logo Melhores Destinos

OMT prevê diminuição nas restrições de viagens internacionais nas próximas semanas

Rafael Castilho
05/07/2021 às 9:25

OMT prevê diminuição nas restrições de viagens internacionais nas próximas semanas

A Organização Mundial do Turismo está otimista em relação à retomada das viagens internacionais. Apesar da manutenção de algumas restrições, a OMT acredita que a adoção das soluções digitais para viagens seguras e a crescente vacinação contra a covid-19 levarão o aumento dos voos e da mobilidade internacional nas próximas semanas e meses.

Sem divulgar um prazo para que as viagens internacionais sejam retomadas, já que isso depende de decisões dos países, a organização ressaltou em seu último relatório de que os passaportes de vacinação e certificados digitais, como o Iata Travel e da União Europeia, auxiliam muito a circulação internacional.

A vacinação tem crescido pelo mundo e é peça fundamental nesta retomada. Para a OMT a velocidade da inoculação e o relaxamento das restrições estão intrinsecamente ligadas. Assim, os países com porcentagens mais elevadas da população vacinadas estão em melhores condições para permitir que o turismo regresse lentamente, como é o caso dos países da Europa, destaca a organização. Vale lembrar que a Suíça recentemente abriu para os brasileiros vacinados.

Apesar do otimismo, o relatório da OMT, divulgado hoje, ainda traz informações importantes sobre a atual situação das viagens internacionais. Segundo a Organização, 29% de todos os destinos mundiais têm as suas fronteiras completamente fechadas ao turismo internacional. A restrição é maior na Ásia e na região do Pacífico, onde 70% das nações estão com entrada completamente restrita. Nas Américas este número chega a 20%. Do outro lado estão México, Albânia e Costa Rica, que não apresentam nenhum bloqueio.

Ainda de acordo com a Organização Mundial do Turismo, 34% dos destinos mundiais  estão parcialmente fechados e 36% requerem um resultado do teste RT-PCR negativo à chegada, em alguns casos combinado com uma quarentena. O Brasil se enquadra neste grupo, pois exige um PCR de todos os viajantes que chegam do exterior.

A pandemia de covid-19 provocou cerca de 4 milhões de mortes em todo o mundo e mais de 183 milhões de casos de infecção.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção