logo Melhores Destinos

Descubra 16 destinos em Portugal que os turistas ainda não invadiram

Rafael Castilho
27/06/2021 às 5:53

Descubra 16 destinos em Portugal que os turistas ainda não invadiram

Que tal dar uma escapada do trivial na próxima viagem a Portugal? Nesta época onde o distanciamento é regra, nada melhor que fugir das multidões e desfrutar de belos lugares quase que intocados. Portugal tem ótimas pedidas para quem quer conhecer algo diferente. Apesar do país ser pequeno e as principais cidades concentrarem grandes atrativos, há pequenos lugares para serem explorados e que são praticamente  desconhecidos da maioria dos visitantes. Separamos 16 deles para o seu próximo roteiro em Portugal.

1. Cacela Velha

Na bela cidadezinha de Vila Real de Santo Antonio, no Algarve, bem na fronteira com a Espanha, se esconde Cacela Velha. Este pequeno vilarejo, e coloca pequeno nisto, fica num dos pontos privilegiados da costa portuguesa. No alto do monte, Cacela Velha tem casebres branquinhos, assim como sua igreja, e uma bela vista para Ria Formosa, um Parque Natural com ecossistema único. O local é ótimo para desbravar a natureza intocável e a praia quase deserta.

Cacela Velha, Portugal (Foto WeTravelPortugal)

2. Caldeira Velha

Na região autônoma dos Açores fica esta maravilha da natureza. Que tal mergulhar numa água quentinha no meio de uma área de proteção ambiental? É isto que Caldeira Velha proporciona. A região abriga piscinas naturais, rios e cascatas com águas termais na Serra da Água de Pau, Ilha de São Miguel. A temperatura média da água é de 34º.

Caldeira Velha, Portugal

3. Caldeirão do Corvo

A menor ilha dos Açores esconde tesouros naturais. Com apenas 6,2 km de comprimento por 3,9 km de largura máxima, a ilha do Corvo foi formada por  erupção vulcânica. Subir as encostas do caldeirão é uma boa pedida para admirar esta beleza natural. Assistir de lá o pôr-do-sol é um espetáculo que não se pode perder.

Caldeirão do Corvo, Portugal

4. Curral das Freiras

O Curral das Freiras é uma pequena vila, rodeada por enormes montanhas, no coração da Ilha da Madeira. Em 1566, as freiras do Convento de Santa Clara, ao fugir de piratas que atacavam o Funchal, encontraram aqui refúgio. A vila é muito isolada e seus habitantes vivem do que a terra produz.

Curral das Freiras, Portugal

5. Drave

Em meio ao Geopark de Arouca, pertinho da maior passarela do mundo, fica Drave. Todo em pedra, este vilarejo fica escondido na Serra da Freita. Para chegar lá nada melhor que uma boa caminhada para admirar a bela paisagem da região. O solar dos Martins e a capelinha dedicada à Nossa Senhora da Saúde destacam-se neste encantador vilarejo.

Drave, Portugal

6. Estorãos

Estorãos é um pequeno vilarejo da Região do Minho situado a cerca de seis quilômetros do centro de Ponte de Lima. As águas vindas do alto da serra de Arga, quem formam o Rio Esporões, serpenteiam no meio de pinheiros, vinhas e campos criando pequenos lagos, represas e praia fluviais. Há registro da presença humana na região que remonta ao século XIII. Entre as paradas obrigatórias numa visita ao local estão a ponte romana do Arquinho, a Igreja Paroquial e as ruínas no monte Castelo.

Estorãos, Portugal

7. Lagoa do Fogo

Mais uma maravilhosa atração escondida na região dos Açores. A Lagoa do Fogo foi formada na boca de um vulcão adormecido há quase 500 anos. Classificada como reserva natural, a lagoa está localizada a 949 metros de altura e tem no seu ponto mais profundo 30 metros. Além da beleza de suas águas, o local atrai visitantes que buscam apreciar a exuberante natureza intocável no seu entorno.

8. Linhares da Beira

Na Serra da Estrela, região central de Portugal, e a cerca de 150 km de Coimbra fica Linhares da Beira. Com um rica história, a vila registrou a passagem de romanos, visigodos e muçulmanos, mas o apogeu de Linhares se iniciou, mesmo, no século XII. Foi durante este época medieval que Linhares ganhou seus principais monumentos que até hoje atraem os visitantes que buscam admirar sua arquitetura. A igreja matriz, de raiz românica, e o seu Castelo, com duas torres altas, são suas principais atrações em meio a ruelas de pedra.

9. Parque Florestal de Queimadas

Um espaço para caminhadas e piqueniques, ótimo para curtir a família. O Parque Florestal de Queimadas fica a 900 metros de altitude na Ilha da Madeira. Uma área intocável, onde é possível admirar a vegetação originária da ilha e outros exemplares de vegetação oriundas da Ásia e da Europa. Os visitantes também podem admirar a antiga casa dos guardas florestais, com o seu formado único, até parece que saiu do desenho da Branca de Neve.

Parque Florestal de Queimadas, Madeira

10. Penedo

Uma das vilas mais peculiares da região de Sintra. Situada no alto de uma encosta, Penedo permite ao visitante caminhadas por suas ruelas íngremes, com passagem obrigatória pelo fontanário e pelo cruzeiro, situados bem no centro da aldeia e suas capelas. A sua origem não está muito bem definida, mas acredita-se que Penedo date do séc. XIII.

Penedo, Portugal

11. Pia do Urso

Um vilarejo todo restaurado que preserva as características da região. Inserido na Serra de Aire e Candeeiros, pertinho de Fátima, fica Pia do Urso. Além de lojinhas e restaurantes para passar o dia, a vila abriga o Eco-Parque Sensorial, lugar todo adaptado às pessoas com deficiência visual que podem se divertir e aprender muito por meio do tato, olfato e audição. Vale destacar que Pia do Urso leva este nome devido às formações geológicas, as chamadas “pias”, onde os ursos bebiam água antigamente.

Pia do Urso, Portugal

12. Quintandona

Um vilarejo totalmente preservado e pertinho do Porto. Quintandona fica na cidade de Penafiel. Com uma beleza e uma arquitetura singular, a vila tem todas as casas e muros de xisto. Além disto, na vila há uma capela com mais de 200 anos.

13. Santa Susana

Com arquitetura tipicamente alentejana, Santa Susana destaca-se pela presença de casinhas térreas, todas pintadas de branco com detalhes em azul e com grandes chaminés. Localizada entre dois rios, o vilarejo fica a cerca de 1 hora de Lisboa. O local vive da agricultura, mas é também conhecido por seu artesanato em madeira e cortiça.

Santa Susana, Portugal

14. Sistelo

Um dos 10 vilarejos imperdíveis de Portugal. Sistelo fica no norte do país na cidade de Arcos de Valdevez, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gêres. O vilarejo está muito bem preservado e abriga tesouros arquitetônicos incríveis. Os casebres de granito, me meio às plantações, e o Castelo do século XIX são paradas obrigatórias que devem ser apreciadas. Vale destacar que Sistelo foi escolhido uma das maravilhas portuguesas na categoria de aldeia rural.

Sistelo, Portugal

15. Trancoso

Bem menos conhecido que a nossa Trancoso na Bahia, esse pequeno vilarejo se  localiza no topo de um planalto, de onde se avista um vasto território entre a serra da Estrela e o vale do Douro. Trancoso desenvolveu-se em torno do seu castelo, fundado no século VIII. Terra de fronteira que abrigou diversas batalhas, a vila começa a atrair os turistas, que voltam no tempo para vivenciar este ar medieval. O vilarejo, todo muralhado, bem preservado fica na região central do país a cerca de 200 km do Porto.

16. Vilarinho de Negrões

Na margem sul da Albufeira do Alto Rabagão encontra-se Vilarinho de Negrões, a cerca de 1h30 de Braga, uma das vilas mais pitorescas de norte português. Esta aldeia típica transmontana se diferencia de todas as demais da região por estar num península no meio das águas – um cenário único e encantador.

Vilarinho de Negrões, Portugal

E ai, já conhecia algum desses lugares? Conte pra gente nos comentários!

Com informações da revista VortexMag

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção