logo Melhores Destinos

Táxis voadores serão testados a partir de 2021 em Paris

Wendell Oliveira
Wendell Oliveira
13/10/2020 às 17:25

Táxis voadores serão testados a partir de 2021 em Paris

Táxis voadores serão novidade nos céus de Paris a partir de 2021. A Volocopter, startup alemã de aviação especializada em mobilidade urbana, será a primeira empresa a testar táxis aéreos elétricos em grande escala perto da capital francesa, após quase uma década de desenvolvimento. A companhia espera revolucionar o transporte com foco em veículos elétricos de decolagem e pouso vertical.

Leia também:
Carros Voadores: uma realidade mais próxima do que você imagina
Que tal dar uma voltinha no Uber voador desenvolvido pela Embraer?

“Estamos extremamente entusiasmados em ser o fabricante de eVTOL (‘Electric Vertical Take-Off and Landing‘) preferido no projeto de Mobilidade Aérea Urbana da região de Paris”, disse o CEO da Volocopter, Florian Reuter, em um comunicado à imprensa.

“Abriremos nossas primeiras rotas de táxi aéreo comercial nos próximos 2-3 anos e estamos entusiasmados por ter um parceiro de lançamento potencial aqui na Europa. O crescimento desta indústria contribuirá para o desenvolvimento de soluções industriais ecológicas e oferecerá à região de Paris uma combinação única de sistemas de transporte multimodal urbano.”

Táxis voadores da Volocopter

As próximas Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2024, que acontecerão em Paris, proporcionarão mais oportunidades para a Volocopter deixar sua marca, em uma cidade que já possui a vantagem estratégica de ser um importante hub europeu. Ao causar uma boa impressão nos próximos dois anos, a startup poderia monopolizar o crescente mercado de novas viagens aéreas dentro das cidades antes que qualquer concorrente relevante apareça.

Mas como a tecnologia envolvida ainda está em fase inicial, o local de teste não ficará muito perto do centro de Paris. A área designada foi o campo de aviação de Pontoise, cerca de 35 quilômetros a noroeste de Paris. No primeiro semestre de 2021 a Volocopter montará toda a infraestrutura necessária: primeiro no ar e depois nas áreas de embarque nos prédios próximos. Com a cooperação da DGAC (Autoridade de Aviação Civil local), as operações de estacionamento, decolagem e pouso, bem como as operações em torno do veículo, sejam de manutenção ou de recarga elétrica, serão testadas a partir de junho de 2021.

Uma coisa é certa: se os preços dos táxis normais já estão nas alturas, imagine as tarifas de táxis que voam? Não é à toa que já estão inventando o Uber voador


E você, embarcaria nesses táxis voadores? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *