Ryanair: passageiros terão que pedir permissão para usar o banheiro

Rafael Castilho
Rafael Castilho
12/05/2020  ·  8:4312 · Maio · 2020  ·  8:43

Ryanair: passageiros terão que pedir permissão para usar o banheiro

A maior companhia Low Cost da Europa, a Ryanair, planeja iniciar a retomada de seus voos com novas normas de segurança sanitária. A empresa irlandesa deve retomar 40% da sua atividade e 90% das rotas em julho. Devido à pandemia, a Ryanair suspendeu 99% de suas operações.

Sobre as novas medidas de segurança sanitária, a Ryanair divulgou um vídeo sobre as regras que serão adotadas assim que seus voos voltarem. Entre as medidas mais polêmicas e inusitadas está a proibição dos passageiros se levantarem durante o voo. Os viajantes só poderão levantar para ir ao banheiro depois de pedirem e terem a autorização dos comissários. O objetivo é evitar filas e aglomerações dentro das aeronaves.

A Ryanair também adotará a obrigatoriedade do uso de máscaras. A empresa aconselha os passageiros a medirem a temperatura antes de sairem de casa e o acompanhamento de todos os detalhes do voo devem ser feitas diretamente no APP da companhia.

No aeroporto, os passageiros deverão evitar a formação de filas e respeitar a distância dos demais passageiros durante o embarque. Proteção acrílica será instalada para evitar o contato com a equipe de solo da companhia, as malas devem ser preferencialmente despachadas diretamente pelo passageiro e o próprio viajante fará a leitura de seu cartão de embarque. A comida de bordo só poderá ser comprada com cartões contactless (pagamento por aproximação).

Sobre a limpeza das aeronaves, a Ryanair garante que os aviões serão desinfetados diariamente com produtos químicos que duram mais de 24 horas. De acordo com a companhia, o sistema de circulação do ar também é seguro e cumpre os mesmos requisitos dos ares-condicionados de hospitais.

As medidas adotadas pela Ryanair devem fazer parte do “novo normal”da aviação pós pandemia. Veja o que deve mudar das viagens pós fim da quarentena provocada pela covil-19. Além da Ryanair, outras companhias já anunciaram a retomada dos voos e o tráfego aéreo na Europa começa ser retomado lentamente.