logo Melhores Destinos

Roteiro em Lisboa: itinerários de um a sete dias na capital de Portugal

Bruna Scirea
Bruna Scirea
20/12/2020 às 5:44

Roteiro em Lisboa: itinerários de um a sete dias na capital de Portugal

Não importa quantos dias você tenha para explorar a capital de Portugal: é certo que você vai deixá-la já pensando em uma próxima visita. Isso porque um roteiro em Lisboa é sempre cheio de atrações, bons restaurantes, mirantes com vista para os telhados alaranjados e o Rio Tejo e muitas ruelas coloridas e surpreendentes. O combo perfeito para dias inesquecíveis.

Para te ajudar a planejar a viagem, neste post trazemos o roteiro em Lisboa que mais se encaixa no seu perfil de viajante, de acordo com o ritmo e o tempo que você terá na cidade. Sugerimos itinerários que vão desde um dia até uma semana, com sugestões de destinos que podem ser visitados em um bate-volta desde a capital de Portugal. Confira!

Roteiro em Lisboa

Para facilitar, utilize o mapa abaixo para situar onde estão as principais atrações de Lisboa, os restaurantes que recomendamos, além dos mirantes com vistas mais espetaculares e tradicionais casas de Fado. Você pode baixar o nosso mapa no seu celular e utilizar até se não tiver internet ou quiser deixar o aparelho em modo avião. Aliás, confira 10 dicas de como usar o Google Maps em viagens.

Também já fizemos um post com o que fazer em Lisboa bairro a bairro. Dê uma olhada para conhecer as principais atrações de cada região da cidade, como chegar em Belém e no Parque das Nações, além de dicas de restaurantes que adoramos!

Roteiro de 1 dia em Lisboa

(Baixa, Alfama, Chiado, Bairro Alto, Cais do Sodré)

Para quem tem somente um dia inteiro em Lisboa, nossa sugestão é conhecer a região central, onde estão alguns dos principais cartões postais da cidade. A manhã pode começar na Baixa, em um passeio pela Praça do Comércio (Terreiro do Paço), Rua Augusta, Praça do Rossio e Praça da Figueira. Se fizer questão, pegue o Elevador de Santa Justa (considere uma provável fila) e siga em caminhada pelo Bairro Alto e Chiado, onde estão muitas as opções de restaurantes. Se quiser evitar a fila, vá caminhando até a região do Convento do Carmo, que dá acesso ao mirante do Elevador de Santa Justa, gratuito e com uma incrível vista da cidade. No Chiado, passeie pela Rua Garrett e, no Bairro Alto, vá até a Rua da Bica, onde está um dos bondinhos amarelos mais famosos de Lisboa.

viagem a portugal lisboa

Igreja de São Domingos, próximo à Praça do Rossio / Fotos: Bruna Scirea

Praça do Comércio e o Arco da Rua Augusta, ao fundo / Fotos: Bruna Scirea

À tarde, volte para a Baixa e suba o bairro da Alfama a pé. Você também pode pegar o Eléctrico 28, mas a longa fila que costuma fazer na parada da Praça Martim Moniz certamente vai lhe tomar um bom tempo. Caminhando, poderá passar pela Catedral da Sé, apreciar as vistas dos mirantes Santa Luzia e Portas do Sol e seguir até o Castelo de São Jorge. Se tiver tempo para entrar, aproveite o pôr do sol por lá. O mirante do castelo é um dos melhores lugares para contemplar a beleza de Lisboa. Outro ponto interessante para curtir o fim de tarde é às margens do Tejo, no Cais do Sodré, ou no Miradouro Santa Catarina, no Bairro Alto.

Pela noite, aproveite para conhecer o Fado, atração em vários restaurantes da Alfama e do Bairro Alto, como a Tasca do Chico e a Adega do Machado. Se tiver fôlego para seguir madrugada adentro, saiba que os bares e festas do Cais do Sodré devem estar a mil.

Com um único dia em Lisboa, você certamente não vai conseguir entrar em todas as atrações que deseja. Em uma primeira visita à cidade, invista em conhecer as ruas e as belas paisagens, escolhendo apenas uma ou outra atração para entrar. Se fizer questão de incluir Belém no roteiro, chegue ao bairro cedo, logo no horário de abertura das atrações. À tarde, volte para a Baixa e siga parte do roteiro sugerido acima, com destaque para a Alfama.

Alfama com suas construções coloridas, coladas umas às outras / Foto: Bruna Scirea

Sugestões de restaurantes para este roteiro: Zé da Mouraria e Zé dos Cornos (Alfama), Bairro do Avillez, Cervejaria Trindade e Casa da Índia (Chiado e Bairro Alto), Taberna do Lis (Baixa), Tasca da Sé, A Muralha Tasca Típica e Ti Natércia (Alfama). No Cais do Sodré tem ainda o Mercado da Ribeira (Time Out Market) com muitas opções de comida. Não deixe de visitar o café A Brasileira (Chiado) e e comer um pastel de nata na Manteigaria (Bairro Alto).

Roteiro de 2 dias em Lisboa

Dia 1: Baixa e Alfama
Dia 2: Belém, Chiado e Bairro Alto

Em um roteiro de dois dias em Lisboa já cabem passeios mais tranquilos pelas ruas da capital portuguesa, com direito à entrada nas atrações que mais lhe chamarem atenção e pausas para refeições saborosas em bons restaurantes lisboetas. Nossa sugestão é que você conheça duas importantes regiões: a central (Baixa, Chiado, Bairro Alto e Alfama) e o bairro Belém.

No primeiro dia, comece o roteiro pela Praça do Comércio, às margens do Rio Tejo. Siga pela Rua Augusta passando pelo Arco da Augusta, onde você pode subir até o mirante pelo valor de 3 euros — a vista para o Tejo é especial, mas há outros terraços com paisagens mais bonitas, como o do topo do Elevador de Santa Justa. Aliás, se desejar passear com o elevador, considere a possibilidade de pegar uma longa fila (você fica menos de dois minutos dentro do elevador, todo fechado, sem vista, o que nos leva a achar que não vale muito a pena).

Siga até a Praça do Rossio, onde está a Confeitaria Nacional, e a Praça da Figueira, onde costuma ocorrer um mercado de rua bem legal, com produtos típicos de várias regiões de Portugal. Há vários bons restaurantes na Baixa ou em regiões próximas, como a Mouraria. Alguns deles: Zé dos Cornos, Zé da Mouraria, Cantinho do Aziz (comida moçambicana), além do Ramiro, Gambrinus e do Solar dos Presuntos (especializados em frutos do mar).

À tarde, rume para a Alfama a pé, aproveitando para fazer a digestão pelas charmosas ruelas do bairro, ou então com o Eléctrico 28, que se pega na Praça Martim Moniz. Na Alfama, passe pela Catedral da Sé, faça uma pausa nos mirantes Santa Luzia e Portas do Sol e conheça o Castelo de São Jorge ao fim da tarde. Se sobrar tempo antes disso, outros dois pontos interessantes no bairro são o Panteão Nacional e o Mosteiro São Vicente de Fora. Às terças e sábados ocorre também a imperdível Feira da Ladra.

Telhados do bairro Alfama com o Mosteiro São Vicente de Fora ao fundo / Fotos: Bruna Scirea

À noite, curta o Fado ou jante em algum dos ótimos restaurantes de Lisboa. Boas opções para comer e beber estão no Chiado, Bairro Alto e Príncipe Real. Já as melhores casas de Fado se concentram na Alfama e no Bairro Alto.

No segundo dia em Lisboa, acorde cedo e vá para Belém com o bonde 15E que sai da Praça da Figueira, Praça do Comércio ou Cais do Sodré. Escolha as atrações em que você deseja entrar e percorra toda a esplanada, passando pelo Mosteiro dos Jerónimos, Padrão dos Descobrimentos e Torre de Belém. Não esqueça de curtir a vista para o Tejo e a Ponte 25 de abril e de provar o autêntico pastel de Belém.

Devido às filas, visitando o Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém é provável que você só se libere no meio da tarde. Aí temos duas sugestões: seguir até a região do Cais do Sodré e passar o fim de tarde às margens do Tejo, em alguns dos bares que tem por ali ou então subir até o Bairro Alto com o famoso Elevador da Bica. No Bairro Alto, se der tempo, entre nas Ruínas do Convento do Carmo e assista ao pôr do sol no Miradouro de Santa Catarina. Neste trajeto de volta de Belém para o centro de Lisboa, é possível fazer uma pausa na LX Factory (lugar descolado, com lojas, livrarias, bares e restaurantes).

Torre de Belém é um dos principais atrativos do “Bairro dos Descobrimentos” / Fotos: Bruna Scirea

À noite, escolha um bom bar ou restaurante em algum bairro que você ainda não visitou ou que adorou. Como já dissemos, a vida noturna lisboeta se concentra principalmente no Bairro Alto, Chiado, Cais do Sodré e Príncipe Real.

Roteiro de 3 dias em Lisboa

Roteiro de 3 dias em Lisboa – opção 1 (mais tranquila)
Dia 1: Baixa, Chiado e Bairro Alto
Dia 2: Alfama e Graça
Dia 3: Belém e Cais do Sodré

Para um roteiro de três dias em Lisboa, temos duas sugestões. A primeira é fazer o roteiro de dois dias (acima) de maneira mais tranquila. Aliás, três dias são perfeitos para percorrer essas regiões que listamos no roteiro de dois dias, com tempo para curtir os detalhes das ruas e paisagens, além de entrar nas atrações preferidas e fazer refeições com calma. Uma boa opção é deixar um dia inteiro para a Baixa, Chiado e Bairro Alto (Praça do Comércio, Arco da Rua Augusta, Praça do Rossio, Confeitaria Nacional, Praça da Figueira, Elevador de Santa Justa, Ruínas do Convento do Carmo, Elevador da Bica, Miradouro de Santa Catarina, Livraria Bertrand, Café A Brasileira e lojas do Chiado).

Vista do mirante sobre o Elevador de Santa Justa, no centro de Lisboa / Fotos: Bruna Scirea

No segundo dia, vale pegar o Eléctrico 28 bem cedinho em direção ao topo da Alfama. Depois, passe o dia perdendo-se pelas ruelas e miradouros, como o Santa Luzia e Portas do Sol, e conhecendo algumas atrações do bairro, como o Castelo de São Jorge, a Catedral da Sé, o Panteão Nacional, o Mosteiro São Vicente de Fora e o Museu do Fado. Se sobrar tempo, siga a pé até o bairro da Graça e curta a vista desde os Miradouros da Graça e o Nossa Senhora do Monte.

No terceiro dia, vá para Belém e aproveite com calma os passeios por lá. Na volta, desembarque no Cais do Sodré e se despeça de Lisboa às margens do Tejo ou nos mirantes do Bairro Alto. Se ainda não assistiu ao Fado, é a última oportunidade.

Vista sobre Belém do alto do Padrão dos Descobrimentos / Fotos: Bruna Scirea

Roteiro de 3 dias em Lisboa – opção 2 (mais corrida)
Dia 1: Baixa e Alfama
Dia 2: Belém, Chiado e Bairro Alto
Dia 3: Parque das Nações ou Sintra ou Cascais

Agora, a segunda opção de roteiro de 3 dias em Lisboa: se você é dos que gostam de conhecer o maior número de regiões possível, siga a nossa sugestão de fazer o roteiro recomendado para dois dias e, no terceiro, vá para o Parque das Nações, moderna região de Lisboa onde ficam o Oceanário, o Pavilhão do Conhecimento, o Teleférico de Lisboa e o shopping Vasco da Gama. Se preferir seguir em um roteiro mais histórico, outra possibilidade é visitar a romântica vila de Sintra, a 40 minutos de Lisboa. E mais: se o calor estiver demais, considere as praias de Cascais, também a menos de uma hora do Cais do Sodré.

Oceanário, uma das principais atrações do bairro Parque das Nações / Fotos: Bruna Scirea

Roteiro de 4 dias em Lisboa

Roteiro de 4 dias em Lisboa – opção 1 (mais tranquila)
Dia 1: Baixa, Chiado e Bairro Alto
Dia 2: Alfama e Graça
Dia 3: Belém e Cais do Sodré
Dia 4: Parque das Nações e Príncipe Real ou bate-volta para alguma cidade próxima (Sintra, Cascais, Évora, Óbidos ou Fátima)

Com quatro dias é possível conhecer o principal de Lisboa com calma. É o tempo mínimo que recomendamos de estadia na capital portuguesa. Para desfrutar sem pressas de todos os cantinhos lisboetas, siga nossas recomendações do roteiro de 3 dias (opção 1) e no quarto dia acrescente a moderna região do Parque das Nações, onde ficam o Oceanário e o Pavilhão do Conhecimento, dois ótimos passeios para famílias com crianças. Se preferir deixar esta região para outra viagem, escolha um dos destinos de bate-volta de Lisboa que recomendamos acima.

Vista da Baixa e Alfama a partir do mirante do Elevador de Santa Justa / Fotos: Bruna Scirea

Roteiro de 4 dias em Lisboa – opção 2 (mais corrida)
Dia 1: Baixa e Alfama
Dia 2: Belém, Chiado e Bairro Alto
Dia 3: Parque das Nações e Príncipe Real ou Cais do Sodré
Dia 4: bate-volta desde Lisboa para Sintra, Cascais, Óbidos, Évora ou Fátima

Com quatro dias também dá para conhecer todas as regiões turísticas de Lisboa e ainda incluir um dia de bate-volta para algum destino próximo do seu interesse. Provavelmente vai haver muito tempo para descanso. Mas se você é daqueles que prefere curtir os dias ao ar livre, escolhendo apenas uma ou outra atrações para visitar, pode ser que também não seja muito cansativo. Já fizemos este roteiro e… é tudo tão lindo que as pernas aguentam, quase sem reclamar!

o que fazer em sintra

Palácio da Pena, uma das atrações mais visitadas de Sintra / Fotos: Bruna Scirea

Roteiro de 5 dias em Lisboa

Em um roteiro de cinco dias em Lisboa dá para descansar, conhecer vários bons restaurantes, curtir o pôr do sol cada dia em um mirante diferente e conhecer em detalhes os principais bairros de Lisboa. Nossa recomendação é que você faça o nosso roteiro de 4 dias em Lisboa (opção 1) e escolha um destino de bate-volta para o quinto dia. Nossas recomendações principais: Sintra ou Cascais (se for verão). Se sobrar tempo entre os passeios, lembre-se de algumas atrações que ficam um pouco fora do circuito mais turístico, mas são bem legais: como o Museu do Azulejo e a Fundação Calouste Gulbenkian.

praia da conceicao cascais

Dia de verão em Cascais, a 40 minutos de Lisboa / Fotos: Bruna Scirea

Roteiro de 6 dias em Lisboa

Em um roteiro de 6 dias em Lisboa você pode optar por voltar aos pontos que mais gostou ou atrações que ainda não visitou, ou então acrescentar mais passeios de bate-volta. Se já conheceu Sintra e faz calor, vá para Cascais. Outras opções são o vilarejo medieval de Óbidos; Fátima, que é o principal centro de peregrinação em Portugal (se alugar carro, dá para conhecer Fátima e Óbidos no mesmo dia), ou Évora, a capital do Alentejo. Próximo à Lisboa também há boas opções de vinícolas e uma das regiões litorâneas mais lindas de Portugal: a Serra da Arrábida.

Roteiro de 7 dias em Lisboa

Um roteiro de 7 dias em Lisboa certamente vai lhe garantir passeios com a calma e a contemplação que a lindíssima capital portuguesa merece. Escolha alguns dos roteiros que já sugerimos acima e acrescente os destinos de bate-volta que preferir. Os possíveis desde Lisboa são: Sintra, Cascais, Óbidos, Fátima, Évora, Serra da Arrábida e a vinícola Quinta da Bacalhôa, a 40 minutos da capital.

Litoral da Serra da Arrábida, opção de bate-volta desde Lisboa / Foto: Bruna Scirea


E aí, curtiu nossas dicas de roteiro em Lisboa? Se tiver outras sugestões, participe nos comentários abaixo! E para quem estiver planejando uma viagem a Portugal, recomendamos nosso post com tudo o que você precisa saber!