logo Melhores Destinos

Latam Brasil deverá ter um voo semanal para as Ilhas Falklands/Malvinas

João Goldmeier
26/11/2018 às 17:30

Latam Brasil deverá ter um voo semanal para as Ilhas Falklands/Malvinas

A Latam Brasil deverá ter um voo para as Ilhas Falklands ou Malvinas, como são conhecidas no Brasil. Segundo a imprensa argentina o voo semanal sairá de São Paulo (GRU) e será direto na maior parte das vezes, fazendo escala em Córdoba na terceira semana de cada mês.

A negociação se arrasta desde 2016 e tinha forte oposição dos moradores das ilhas que não queriam um voo proveniente da Argentina. Na negociação entre o Reino Unido e Argentina foi concedido que uma vez a cada três semanas o voo vindo do Brasil tenha uma escala em solo argentino.

As Falklands são um destino perfeito para quem curte passar as férias em contato com a natureza, observando a vida selvagem e diversas espécies de aves e animais do mar, como pinguins, elefantes e leões marinhos. O arquipélago conta com centenas de ilhas, poucas delas habitadas, e uma única cidade: Stanley, onde vivem cerca de 2 mil habitantes. Um roteiro pelas Falklands também pode incluir passeios voltados para a Guerra das Malvinas, que deixou centenas de soldados ingleses e argentinos mortos em um conflito de poucos dias em 1982. Nós estivemos nas Falklands e estamos produzindo um conteúdo bem bacana sobre como é viajar para lá –  que logo publicaremos. Enquanto isso, já podemos adiantar: vale muito a pena. E as fotos comprovam:

Hoje as ilhas contam com um único voo semanal da Latam Chile partindo de Punta Arenas, ou seja, os brasileiros que desejam visitar o local devem fazer pelo menos duas conexões e permanecer pelo menos uma semana. Com o novo voo o acesso fica mais fácil e dependendo do dia da semana que o novo voo for realizado, abre-se um leque de oportunidades para estadias menores ou maiores que uma semana.

O novo voo ainda não foi anunciado oficialmente e especula-se que o anúncio possa ser feito durante a reunião de cúpula do G20 que ocorrerá em breve em Buenos Aires. E, claro, depois do anúncio ainda terá que ser aprovado pelos órgãos competentes para finalmente poder ser comercializado.

Com informações do La Nacion e Infobae.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção