logo Melhores Destinos

O incrível destino na Argentina onde as orcas saem da água para se alimentar na praia

Thayana Alvarenga
Thayana Alvarenga
07/04/2021 às 13:12

O incrível destino na Argentina onde as orcas saem da água para se alimentar na praia

Você já ouviu falar no destino em que as orcas encalham de propósito na praia para comer? Estamos falando da Península Valdés, uma área da Patagônia Argentina perfeita para quem quer ver baleias, pinguins e outros animais em seu habitat. Entre os meses de março e maio é possível observar as orcas praticando uma tática predatória que só acontece nesta parte do mundo.

Orcas na Patagônia Argentina

A Patagônia Argentina é o único lugar em que as orcas praticam a técnica de impulsionar seus corpos para fora da água para caçar filhotes de elefantes marinhos e de lobos-marinhos. O fenômeno acontece nas imediações da Península Valdés, um reservatório de biodiversidade e de vida natural declarado Patrimônio da Humanidade em 1999 pela Unesco.

Isso é feito quando a maré está alta e o mar calmo, correndo o risco de elas não poderem voltar às profundezas do oceano. Em outras partes do mundo onde as orcas habitam, como Noruega, Canadá, Nova Zelândia ou Antártica, elas se alimentam de diferentes formas, mas sempre na água.

Onde e quando ver as orcas na praia

Há dois pontos geográficos dos quais é possível observar as orcas encalhando intencionalmente na praia: em Punta Norte, a 76 km de Puerto Pirámides (entre março e maio), e Caleta Valdés, a 79 km (do final de setembro ao começo de dezembro).

Ambos os destinos contam com trilhas e mirantes acessíveis para os nativos e turistas chegarem à área. Em épocas de fronteiras abertas também vão cinegrafistas e fotógrafos do mundo todo para registrar este comportamento singular e único das orcas. O melhor momento para vê-las é na faixa de tempo que rodeia o pico da maré alta, quando o mar está mais tranquilo.

As orcas vivem entre 50 e 80 anos e se agrupam geralmente em famílias matriarcais, lideradas pela fêmea mais velha. Podem ter até nove metros de comprimento no caso dos machos e seis no caso das fêmeas. Aos 12 anos alcançam sua maturidade sexual e a gestação, na qual dão à luz uma cria por vez, durante 17 meses. Os jovens da família são instruídos pelos mais velhos quanto à técnica para encalhar até que começam a praticá-la eles mesmos.


E você, já esteve na Patagônia Argentina e viu esse espetáculo da natureza de perto? O que achou? Comente abaixo e participe com a gente!