Avianca Brasil, Azul, Gol, Latam e Passaredo solicitam à Anac voos com destino ao Aeroporto da Pampulha!

Thayana Alvarenga 27 · outubro · 2017

Após o Governo Federal ter revogado a portaria que limitava a operação de voos comerciais no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, as companhas aéreas brasileiras já começam a se manifestar. Avianca Brasil, Azul, Gol, Latam e Passaredo pediram autorização à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar voos com destino ao Aeroporto da Pampulha. As novas frequências ainda dependem de aprovação dos órgãos reguladores e têm previsão de início em janeiro de 2018.

A Avianca Brasil quer voos diários partindo de Goiânia, Salvador, Rio de Janeiro e Brasília, operados com aeronaves Airbus A318. Já a Azul solicitou voos saindo de Ribeirão Preto, Vitória e Goiânia, operados com jatos Embraer 190.

A318 da Avianca Brasil tem capacidade para 120 passageiros

A GOL pediu autorização para voos com origem em Bauru, Salvador, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Goiânia, Natal, Recife, Fortaleza, Maceió, Ilhéus, Porto Seguro, São Luís, Belém e Aracaju. Eles serão operados com jatos Boeing 737. A Latam informou que também solicitou voos para a Pampulha, porém saindo de Brasília e Rio de Janeiro e operados com jatos Airbus A319.

A Passaredo é a única das companhias que pediu para iniciar as operações já em novembro. Quase todos os voos são regionais. A empresa quer várias frequências dentro de Minas Gerais, saindo de Juiz de Fora, Ipatinga, Varginha, Uberaba, Uberlândia, Montes Claros, além de Salvador, Porto Seguro e Bragança Paulista, todos operados com aeronaves ATR-72.

Caso os voos sejam aprovados, vai ficar mais fácil e mais acessível viajar, principalmente pela localização do Aeroporto de Confins, que é distante da cidade. E você, mineiro, o que achou desta novidade? Participe nos comentários!

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter
  • Juan Fernandes

    Seria excelente se concretizar, porém duvido muito. Foi feito um investimento muito grande na reforma e modernização do aeroporto de Confins, a Concessionária vai fazer pressão para não deixar isso acontecer.

  • rENATO cOUTO

    seria otimo. e voos para SP??? principal cidade do Brasil sem nenhum voo? O problema que o Aeroporta de PLU nao tem para onde crescer. So 2 esteiras. Sala de embarque minuscula. Saguao um ovo. Antes de iniciar esses voos, caso mesmo aconteça. Teria que derrubar a estrutura atual e levantar uma outra em forma de predio. Nao Suporta nada , aquele aeroporto. A Localização é excelente e nao ficamos refens da empresa UNIR para transporte de passageiros BH-Confins.

    • Realmente, Renato!
      Se for funcionar mesmo, tem que refazer muita coisa ali.
      Sala de embarque não vai aguentar nem 2 voos.

      • rENATO cOUTO

        Exato Felipe. Porque nenhuma empresa solicitou voos para SP? Azul fazia direto voos em PLU para VCP. Estranho que nenhuma pediu autorização para GRU ou CGH.

        • Ficou esse questionamento mesmo.
          Às vezes algum acordo das companhias com a BH Airport. Acredito que SP deve ter um fluxo mais alto e melhor manter em Confins, por enquanto.

          E a estrutura da Pampulha não iria suportar mais que isso.

    • Eduardo

      PLU esbarra muito em questões ambientais, o aeroporto é ruim, a verdade é essa. As ruas no entorno são estreitas, não tem estacionamento, saguão alaga…

  • Dos voos solicitados pela GOL, 1 apenas existe em CNF.
    O restante é novidade pra BH.

  • PauloHCM

    O primeiro voo deveria ser Pampulha – Confins

    • Tarsila

      Boa cara! kkk

  • Felipe Paolucci

    Por mim deveria ser liberado só pra ponte aérea, RJ e SP e ponto. Vai acabar com o trânsito da região esse fluxo de passageiros.

    • Eduardo

      Isso representa uns 60% de Confins, mata o aeroporto se fizerem.

  • Carlos Neto

    o metro fica na cabeceira da pista mas longe da plataforma de embarque/desembarque. Espero que coloquem um onibus direto com intervalos bens regulares, como em Congonhas. Santos Dumont melhorou muito o acesso também com o VLT

  • DMC

    Melhor notícia do ano para passageiros frequentes mineiros. O aeroporto é de fato bem limitado e com uma série de problemas hoje, mas essa iniciativa pode ser o que precisava pra uma reforma do terminal ser discutida. Até porquê o que passageiros de vôos curtos precisam é de uma estrutura básica que funcione num local de acesso rápido e fácil. Ninguém quer estrutura pra passar horas em aeroporto. De repente até sai um próximo passo de leiloar a concessão para iniciativa privada que vai se interessar após ver a demanda das companhias aéreas. Congonhas também é pequeno, não tem pra onde expandir e com duas pistas pequenas, mas com um terminal descente é possível atender um grande movimento. Aliás, faltou um interesse de vôo para Congonhas ai que faria todo sentido, deve de vir num segundo momento.
    Vai impactar Confins? Que eles se mexam então e baixem a taxa de embarque, levantem discussões sobre um trem expresso pra lá, etc. O que não pode é passageiro de algumas regiões de BH ficando mais tempo na estrada do que em vôo.

  • Fabiano Morais

    Excelente notícia!! Pegar um avião de Confins para SP, RJ, Vitória, DF ou interior de Minas é um pesadelo. A viagem no total dura pouco menos de se ir de carro.

    Que nos seja dado poder de escolha! Viva a livre iniciativa.
    Quem quiser continuar a voar de Confins, fique a vontade.

  • Daniel Oliveira

    Mas a Gol só opera Rao em um vôo fretado aos sábados para CVC, será que voltarão para RP?

  • Maurício Martins

    Concordo que a estrutura da Pampulha é muito ruim. Mas se o preço das passagens baixarem e eu não precisar andar quilômetros até Confins, espero meu voo em pé, na chuva, do lado de fora, se for necessário….