logo Melhores Destinos

Vai para o Chile? Veja como está a situação em Santiago e demais áreas do país

Yenifer Contreras
12/12/2019 às 10:16

Vai para o Chile? Veja como está a situação em Santiago e demais áreas do país

Muitos são os viajantes que nos perguntam sobre como está a situação no Chile após o surto social iniciado em 18 de outubro. Sou chilena e moro na região de Valparaíso. Como jornalista e editora do Mejores Destinos Chile acompanho de perto as notícias que estão sendo produzidas nas ruas do meu país, se já é seguro vir ao Chile, os lugares recomendados e as precauções que você deve tomar.

É seguro ir ao Chile?

Estamos tendo protestos no país há mais de um mês, mas nas últimas semanas tudo está muito mais tranquilo. Felizmente as manifestações violentas praticamente desapareceram. Para quem vai a outras regiões do país, como Torres del Paine, Puerto Varas ou Pucón ao sul, ou para o Atacama, não há nenhum problema, visto que os protestos se concentraram na região de Santiago. Na região da capital, uma grande parte das cidades voltou ao normal. Segundo relatos do Ministério do Interior, há mais de uma semana não ocorre nenhum incidente grave. E, embora haja manifestações a cada poucos dias em lugares como a Plaza Italia, é possível viajar para Santiago sem grandes problemas. Abaixo eu explico o porquê.

Transporte em Santiago

A primeira coisa que você deve saber é que os aeroportos do Chile estão 100% operacionais, começando no terminal internacional de Santiago. As operações aéreas estão sendo realizadas normalmente. O mesmo vale para terminais de ônibus e serviços regionais de metrô e trem.

No caso do Metrô de Santiago, a rede está operacional entre as 06 e as 22 horas todos os dias da semana. A exceção são algumas estações nas linhas 4 e 5, que foram afetadas por atos de vandalismo e estão atualmente em obras de reparo. A cada semana, o metrô está habilitando algumas das estações fechadas, por isso recomendamos que você visite o site oficial do Metrô Santiago para que, no momento em que você for usar a rede, tenha uma informação atualizada.

O Metrô de Valparaíso também funciona todos os dias da semana entre a Estação Puerto e a Estação Limache, sem exceção.

As ruas

Sem dúvida, o local com maior movimento de manifestações é a Plaza Italia, em Santiago, seguida pelo centro de Valparaíso (ruas próximas à costa) e pela Plaza de Concepción. Mas os atos de violência diminuíram consideravelmente na última semana no Chile.

Até alguns dias atrás, a rotina era assim: tudo normal em todas as cidades, incluindo a Plaza Italia em Santiago, até cerca das 15h30. As pessoas íam trabalhar em transporte público ou privado. Mas depois das 16 horas, a atmosfera mudava. Todos os dias, marchas eram marcadas às 17 horas nas praças de cada cidade e, por volta das 20 horas, começavam os confrontos entre manifestantes e polícia, que duravam até por volta das 23 horas. Hoje não existem tantas pessoas nas ruas, há cidades onde os protestos pararam e a rotina anterior a 18 de outubro foi retomada, principalmente em cidades fora da Região Metropolitana.

Na semana passada, fui de carro ao centro de Santiago e pensei que seria um caos. Fiz isso para testar como estava a atmosfera, especialmente perto da Plaza Italia. Eu pensei que iria encontrar tudo fechado, mas felizmente estava errada. Há semáforos apagados, que os manifestantes destruíram, e alguma lentidão em alguns cruzamentos, mas fora disso circulei por volta das 13 horas sem problemas.

As pessoas que moram no centro de Santiago, Valparaíso e Concepción, onde se concentraram as manifestações, seguem suas vidas normalmente durante o dia e, mais ainda, se não houver chamadas para marchas. O tráfego de carros flui, porque eu vi com meus próprios olhos. Eu digo isso para que você não pense que tudo está um caos por aqui. Pelo contrário, acredito que poderá fazer quase tudo que desejar como viajantes no Chile sem problemas.

Atrativos turísticos

Segundo o relatório divulgado hoje pelo Serviço Nacional de Turismo, destinos como San Pedro de Atacama, Iquique e La Serena, no norte, estão em pleno funcionamento, operando com todas as suas ofertas de turismo.

O mesmo vale para Torres del Paine, Puerto Varas, Valdivia e Pucón, no sul, onde eles já estão se preparando para a alta temporada de verão.

Em Santiago, as principais atrações turísticas estão abertas: Museo Nacional de Historia Natural, Museo Interactivo Mirador, GAM, Museo Historia Nacional e Centro Cultural La Moneda.  Também funcionam normalmente o Parque Red Cordillera, Cerro Santa Lucia, Sky Costanera, Parque O’Higgins, Parque Quinta Normal, Parque Metropolitano e Cerro San Cristóbal (Zoo Nacional, Funicular y Teleférico), assim como as vinícolas do Valle del Maipo, Planetario, Templo Bahá’ío Pueblito Los Dominicos. Também as comunas rurais de San José de Maipo, Pirque, Melipilla e Paine têm suas atrações e infraestrutura turística funcionando normalmente. Somente a Biblioteca Nacional (que fica a um quarteirão da Plaza Italia) está fechada.

Shoppings

Os centros comerciais do Chile foram transformados em espaços de protesto, porque parte das demandas dos chilenos nas ruas é a maneira pela qual o endividamento no país foi aumentado, de modo que vários shoppings têm sido locais centrais de manifestações, em sua maioria pacíficas, e que terminam após um tempo sem intervenção da polícia.

Assim, não se assuste se vir mais abrigo policial em lugares como o Costanera Center Mall, Arauco Park, Alto Las Condes e os Mall Plaza, que estão em diferentes cidades do país. É importante que, como viajante, você saiba que os shoppings estão funcionando regularmente.

O que mudou foi que eles reduziram seu dia de trabalho. No Chile, costumávamos ter os shoppings abertos até as 22 horas e os cinemas até depois da 1 hora. Hoje, essa é uma das mudanças que você poderá notar, porque a maioria dos shopping centers e supermercados fica aberta até 20:00 ou 21:00. E alguns bloquearam parte de seu acesso para poder proteger as entradas, e eles só têm as portas oficiais disponíveis. Mas você pode visitá-los sem problemas.

Hospedagem

No caso de Santiago,de acordo com o Serviço Nacional de Turismo, as comunas de Santiago Centro e Providencia têm alguns hotéis fechados para reparo, após sofrerem danos durante os primeiros dias de manifestações. Além disso, se você quiser uma viagem realmente tranquila, sem ruas fechadas, semáforos apagados ou manifestações, recomendo que você procure acomodações em Las Condes ou Ñuñoa. Tenho acompanhado as chamadas para manifestações nos últimos dias e todas são para a Plaza Italia, no centro de Santiago, e Tobalaba, em Providencia.

No caso de Valparaíso, a rede hoteleira está pronta para receber os viajantes que desejam vir à cidade. O panorama no centro (perto da costa) é triste, porque nas primeiras semanas de manifestações o comércio sofreu saques em incêndios, como em nenhum outro lugar do país. Hoje tudo está mais calmo e os belos cerros porteños não foram danificados. Se você quer descansar, recomendo que  durma no Cerro Concepción, Cerro Bellavista, ou em Viña del Mar, a apenas 20 minutos de metrô de Valparaíso.

Recomendações finais

No Chile, tudo está funcionando para que você nos visite. No centro das principais cidades, você verá os murais do comércio protegido, mas os serviços funcionam normalmente. Tudo mantém seus horários, com exceção dos maiores shopping centers, como falei.

Se deseja tranquilidade, principalmente à noite, é melhor evitar os arredores da Plaza Italia e do Parque Bustamante em Santiago, bem como do centro de Valparaíso e da Plaza de Concepción, porque você pode encontrar alguma manifestação com congestionamento, se estiver de carro.

Se sua pergunta sobre a situação atual é geral, posso lhe dizer que, felizmente, a violência diminuiu e quase desapareceu nas últimas semanas, há apenas algumas manifestações pacíficas. Estamos prontos para recebê-los em sua próxima viagem ao Chile!

Lea este texto original en español en Mejores Destinos Chile

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção