Conheça a SkyTeam, a aliança que mais transporta passageiros no mundo

Rafael Castilho
7/10/2019  ·  4:57Publicado 7 · out · 2019  ·  4:57Atualizado 10 · out · 2019

Conheça a SkyTeam, a aliança que mais transporta passageiros no mundo

A SkyTeam completou, em junho deste ano, 19 anos de existência. É a mais nova aliança de companhias aéreas, já que a Star Alliance foi fundada em 1997 e OneWorld em 1998.

Em 2018, a SkyTeam atingiu uma marca histórica e se tornou a aliança que mais transporta passageiros no mundo, 730 milhões que voaram nas 19 companhias do grupo. Tem como peça chave a participação da Delta Airlines, a maior empresa da aliança e acionista de muitas companhias do grupo.

Fazem parte da SkyTeam: Aeroflot, Aerolíneas Argentinas, AeroMexico, Air Europa, Air France, Alitalia, China Airlines, China Eastern, CSA Czech Airlines, Delta Airlines, Garuda Indonesia, Kenya Airways, KLM, Korean Airlines, Middle East, Saudi Airlines, Tarom, Vietnam Airlines e XiamenAir.

Destas empresas, a Delta é acionista da: Air France, KLM, AeroMexico, China Eastern e Korean Air. Em setembro, a Delta adquiriu 20% da Latam e elevou os rumores de que a maior companhia da América Latina se juntará em breve a SkyTeam deixando a OneWorld.

Leia mais: O que esperar da aliança estratégica da Delta com a Latam? Confira como ela pode impactar você!

Hoje, a SkyTeam atende mais de 1.150 destinos em cerca de 170 países. São mais de 17 mil decolagens por dia.

Logo após a sua fundação, em setembro 2000, a SkyTeam ampliou seu foco para os serviços de frete aéreo e criou a maior aliança mundial de companhias aéreas de carga, a SkyTeam Cargo. A parceria reúne a Aeromexpress, Air France Cargo, Delta Air Logistics e Korean Air Cargo para fornecer às transportadoras uma coordenação e entrega padrão de cargas por toda a malha aérea global da aliança.

Delta Airlines

A maior companhia da aliança é uma das maiores do mundo. A Delta surgiu em 1924 como Huff Daland Dusters, empresa aérea de pulverização de colheitas no estado americano da Geórgia. Passou também pelo transporte de correspondências antes de assumir o nome Delta Air Service, quatros anos depois, por conta da região que atuava, no delta do Rio Mississippi, na Lousiana. Em 1929, a companhia operou o primeiro voo com passageiros ligando Dallas, no Texas, a Jackson, no Mississippi.

Hoje a Delta é uma gigante. Conta com mais de 800 aeronaves voando para 324 destinos em 57 países, incluindo o Brasil. Transportou em 2018 mais de 180 milhões de passageiros. A companhia americana é uma das fundadoras da SkyTeam juntamente com a Air France, AeroMexico e Korean Airlines, todas empresas as quais a Delta tem participação com ações. Em setembro de 2019, a empresa adquiriu 20% de participação na Latam por cerca de R$ 8 bilhões. Veja o que esperar desta aliança entre a Delta e a maior companhia latina.

A Delta tem como seus principais hubs: Nova York, Salt Lake City, Los Angeles, Detroit e Atlanta, o aeroporto mais movimentado do mundo. O Hartsfield-Jackson Atlanta International Airport recebeu cerca de 110 milhões de passageiros em 2018, a maioria de pessoas em voos da Delta.

Air France – KLM

A companhia holandesa KLM e a francesa Air France se fundiram em setembro de 2003. Elas ainda operam com as marcas originais, mas tem boa parte da operação unida e também o mesmo programa de milhagens o Flying Blue. São 570 aeronaves voando para de 314 destinos em 116 países. Transportaram cerca de 130 milhões de passageiros em 2018. Tem como hubs Amsterdã e Paris.

China Eastern

A terceira maior companhia da aliança vem da China. Baseada em Xangai, a China Eastern conta com uma frota nova, com menos de 6 anos de uso. São 787 aviões voando para 257 destinos em 35 países incluindo Europa, América e Oceania, mas a grande parte dos voos atende o mercado asiático. Transportou 103 milhões de pessoas em 2018.

Como ganhar e trocar as milhas SkyTeam

A SkyTeam não tem um programa próprio de fidelidade, mas você pode se cadastrar em um dos programas das 19 companhias aéreas parceiras e trocar por passagens em todo o grupo. Basta informar seu número de passageiro frequente ao fazer uma reserva ou durante o check-in num voo de uma das empresas da SkyTeam. Assim, suas milhas serão automaticamente creditadas em sua conta.

Para acumular milhas, tanto a companhia aérea exibida em seu bilhete (companhia aérea comercializadora) como a operadora do voo devem ser companhias aéreas associadas à SkyTeam. Você deve comprar uma tarifa elegível para acumular milhas. É importante ver a categoria da passagem comprada para ver a quantidade de milhas a serem computadas.

Se você esqueceu de informar o número de passageiro frequente ou se suas milhas não foram computadas em até 14 dias após o voo, você pode fazer uma solicitação retroativa diretamente ao seu programa de passageiro frequente. Consulte o site do seu programa para informações detalhadas sobre como fazer a solicitação. E nunca se esqueça de guardar o seu cartão de embarque.

SkyTeam Elite e Elite Plus

Passageiros muito frequentes acumulam pontos que os tornam SkyTeam Elite ou Elite Plus. Ao atingir esta categoria de cliente, você começa a conseguir benefícios em todas as companhias dos grupo e em alguns aeroportos pelo mundo, como: embarque prioritário, lista de espera prioritária, franquia extra de bagagem, entre outros. O Elite Plus também se beneficia do programa SkyPriority com prioridade na imigração em alguns aeroportos, reserva garantida em voos lotados, salas VIP e muito mais. Veja abaixo os detalhes:

Sala VIP SkyTeam

Para quem busca conforto e relax durante a espera de um voo ou numa conexão, a SkyTeam oferece salas VIPs próprias ou das companhias parceiras. Ao todo são mais de 750 lounges que podem ser localizados no site da aliança.

O primeiro lounge com a marca da aliança a ser inaugurado foi em Londres em 2009. A sala inglesa tem 1.600 metros quadrados, abriga até 300 pessoas e fica no Terminal 4 do Heathrow em frente ao portão de embarque 10. O segundo lounge SkyTeam foi aberto em 2013 em Istambul. Não há nenhum no Brasil somente de companhias parceiras.

Podem acessar o lounge todo os clientes Elite Plus da Sky, passageiros da Primeira Classe e da Classe Executiva. Fique atento: o acesso às salas VIP será liberado somente no seu aeroporto de partida e nos aeroportos de conexão, e não na chegada. Para os passageiros em conexão, ambos os voos doméstico e internacional devem ser operados por uma companhia aérea associada à SkyTeam, e todos os trechos precisam estar reservados em Primeira Classe ou Classe Executiva. Basta apresentar ao agente da sala VIP os seus cartões de embarque de Primeira Classe ou Classe Executiva para validar sua admissão.

Para os membros SkyTeam Elite Plus viajando ou fazendo conexão no mesmo dia num voo internacional operado por uma companhia aérea associada à SkyTeam têm acesso a uma Sala VIP, independentemente da classe que está viajando. Acesso somente no aeroporto de partida e nos de conexão, não no de chegada.

Outro benefício é que os associados SkyTeam Elite Plus podem convidar para a sala VIP uma pessoa que esteja viajando em um voo operado por uma companhia aérea associada à SkyTeam. Basta apresentar ao agente da sala VIP o cartão de embarque do convidado para validar a admissão.

Volta ao mundo com a SkyTeam

Com a SkyTeam Go Round the World, você pode finalmente realizar sua viagem dos sonhos ao redor do globo terrestre com as 19 companhias da aliança. Para isto, deve respeitar algumas regras, como: no mínimo 3 e no máximo 15 escalas;  incluir um voo transatlântico; um voo transpacífico; terminar no mesmo país (embora não necessariamente na mesma cidade).

Como os demais programas de Volta ao Mundo na SkyTeam você também deve seguir num único sentido: leste-oeste ou oeste-leste. Mas é possível voltar para trás no mesmo continente.

A SkyTeam Go Round the World também permite a remarcação de passagens. Se você quiser ficar um pouco mais em algum destino ou adiantar a partida um pouco, é perfeitamente possível. Basta entrar em contato com a loja mais próxima da companhia aérea parceira da SkyTeam que emitiu seu bilhete para alterar seus voos.

Como emitir a Volta ao Mundo com a SkyTeam

Na página inicial da SkyTeam Go Round the World você irá inserir a cidade de partida para a Volta ao Mundo. Depois você pode seguir com a ajuda do sistema com rotas programadas para ordenar o sentido da viagem pelos continentes ou definir a seu próprio percurso. O sistema é bem simples e fácil de usar.

É só escolher cada cidade e confirmar. Ao final você valida o percurso e pede para mostrar a rota que será automaticamente calculada. No exemplo feito de Volta ao Mundo deu quase 38 mil milhas e o valor US$ 6.566. A SkyTeam Go Round the World tem quatro níveis de viagem e preço, desde 26 mil milhas por US$ 4.200 a 38 mil. A última etapa é selecionar as datas e os voos.

Viagem temática SkyTeam

Na SkyTeam há a possibilidade de viajar pelo mundo com as Viagens Temáticas que podem te ajudar a planejar as suas próximas férias. São 15 tipos de roteiros pré-estabelecidos, como: Romance, Metrópole Mundial, Descobertas Gastronômicas, Maravilhas do Mundo, etc. Veja abaixo dois exemplos deste tipo de viagem.

Mundo Natural

Há muitas belezas naturais para serem exploradas mundo a fora! A SkyTeam sugere alguns roteiros que podem passar pelas Cataratas do Iguaçu ou até pelo Grand Canyon. Se quiser pode ir para o Zimbabué ou explorar as ilhas de Ha Long Bay no Vietnã. Abaixo segue alguns roteiros propostos pela aliança:

Safári com Surfe

Sonhando com as praias paradisíacas, florestas tropicais e o ondas para um bom surfe? Neste tipo de viagem proposta pela SkyTeam você pode unir tudo isto e muito mais. Pode ir até Lisboa e seguir até as ondas gigantes de Nazaré. Se quiser pode se encantar com as praias e a cultura de Bali o partir num Safári no Quênia. Veja alguns exemplos: