logo Melhores Destinos

RioStar: como é, quanto custa, como chegar e dicas da maior roda gigante da América Latina

Bruna Scirea
Bruna Scirea
21/02/2020 às 9:03

RioStar: como é, quanto custa, como chegar e dicas da maior roda gigante da América Latina

Em uma quente manhã de janeiro visitamos a Rio Star, a maior roda gigante da América Latina, inaugurada no Rio de Janeiro em dezembro de 2019. Veja como foi o nosso passeio, quanto custa o ingresso da Rio Star, quais são os pontos que podem ser observados do topo da roda gigante e como chegar na atração, com conteúdo em texto e vídeo, conforme a sua preferência.

Como é o passeio na Rio Star

Chegamos às 10h ao Boulevard Olímpico, região portuária do Rio de Janeiro onde ficam atrações como o Museu do Amanhã, o AquaRio e, mais recentemente inaugurada, a Rio Star. Eu estava na Lapa, região central da cidade e não gastei mais do que R$ 13 de Uber. O Sandro, colega que me acompanhou, veio do aeroporto de VLT – uma viagem de 25 minutos, que custou R$ 3,80 (mais o custo do cartão Riocard Mais, de R$ 3).

Apesar de ser janeiro, alta temporada no Rio de Janeiro, não havia filas para entrar na atração – dizem que por volta do meio-dia e no fim de tarde o movimento costuma ser maior. Nos dirigimos até o pé da roda-gigante, onde existe uma equipe de fotógrafos fazendo registros dos passageiros, disponíveis para compra no fim do percurso. Sandro e eu fizemos umas poses e seguimos para uma das 54 cabines. Como não havia muita gente por lá, acabamos pegando uma exclusivamente para a gente – mas cabem até seis pessoas em cada uma.

rio star roda gigante

A Rio Star tem 54 cabines e chega a uma altura de 88 metros

Havíamos lido anteriormente que o ar-condicionado das cabines não dão conta do calor. Naquela manhã os termômetros marcavam 27°C. A climatização até que amenizava a temperatura, mas concluímos que se estivéssemos em mais pessoas o calor dentro da cabine poderia ser incomodar.

A Rio Star sobe 88 metros, altura de um edifício de quase 30 andares, a uma velocidade extremamente lenta – ou seja: não há solavancos e não sentimos qualquer indício de tontura ou medinho por estarmos em uma cabine envidraçada tão distantes do solo. Nos sentimos muito seguros e pudemos então focar no que mais interessa quando dentro da roda gigante: a paisagem.

Como a Rio Star fica localizada no Boulevard Olímpico, a primeira imagem que se tem logo que a cabine começa a subir é a do entorno de obras na zona portuária, alguns prédios modernos, o AquaRio e a Baía de Guanabara logo em frente. No lado oposto estão o Morro da Providência (a primeira comunidade do Rio de Janeiro) e o Relógio da Central, e já bem mais distante é possível ver o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, a Pedra do Sal, a Ponte Rio-Niterói e a Cidade do Samba.

O passeio dura cerca de 15 minutos e é interessante por se estar dentro de uma das maiores rodas gigantes do mundo, podendo ver o Rio de Janeiro de outro ângulo. A vista do topo da Rio Star, no entanto, não é comparável com a beleza de outros mirantes, como o Cristo Redentor ou o Pão do Açúcar. Em resumo, a nossa avaliação é de que o passeio vale a pena pela estrutura, altura a que se chega e também pela proximidade com outras atrações, como o AquaRio, Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (M.A.R.). Em relação à vista: há cenários mais bonitos espalhados pela Cidade Maravilhosa.

Na saída da cabine, fomos até o guichê das fotos, que eram vendidas ao valor final de R$ 80 (quatro fotos digitalizadas e duas impressas). Na saída da atração ainda há uma loja de souvenirs e um café, que podem ser acessados até por quem não pretende andar na roda gigante.

As fotos são entregues impressas em um cartão da Rio Star

Ingresso e meia entrada para a Rio Star

A Rio Star funciona diariamente das 10h às 18h e os ingressos pode ser comprados antecipadamente pelo site da Rio Star, evitando assim eventual fila para a compra de ingresso na bilheteria da atração. No momento da compra você define em que data visitará a roda gigante – mas pode utilizar o ingresso até 7 dias após a data definida. Não há horário marcado, apenas data.

O valor para comprar pelo site e de R$ 59. A meia entrada custa R$ 35 e vale para crianças de 3 a 11 anos (até 3 não paga), jovens de 12 a 21, estudantes, brasileiros com idade acima de 60 anos, pessoas com deficiência (PCDs) e um acompanhante por cada PCD.

Moradores do Rio de Janeiro que comprovarem a residência na cidade pagam R$ 49. E quem preferir, pode ainda reservar uma cabine inteira ao valor total de R$ 360 (até seis pessoas).

Como chegar a Rio Star

Endereço: Avenida Rodrigues Alves, 455

A Rio Star está no Boulevard Olímpico, zona portuária do Rio de Janeiro que foi revitalizada e hoje conta com atrações como o Museu do Amanhã e o AquaRio. É possível chegar à atração de VLT, Uber, táxi ou carro.

VLT: as paradas do VLT mais próximas da atração são a Cidade do Samba e a Utopia/AquaRio. Desembarcando em qualquer uma delas, é preciso caminhar mais 400 metros (menos de 10 minutos de caminhada). Nossa sugestão é que você desembarque na parada Utopia/AquaRio do VLT, pois o percurso é bem mais agradável.

Uber ou táxi: em todos os aplicativos de transporte é possível encontrar a Rio Star cadastrada. O motorista deixa o passageiro na Avenida Rodrigues Alves, que passa bem atrás da roda gigante. Aí é só caminhar e em menos de um minuto se está na porta da atração. Nossa corrida desde a Lapa até a Rio Star custou menos de R$ 13 (pouco antes das 10h).

Carro: há opções de estacionamento no entorno da Rio Star. A atração recomenda o estacionamento do edifício AQWA Corporate, que está a uma caminhada de 4 minutos da Rio Star. Outra opção é utilizar o estacionamento Estapar AquaRio (Avenida Rodrigues Alves, 379), também a uma caminhada de 4 minutos da roda gigante.

________________________

Já esteve na Rio Star? Conta pra gente o que achou do passeio nos comentários abaixo!

Veja também: Dez erros comuns numa viagem para o Rio de Janeiro e dicas para evitá-los!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *