logo Melhores Destinos

Conheça 12 tecnologias que farão parte de nossas viagens

Rafael Castilho
24/04/2021 às 10:59

Conheça 12 tecnologias que farão parte de nossas viagens

Como serão as viagens no futuro? Vamos mesmo viajar para se hospedar em num hotel no espaço? Cá entre nós, na verdade, esta realidade está muito distante e até meio exagerada. Com os pés na terra, a vida segue outro ritmo. Nestes últimos meses tivemos que dar uma parada geral em nossas viagens. Deixamos de cruzar os mares e desbravar novas culturas. Neste período muita coisa mudou e novas tecnologias foram desenvolvidas e farão parte de nossa vida de viajante. Conheça 12 previsões de como será viajar em um futuro nem um pouco distante, com novas tecnologias que farão parte de nossas vidas em alguns anos!

1. Veículos voadores autônomos

Viajar em veículos autônomos e se movimentar por estradas, cidades e até pelo ar sem a necessidade de pilotos está mais perto do que imaginamos. Diversos projetos foram lançados e alguns já estão em fases de testes. Pelos céus das grandes metrópoles os carros voadores, alguns autônomos, devem estar cruzando os ares em 2035, de acordo com estudo da consultoria Porsche Consulting. Parece longe? São só mais 14 anos. Está logo ali. E você não precisará de muito dinheiro para voar num deles, pois a Uber deve oferecer viagens aéreas por aplicativo.

Há ainda os carros autônomos que estão em teste. A Google e a Tesla estão bem avançadas no conceito e estes veículos podem estar entre nós, nas estradas e nas ruas, em poucos anos, assim como a brasileira Embraer. Além dos carros comuns, há um projeto bem diferente da Aprilli Design Studio que poderá tornar as viagens rodoviárias bem mais confortáveis. A empresa norte-americana projetou uma suíte móvel sem motorista – pense nela como um carro alugado e um quarto de hotel – feita para viagens de seis a 10 horas. O novo carro autônomo terá uma área de dormir, estação de trabalho e banheiro. Bem estiloso e confortável, não é?

2. Pagamentos com criptomoeda

Os pagamentos criptográficos em breve serão comuns e sua vida de viajante será bem mais fácil. Nada de carregar muito dinheiro. Também será o fim das taxas e impostos abusivos em cartões de crédito e saque em caixas eletrônicos. O melhor ainda pois será o fim dos cálculos irritantes de conversão e oscilação da moeda estrangeira. Você poderá ter uma conta usando uma criptomeda (principalmente Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash e Litecoin). Em suas viagens será necessário somente ler o QR Code ou aproximar o smartphone para pagar.

Este tipo de uso com pagamentos em criptomoedas já é uma realidade. Recentemente o PayPal já iniciou o uso deste tipo de moeda em sua plataforma nos Estados Unidos.

3. Aplicativos de viagem

Na palma de sua mão você pode encontrar um universos infinito de informações e muita ajuda para sua viagem. Os aplicativos já fazem parte de nossa rotina e quando estamos fora de casa ou viajando por aí eles são imprescindíveis. Não só pra olharmos a previsão do tempo, mas com o App podemos escolher restaurantes, passeios, ver o caminho, encontrar atrações, e muitas outras facilidades. Descubra 15 apps de viagem grátis que todo viajante deve ter.

Agora, ainda mais numa viagem em tempos de pandemia, os aplicativos são fundamentais para encontrarmos informações detalhadas sobre as restrições sanitárias de cada país ou da cidade a ser visitada. Tenha sempre em mãos o seu smartphone para não perder tempo e estar sempre bem informado. Aproveite e conheça os países já abertos aos turistas brasileiros.

4. Limpeza profunda robotizada

A limpeza de apartamentos e quartos em hotéis é algo que sempre devemos levar em conta. Para mim, é um dos itens principais quando avalio os comentários de uma hospedagem. É terrível chegar em locais sujos. Agora, em tempos de pandemia, a exigência de limpeza de todos os viajantes será levada a um nível altíssimo e para isto os hotéis estão adaptando as normas sanitárias para viagens mais tranquilas e seguras durante a Covid.

A tecnologia é aliada nesta limpeza mais profunda em várias áreas do turismo. Hotéis, companhias aéreas e aeroportos estão investindo em soluções como robôs para a limpeza com luz ultravioleta e até uso de câmaras para a desinfecção de itens de alto toque (por exemplo, cartões-chave, bandejas e controles remotos).

5. Biometria facial

O fim dos tradicionais cartões de embarque de papel está cada vez mais perto. O uso de smartphones para fazer o check-in e embarcar já é rotina nos aeroportos pelo mundo e aqui no Brasil. Mas há outra tecnologia que ganha mais espaço por aí: a biométrica. De hotéis a aeroportos, leitura de retina, acesso por impressão digital e outros identificadores biométricos foram introduzidos por razões de conveniência e segurança ajudando a reduzir o contato pessoal.

Nos Estados Unidos o uso do reconhecimento facial já é usado em alguns aeroportos para o embarque em voos. Aqui no Brasil a Gol fez um teste com biometria facial no aeroporto do Galeão. Com certeza esta tecnologia veio para ficar nos aeroportos e deve cada vez mais se espalhar por toda área do turismo.

6. Viagem virtual

Nada supera a experiência de uma viagem. Conhecer diferentes culturas e sabores in loco. Atravessar montanhas e rios e sentir a brisa ao rosto. Mas a cada ano que passa as experiências de realidade virtual se tornam mais reais. Já é possível desbravar o monólito de Uluru, na Austrália, esquiar na Geórgia, explore os templos de Luxor, no Egito, ou apenas relaxar ao ver o pôr do sol em São Francisco, nos Estados Unidos. Muitas destas imagens são até em 3D, fazendo tudo ficar mais real. Dificilmente elas substituirão o prazer de pegar um avião e desbravar um novo destino, mas a realidade virtual leva as pessoas para lugares ainda a serem viajados e ajudam muito durante o planejamento de uma viagem.

7. Realidade aumentada

Que tal viajar por cidades incríveis? Que tal chegar mais perto de um determinado lugar sem sair de casa? Alguns aplicativos trabalham com a tecnologia de realidade aumentada, assim você pode ter um experiência mais imersiva num destino olhando somente a tela de seu celular.

Assim como você joga Pokémon Go ou visualiza uma peça de mobília de uma loja de decoração em sua casa, o Apple Maps tem um Modo Flyover de Realidade Aumentada com vistas de mais de 300 cidades. Além da Apple, outros aplicativos trabalham com a mesma tecnologia como Google MapsWallaMe, ViewRanger, StarChart e Wikitude World Browser permitindo que você explore o destino dos seus sonhos oferecendo elementos interativos.

8. Tradução simultânea

Quer viajar para o exterior mas não sabe outro idioma? Isto te atrapalha na hora de definir o destino a ser viajado? Então, a tecnologia pode te ajudar a enfrentar estas barreira. Há diversos aplicativos que te auxiliam na hora de traduzir um documento, um cardápio, uma placa, etc. O mais famoso deles é o Google Tradutor, que além das funções básicas já conhecidas, pode fazer traduções curtas simultâneas. Você pode usá-lo num restaurante para fazer um pedido ou no aeroporto para pedir ajuda, sem a barreira idiomática para te atrapalhar.

9. Internet das Coisas (IoT)

Você sabe o que é a Internet das Coisas ou Internet de Tudo? A Internet das Coisas, também conhecida por IoT, compreende todos os aparelhos e objetos que se encontram habilitados a estarem permanentemente ligados à Internet, sendo capazes de se identificar na rede, de comunicar entre si e interagir com o usuário. Agora que sabe o conceito, vamos falar da Alexa, da Siri ou da Bixby. Ficou mais complicado ou mais fácil agora?

Todos estes nomes são de aparelhos de Internet das Coisas mais famosos do mercado. A Siri é da Apple, Google Assistente, da Google, Cortana, da Microsoft, Bixby, da Samsung, e a Alexa, da Amazon. Além de poderem te ajudar com as coisas em casa, estes aparelhos são cada vez mais comuns nos hotéis e nos cruzeiros marítimos pelo mundo. Com um simples comando ele pode te ajudar a ligar ou desligar as luzes do quarto, fazer pedidos no restaurante do hotel e acordá-lo com segurança todas as manhãs. Chega de discar o 0 (zero) para tirar dúvidas com a recepção.

Mas o uso da Internet das coisas está apenas no começo e em alguns anos ela poderá ser usada de formas incríveis! Confira por exemplo o projeto da Airspace Cabin Vision 2030, desenvolvido pela Airbus, de uma cabine inteligente para seus aviões:

10. Gorjeta digital

Com o passar do tempo estamos caminhando, cada vez mais depressa, para viver numa sociedade sem dinheiro. Não estou aqui falando de nossos curtos rendimentos ao fim do mês. A realidade é que estamos a cada dia usando menos o dinheiro em papel e mais cartões de crédito e débito, contas on-line, aplicativos e Pix. Pensando nisto e para facilitar a nossa vida, principalmente quando viajamos, foram criados Apps que nos ajudam na hora de darmos gorjeta num restaurante, num hotel e em outros serviços. Nada de fazer aquela cara sem graça que está sem dinheiro para dar uma gorjeta!

Nos Estados Unidos já está em uso o TipYo que permite que os clientes simplesmente digitalizem e deem gorjeta por meio de um QR Code específico que pode ser colocado em qualquer lugar: nos crachás dos funcionários, caixas registradoras ou até mesmo em um manobrista. No TipYo também é possível pagar a gorjeta por meio de estabelecimentos já pré-cadastrados no App (veja vídeo abaixo). Aqui no Brasil há o E-Gorjeta que adota o mesmo mecanismo de pagamento por meio de um cartão de crédito pré-cadastrado mas utiliza o CPF do funcionário para destinar as gorjetas.

11. Inteligência artificial

Embora o profissional de concierge seja insubstituível, ter uma opção automatizada para resolver solicitações simples a qualquer hora do dia é extremamente conveniente. Totens com a tecnologia de inteligência artificial chatbot são cada vez mais frequentes em hotéis e nos espaços de informação turísticas. Com um simples pergunta, o chatbot pode responder solicitações, dar recomendações de área, indicar atrações e restaurantes, e até atender pedidos especiais como late check-out. A companhia aérea Gol também testou a robô Gal para atender os passageiros no aeroporto de Guarulhos.

A famosa rede de hotéis Hilton já conta, em fase de testes, com o robozinho Connie, o seu novo concierge. O Chatbot é um software d inteligência artificial que conversa com uma pessoa de maneira natural, atendendo suas necessidades de forma rápida e assertiva.

Robô Connie da rede Hilton

12. Exame de saúde

Em tempos de um mundo tão globalizado nunca havíamos enfrentado um teste maior do que com a pandemia do novo coronavírus. Além das fronteiras fechadas, novas restrições e barreiras sanitárias foram impostas. Câmeras de triagem térmica a termômetros portáteis, câmaras de desinfeção, testes rápidos de Covid, PCR e sinais vitais (temperatura, níveis de oxigênio no sangue) se tornaram frequentes e foram instalados ou exigidos em muitos aeroportos internacionais. Com certeza, parte destas exigências serão permanentes. Prepare-se para viajar e ter o sua saúde examinada. Tudo para evitar a propagação de doenças.

O que achou destas novidades tecnológicas? Já usou alguma delas em suas viagens? Deixe seu comentário logo abaixo.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção