logo Melhores Destinos

Vesúvio: como visitar um dos vulcões mais perigosos do mundo

Luigi Rigoni
14/05/2024 às 5:00

Vesúvio: como visitar um dos vulcões mais perigosos do mundo

O Vesúvio é um dos vulcões mais famosos do mundo, um gigante que chama atenção no cenário do Golfo de Nápoles, na Itália. Embora esteja adormecido, ele ainda é um vulcão ativo, com sua última erupção em 1944. Desde então, segue sendo monitorado 24 horas por dia, uma maneira de evitar tragédias como a que destruiu as cidades romanas de Pompeia e Herculano, em 79 d.C.

Amedrontador e fascinante ao mesmo tempo, atualmente o Vesúvio se tornou objeto de estudos sobre geologia e uma atração turística, que atrai apaixonados por história e aventura. Você teria coragem de conhecer? Continue a leitura e tire suas dúvidas sobre como visitar o Monte Vesúvio. 

Como está o Vesúvio hoje: conheça mais sobre o vulcão

Localizado em Nápoles, o Vesúvio é um vulcão com milhares de anos e que já entrou em erupção diversas vezes, impactando com maior ou menor intensidade seus arredores. Em sua atual configuração, o Monte Vesúvio tem 1.281 metros de altura, uma cratera de 450 m de diâmetro e 300 m de profundidade. Ele é enorme!

vesúvio

Vesúvio chama atenção pelo tamanho no Golfo de Nápoles. Foto: Melhores Destinos

Porém, sua silhueta característica nem sempre foi assim. Pinturas preservadas em Pompeia mostram como era o monte antes de sua última grande erupção, em 79 d.C. O Vesúvio era todo coberto por vegetação e seu pico mais pontudo, o que mudou após o intenso evento. A erupção ainda aumentou a área litorânea no entorno e destruiu Pompeia e Herculano (do que falaremos mais adiante).

Em 1944, uma erupção, dessa vez com menor intensidade, deixou 26 mortos e 12 mil desabrigados, que precisaram evacuar cidades próximas ao Vesúvio. Essa foi a última vez que o vulcão entrou em erupção, mas as autoridades alertam sobre a possibilidade de novos eventos, afinal, o Vesúvio é um vulcão ativo que está apenas em repouso. Para evitar novas tragédias, ele é constantemente monitorado e há até um plano de evacuação caso algum alerta seja emitido.

Mas o que torna o Vesúvio um vulcão tão perigoso? Ele é considerado um vulcão misto, aqueles em que a lava e a emissão de nuvens de gás e pedras ocorre de maneira alternada, às vezes mais lenta e outras explosivas e muito intensas. Além do seu poder destrutivo, o Vesúvio está em uma área populosa, em que vivem cerca de 3 milhões de pessoas, e evacuar todas elas às pressas não seria tão fácil.

Cratera vesúvio

A cratera do Vesúvio tem 450 m de diâmetro e 300 m de profundidade. Foto: Melhores Destinos

Por isso é tamanha a importância dos órgãos que monitoram o Vesúvio. Desde 1995, uma área de mais de 8 mil hectares ao redor do vulcão é preservada no Parque Nacional do Vesúvio. Ele faz parte de um programa global da Unesco para a preservação de aspectos naturais, geológicos e arqueológicos que contemplam a região do Monte Vesúvio. No parque são desenvolvidos estudos e projetos educativos que incluem a visita à cratera do vulcão.

Cidades devastadas pelo vulcão Vesúvio: a história de Pompeia e Herculano

Pompeia e Herculano eram cidades vizinhas, localizadas nas proximidades do Monte Vesúvio, faziam parte do Império Romano e prosperaram pela vocação para o comércio e a posição estratégica, com terra fértil e próxima ao mar. No apogeu de Pompeia, pouco antes de sua destruição em 79 d.C., havia cerca de 20 mil habitantes na movimentada cidade. Hoje é possível entender como viviam essas pessoas por meio do que permanece preservado do local. 

A descoberta de Herculano e Pompeia aconteceu no século XVI, com início das escavações no século XVIII. Desde então, a área é explorada para revelar as cidades que permaneceram por séculos encobertas por material vulcânico. Na erupção de 79 d.C e Vesúvio espalhou cinzas e fumaça com uma nuvem mortal de mais de 30 km de altura, além de mais de 1 milhão de toneladas de lava e púmice (tipo de rocha vulcânica). Assim, o mesmo material que destruiu Pompeia e Herculano manteve as cidades preservadas do tempo. 

vulcão Vesúvio destruiu cidade pompeia

Ruínas do templo de Apollo em Pompeia. Foto: Melhores Destinos

Construções comerciais e residências, avenidas, templos religiosos e espaços de lazer estão espalhados por uma área de  66 hectares e são revelados conforme progridem as escavações nos sítios arqueológicos de Pompeia e Herculano. Entre os elementos que mais chamam atenção estão os belos mosaicos e afrescos (tipo de pintura em parede) perfeitamente preservados. Há também os “calco”, uma espécie de molde de gesso que permite recuperar a forma de pessoas e animais no momento exato em que foram atingidos pelos efeitos do Vesúvio. 

Hoje é possível conhecer Pompeia e Herculano e entender melhor como funcionavam as cidades romanas. Curioso sobre como é a visita a Pompeia? Acesse o conteúdo que temos sobre ela, a leitura vale a pena!

Visita ao vulcão Vesúvio

Como chegar ao Vesúvio

O monte Vesúvio fica dentro do Parque Nacional do Vesúvio, a cerca de 20 km do centro de Nápoles. A melhor maneira de chegar ao local é de carro, mas é possível utilizar o transporte público para ir até as proximidades do parque e dali pegar outro meio de transporte, seja um táxi ou um ônibus de excursão. Há também os aventureiros que sobem de bicicleta, mas esteja preparado, o trajeto não é muito convidativo, com pistas estreitas, ladeiras bem inclinadas e motoristas que dirigem com “emoção”.

monte vesúvio

A bela vista surpreende logo no estacionamento antes da entrada para a trilha. Foto: Melhores Destinos

Chegando até limite onde os carros e ônibus sobem, está a entrada da trilha que dá acesso ao topo do Vesúvio. Ali há um estacionamento com um pequeno mirante, uma conveniência com bebidas, salgados e lembrancinhas e a bilheteria. Passando pelas catracas é a hora de se preparar para a subida. 

Como chegar ao Vesúvio de Carro 

Partindo do centro de Nápoles, pegue a rodovia A3 em sentido a Salerno, nela há um pedágio no valor de 2,30 €. Seguindo por mais 5 quilômetros, o motorista deve pegar a saída Ercolano, seguindo as indicações para o Parque Nacional do Vesúvio, com acesso pela Via Monti até a Via Vesúvio. Depois disso, é só continuar na estrada por cerca de 10 quilômetros até chegar à bilheteria do parque. O estacionamento custa 6 €.

Além da visita ao Vesúvio, que tal explorar as incríveis paisagens da Costa Amalfitana ou a “Cidade Eterna”, Roma?

Alugue um carro na Itália com o desconto do Melhores Destinos e aproveite as belezas do país com praticidade e economia.

Como chegar ao Vesúvio de trem 

Em Nápoles, o acesso ao Vesúvio de trem parte da Estação Central – Piazza Garibaldi, nela pegue um dos trens com destino a Sorrento ou Poggiomarino – via Pompei, e vá para a estação Ercolano Scavi. A passagem custa 3 €, a viagem dura cerca de 35 minutos e há alguns horários disponíveis ao longo do dia. Chegando à estação Ercolano Scavi, pegue um táxi ou ônibus de excursão até a entrada da trilha para o Vesúvio.

Como chegar ao Vesúvio de excursão 

Ir acompanhado por um grupo de excursão é uma boa maneira de conhecer o Vesúvio, pois elas oferecem maior praticidade, com ingressos já comprados e deslocamento garantido, além de guias que contam curiosidades sobre o Vesúvio. Em Nápoles há grande oferta desse tipo de passeio com destino ao monte e vale pedir indicações na recepção do hotel em que estará hospedado. 

Cidades devastadas pelo vulcão Vesúvio

Construções em Pompeia seguem preservadas mesmo após séculos. Foto: Melhores Destinos

Na Civitatis, plataforma online que oferece passeios turísticos em todo o mundo, há excursões para o Vesúvio + Pompeia. Uma boa alternativa para quem quer tirar o dia para conhecer os dois destinos com praticidade. Confira as opções abaixo com desconto especial para os leitores do Melhores Destinos: 

Excursão ao Vesúvio

Excursão Pompeia + Monte Vesúvio 

Excursão Pompeia e Vesúvio + Degustação de vinhos

Trilha pelo Vesúvio

Ingressos para o Vesúvio

Os ingressos para o Vesúvio devem ser comprados antecipadamente pelo site do Parque Nacional com até 30 dias de antecedência. Mas não deixe para a última hora, pois a subida ao topo do monte só é permitida a 60 turistas por vez. Compre seu ingresso aqui.

Valores dos ingressos Vesúvio 

  • Inteira: 10 €
  • Entrada reduzida: 8 € – menores de 25 anos e moradores de uma das 13 cidades do parque.
  • Gratuito – crianças menores de 6 anos, pesquisadores, jornalistas, guias turísticos, policiais, pessoas com deficiência e seus acompanhantes.

Horário de funcionamento do Vesúvio 

A visita à trilha que dá acesso a cratera tem horários específicos que variam conforme a época do ano. Confira:

  • Nov | Dez | Jan | Fev – 9:00 – 15:00
  • Mar | Out – 9:00 – 16:00
  • Abril | Maio | Junho | Setembro – 9:00 – 17:00
  • Jul | Ago – 9:00 – 18:00

Como é a subida até a cratera do Vesúvio

Após passar pelas catracas, os turistas seguem por uma trilha íngreme de terra e pedras por cerca de 30 minutos. O trajeto não é dos mais fáceis e por isso roupas e calçados confortáveis são indispensáveis. Logo na entrada há um senhor que oferece bengalas para ajudar na subida, ao final do trajeto, devolva-as junto de uma gorjeta. 

Roteiro Itália, passeio ao monte vesuvio, Nápoles

Trilha ao topo do Vesúvio requer disposição. Foto: Melhores Destinos

A subida até o topo do Vesúvio com certeza vale a pena, o visual é incrível. Tanto pela enorme cratera quanto pela vista de Nápoles, sendo que essa depende das condições meteorológicas no dia. Por conta da altura, há nuvens, vendo e neblina que podem encobrir a paisagem. Eles também são responsáveis por tornar o clima no topo do Vesúvio bem mais gelado, por isso, leve uma jaqueta corta-vento extra. 

monte vesúvio hoje

A subida ao Vesúvio é um passeio imperdível para quem gosta de aventura e belas paisagens. Foto: Melhores Destinos

Ao redor da boca do vulcão percorremos toda a extensão por meio de pequenas trilhas, tendo a dimensão da grandiosidade do Vesúvio. Por elas ainda há diversos aparelhos que monitoram a atividade do vulcão e passam maior tranquilidade aos visitantes – fique sossegado, as autoridades conseguiriam prever com alguns dias de antecedência uma erupção, como explicam os guias. Também é possível ver evidências de que, mesmo após grandes erupções, a vida está voltando aos arredores do vulcão, com a tímida vegetação que começa a crescer. Fascinante! 


E aí, ficou com vontade de conhecer o Vesúvio? Já falamos sobre outros 10 vulcões ativos que podem ser visitados ao redor do mundo – para os aventureiros, destinos imperdíveis. Já subiu algum deles? Deixe nos comentários! 

Não perca nenhuma oportunidade!
ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
tela do app do melhores destinos
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção