logo Melhores Destinos

Portugal: tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem

Bruna Scirea
Bruna Scirea
03/05/2020 às 7:33

Portugal: tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem

Uma viagem a Portugal é o sonho de muitos brasileiros. E não faltam motivos para isso: facilidade da língua, cidades que reúnem história, beleza arquitetônica e paisagens incríveis, comida maravilhosa e um dos melhores custo-benefício entre os países da Europa.

Neste post separamos todas as informações que você precisa saber para planejar uma viagem para Portugal: quantos dias ficar, quando ir, principais regiões turísticas, roteiros, como se deslocar, hospedagem, alimentação e custos com hospedagem, alimentação e passeios. Confira todas as nossas dicas e boa viagem!

Quantos dias ficar em Portugal?

Para conseguir aproveitar o básico do básico são necessários pelo menos 7 dias de viagem em Portugal. Em uma semana é possível passear com calma pelas ruas de Lisboa e fazer alguns bate-volta para destinos próximos, como Sintra e Cascais. Em um roteiro de 7 dias mais corrido, dá ainda para conhecer Lisboa e Porto.

Mas se a ideia for aproveitar as férias e os dias em Portugal com mais calma, reserve pelo menos duas semanas para viajar pelo país – que, embora pequeno, surpreende pelo grande número de cidades e regiões turísticas, cada uma com suas particularidades e beleza próprias. Em 15 dias, dá para conhecer tranquilamente Lisboa, Porto e Coimbra, visitando ainda pequenos vilarejos ou destinos interessantes entre elas, como o Santuário de Fátima.

Já em uma viagem de mais de 15 dias dá para fazer um super giro por Portugal, incluindo regiões litorâneas como o Algarve, a Serra da Arrábida e a Costa Vicentina. Se a viagem não for na época mais quente do ano, quando as praias podem não fazer muito sentido no roteiro, invista em conhecer também cidades menores como Braga, Guimarães, Óbidos e Évora, além de vinícolas do Alentejo e do Vale do Douro.

viagem a portugal porto

Quando viajar para Portugal

A melhor época para fazer uma viagem a Portugal é entre maio e setembro, quando as temperaturas já estão mais altas, os dias com grandes chances de serem ensolarados e as atrações e praias portuguesas a mil. O fim da primavera e todo o verão marcam a alta temporada no país, época de festejos populares, festivais de música e cinema. Os turistas estão por todos os cantos e, claro, é o período em que os preços estão mais elevados.

Nos demais meses do ano, as temperaturas caem, chove um pouco mais, mas não chega a fazer frio como em outros países da Europa – embora seja possível ver neve e esquiar na belíssima Serra da Estrela. No outono e no inverno, as regiões litorâneas ficam praticamente desertas, mas cidades como Lisboa, Porto, Évora, Coimbra e Braga seguem recebendo grande número de visitantes, que aproveitam os museus, mosteiros, castelos e outros pontos turísticos sem enfrentar filas ou tumulto. Os preços de hospedagem estão mais acessíveis e o clima é ainda mais convidativo para aproveitar os deliciosos doces, embutidos, queijos e vinhos portugueses.

Principais regiões turísticas de Portugal

LISBOA E REGIÃO
(Lisboa, Cascais, Sintra, Serra da Arrábida)

Destino certo da imensa maioria dos turistas que visitam Portugal, a região de Lisboa combina história, modernidade, vistas panorâmicas incríveis, praias e serra com direito a friozinho e neblina mesmo nos dias mais quentes do ano. Em três ou quatro dias é possível conhecer os principais atrativos da capital portuguesa, como Belém (bairro dos Descobrimentos); a Baixa Lisboeta e seus pontos turísticos como o Arco da Augusta, o Elevador de Santa Justa e a Praça do Rossio; a Alfama, seus vários mirantes e o Castelo de São Jorge; além de curtir a noite no Bairro Alto, fazer compras nas lojas do Chiado, passear pela orla do Tejo no Cais do Sodré e se surpreender coma modernidade lisboeta no Parque das Nações.

viagem a portugal lisboa

Com mais tempo pela região, vale fazer um bate-volta a Sintra, em uma serra a cerca de 40 minutos de trem desde Lisboa. Por lá, o destaque são o centrinho charmoso e os vários palácios, castelos e construções pitorescas. O calorão do verão português também chama para um mergulho na região litorânea de Estoril e de Cascais, a menos de uma hora do centro de Lisboa. De Cascais, vale esticar o passeio até o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa continental. Para praias com menos infraestrutura e beleza mais selvagem, a boa pedida é a Serra da Arrábida, próximo a Setúbal. É de tirar o fôlego.

Outras opções de passeios com base em Lisboa são as vinícolas da região, além de bate-volta para vilarejos ou cidades como Óbidos, Fátima e Évora.

NORTE DE PORTUGAL
(Porto, Braga, Guimarães, Vale do Douro)

O Norte português é cheio de charme. No Porto, a maior cidade da região, o dia amanhece com neblina, que só aos poucos vai se dissipando, permitindo que o sol realce o colorido dos azulejos azuis que revestem várias das construções da cidade. Dois a três dias pela capital do Norte são suficientes para conhecer as principais atrações portuenses – entre eles a Torre dos Clérigos, a Livraria Lello, a Igreja da Sé e, claro, as caves do vinho do Porto, em Gaia, ali à frente, logo atravessando o Douro. Prepare-se para uma gastronomia bem farta em frutos do mar, enchidos (embutidos) e pratos característicos da região, como a francesinha e as tripas à moda do Porto. Veja algumas fotos da capital do norte:

viagem a portugal porto

Com mais tempo, faça um passeio rio acima (de cruzeiro, trem, ônibus, carro alugado ou como for) até o Vale do Douro, onde estão os vinhedos e algumas das vinícolas mais famosas do país. Desde o Porto, também são possíveis bate-volta de um dia para Guimarães, considerada o berço de Portugal, e Braga, onde está o Santuário do Bom Jesus do Monte, uma das construções portuguesas mais emblemáticas.

CENTRO DE PORTUGAL
(Coimbra, Aveiro, Óbidos, Nazaré, Fátima, Tomar e Batalha)

Entre Lisboa e o Porto está uma região rica em atrações turísticas e religiosas, que combina também história e gastronomia. A mais famosa das cidades neste trajeto é Coimbra, que já foi capital portuguesa e hoje preserva ruínas românicas e uma das mais importantes universidades de Portugal. Reserve pelo menos um dia inteiro para passear pela cidade e você irá se contagiar com o clima universitário, os bares e bons restaurantes – especialmente se a visita à cidade se der na época da queima das fitas, festa que marca o fim do ano letivo português.

viagem a portugal coimbra

Coimbra

Para ver como é a vida pertinho do mar, a região tem dois cartões postais: Aveiro, também conhecida como Veneza portuguesa, e Nazaré, conhecida pelas ondas gigantes que atraem surfistas de todo o mundo. Em Tomar, Batalha e Alcobaça, estão importantes construções históricas: o Convento de Cristo, conjunto de belíssimas edificações construído pela Ordem dos Templários; o Mosteiro da Batalha, que levou quase 200 anos para ser erguido e é símbolo da vitória dos portugueses sobre os espanhóis na Batalha de Aljubarrota, no século 14; e o Mosteiro de Alcobaça, que abriga os túmulos de Pedro e Inês de Castro, protagonistas de uma trágica paixão, famosa em Portugal.

A 1h30 de Lisboa está o famoso Santuário de Fátima, o principal destino de peregrinação do país que todo os anos recebe centenas de milhares de fiéis em viagem a Portugal. Outro possível bate-volta desde a capital portuguesa é o vilarejo medieval de Óbidos. Basta uma horinha de ônibus para chegar às coloridas ruelas, provar a clássica ginjinha e até mesmo percorrer um desafiador caminho por cima dos muros do castelo.

viagem a portugal fátima

Fátima

ALENTEJO
(Évora, Estremoz, Elvas, Marvão)

Entre Lisboa e o Algarve, há uma imensa faixa pouco habitada, mas de uma riqueza e beleza surpreendentes. É o Alentejo, região de charmosas vilas, planícies infinitas, alguns dos vinhos mais famosos do mundo e um povo bastante acolhedor. Évora é o coração do Alentejo, percorrer seu labirinto de ruelas é fazer uma viagem a diferentes períodos históricos: o Templo de Diana é romano, as principais igrejas são góticas, há heranças da passagem dos mouros e, claro, muito da cultura portuguesa. A capital do Alentejo é um museu a céu aberto e tem até mesmo uma capela toda feita de ossos humanos.

viagem a portugal évora

Capela dos Ossos em Évora

Não muito distante da capital alentejana está uma das mais belas e famosas vilas portuguesas: Monsaraz, que esparrama no topo de uma colina o seu casario branco. É sem dúvida uma dos mais belos povoados portugueses. No caminho entre Évora e Monsaraz vale ainda a visita à vinícola Herdade do Esporão, uma das mais conceituadas do país e do mundo. Em um super tour pelo Alentejo cabe ainda conhecer a cidade muralhada de Elvas e o belíssimo vilarejo de Marvão.

PRAIAS DO ALGARVE
(Lagos, Albufeira, Faro)

Toda a faixa litorânea do sul de Portugal é conhecida como Algarve, uma região de praias para todos os gostos: longas faixas de areia, falésias, mar esverdeado, aglomeração e também muitos pontos desertos, mesmo na altíssima temporada. O mar é gelado para os padrões brasileiros, mas as elevadas temperaturas do verão português acabam convencendo qualquer um a dar um mergulho. Passeios de barco, caiaque, trilhas e muita comilança também fazem parte dos dias quem pretende passar férias por lá – o ideal é ficar pelo menos 4 dias por lá.

viagem a portugal algarve

Algumas das cidades que mais costumam receber turistas no Algarve são Lagos, com grande número de restaurantes, belas praias e próxima à Fortaleza de Sagres, importante ponto turístico da região. Em Albufeira o agito toma conta à noite, com bares espalhados por todo o vasto centro da cidade. Aos que preferem a calmaria, a boa pedida é a região de Carvoeiro, onde estão algumas das mais belas praias do Algarve. E para conhecer mais da história da região, vale também um passeio em direção à Espanha, passando por Faro e Tavira.

Roteiros em Portugal

Qualquer roteiro de viagem em Portugal vai depender do perfil e do ritmo do viajante. Aqui deixamos algumas sugestões:

Menos de 7 dias

Monte base em Lisboa e passe entre 3 e 4 dias percorrendo todos os cantos da capital portuguesa: Praça do Comércio, Praça do Rossio, Praça da Figueira, Arco da Rua Augusta e o Elevador de Santa Justa, tudo isso na Baixa Lisboeta. Se a ideia for fazer compras, visite as lojas do Chiado; passeie pelo Cais do Sodré, às margens do Tejo, e conheça o Mercado da Ribeira, com ótimas opções de alimentação. Suba a Alfama, admire Lisboa desde os mirantes, visite a Igreja da Sé e também o Castelo de São Jorge. Curta a vida noturna e o Fado no Bairro Alto. Volte à época dos Descobrimentos no bairro de Belém, onde estão a Torre de Belém, a famosa Fábrica dos Pastéis de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos. E, no Parque das Nações, conheça o lado moderno de Lisboa, com construções contemporâneas e atrações como o Teleférico, Oceanário e o Museu do Conhecimento.

Para os demais dias, a sugestão é escolher entre alguns possíveis bate-volta desde Lisboa: Sintra, Cascais, Évora, Coimbra, Óbidos + Fátima, Serra da Arrábida (Setúbal) ou vinícolas próximas, como a Quinta da Bacalhôa, em Azeitão.

A partir de 8 dias

Com pelo menos 8 dias já vale a pena montar base em duas cidades, como Lisboa e Porto. Fique pelo menos 3 dias em Lisboa, faça alguns dos bate-voltas sugeridos acima, e depois pegue um ônibus ou trem até o Porto, a “capital do Norte”, onde são necessários pelo menos dois dias inteiros para conhecer as principais atrações. Do Porto, é possível visitar Coimbra, Guimarães, Braga e o Vale do Douro em passeios de um dia. O famoso Santuário de Fátima, maior destino de peregrinação de Portugal, pode ser conhecido durante o deslocamento entre Lisboa e o Porto.

Mais de 15 dias

Com mais de duas semanas de viagem dá para fazer um giro por Portugal, conhecendo as principais cidades (Lisboa, Porto, Coimbra) e outros destinos interessantes próximos, como Sintra, Cascais, Óbidos, Fátima, Braga e Guimarães, além de montar base em outras regiões: pelo menos 3 dias no Algarve (Lagos, Carvoeiro, Albufeira, Faro), pelo menos dois dia no Alentejo (Évora, Monsaraz, Elvas, Marvão e vinícolas), pelo menos um dia na Serra da Estrela (Covilhã, Manteigas, Piódão) e pelo menos dois no Vale do Douro (Peso da Régua, Pinhão).

Como se deslocar em uma viagem a Portugal

Se deslocar entre as cidades portuguesas é bastante simples. As distâncias são próximas, há linhas de trem e ônibus e, caso a ideia seja alugar um carro, as estradas são muito boas. Veja a melhor maneira de se deslocar entre os principais destinos de Portugal:

Lisboa – Porto: trem
Lisboa – Coimbra: trem
Lisboa – Cascais ou Sintra: trem
Lisboa – Évora: ônibus ou tour
Lisboa – Fátima ou Óbidos: ônibus ou tour
Porto – Vale do Douro: trem ou tour
Porto – Braga: trem ou ônibus
Porto – Guimarães: trem ou ônibus
Porto – Braga + Guimarães: carro

Para quem pretende montar base em regiões como Algarve, Alentejo, Serra da Estrela e Vale do Douro, é recomendável alugar um carro. Só assim é possível economizar tempo de deslocamento entre as praias ou vilarejos, muitos deles pouco conectados por ônibus ou linhas de trem.

Os bilhetes de trem podem ser adquiridos pelo site Comboios de Portugal, que oferece descontos para compras antecipadas, e as viagens de ônibus podem ser consultadas e as passagens compradas no site da Rede Expressos.

Passagens aéreas para Portugal

A TAP, a Azul e a Latam são as únicas companhias aéreas com voos diretos do Brasil para Portugal, tendo como destino Lisboa. A TAP tem voos saindo de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Fortaleza, Salvador, Maceió, Belém, Natal e Recife para Lisboa. A Azul opera apenas voos saindo de Campinas. Outras empresas também voam do Brasil para Portugal, com conexões em seus países, como a British Airways, Air France, KLM, Lufthansa, Swiss, Royal Air Maroc, entre outras.

As passagens aéreas para Portugal geralmente custam entre R$ 2.000 e R$ 4.000, mas com frequência encontramos valores próximos a R$ 1.700. E claro que o Melhores Destinos está sempre de olho nas passagens promocionais para Lisboa: nos últimos meses achamos opções por R$ 980 e R$ 1.300. Para comprar passagens baratas para Portugal, baixe o aplicativo e receba nossos alertas!

Hospedagem em viagem a Portugal

As principais cidades portuguesas contam com várias opções de hospedagem, com hotéis de redes internacionais, hostels e opções de quartos ou apartamentos inteiros alugados pelo site Airbnb. Nos vilarejos turísticos, mas menos visitados, é comum encontrar pousadas familiares com cafés da manhã deliciosos. A dica é pesquisar bastante nos sites de reserva de hotéis e tentar decidir as hospedagens com antecedência, principalmente na alta temporada, quando as opções acabam ficando bem reduzidas, sobretudo em Lisboa, Porto e no Algarve.

Alimentação em Portugal

A gastronomia portuguesa é mundialmente reconhecida pela sua qualidade. E, olha, é de tirar qualquer um da dieta mesmo! Destaque para os frutos do mar fresquíssimos que compõem diversos pratos com bacalhau, sardinha, choucos, almeijôas e outros peixes. No norte do país, ganham força os embutidos e comidas de mais “sustância”, como a francesinha (clássico do Porto), as tripas e pratos à base de carne de porco.

viagem a portugal alimenatação

Os doces portugueses são um capítulo à parte. Tradição nos conventos portugueses, as iguarias ganharam as ruas e hoje é possível encontrar pelo menos um doce típico para cada cidade visitada: os pastéis de Belém em Lisboa, o Pastel de Santa Clara em Coimbra, os Ovos Moles de Aveiro e o Travesseiro de Sintra são alguns exemplos.

Quem nunca viajou para o exterior, pode ficar despreocupado, é possível até matar a saudade do bom e velho arroz com feijão em muitos restaurantes brasileiros em Lisboa.

Quanto custa uma viagem a Portugal

Portugal já foi um destino mais barato, mas ainda assim segue oferecendo aos seus visitantes serviços mais em conta do que a maior parte dos países europeus. É sempre difícil estimar um custo de viagem, porque o valor final depende principalmente do perfil do viajante, mas seguem alguns exemplos de custos no país:

Passagem para Portugal: entre R$ 1.700 e 2.600 (preços considerados bons)

Refeição: entre 8 e 15 euros (obviamente há restaurantes mais sofisticados e caros)

Hospedagem: hostels e opções mais em conta a partir de 30 euros por pessoa, quartos duplos em hotéis bem localizados e com boa avaliação custam em média entre 100 e 150 euros a diária para o casal e há ainda opções de quartos ou apartamentos inteiros no Airbnb. Tudo vai depender da época do ano (alta ou baixa temporada) e do perfil da hospedagem escolhida.

Museus e outras atrações: ingressos entre 6 e 10 euros

Transporte: passagens de metrô e ônibus nas cidades custam me média 1,50 euro

Seguro Viagem para Portugal

O Seguro Viagem é obrigatório no Espaço Schengen, do qual Portugal faz parte. Não deixe de fazer a contratação ainda no Brasil para viajar tranquilo!

Chip de celular em Portugal

Em viagem a Portugal, costumamos utilizar os chips (cartões SIM) da Vodafone, que podem ser adquiridos nos aeroportos do país ou então em lojas espalhadas nas maiores cidades portuguesas, a valores que variam entre 10 e 20 euros. Outras operadoras conhecidas no país são a MEO e a NOS. Dê uma olhada nos planos e avaliação dos usuários.

Documentos para uma viagem a Portugal

Brasileiros não precisam de visto para ir de férias a Portugal, podendo ficar por um período de até 90 dias. Para ingressar no país sem qualquer problema, são exigidos dos brasileiros passaporte com validade de pelo menos três meses após a duração da estadia no país (preferencialmente com validade superior a seis meses) e seguro viagem. Na migração podem ainda pedir que você apresente a passagem de volta, reserva de hotel em Portugal, vínculo de emprego no Brasil, além de que você comprove ter dinheiro suficiente para passar as férias no país.

__________________________________________

Tem alguma outra dica para ajudar viajantes que pretendem ir a Portugal? Está planejando uma viagem ao país europeu e ainda tem dúvidas? Deixe nos comentários!