logo Melhores Destinos

As 10 melhores cidades do Brasil para nômades digitais

Wendell Oliveira
Wendell Oliveira
23/03/2021 às 9:00

As 10 melhores cidades do Brasil para nômades digitais

Já falamos aqui sobre os melhores destinos para nômades digitais. Mas que tal conhecer as cidades brasileiras que oferecem a melhor infraestrutura para quem trabalha remotamente? Para esse novo tipo de profissional, é possível trabalhar de qualquer lugar com acesso à internet. Por isso, consideramos a velocidade de conexão, bem como o custo de vida, preço dos aluguéis, atrações próximas e a segurança na hora de definir as melhores cidades do Brasil para nômades digitais.

Confira a lista e prepare as malas: É possível ser nômade digital sem sair do Brasil!

10 – São Paulo (SP)

Impossível não mencionar São Paulo quando o assunto é trabalho. Sim, a capital paulista pode ter 1.001 defeitos, mas tem pelo menos um milhão de qualidades. Cosmopolita, moderna, funcional… É incrível como as coisas funcionam em São Paulo. Bastam alguns dias por aqui e você se sente até mais produtivo, tamanha oferta de escritórios compartilhados, networking e internet rápida.

Em que outra cidade do Brasil você poderia pedir uma pizza às 3h da manhã — e recebê-la vinte minutos depois? São Paulo acostuma mal a gente. Experimente intensamente a vida na cidade grande, mesmo que temporariamente. Morar em São Paulo é algo que todo nômade digital deveria fazer pelo menos uma vez na vida. Deixe todos os seus preconceitos em casa e vá sem medo de ser feliz!

São Paulo para nômades digitais

São Paulo: uma cidade feita para colocar o trabalho em dia com muita produtividade

Nômade digital em São Paulo

Parque Ibirapuera: São Paulo não é uma “selva de pedra” e tem ótimas atrações

São Paulo para nômades digitais pode ser mais cara do que outras cidades. Mas o custo de vida elevado é compensado pela alta qualidade dos serviços e atendimento. É fácil encontrar apartamentos disponíveis para aluguel temporário no AirBnb ou Vrbo, apenas se certifique de escolher o bairro que melhor atenda suas necessidades. O ritmo é agitado, com muitas atrações. Mas como toda cidade grande, há problemas relacionados à segurança — nada que você deva se preocupar tanto a ponto de inviabilizar a estadia. Mantenha as precauções básicas. Há policiamento nos principais pontos da cidade.

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰💰💰 (5/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐⭐ (5/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨 (3/5)

Leia também:
25 coisas (quase de graça) para fazer em São Paulo

9 – Rio de Janeiro (RJ)

O Rio de Janeiro continua lindo — e está longe de ser tão perigoso quanto dizem. Se você evitar os erros comuns numa viagem ao Rio, terá uma experiência ótima (e inesquecível). A Cidade Maravilhosa é um destino mundialmente famoso, visitado o ano todo por turistas de todas as partes do planeta. Você nunca estará sozinho. Seu maior desafio como nômade digital será fugir das distrações e equilibrar trabalho e lazer — digamos que as praias do Rio podem arruinar a sua produtividade.

Quer um conselho? Fuja da Zona Sul, região mais turística (e cara!) da cidade. Experimente viver na Barra da Tijuca, bairro com boa infraestrutura e aluguéis mais baratos, repleto de shoppings com espaços de coworking. Os bairros de Botafogo e Tijuca também têm tudo que um nômade digital precisa. Você ainda pode viver “ilhado” em Paquetá ou na Ilha da Gigoia, a poucos minutos da cidade. Até mesmo alugar um apartamento em Niterói, do outro lado da ponte, pode valer a pena.

Rio de Janeiro para nômades digitais

Rio de Janeiro: a Cidade Maravilhosa é um paraíso para nômades digitais

Um fato interessante sobre o Rio de Janeiro é que ele não se resume apenas a uma “Cidade Maravilhosa”. Na verdade, o estado inteiro é maravilhoso! Quer um mar azul cristalino? A Região dos Lagos é a sua melhor opção, com destinos consagrados como Arraial do Cabo, Búzios e Cabo Frio. Menos conhecidas, as cidades de Saquarema e Rio das Ostras são igualmente belas e próximas.

Arraial do Cabo para nômades digitais

Arraial do Cabo: paraíso com praias cristalinas na Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro

Se você prefere tons esverdeados e uma bela vegetação ao redor, a Costa Verde é a escolha perfeita. A cidade histórica de Paraty oferece um ambiente inspirador e bucólico, ótimo para despertar a criatividade. Ilha Grande, em Angra dos Reis, tem um litoral paradisíaco e muita natureza — no entanto, instabilidades no serviço de internet podem ser frequentes nessa região. Esteja preparado.

O estado do Rio de Janeiro ainda conta com uma bela região serrana, com cidades como Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo fazendo bonito em termos de paisagens e conforto. Não é raro encontrar chalés de madeira e um clima de friozinho gostoso — sim, em pleno Rio de Janeiro.

Paraty para nômades digitais

Paraty: cidade histórica fica na região conhecida como Costa Verde, no estado do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro para nômades digitais pode ser surpreendentemente acessível e conveniente. Tudo vai depender de uma combinação de escolhas, como o bairro onde você pretende morar e o seu padrão de consumo. A boa notícia é que as principais atrações são gratuitas — isto é, as praias e parques. A segurança vem melhorando nos últimos anos, mas esteja sempre alerta e evite as regiões notoriamente perigosas da cidade, principalmente à noite. Na dúvida, pergunte a um carioca.

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰💰 (4/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐⭐ (5/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨 (3/5)

Leia também:
O que fazer no Rio de Janeiro: 38 lugares para visitar e dicas para a sua primeira viagem!

8 – Florianópolis (SC)

Florianópolis não é chamada de “Ilha da Magia” por acaso. Além de belas praias, roteiros gastronômicos e muitas festas, a capital catarinense oferece atrações para todos os gostos. Floripa é dividida em dois mundos: norte e sul. Ao norte, paisagens urbanas, baladas e agito. Ao sul, sossego e calmaria. De norte a sul, a ilha de Florianópolis tem em torno de 54 km e cada pedaço tem uma característica distinta, sendo sempre sua principal atração a natureza, em suas mais diversas formas. Fora da alta temporada, a ilha fica bem mais vazia — e barata —, o que é ótimo para os nômades.

Florianópolis para nômades digitais

Florianópolis: um paraíso de norte ao sul

Nômade digital em Florianópolis

Floripa tem belas praias, segurança e bons preços fora da alta temporada

Florianópolis para nômades digitais é uma experiência libertadora. Ter todas as facilidades de uma cidade grande em meio à tanta natureza propicia a criação de hábitos mais saudáveis, organização pessoal e uma rotina diferente. Aproveite sua estadia na cidade para conhecer tudo que ela oferece, inclusive os escritório compartilhados, que começam a se popularizar pela ilha.

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰 (3/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐ (4/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨🚨 (5/5)

7 – Vitória (ES)

A capital do Espírito Santo não decepciona. Vitória — ou Vitorinha, para os íntimos — é a menos conhecida dentre as capitais do Sudeste, e justamente por isso preserva um ritmo tranquilo de cidade do interior e preços justos. É impossível visitar Vitória e não dar um pulinho em Vila Velha, onde você provavelmente encontrará mais opções de apartamentos para alugar. É comum passar por diferentes cidades da Grande Vitória no mesmo dia, já que todas ficam próximas umas das outras.

Vitória é conhecida por ser uma cidade para o trabalho. Aliás, na bandeira do estado vem escrito “Trabalha e Confia”. Quer coisa melhor para um nômade digital? Porém, dias de sol forte e céu azul não faltam. Uma hora de carro separa a capital capixaba das belas praias de Guarapari; ou das montanhas de Domingos Martins, na região serrana do Espírito Santo. Diversidade não falta por aqui.

Vitória (ES) para nômades digitais

Vitória (ES): ritmo tranquilo de cidade do interior e preços justos

Vitória para nômades digitais é sinônimo de qualidade de vida. É possível conciliar uma rotina de trabalho e lazer na medida certa — a própria pequena dimensão da cidade possibilita isso. Os custos são acessíveis e a sensação de segurança é boa. Apenas não espere muito agito.

  • Internet: 📶📶📶📶 (4/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰 (3/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐ (3/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨 (4/5)

6 – Curitiba (PR)

Nem só de praia vivem os nômades digitais. Curitiba é uma excelente opção de cidade grande, afastada do litoral e com um friozinho gostoso. A capital do Paraná é famosa pelo cuidado com o planejamento urbano, belas áreas verdes e um transporte público de qualidade, oferecendo um excelente padrão de vida para os moradores. E, acredite se quiser, pode ser um destino surpreendentemente barato. Compare os preços de aluguel em Curitiba e em outras capitais: a diferença é considerável. Acostume-se à maneira peculiar com que piás e gurias recebem os visitantes e seja bem-vindo a uma cidade que parece ter nascido pronta para trabalhadores remotos.

Curitiba para nômades digitais

Jardim Botânico, em Curitiba: capital do Paraná é uma ótima escolha para nômades digitais

Foz do Iguaçu: a cidade das cataratas não é tão perto de Curitiba, mas tem voos diretos

Curitiba para nômades digitais é fugir do óbvio. A cidade destoa do estereótipo tropical e parece muito mais com uma capital europeia — o que por si só já é uma atração! A qualidade dos serviços e os preços justos são fantásticos. Já o clima pode ser instável, então nunca saia sem seu guarda-chuva.

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰 (3/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐ (3/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨 (4/5)

5 – Pirenópolis (GO)

Pirenópolis é o destino perfeito para os nômades digitais que desejam trabalhar com tranquilidade em meio à natureza. Localizada a apenas 150 km de Brasília e 130 km de Goiânia, a cidade não é nem tão perto para um bate e volta, e nem tão longe para ter que ficar muito tempo. Uma excelente opção no Centro-Oeste para escapar do seu home office, com lindas cachoeiras para se refrescar e ótimas opções gastronômicas em seu preservado centro histórico.

Pirenópolis para nômades digitais

Pirenópolis (GO): trabalhe em meio à natureza, mas não tão longe tudo

Pirenópolis para nômades digitais oferece paz e sossego. “Piri” é pequena, acolhedora e segura, sem grandes preocupações. Encontrar uma acomodação para longo prazo nem sempre é fácil (nem barato), por isso ficar uma ou duas semanas pode ser mais que o suficiente para colocar o trabalho em dia e descansar. A velocidade da Wi-Fi é ok, mas não conte com o sinal do celular nas cachoeiras.

  • Internet: 📶📶📶 (3/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰 (3/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐ (3/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨🚨 (5/5)

4 – Belo Horizonte (MG)

Tá para nascer uma cidade com povo mais acolhedor do que Belo Horizonte. Além da boa vizinhança e um ritmo mais leve do que outras metrópoles, prepare-se para a melhor gastronomia do Brasil (alguém discorda?), com ótimas opções de escritório compartilhados, acompanhados de pão de queijo e “cafezin”. Apesar das ladeiras, locomover-se pela capital mineira é fácil. Os preços baixos e a sensação de segurança (com exceção de algumas áreas no centro) tornam a vida bem mais fácil.

Belo Horizonte para nômades digitais

Bastam alguns dias em BH para entender porque o horizonte da cidade é belo

Aqui vai uma dica importante: considere o estado inteiro para trabalhar como nômade digital, não se prenda apenas a Bêagá. As cidades históricas de Ouro Preto, Tiradentes e Diamantina são um oásis de tranquilidade. E quem disse que Minas Gerais não tem praia? Conheça Capitólio, cercada por cachoeiras que formam o “mar de Minas”. Você não vai se arrepender!

Cidades mineiras para nômades digitais

O interior de Minas reserva diversas cidades interessantes para nômades digitais

Belo Horizonte para nômades digitais é um mundo a ser explorado. Não se limite aos parques e barzinhos da cidade, mas embarque nos passeios bate e volta para o interior do estado. A “mineirice” e o clima de bem-estar favorece um ambiente tranquilo e produtivo para trabalhar pela internet. Na hora de escolher um lugar para morar, certifique-se que haja uma academia por perto. Você vai precisar.

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰💰💰 (3/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐ (4/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨 (4/5)

3 – Itacaré (BA)

Itacaré é um dos mais belos destinos do litoral da Bahia. A região da Costa do Cacau, coberta por uma intensa faixa de Mata Atlântica, ainda guarda praias desertas conhecida apenas entre pescadores, surfistas e aventureiros. Embora tenha crescido bastante nos últimos anos, Itacaré ainda mantém o clima de beleza intocada — mas com boa infraestrutura e preços convidativos. É uma cidade animada, repleta de restaurantes, lojas, bares e festas, onde nômades digitais em busca de contato com a natureza se sentirão em casa. Entre um dia de trabalho e outro, dá até para aprender a surfar.

Itacaré para nômades digitais

Itacaré, na Bahia: para nômades digitais em busca de contato com a natureza

Nômades digitais em Itacaré

Praias desertas e preços baixos na Costa do Cacau

Itacaré para nômade digitais é praticamente um paraíso. A cidade é pequena e charmosa e dá para fazer tudo a pé — principalmente as trilhas que levam às melhores praias. Note, no entanto, que o acesso à internet pode sofrer eventuais interrupções. Nas praias mais afastadas, o sinal é inexistente. Ser um nômade digital em Itacaré não é para todos, mas tem suas vantagens. Desconectar-se com facilidade por ser curiosamente uma delas.

  • Internet: 📶📶 (2/5)
  • Custo de vida: 💰💰 (2/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐ (4/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨🚨 (5/5)

2 – Aracaju (SE)

Embora seja uma capital, Aracaju ainda preserva um jeitinho de cidade pequena. Tudo é perto — os trajetos de Uber costumam ser rápidos e baratos. As atrações são relativamente vazias, os custo de vida é baixo e há uma confortável sensação de segurança. Aliás, Aracaju é frequentemente eleita como a capital com a melhor qualidade de vida do Nordeste. Praias bonitas que se estendem por quilômetros, clima quente, comida boa, povo simpático… dá para pedir mais alguma coisa?

Os bairros de Atalaia e Coroa do Meio têm tudo que um nômade digital precisa, com muitas opções de apartamentos em frente à praia, comércios e restaurantes. Já os bairros de 13 de Julho e Jardins são bem mais próximos dos shoppings e parques, mas a praia é “logo ali”. Lembre-se: nada é longe em Aracaju. A praticidade de ir e vir, resolvendo tudo rapidamente, quase dá o primeiro lugar à capital de Sergipe. Quase. Ainda no Nordeste brasileiro, uma outra cidade consegue ser ainda melhor…

Aracaju para nômades digitais

Aracaju, a “capital da qualidade de vida” do Nordeste

Aracaju para nômades digitais é ter uma vida mais simples e prática. O tamanho compacto da cidade facilita a locomoção. Já os preços baixos aumentam naturalmente seu poder de compra, dando uma gostosa sensação de se sentir “rico”. Mas com exceção do Forró Caju — uma das maiores festas juninas do Brasil — e os incríveis Cânions do Xingó, não espere por atrações imperdíveis. Aracaju é para curtir com calma e colocar o trabalho em dia. A “orla mais bonita do Brasil” é um convite para manter hábitos mais saudáveis. Caso se sinta entediado, Salvador e Maceió estão a uma curta distância.

  • Internet: 📶📶📶📶 (4/5)
  • Custo de vida: 💰 (1/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐ (3/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨🚨 (5/5)

1 – João Pessoa (PB)

É difícil não se render aos encantos de João Pessoa. A capital paraibana é onde o sol nasce primeiro, onde o forró fala mais alto. Tem praias, coqueiros e clima quente o ano todo. Além de um custo-benefício imbatível. É, sem sombra de dúvidas, a melhor cidade do Brasil para nômades digitais.

Experimente alugar um apartamento nos bairros de Tambaú, Cabo Branco ou Bessa. Há condomínios modernos à disposição para alugar por temporada, com academia e piscina no teto, além da vista para as praias de cor esverdeada. Caminhe na orla de manhã, trabalhe num shopping à beira-mar de tarde, e no fim do dia não perca o por-do-sol na praia fluvial do Jacaré, para admirar o Bolero de Ravel tocado no sax todos os dias. À noite, a Feirinha de Artesanato é o programa certo para relaxar e comer uma tapioca. João Pessoa oferece uma deliciosa rotina de trabalho e diversão, com muita estrutura e belezas naturais de fazer inveja a qualquer outra capital nordestina. Sorry, Aracaju.

João Pessoa para nômades digitais

João Pessoa: a capital da Paraíba possui lindas praias e preços baixos

João Pessoa

Muito além do litoral, João Pessoa tem um bem preservado centro histórico

João Pessoa para nômades digitais é… perfeita. Você estava esperando uma descrição mais elaborada, não é? Desculpe. Nem precisava ter lido o texto todo, era só ter vindo até aqui e reservado logo a sua passagem aérea. João Pessoa é incrível para quem trabalha remotamente. Anote: é questão de tempo para ser chamada de “A capital dos nômades digitais no Brasil”. Você leu primeiro aqui. Custo de vida baixo, variedade enorme de apartamentos baratos e bem localizados, com praias, piscinas naturais, segurança, cultura e excelente gastronomia. Praticamente uma Chiang Mai tupiniquim. E olha que nem mencionamos Campina Grande… Fica para a próxima.

Tá esperando o que para visitar a Paraíba?

  • Internet: 📶📶📶📶📶 (5/5)
  • Custo de vida: 💰 (1/5)
  • Atrações: ⭐⭐⭐⭐⭐ (5/5)
  • Segurança: 🚨🚨🚨🚨🚨 (5/5)

Dicas para nômades digitais no Brasil

Ser nômade digital dentro do Brasil ainda é uma experiência relativamente nova, que requer tanto ou mais atenção quanto uma viagem ao exterior. Não é fácil trabalhar a distância fora das grandes cidades: há gargalos na internet, pouca disponibilidade de acomodações temporárias (e com estrutura adequada), além de questões relacionadas à segurança, um problema tipicamente brasileiro.

Por isso, confira nossas dicas para ser um nômade digital pelo Brasil:

  • Organize-se financeiramente. Pesquise o custo de vida do destino desejado, para não ter surpresas desagradáveis. Embora estejamos no mesmo país, algumas cidades podem ser consideravelmente mais caras do que outras;
  • Localização é importante. Procure saber quais são os melhores bairros da cidade, bem como as áreas perigosas a evitar. Afinal, você vai ser um morador, mesmo que temporariamente. Não se hospedar numa região turística é uma boa opção para economizar e fugir de distrações.
  • Escolha o melhor clima. A menos que você queira pegar chuva no Rio de Janeiro ou passar calor em Curitiba, preste atenção na época da sua viagem. O mês ou a estação do ano definirão a temperatura e, consequentemente, sua percepção da cidade. Consulte nosso Guia de Destinos.
  • Atenção aos detalhes. Confira se seu plano de saúde, pacote de dados para celular e outros serviços do dia a dia são válidos em outros estados. Deixe as contas de casa no débito automático. Considere também contratar um seguro viagem nacional, que são bem baratos.

E você, onde gostaria de ser nômade digital no Brasil? Deixe sua sugestão!