logo Melhores Destinos

Revolut: conheça a conta internacional com cartão grátis que se prepara para chegar ao Brasil

Denis Carvalho
Denis Carvalho
06/09/2021 às 6:01

Revolut: conheça a conta internacional com cartão grátis que se prepara para chegar ao Brasil

A Revolut está preparando sua chegada ao Brasil e pode ajudar os brasileiros na hora de viajar ao exterior. Com sede no Reino Unido, a empresa de pagamentos online tem como diferenciais permitir a criação de carteiras virtuais com várias moedas e criptomoedas com taxas atraentes e saques sem custo no exterior, para valores baixos, ou com taxas menores.

O Brasil já está confirmado como um dos próximos países a receber a Revolut, tanto que há um site onde é possível se inscrever na lista de espera – já são mais de 7 mil brasileiros inscritos. O planejamento inicial era começar a operar por aqui em 2020, mas a pandemia fez com que os planos fossem adiados.

O que é a Revolut?

A Revolut é uma fintech, uma empresa digital de economia, fundada em 2015. A ideia principal é permitir que seus clientes façam transferências internacionais ou usem recursos no exterior com taxas menores que as instituições financeiras convencionais. Até agora a empresa tem mais de 15 milhões de clientes. Ao se inscrever você abre uma conta internacional com sede no Reino Unido e recebe um cartão de débito para movimentá-la.

Como funciona a Revolut?

Para fazer parte da Revolut é necessário baixar o aplicativo e criar uma conta digital internacional. Após a aprovação, você poderá optar por três tipos de conta. A Revolut Standard, gratuita, a Revolut Premium ou a Revolut Metal. Todas as modalidades incluem uma conta internacional IBAN (International Bank Account Number), que permite a remessa de valores ao exterior.

O que inclui a conta Revolut grátis?

A conta Revolut Standard não exige pagamento mensal. Ao se inscrever, o cliente recebe uma conta IBAN em euros que permite transferência em 30 moedas diferentes com taxa de câmbio interbancário. No caso de transferências superiores a 6 mil euros mensais, é cobrada uma comissão de 0,5%. Também há taxas para transferências aos fins de semana, de 0,5% a 2% de acordo com a moeda. O cliente pode optar por receber um cartão de débito físico para movimentar a conta, que custa €5,99 e que pode ser usado inclusive nas viagens ao exterior para pagamentos e saques de dinheiro em espécie. Não há tarifas para saques em dinheiro de até 200 euros mensais. Após esse valor é cobrado uma taxa de 2%.

O que inclui a conta Revolut Plus

A conta Revolut Plus reune todos os benefícios da conta grátis com alguns benefícios extras, ao custo de €2,99:

  • Proteção de compra: seguro para compras de um ano, que cobre até €1.000 em danos ou furto/roubo;
  • Reembolso em devolução recusada: se você comprar algo com valor entre €50 e €300, devolver e por qualquer razão a devolução for negada, o Revolut cobre o valor;
  • Reembolso de ingresso: comprou ingresso para um evento e ficou doente ou teve problemas no carro? Sem problemas, a Revolut devolve o valor do ingresso até €1.000;
  • Cartão Revolut personalizável;
  • Funções extra de educação financeira no cartão Revolut Junior.

O que inclui a conta Revolut Premium

A conta Revolut Premium custa €7,99 por mês e oferece os mesmos serviços da conta Revolut Plus com algumas vantagens. A primeira é que não há limite na conversão de valores gratuita, enquanto há cobrança de tarifa na conta básica após 6 mil euros mensais. A conta ainda oferece um único acesso gratuito a uma das salas VIP do LoungeKey e seguros de viagem. Confira:

  • Câmbio de 30 moedas sem cobrança de taxas, não importa a quantidade
  • Saques gratuitos até €400 por mês – taxa de 2% após esse valor
  • Seguros de viagem internacionais: saúde, atraso de voo e bagagem
  • Um acesso grátis ao LoungeKey (passes adicionais por 22 libras)
  • Acesso a 5 criptomoedas
  • Cartão premium com design exclusivo

O que inclui a conta Revolut Metal

A conta Revolut Metal tem esse nome devido ao cartão contactless de metal que é enviado gratuitamente, com três opções de cores. Em termos de benefícios, o limite de saque sem taxa aumenta para €600 por mês. Além disso, a Revolut oferece cashback de 1% dos pagamentos feitos com seu cartão de débito. Os clientes Metal também recebem um Lounge Pass para acessar sem custos uma sala VIP do LoungeKey, mas todos os acessos posteriores são cobrados – no Reino Unido o valor é de 22 libras por pessoa.

Como transferir dinheiro para sua conta Revolut

É possível fazer o carregamento da conta por meio de transferência bancária ou cartão de crédito. A Revolut não cobra taxas de carregamento, mas pode haver taxas do banco – ainda não sabemos qual será o custo de carregamento no Brasil. Podem ser usados cartões Mastercard e Visa, não sabemos se haverá alguma cobrança por parte dos cartões no Brasil para fazer a operação. O tempo de transferência depende da conversão da moeda. Se as contas no Brasil forem baseadas em reais, os carregamentos estarão disponíveis em até três horas. Caso seja necessária uma transferência Swift, o prazo será de até cinco dias úteis.

Quando a Revolut chega ao Brasil

Segundo entrevistas dos diretores da fintech, o Brasil é um dos próximos países onde pretendem iniciar seus serviços, junto com Austrália, Cingapura, Estados Unidos, Canadá, Japão, Nova Zelândia, Japão e México. A previsão inicial era no começo de 2020, mas aí veio uma tal de pandemia e… os planos foram adiados. Por enquanto só é possível fazer um pré-cadastro e o aplicativo já está disponível na Google Play e App Store.

Vale a pena?

Só será possível responder a essa pergunta após a empresa chegar ao Brasil e podemos verificar se serão mantidos os mesmos serviços e taxas e qual o custo para transferir valores para a conta virtual. Caso sejam mantidas as mesmas condições que oferece na Europa, nos parece que a Revolut poderá se tornar uma opção muito interessante para cobrir os gastos durante uma viagem internacional, seja por meio do pagamento com cartão de débito, seja por meio de saques em espécie na rede bancária dos país visitado – lembrando que nesse caso, apesar de não haver custo da Revolut, devem existir taxas do banco detentor do caixa eletrônico.

Outra questão que ainda não está clara é a tributação incidente sobre essas operações. Em outros países a economia com impostos e taxas é um dos atrativos do sistema, mas se tratando do Brasil o regime tributário poderá reduzir ou até eliminar as vantagens propostas pela Revolut. Vamos aguardar!

Enquanto a Revolut não chega, há outras opções interessantes de contas internacionais no Brasil, como a Nomad, que costuma fazer boas promoções em parceria com o MD, e os bancos BS2 e C6 Bank. Saiba mais sobre contas digitais internacionais.

E você, já conhecia a Revolut? Acha que vai ser uma opção interessante? Ou será que há formas melhores de pagar suas contas no exterior? Participe nos comentários!