logo Melhores Destinos

O que fazer com pontos ou milhas próximos a vencer?

Daniel Gadelha
Daniel Gadelha
03/04/2020 às 11:55

O que fazer com pontos ou milhas próximos a vencer?

Nesse cenário cheio de incertezas por conta da pandemia de coronavírus, muitas pessoas cancelaram ou adiaram seus planos de viagem. Alguns leitores com milhas ou pontos expirando nos próximos meses têm nos procurado com dúvidas sobre o que fazer. Nesse post você confere algumas dicas e alternativas para usar pontos nos programas de fidelidade nacionais de Azul, GOL e Latam, sem se limitar ao resgate de passagens aéreas.

Em todos os casos, o resgate de passagens aéreas continua sendo uma boa opção. Mas, dada a imprevisibilidade da crise do coronavírus, ela se torna mais arriscada. Nossa recomendação, se essa for a sua escolha, é reservar datas em que você tem certeza de que poderá viajar, o mais distante possível. Em voos nacionais, de outubro em diante. Em voos internacionais, preferencialmente em 2021.

Smiles

A Smiles só está prorrogando a validade das milhas no caso em que o participante solicite o cancelamento de uma passagem que as milhas já estivessem vencidas. Caso as milhas retornem à conta do participante válidas, mesmo que vencendo em breve, a data de validade não será prorrogada.

Crédito para estadia em hotéis da rede Accor

Outra opção para utilizar milhas Smiles é transferindo para o programa ALL da rede Accor. Clientes do Clube Smiles ou Smiles Diamante conseguem 1.000 pontos ALL a cada 3.800 milhas Smiles. Demais clientes necessitam de 4.000 milhas Smiles para receber a mesma quantidade de pontos ALL.

Para cada 4.000 pontos ALL, será concedido 80 euros em descontos. A transferência pode ser feita através do site.

Itens de varejo pelo Shopping Smiles

O programa oferece também o Shopping Smiles onde é possível resgatar milhas por diversos produtos nos parceiros Magazine Luiza, Casas Bahia, Polishop e muitos outros.

Antes de resgatar, compare o valor do produto em dinheiro com o valor cobrado em milhas para verificar se o resgate compensa. Veja mais no Shopping Smiles.

TudoAzul

O programa TudoAzul foi o único que prorrogou a validade dos pontos em decorrência da pandemia do coronavírus independente do cliente ter emitido ou não um bilhete. Os participantes que tiverem pontos vencendo no programa entre os dias 1 de abril e 29 de junho de 2020 terão a validade prorrogada até 30 de junho de 2020.

Transferência de pontos sem custo

A melhor forma de garantir mais validade para os pontos TudoAzul é utilizando uma funcionalidade pouco lembrada do programa. A transferência free é uma ferramenta que permite transferir pontos para outro participante do programa sem custo. Clientes que forem membros do Clube TudoAzul de qualquer plano podem receber ou transferir até duas vezes por ano. Já os demais clientes podem realizar apenas uma transferência anual gratuita (somente transferir), para uma conta cujo titular seja assinante do Clube. Poderão ser transferidos até 50 mil pontos por ano que serão válidos por 2 anos a contar a data de crédito na conta do beneficiário.

Saiba mais sobre a transferência free.

Crédito para estadia em hotéis da rede Accor

Outra opção oferecida pelo programa é transferir pontos para o programa ALL (Accor Live Limitless) da rede de hotéis Accor. Cada 5 mil pontos TudoAzul valem 1000 pontos no programa da rede hoteleira, onde podem ser trocados por vouchers de desconto em hospedagens. Para cada 4.000 pontos ALL, será concedido 80 euros em descontos. Confira os lotes disponíveis para resgate:

O resgate pode ser feito através do site.

Clube TudoAzul

Outra forma de evitar que os pontos TudoAzul expirem é aderir aos planos 10 mil ou 20 mil do Clube TudoAzul. Um dos benefícios desses planos é que todos os pontos do participante, incluindo os que foram acumulados antes da adesão ao clube, deixarão de ter data de vencimento. No entanto, esses são os planos mais caros do programa.

Itens de varejo pelo Shopping TudoAzul

O TudoAzul também oferece o Shopping TudoAzul para a troca de pontos por produtos como eletrodomésticos, eletrônicos, artigos de vestiário e uma infinidade de outras opções. Os produtos são fornecidos por diversos parceiros como Casas Bahia, Ponto Frio, Extra e Apple.

Geralmente o resgate de pontos por produtos não costuma ser vantajosa pois a quantidade de pontos necessária é muito alta, mas não deixa de ser uma opção. Em algumas ofertas a troca também pode valer a pena. Confira o site do Shopping TudoAzul.

Latam Pass

O Latam Pass prorrogou apenas a validade dos pontos no caso em que o participante solicite o cancelamento de uma passagem e os pontos já estivessem vencidos. Caso os pontos retornem à conta válidos, mesmo que vencendo em breve, a validade não será prorrogada.

Infelizmente, a assinatura do clube Latam Pass não prorroga a validade dos pontos que tenham sido obtidos antes da adesão.

Crédito para estadia em hotéis da rede Accor

O programa também permite a opção de enviar pontos para o programa ALL, mas a conversão sofreu deságio recentemente e não é tão atrativa como transferindo do TudoAzul.

O resgate pode ser feito no site.

Itens de varejo em lojas parceiras

O Latam Pass também oferece a troca de pontos por produtos dos parceiros Magazine Luiza, Netshoes, Ponto Frio, Polishop e muitos outros. Lembre sempre de comparar o valor do produto em pontos e em dinheiro.

Veja todos os produtos disponíveis no site.

Venda de pontos ou milhas

Caso você não encontre nenhum uso para os seus pontos ou milhas, uma opção pode ser vendê-los para uma das diversas empresas especializadas nesse tipo de transação.

Os regulamentos dos programas de fidelidade proíbem essa prática. Mas, todos os dias, centenas de usuários vendem seus pontos, mesmo tendo que respeitar os limites impostos pelos programas: o Latam Pass e a Smiles restringiram os resgates para até 25 beneficiários por ano. Já o TudoAzul limitou os resgates à somente 5 beneficiários, que precisam ser cadastrados previamente.

Se você considerar essa opção, tenha em mente que ela também envolve risco nesse cenário do coronavírus. Vários leitores têm relatado recentemente atraso no pagamento por parte das empresas de venda de milhas, em função da onda de cancelamentos de passagens geradas pela crise. Além disso, o valor pago também diminuiu e está bem abaixo do normal.

Alguém tem pontos ou milhas vencendo nos próximos meses? O que pretende fazer? Tem alguma outra dica? Comente e participe!