logo Melhores Destinos

RIOgaleão bate recorde de passageiros em um único dia, em meio às obras no aeroporto Santos Dumont

Leonardo Cassol
03/09/2019 às 15:47

RIOgaleão bate recorde de passageiros em um único dia, em meio às obras no aeroporto Santos Dumont

O aeroporto RIOgaleão recebeu mais de 430 mil passageiros durante a última semana de agosto, quando passou a receber quase todos os voos com origem ou destino a cidade do Rio de Janeiro. Entre 24 e 30 de agosto, foram operados 3.050 voos, sendo 2.613 domésticos e 437 internacionais.

Segundo a concessionária, o aeroporto registrou 90,2% de pontualidade no período. O dia com a maior movimentação foi a última sexta-feira (30/08), quando cerca de 66 mil pessoas passaram pelo terminal. O número representa o recorde de passageiros do RIOgaleão em um único dia. A marca, até então, era de 64 mil passageiros, alcançada em 12 de agosto de 2016, durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O tempo médio para passar pelo controle de raios-x no período avaliado foi de dois minutos e 43 segundos. Antes de começarem as obras no Santos Dumont o intervalo médio era de dois minutos e 22 segundos.

Balanço da operação do RIOgaleão de 24 a 30 de agosto

  • Total de passageiros: mais de 430 mil
  • Dia de maior movimentação: sexta-feira (30/08), com cerca de 66 mil passageiros
  • Total de voos operados: 3.050, sendo 2.613 domésticos e 437 internacionais
  • Voos atrasados (pousos): 161
  • Voos atrasados (decolagens): 151
  • Voos cancelados: 11
  • Voos alternados: 1
  • Tempo médio no controle de raios-x – 2 minutos e 43 segundos

Eu estive no Galeão quatro vezes após o início das obras no Santos Dumont. Duas para embarcar e duas para desembarcar. No embarque, realmente passei super rápido pelo controle de raios-x (entre 6h e 7h da manhã). Achei bem organizado e deu para notar que se prepararam para o forte aumento na demanda. O movimento, apesar de intenso, estava compatível com a infraestrutura do aeroporto. A sala VIP da Smiles estava bem cheia, mas ainda habitável, com uma reposição em escala industrial do bufê.

Já no desembarque, o local designado para a Uber não dava conta da demanda. Nas duas vezes que desci no Galeão precisei aguardar mais de 30 minutos por um carro (no período da noite), porque os motoristas ficam numa fila interminável para entrar no “estacionamento administrativo”. Além de mal sinalizado, já que não havia nenhuma placa indicativa dentro do aeroporto, o processo de embarque está confuso e desorganizado. Apesar de haver um guarda de trânsito e um staff da Uber, o local é claramente incompatível com a demanda e um retrato do improviso e do amadorismo. Para vocês terem uma ideia, a funcionária da Uber gritava o nome dos passageiros e motoristas com um megafone. Em alguns momentos, chegou a alertar que a empresa não seria responsável pelo atropelamento das pessoas (de uma maneira não tão elegante: “se morrer, depois não venham culpar a Uber…”, gritava a moça para um público um pouco indisciplinado, que se amontoava em torno de uma faixa azul, esperando os motoristas para embarcar). Certamente deve existir um jeito mais organizado de receber os clientes.

Quem tiver viagem programada por lá deve ter atenção especial ao trânsito. Ir para o Galeão pela manhã é tranquilo, pois é o contra-fluxo do trânsito. Já a partir de 16h, prepare-se para muito trânsito e pelo menos uma hora de viagem. No retorno é o oposto. Quem chega pela manhã pega um congestionamento grande em direção ao centro do Rio de Janeiro, ou até a Zona Sul. Entre 11h e 16h, ou após as 20h o trânsito é mais ameno.

E você, esteve no Galeão nos últimos dias? O que achou? Comente e participe.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção