logo Melhores Destinos

Como renovar o Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela

João Goldmeier
João Goldmeier
18/05/2021 às 17:54

Como renovar o Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela

Até 2017 a vacina da Febre Amarela no Brasil tinha validade de 10 anos. A partir de então, passou a ser administrada em dose única, válida por toda a vida. A mudança também refletiu no Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela (CIV), documento exigido por diversos países para entrada de turistas. Ele passou a ser emitido sem data de validade. Mas e quem emitiu o CIV antes da mudança, o que fazer quando ele vence? Viajar com ele vencido? Tem que ir no posto de saúde tomar outra dose? Vai na Anvisa?

A ideia desse post surgiu porque isso aconteceu comigo. Fui conferir meu CIV e vi que ele estava vencido desde 2019. Embora tenha muita informação sobre o documento na internet, não achei nada que respondesse a minha pergunta. E se eu tinha essa dúvida, certamente outros leitores também teriam.

O que fazer quando o Certificado de Vacinação contra a Febre Amarela vence?

A boa notícia é que você não precisa tomar outra dose da vacina. Quem já tomou sabe o quanto aquela injeção dói! Se você guardou o cartão de vacinação basta solicitar a emissão de um novo Certificado de Vacinação contra a Febre Amarela, o que agora pode ser feito online. E tem mais uma notícia excelente, além de ser online, a emissão é gratuita!

Basta acessar o site da Anvisa dedicado ao CIV e preencher os dados, enviando foto da frente e do verso do comprovante de vacinação.

como renovar certificado internacional febre amarela

O novo Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela vale pela vida toda

Não guardou o cartão de vacinação? Não tem problema, é só ir até o posto de saúde onde você foi vacinado e pedir uma segunda via.

Agora se você não tem o cartão de vacinação e não lembra onde se vacinou, sinto muito: vai ter que tomar outra agulhada =/

No meu caso todo o processo de envio, análise e emissão do novo certificado demorou exatos dois dias úteis. Mas vale lembrar que o prazo que a Anvisa pede é de 10 dias úteis.

O novo documento vem com a data que eu tomei a vacina e com a nova validade para a vida toda.


Já esqueceu de conferir algum documento ou requisito de viagem e teve que fazer aquela correria para conseguir poder viajar? Conta pra gente nos comentários!

3 Comentários

  • Moisés says:

    A matéria tem um erro.
    É informado que “até 2017 a vacina da Febre Amarela no Brasil tinha validade de 10 anos”, ou seja, quem tomava a vacina até 2017 e obtinha o CIV, tinha a tal validade de 10 anos.

    “A partir de então, passou a ser administrada em dose única, válida por toda a vida”, ou seja, se você tomar a vacina a partir de 2017, você está imunizado pra toda a vida, no entanto, no modelo do CIV aparece “2009 à LIFE”.
    Deste modo, sugiro pesquisar novamente essas informações, pois está confuso. Além disso, existiu uma época, se não me falha a memória, que a vacina já era em dose única e durava pra toda vida, depois teve umas vacinas que foram aplicadas em “dose fracionada” e estas sim então, deviam de ser reaplicadas para durar para toda a vida.
    Seria interessante checar essas informações.

  • Maisa Pires says:

    Também tive essa dúvida, o meu venceu em 2017 e fomos ao posto da Anvisa do aeroporto de Congonhas em 2019 para ter o certificado vitalício. Vai que alguém entende que está vencido né? melhor prevenir, agora que dá pra “renovar” online melhor ainda.

  • ANA BEATRIZ says:

    É proibido viajar para os países que exigem o certificado de vacinação de febre amarela quem não pode tomar essa vacina?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *