Como é voar do Rio para o Chile na classe Premium Economy da Gol

Por Thiago Ibrahim
GIG Rio de Janeiro
SCL Santiago
7720
Avião 737-800 (PR-VBR)
Classe Premium Economy
Poltrona 3A
Data 09/11/2018
Partida 09:10
Chegada 12:45
Duração 4:45

O Melhores Destinos viajou a convite da GOL Linhas Aéreas para um dos destinos mais visitados por brasileiros na América Latina: a cidade de Santiago, no Chile. Embarcamos nessa viagem e contamos como foi voar na classe Premium Economy da GOL e o que há de diferente da classe econômica, já avaliada por nós. Confira!

Check-in

Check-in

A princípio, quando recebi a reserva, viajaria de classe econômica, mas quando entrei no aplicativo da GOL para reservar os assentos percebi que algo estava errado, já que apenas os lugares da frente da aeronave estavam disponíveis. Foi aí que percebi que tinha ganhado um upgrade.

O voo direto do Rio de Janeiro para Santiago estava marcado para partir as 9:25h. Como moro a 20 minutos do Galeão, saí de casa as 7 horas, planejando dar uma passada no Lounge da GOL do Embarque Internacional, que ainda não conhecia. Pelas minhas contas, uma hora de antecedência seria tempo suficiente para despachar a bagagem, passar pela inspeção, tomar um café da manhã e organizar algumas coisas antes de partir para embarque marcado uma hora antes da partida, como de costume em voos internacionais.

Acertei no planejamento e cheguei ao aeroporto faltando exatamente uma hora para o início do embarque. Apesar da prioridade que a passagem me garantia, não havia filas e fui atendido rapidamente. Como já tinha feito o check-in pelo aplicativo da GOL, bastava apenas despachar a minha pequena mala (suficiente para quatro dias de Chile) e partir para o portão indicado no bilhete.

No guichê perguntei como chegar à sala VIP, mas para a minha surpresa a atendente informou que eu não teria acesso ao lounge, por se tratar de um upgrade.

Sala VIP

Fiquei triste com a notícia, mas como sou um cara teimoso e não custa nada tentar, me dirigi à Sala VIP da Gol munido do bilhete. E, diferente do que a funcionária do guichê de embarque tinha informado, meu acesso foi liberado sem problemas.

Depois de ouvir as boas-vindas da simpática funcionária da recepção a minha vontade foi gritar um “toma essa” e entrar dançando naquele mundo maravilhoso de comes e bebes. Mas como sou um cara ajuizado, decidi que poderia não pegar muito bem naquele ambiente silencioso, ainda que vazio.

Então entrei quieto, escolhi meu lugar e tomei um bom café com uma bela vista do pátio, das aeronaves e das taxiways do Galeão, tendo a linda Igreja da Penha ao fundo. Uma experiência prazerosa para quem desde criança é fascinado por essas máquinas de voar.

Embarque

Finalizado o café, hora de embarcar! Parti para o portão indicado e chegando lá me dei conta de que poderia ter curtido mais alguns preciosos minutinhos de sala VIP.

O embarque planejado para as 8:25 só começou às 8:40. Os funcionários da Gol organizaram as filas embarcando primeiro os passageiros que tinham prioridade por lei e em seguida foi a minha vez, já que estava na Premium Economy.

Infelizmente o embarque foi pela ponte de embarque, que apesar do acesso mais rápido, não é a minha preferida. Gosto do passeio pelo aeroporto e de fotografar a aeronave antes de embarcar. É quase um ritual. Mesmo assim a gente sempre arruma um jeito de dar aquela paradinha para tirar uma foto pela janelinha da ponte de embarque antes de entrar (eu sei que você também faz isso!).

 

Cabine

Avião

A aeronave desse voo era um 737-800 (matrícula PR-VBR). Não estava cheirando a novo, mas também não era velho, nada diferente dos que vemos em voos domésticos da GOL. O interior estava em bom estado e o chão limpo. É claro que não se pode comparar com uma executiva, mas à primeira vista é possível notar porque chamam a classe de “premium”.

Apesar de todas as poltronas serem iguais, as da classe premium reclinam 50% mais e o espaço entre as fileiras é maior. Ela é separada da econômica por meio de uma espécie de rede que serve como cortina. Além disso, o banheiro da parte dianteira da aeronave fica reservado para uso apenas da classe premium, bem como os compartimentos de bagagem de mão.

Meu lugar no avião era na fileira 3, poltrona A (3A). Como de praxe na classe Premium Economy das aeronaves com fileiras de 3 poltronas, a do meio vai lacrada. Nela encontrei um kit com travesseiro e manta (o chamado kit conforto), além de uma garrafinha de água mineral sem gás.

Ao sentar-me, percebi o espaço maior entre as fileiras. Com meus poucos 1,68m não tenho problemas nem mesmo na classe econômica, mas parafraseando um grande sucesso do Roupa Nova “assim como um sonho, um espaço a mais também não faz mal”. Imagino que para quem é um pouco maior que eu, esse espaço torne a viagem bem mais confortável. Talvez esse seja um bom motivo para pagar um pouco mais.

Ao acomodar a minha mochila abaixo da poltrona da frente, notei duas entradas USB para recarregar equipamentos eletrônicos. Como as tomadas dos aviões da GOL variam, é sempre bom levar um adaptador.

Pouco tempo depois de me acomodar e reconhecer o ambiente, um comissário veio me desejar as boas vindas, se colocando à disposição e perguntando se eu aceitava uma bebida, dentre água, suco de laranja ou espumante. É claro que escolhi o suco de laranja, pois, apesar de ser uma sexta-feira, eu estava viajando a trabalho (a foto não me deixa mentir!).

Embora o embarque tenha atrasado, o voo saiu no horário, já que com apenas 60% de ocupação o avião encheu rápido. Conforme os passageiros embarcavam, as poltronas ao meu lado continuavam vazias e para a minha alegria e conforto, assim permaneceram até que a aeronave fechasse as portas, às 9:02.

O comandante Ismael Cristiano começou o pushback às 9:09, antes do horário previsto de 9:25h. As 9:19h – “Rotate!” – deixávamos o solo carioca para cerca de 3 horas e 30 minutos de voo até a capital chilena.

Entretenimento

Entretenimento

Acabei de degustar o suco de laranja que recebi como boas vindas e tratei imediatamente de aproveitar a aeronave ainda em solo para postar via rede 4G a foto que havia feito na entrada do avião. Além disso fiz o download do aplicativo Gogo Entertainment para usar durante a viagem.

No quesito entretenimento a experiência na econômica da Azul, por exemplo, é bem melhor que a da GOL. Se você for assistir alguma coisa precisará apoiar o celular ou tablet em algum lugar ou ficar o tempo todo com ele na mão. Como já sei disso, levo sempre comigo um suporte muito útil que ganhei num voo da Latam.

No geral, o catálogo de séries poderia ter mais opções e as séries que constam no catálogo poderiam ter mais episódios. Contudo, como o voo era rápido isso não comprometeu. Como sou fã de “The Big Bang Theory” assisti ao primeiro e único episódio disponível de “Young Sheldon”. Gostaria de assistir a outros, mas não constavam no catálogo.

Além dessas tem também outras opções de boas séries como “How I Met Your Mother” e “Two and a Half Men”. Há também filmes à disposição, alguns deles lançados há não muito tempo, como “Extraordinário”, “Tomb Raider” e “Deadpool 2”. Além de opções para as crianças como “Os Incríveis” e “Procurando Dory”. Optei por assistir “Deadpool 2”, já que ainda não tinha assistido. Um bom passatempo. Isso porque assim que terminou o filme a chefe de cabine anunciou que dentro de mais alguns minutos começaríamos a atravessar a Cordilheira dos Andes.

Esse foi para mim o ponto alto da viagem e algo pelo que eu esperava com ansiedade. O dia estava limpo e não havia nuvens atrapalhando o visual. A medida que a Cordilheira se aproximava era perceptível o clima dentro da aeronave e as janelas, que antes estavam fechadas, começaram a ser abertas. A sensação de sobrevoar a maior cadeia de montanhas do mundo em comprimento é inesquecível. Depois do voo ouvi alguns comentários de turbulência nesse trecho, mas eu, sinceramente, estava tão entretido pelo visual que nem percebi. Se um dia você viajar para Santiago, prepare a câmera e o celular porque as fotos ficam incríveis!

Serviço de bordo

Serviço de Bordo

Após as luzes de atar o cinto se apagarem, o mesmo comissário que havia me servido a bebida de boas vindas passou entregando a todos o formulário da aduana chilena. Um formulário bem simples, com 5 ou 6 campos para preencher, datar e assinar. Preenchi e guardei dentro da mochila para não correr o risco de esquecer dentro do avião.

Alguns minutos mais e foi anunciado o início do serviço de bordo. Eu imaginava que seria feito com o famoso carrinho trolley, mas estava enganado. Os comissários que estavam dedicados ao atendimento da classe premium levavam a refeição individualmente até a poltrona de cada passageiro. Como era um voo matutino, não foi servido almoço, mas um café da manhã. Um quiche de vegetais com molho de tomate e milho; presunto com cream cheese; pão e manteiga; bolo de laranja e salada de frutas. Tudo acompanhado de café ou chá. Optei por alimentar o meu vício e pedi um café.

Quando eu olhei a porção na mesinha à minha frente me lembrei que não muito tempo antes havia me aproveitado da sala VIP da GOL tomando um café da manhã dos campeões. Entretanto para os efeitos da avaliação do voo topei o desafio de enfrentar essa nova refeição que se apresentava. O destaque vai para o queijo cottage que estava muito gostoso e combinou bem com o presunto. O restante estava na média das comidas de avião. Eu ficaria mais feliz se houvesse outra opção – talvez um sanduba – no lugar do quiche.

Um pouco depois da refeição a equipe de comissários distribuiu para todo os passageiros da classe Premium Economy um pequeno kit contendo uma escova de dentes, creme e fio dental. Lembre-se da recomendação do seu dentista: escove os dentes sempre após as refeições!

Comissários e equipe de solo

Comissários e equipe de solo

De maneira geral os comissários e atendentes da GOL foram atenciosos e prestativos. Na aeronave havia um comissário e uma comissária a postos, dedicados ao atendimento da classe Premium Economy.

Entretanto, é importante chamar atenção para a informação incorreta passada pela atendente do guichê quando despachei a minha bagagem. Segundo ela, mesmo portando um bilhete de Premium Economy, meu acesso à sala VIP não seria liberado. É uma oportunidade para a GOL apurar a informação e corrigir o procedimento, já que nas regras de uso do lounge que constam no site da companhia não existe informação alguma sobre isso.

Programa de fidelidade

Programa de fidelidade

No momento do check-in no aplicativo é solicitado o número Smiles ou o CPF do cliente. Bilhetes da classe Premium Economy, segundo o site da companhia, dão direito ao acúmulo de 200% das milhas voadas no Smiles, programa de fidelidade da Gol.

Conclusão

Chegada

Enquanto ainda sobrevoávamos a Cordilheira, o comandante anunciou o início do procedimento de descida para a aterrissagem. Logo após, revelou-se à frente a região metropolitana de Santiago e também algumas lagoas e campos. Seguiu-se a aproximação final e o toque. Tudo muito tranquilo. O avião tocou a pista do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez por volta das 12:40 horário local.

Pouco mais de 10 minutos após o avião estacionar o desembarque começou. Dessa vez pela remota para a nooooooossa alegria! Agora sim, tive a chance de fotografar o 737-800 da Gol e dar um passeio de ônibus pela pista do aeroporto como tanto gosto.

Só que a alegria durou apenas até eu descer do ônibus, entrar por uma porta e dar de cara com a fila gigante da imigração. Parecia que todos os voos do dia tinham pousado ao mesmo tempo em Santiago! A espera seria grande. Pelo menos pude aproveitar a espera para pegar o celular e avisar a Sara, minha esposa, que havia chegado em segurança, além de postar nas redes sociais duas fotos que fiz: a da entrada no avião e aquela foto da incrível Cordilheira dos Andes que tinha acabado de fazer.

De maneira geral a experiência de voar com a Gol para o Chile foi satisfatória. O voo foi tranquilo, confortável e chegamos antes do previsto. Apenas destaco um ponto a melhorar: a informação incorreta passada pela funcionária no guichê.

Nota final

GOL Linhas Aéreas

Rio de Janeiro - Santiago

Voo 7720

7,6
Embarque 8
Assento 8
Entretenimento 7
Amenidades 7
Equipe 8
Fidelidade 8