logo Melhores Destinos

Macabro! Aviões pousam e decolam sobre sepulturas em aeroporto internacional

Thiago Ibrahim
19/05/2021 às 5:00

Macabro! Aviões pousam e decolam sobre sepulturas em aeroporto internacional

De acordo com um report anual, o Aeroporto Internacional Savannah Hilton Head (SAV), no estado da Georgia, Estados Unidos, transportou só em 2019 mais de 3 milhões de passageiros. Foram ao todo quase 108 mil pousos e decolagens. Mas existe um fato sinistro que nem todos os passageiros que decolam e pousam lá sabem: existem duas pessoas enterradas em túmulos na cabeceira de uma das pistas em operação. Sentiu um arrepio aí? Vale pena conhecer essa história!

O aeroporto, originalmente uma base militar, foi construído em um terreno que pertencia a uma fazenda. Após algum tempo de operação, em 1942, devido à Segunda Guerra Mundial, houve a necessidade de instalações adicionais e o governo federal arrendou para isso outros lotes na região. Acontece que a área necessária para a expansão da pista incluía um cemitério particular, onde jaziam integrantes da família Dotson, antigos proprietários das terras. Segundo estimativas, havia mais de 100 túmulos no local.

Avião em operação na pista e as duas lápides no canteiro

De acordo com o site The State, na época do arrendamento os bisnetos dos donos das terras negociaram com o governo que os túmulos fossem removidos da área original para um outro cemitério da cidade, mas que as sepulturas de 4 de seus ancestrais permanecessem no local. Isso porque os descendentes acreditavam que seus ancestrais, mesmo mortos, não gostariam de abandonar a terra que trabalharam para cultivar, conhecida como Cherokee Hills.

Os proprietários originais de Cherokee Hills são Richard e Catherine Dotson, fazendeiros que morreram em 1884 e 1877, respectivamente. Como o desejo da família foi deixá-los enterrados onde estavam, o aeroporto foi ampliado, mas manteve as duas tumbas no mesmo lugar, onde hoje fica a cabeceira da pista 10-28. Na lápide de Richard se lê “No descanso” enquanto na de Catherine “Fui para casa descansar”.

Além das duas tumbas na cabeceira, há também outras duas lápides de ancestrais da família que estão no canteiro da pista. Elas guardam os restos mortais de Daniel Hueston e Jhon Dotson.

Segundo o site do aeroporto, esses túmulos são os únicos no mundo chumbados em uma pista ativa de 2.800 metros que serve a milhares de voos de aviação geral e comercial todos os anos. Muito bizarro, né?

________________________________________________________________________________

O que achou da história? Deixe seu comentário?

 

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção