logo Melhores Destinos

Final feliz! Pandora, a cadelinha perdida em voo de conexão da Gol, foi encontrada

Thiago Ibrahim
31/01/2022 às 18:32

Final feliz! Pandora, a cadelinha perdida em voo de conexão da Gol, foi encontrada

Ótima notícia! Depois de 45 dias, foi encontrada a cachorrinha Pandora, que havia sido perdida numa conexão de voos da Gol no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Perdida no dia 15 de dezembro, Pandora foi encontrada na tarde de ontem por um funcionário de uma empresa terceiriza próxima do Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A notícia foi dada pelo tutor da cadela, Reinaldo Junior, em seu perfil no Instagram (@reinaldojuniorpandora). Segundo publicação do tutor, a cachorrinha que mobilizou o Brasil está bem, mas muito debilitada por todo o tempo que passou sem alimentação. Ela foi prontamente levada para uma consulta veterinária e ficará internada em observação por 72h. Segundo o site G1, Pandora apresentou sinais de cansaço e perdeu 8 kg durante o período que ficou separada de seu tutor.

Reencontro de Pandora com seu tutor Reinaldo Junior

“Perseverança foi a força que nos moveu durante todo esse tempo, nunca perdemos a fé a a esperança de que encontraríamos a Pandora e, por isso, não desistimos!”, disse Reinaldo Junior em sua postagem.

Desaparecimento

Pandora havia desaparecido no dia 15 de dezembro em um voo de conexão entre Recife e Navegantes, onde ela e o tutor passariam um tempo antes de embarcar em um voo para a Suíça. Segundo Reinaldo, ele havia recebido uma oportunidade de emprego no país, mas acabou precisando cancelar os planos por causa do ocorrido.

Pandora foi flagrada circulando pelo terminal de cargas do aeroporto

Desde então Reinaldo começou as buscas por Pandora e muitas pessoas se mobilizaram na internet para ajudar a localizar a cadelinha. O tutor chegou a se mudar para Guarulhos, como parte dos esforços de busca. Foram 45 dias de espera até que Pandora finalmente fosse encontrada. O responsável por localizar Pandora foi Victor Leonardo, engenheiro elétrico, funcionário de uma empresa terceirizada do aeroporto de Guarulhos, que achou a cadelinha deitada debaixo de um viaduto próximo ao Terminal 3 do aeroporto.

Todos ficamos felizes e aliviados com a excelente notícia com um bom desfecho. Desejamos que a Pandora se recupere bem e viva feliz com sua família. Esperamos que casos como esse nunca mais aconteçam e que as companhias aéreas sejam mais responsáveis com o serviço que oferecem a seus passageiros.


E aí, ficou feliz com a notícia? Você vinha acompanhando o caso da Pandora? Conta para a gente nos comentários.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção