logo Melhores Destinos

Hotéis e restaurantes terão de se adaptar para receber o selo Turismo Responsável – Limpo e Seguro

Thayana Alvarenga
05/06/2020 às 17:50

Hotéis e restaurantes terão de se adaptar para receber o selo Turismo Responsável – Limpo e Seguro

O Ministério do Turismo divulgou ontem os protocolos sanitários recomendados para os empreendimentos que desejam solicitar o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. As empresas turísticas terão de atender a todos os critérios de seu setor de atuação caso queiram receber o selo, que poderá ser um indicativo importante para os turistas de que ela mantém boas práticas de higiene e segurança. As exigências foram definidas levando em consideração diretrizes internacionais e contaram com a validação da Anvisa.

Entre os segmentos, estão meios de hospedagem, transportadoras turísticas e locadoras de veículos, parques temáticos, restaurantes e parques aquáticos. Confira a seguir as principais exigências que os estabelecimentos terão de fazer para se adequar caso queiram receber o selo.

Meios de hospedagem

Distanciamento social

  • As normas de distanciamento social devem ser respeitadas em todas as áreas, principalmente as de lazer, com ao menos 2 metros entre as pessoas.
  • Será necessário reorganizar o ambiente de trabalho para que haja distanciamento nas áreas comuns de recepção, salas de eventos, lobby, etc. Se for o caso, deverão reduzir a quantidade de sofás, mesas, cadeiras ou espreguiçadeiras para diminuir o número de pessoas no local.
  • O atendimento deve ser organizado para que não se formem filas.
  • Os espaços de lazer devem respeitar normas de distanciamento físico e higiene sanitária. As academias, saunas, solários e áreas de descanso só poderão ser usados com agendamento prévio. A recomendação é não emprestar equipamentos de lazer.

Higiene e segurança

  • Será obrigatório oferecer álcool em gel 70% em todas as áreas internas como lobby, restaurante, áreas de lazer, sanitários, elevadores, salas de eventos, e etc.
  • O hotel também deverá disponibilizar nos lavatórios água, sabonete e toalhas descartáveis, além de lixeiras com acionamento sem uso das mãos.
  • Nas áreas comuns do hotel será obrigatório o uso de máscara de proteção.
  • A temperatura corporal também será checada.
  • A recomendação também é evitar compartilhar objetos pessoais de trabalho com hóspedes, como canetas, jogos, bolas, raquetes, entre outros.
  • Ao final da estadia, o quarto será desinfectado completamente antes da entrada do próximo hóspede, limpando áreas potencialmente contaminadas como cadeiras/poltronas, cama, interruptores, controles remotos, maçanetas e telefone.
  • Também é necessário que haja uma boa ventilação nos ambientes mantendo portas e janelas abertas – sem esquecer da manutenção e limpeza dos aparelhos de ar condicionado, inclusive filtros e dutos.

Comunicação e treinamento

  • Os funcionários deverão ser treinados quanto às práticas de prevenção da Covid-19.
  • O estabelecimento deve disponibilizar canais de comunicação online para conscientizar hóspedes, fornecedores e colaboradores sobre a política dos protocolos de segurança.

Alimentos e bebidas

  • Restaurantes e bares com espaços reduzidos devem considerar uma reserva antecipada de horários, com uma distância mínima entre mesas de 2 metros e cadeiras de 1,5 metro.
  • No café da manhã deve ser respeitado o mesmo distanciamento, seguindo as recomendações do serviço empratado ou em pequenas porções personalizadas para a pessoa ou grupo familiar. Deve ser oferecida a opção de serviço de quarto.
  • Os alimentos não podem ficar expostos, e as estações de buffets só podem ser usadas quanto totalmente fechadas, havendo funcionários para servir individualmente os hóspedes.
  • A recomendação é que as mesas não fiquem montadas com xícaras, copos e guardanapos. As toalhas de mesa também devem ser evitadas mas, quando houver, utilizar o cobre manchas.

Saiba mais sobre os protocolos de meios de hospedagem.

Locadoras de veículos e transportadoras turísticas

  • Nos estacionamentos, a recomendação será ajustar a mensagem eletrônica nas cancelas sobre a importância do cuidado e atenção às medidas de saúde para combater a COVID-19, além de evitar a operação de manobrista nesta fase.
  • O atendente do caixa para pagamento deve receber da empresa máscara (e shields, caso possível) e demais proteções, mantendo somente um operador nesta função.

  • A entrada deve incluir um tapete contendo produto desinfetante.
  • No balcão de atendimento deve ser oferecido álcool em gel 70% em locais de fácil acesso e visualização para possibilitar a assepsia dos clientes e colaboradores.
  • A desinfecção de superfícies onde os clientes e funcionários tocam frequentemente como puxadores, maçanetas de portas, computadores, banco de espera, banheiros, também precisa ser feita.
  • Organizar os horários de clientes para evitar aglomeração de pessoas e organizar filas, criando condições de todas as pessoas se manterem 2 metros distantes uma da outra.
  • Portas e janelas precisam ficar abertas sempre que possível para melhorar a circulação do ar, auxiliando na ventilação natural do ambiente.
  • Os veículos devem ser higienizados com pano e álcool em áreas específicas como volante, manopla do câmbio, cintos de segurança, botões do vidro elétrico, maçanetas, chaves e outras peças em que haja contato direto com o condutor e os passageiros.
  • Isso também deve ser feito em equipamentos adicionais como cadeirinha de bebê e outros. Os motoristas de vans, além de seguir as determinações anteriores, devem orientar que os passageiros mantenham distância, deixando um assento livre entre si.

Saiba mais sobre os protocolos de transportadoras turísticas e os protocolos de locadoras de veículos.

Parques temáticos

Distanciamento social

  • Os parques temáticos terão de reduzir a capacidade de visitantes, respeitando o protocolo de distanciamento social.
  • As atrações com interação entre visitantes devem ser fechadas.
  • Será necessário instalar marcação de piso nas filas dos brinquedos para garantir o mínimo de 1,5 metro de distância entre os visitantes, bem como na interação dos personagens com o público evitando aproximações, abraços ou contato físico.
  • Também é recomendado adequar o horário de funcionamento para reduzir aglomerações e instalar barreiras físicas ou sinalização em frente aos balcões de atendimento.

Higiene pessoal

  • Permitir a entrada de visitantes somente com a utilização de máscaras.
  • Crianças menores de dois anos, pessoas com problemas respiratórios e que não tenham condições de removê-la sem assistência não precisam usar a máscara.
  • Dispensers com álcool em gel devem ser instalados em todas as áreas comuns.

Desinfecção de ambientes

  • Todas as áreas comuns devem ser limpas e desinfectadas diariamente antes da abertura.
  • Uma película protetora deve ser aplicada em todas as máquinas de cartão de crédito.
  • Será necessário desinfetar latas de lixo após cada rota de coleta, bem como gôndolas, boias, esteiras, cabines, travas de segurança, assentos e demais acessórios a cada ciclo de utilização.
  • Os aparelhos de ar condicionado do modelo split precisam ser limpos diariamente com frequência 50% maior do que determina o protocolo convencional.
  • Bebedouros serão desativados.
  • Os armários de guarda-volumes serão desinfectados a cada troca de usuário, da mesma maneira os banheiros e seus acionadores de descarga, maçanetas, pias e torneiras após cada uso.

Monitoramento de casos

  • Na entrada do parque será realizada a checagem de temperatura dos visitantes e funcionários, não permitindo o acesso com temperatura acima de 37,8°C, orientando que procure atendimento médico.
  • Será feita também uma vistoria nas áreas comuns para garantir o distanciamento social.

Saiba mais sobre os protocolos de parques temáticos.

Restaurantes, cafeterias, bares e similares

  • Os estabelecimentos com sistema buffet devem colocar no local onde ficam os pratos e talheres dispensadores de álcool 70%, além de dispor de anteparo salivar de modo a prevenir a contaminação dos alimentos em decorrência da proximidade ou da ação de clientes ou funcionários.
  • Um funcionário deve ser mantido no início da fila de acesso ao buffet orientando clientes sobre a conduta.

  • As cadeiras/mesas devem ter número suficiente para garantir que a distância de 2,0 (dois) metros de distância entre as pessoas seja respeitada.
  • Os talheres devem ser oferecidos de forma descartável ou lavados e desinfetados a cada uso e colocados separados por pessoa em local que evite a contaminação.
  • O cliente será incentivado a pagar por cartão ou outro meio eletrônico, de preferência sem contato (ex: cartões e celulares) evitando o uso de dinheiro.
  • Também deve ser priorizado o uso de toalhas de mesa de uso único, assim como utensílios descartáveis como copos, talheres, pratos, entre outros.

Sistema de delivery

  • O estabelecimento deve ter um espaço destinado para a entrega do produto ao entregador, seja um bar, mesa, etc.
  • Os alimentos devem ser colocados em sacos fechados, de preferência selado, e a bolsa usada para entrega será limpa e desinfetada por dentro e por fora após cada entrega.
  • O entregador deve usar máscara e luvas, e fazer a correta higienização das mãos. Também deve ser criado um sistema para evitar aglomeração de entregadores.

Saiba mais sobre os protocolos de restaurantes, bares e similares.

Parques aquáticos

  • Os parques aquáticos devem garantir que as piscinas utilizem um sistema adequado de filtragem, bem como operação com nível de ocupação abaixo da capacidade máxima permitida e garantir um nível de cloro igual ou superior a 0,8 a 3 mg/litro e PH entre 7,2 a 7,8 em cada piscina.
  • O monitoramento deverá ser realizado a cada 4 horas.

  • Visando privilegiar a segurança, a utilização de sistema cashless será priorizada de forma intensiva.
  • De acordo com o documento divulgado pelo Ministério do Turismo, não há evidências de que o vírus que causa a COVID-19 possa ser transmitido às pessoas por meio da água em piscinas, banheiras de hidromassagem, spas ou áreas de recreação aquática.

Saiba mais sobre os protocolos de parques aquáticos.


Leia também:
O que deve mudar na rotina das viagens após o fim da quarentena?
Oito questões essenciais ao planejar suas próximas viagens no pós-quarentena

O que achou das medidas de segurança? Acha que vai se sentir mais seguro de frequentar esses locais dessa forma? Deixe seu comentário e participe!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção