tive nenhuma problema. Voltarei em Abril vou por Madri de novo.

  • Landofgods

    Boa tarde,

    estou indo a Madri pelo Barajas em 12 de fevereiro de 2016 ( mês que vem ) e a carta convite não chegou ainda, meu amigo mandou no dia 17 de dezembro. Estou um pouco preocupado, vou ficar 30 dias tenho reservas de hotéis do dia 23/02 – 06/03 que será onde vou viajar pela Europa. Do dia 13/02 – 20/02 e 06/03 -12/03 não tenho comprovantes de onde vou ficar, eu teria a carta mas não chegou! O que você indica? Faço reservas fictícias para esses dias aquelas que depois posso cancelar? ou peço para tentar mandar outra carta? OBS: o problema da carta que é em torno de R$ 360,00 REAIS… Hhehe, qual a sua dica? Muito obrigado!

  • André França

    acho que essa carta vai chegar sim, porque eu recebo carta da holanda e geralmente leva uma mes ou um mes e meio… acho que o vale e contar a verdade, mas depende da sorte tambem, vai por mim ja enfrentei imigracao em mais de 70 paises, ate nos EUA foi tranquilo enquanto em barbados fui pra sala de entrevista por 6 horas…. por ai vai

    • Landofgods

      Bah, tomara to esperando ainda! hehe Muito obrigado pela resposta 🙂

  • grazie

    tipo,com os papeis,cartas,seguro viagem etc eles ligam checam,ou tipo só olham e valeu?

  • J.A

    Passamos por Barajas há um mês ( junho 2016) …Levei uma pasta cheia de documentos…Nem olharam direito para mim…Só perguntaram para onde eu ia (Lisboa)..quantos dias eu ficar ( 7) e qual o motivo da viagem (turismo) …Só…A operação não demorou nem 1 minuto…Meu avião veio cheio e não vi ninguém ser barrado ou interrogado mais seriamente….

  • Bianca Correa

    Comigo também foi bem tranquilo, se tiver a carta convite nem precisa comprovar dinheiro, uma vez que a pessoa que convida, para as autoridades, é a responsável pelo seu convidado. Mas me perguntaram se eu estava la para passar férias e pediram o seguro e a reserva da passagem de volta. Mas foi rapidinho, só tive um pouquinho de dificuldade em entender o policial mas foi de boa.

  • Claudia Valeria Nobre

    Oi Pessoal! Vou em outubro para o doutorado em Portugal e já vi que não é necessário comprar as passagens de ida e volta, já que terei visto de residência para estudos. A dúvida é: será que entrando pela Espanha essa regra se aplica? Tem uma mega promoção rolando na Latam.

  • Willian Carboni Viana

    to indo pra portugal dia 4 de outubro, mas minha escala é em barajas. Estou com receio de me barrarem. Eu aluguei uma casa, mas nao me puderam dar o comprovante de arrendamento…
    estou indo só com o passaporte, com dinheiro, com endereço da casa, e com uma passagem de ida e volta – de 4 meses (eu sei que só podem 90 dias,mas eu iria ao SEF pedir 30 dias a mais).
    Estou com receio de ser barrado. Podem dizer-me algo?

  • Fernanda Cedano

    Adorei as dicas! Mas tenho uma dúvida!
    Vou passar pela imigração em Madrid mesmo, pois será minha conecção para Roma.
    Eu tenho uma tia que mora na Italia (Florença) á 6 anos, porém, não vou visita-las. (Cidade e tia)
    O que devo falar na imigração se perguntarem sobre?
    Muuuuito obrigada desde já!

  • Robson

    Fui agora em outubro/2016 junto a minha noiva para Lisboa, com a imigração em Madrid no Barajas. Eu e minha noiva nunca tínhamos viajado para fora do pais. Passaporte limpinho! Chegamos no Barajas as 5:30hs da manha, voce sai do avião, percorre um longo vão a pé (o aeroporto é lindo e enorme), vira a esquerda, no fim do corredor a direita e logo depois vem a imigração, lado direito para Europeu e lado esquerdo para estrangeiro.

    Para quem nunca saiu do pais dá um friozinho, mas sem apresentar nervosismo. Mesmo de madrugada estava lotado, tinha várias excursões de idosos, entrei numa fila dessa aonde estava indo os idosos da excursão, e aonde vi que o agente de imigração estava passando as pessoas rápido, pois em outra fila do lado direito tinha um policial careca que tava meio que segurando as pessoas, mesmo idosos a passar, evitei essa fila.

    Tenho descendencia e sobrenome espanhol,. mas não falo nada de espanhol e estava preocupado com o que o policial iria dizer se eu iria entender. Mas foi de boa, consegui entender totalmente. O policial me deu “Buenos dias” e logo perguntou;

    Qual o motivo da viagem?
    Eu: Turismo

    Quanto tempo vai ficar na Europa
    Eu: 14 dias

    Qual o nome do local que vai se hospedar.
    Eu: (falei o nome do hotel)

    Não perguntou mais nada para mim, e nem para minha noiva. Pegou o meu passaporte virou as paginas do meu passaporte todo branquinho zerado e carimbou a minha entrada, pegou o da minha noiva e também carimbou.

    Enfim, assim entramos na Europa sem sustos. Passei 5 dias em Portugal e 9 em Madrid e foi maravilhoso!

    “Mas por precaução fui e recomendo que vá preparado com tudo que é exigido, um bom $$, cartões com bom limite e extrato, seguro viagem, passagem de ida e volta e hotel reservado para toda a minha estada na Europa.”

  • Ildeu Pereira Dos Santos

    Eu entrei em Madri em 2000 e dei saída em Portugal em 2001 estou querendo fazer uma viagem a Portugal teria algum problema com a imigração

  • Emilitchos

    Desembarquei no Barajas em Maio! Tudo tranquilo demais. Não houve sequer uma pergunta!

  • Giovanna

    Comigo foi mais fácil, apenas cheguei o policial perguntou quem era quem dos passaportes, falou hola para cada um, e desejou boa viagem ♥️

  • eduardo oliveira

    passei por um momento meio chato em madrid, assim que cheguei, eles me levaram para uma sala com onde tinha mais brasileiros,fiquei das 14 horas ate 11 da noite nesta sala, depois de uma entrevista e de muitas perguntas eles me liberaram, na época tinha 16 anos foi meio tenso pois estava indo sozinho e não fala o idioma e minha mãe estava me esperando sem saber o que havia acontecido comigo. No final eles deixou eu e mais duas mulheres entrar no pais, fiquei 30 dias, viajei por toda a espanha, esse anos estou indo de novo depois de 7 anos, vamos ver como vai ser.

    • Com certeza vai ser mais tranquilo! Aproveite a viagem!