logo Melhores Destinos

Uso de máscaras no avião: tudo o que você precisa saber para ter um voo tranquilo!

Rafael Castilho
Rafael Castilho
25/09/2020 às 11:33

Uso de máscaras no avião: tudo o que você precisa saber para ter um voo tranquilo!

As viagens de avião vão sendo retomadas bem lentamente. Muitos países estão reabrindo os aeroportos com muitas medidas de segurança sanitária, entre elas o uso obrigatório de máscara. Mas qual máscara utilizar? Viajar de avião de máscara é confortável? Quais são os tipos autorizados pelas companhias? Descubra tudo isto e muito mais neste post.

Infelizmente devemos nos acostumar com o uso da máscara. Com a pandemia ainda em alta em muitos países e sem a previsão concreta de uma data para o início da vacinação contra a Covid-19, este item deve ser mantido como obrigatório por um longo tempo. Além disto, é possível após o fim da pandemia que boa parte das pessoas adote a máscara como algo para se cuidar e, principalmente, para proteger as outras pessoas quando você está doente, assim como já faziam nos países asiáticos muito antes do novo coronavírus. Lembre-se a máscara protege a todos!

Regras das companhias nacionais para o uso de máscaras

As companhias aéreas nacionais e os aeroportos do Brasil estão adotando as medidas de segurança sanitária requisitadas pela Anac e pela Anvisa na prevenção a pandemia de Covid-19.  Entre elas estão: limpeza e desinfeção de aeronaves, manutenção do distanciamento social, proteção dos profissionais e a suspensão do serviço de bordo ou distribuição de embalagens individuais higienizadas. Além disto, Latam, Azul, Voepass e Gol adotaram o uso obrigatório de máscaras durante todo o voo.

A única flexibilização para o uso de máscaras nos voos das companhias nacionais é referente às pessoas que apresentam problemas de saúde, como: respiratório, transtorno do espectro autista, deficiência intelectual ou transtorno psicossocial. Para serem liberadas do uso das máscaras estes passageiros devem preencher um formulário solicitando a liberação.

Azul: acesse o formulário Medif (acesse aqui) preenchido com a antecedência de 72 horas úteis do voo para avaliação da área médica da Azul.

Latam: as pessoas que apresentam alguma condição médica que impossibilite a sua utilização deverão obter um atestado médico.

Gol: pessoas com necessidades especiais e deficiência cognitiva podem ser dispensadas do uso da máscara. A avaliação é feita caso a caso pela tripulação e atendentes da companhia.

Uso de máscaras em crianças

A menos que seus filhos tenham menos de dois anos, eles precisarão usar uma máscara enquanto estiverem no aeroporto e no avião. É importante deixar o seu filho familiarizado com o uso da máscara antes da viagem, pois ele não poderá retirá-la durante todo o voo, somente na hora de se alimentar. Veja mais detalhes e dicas de como viajar com crianças de avião durante a pandemia.

Há exceções! Na Azul o uso obrigatório da máscara é a partir dos 3 anos. Já na Latam a utilização é mais flexível no caso de crianças entre 2 a 11 anos.

Regras do uso de máscara nas companhias internacionais

A medida do uso de máscara pelos passageiros se espalhou pelo mundo. A recomendação da Organização Mundial da Saúde é clara: a máscara protege do contágio do novo coronavírus.

Em todas as partes do mundo as companhias adotaram o uso da máscara como obrigatório acima dos 2 anos. A alemã Lufthansa foi uma das primeiras e obrigou o uso deste item de segurança sanitária já em 29 de abril.nApesar das companhias exigirem o uso da máscara por todo o mundo é importante ficar atento as normas de cada empresa.

Nos Estados Unidos cada companhia adotou a sua própria regra. Na grande maioria não há muita diferença a não ser a Delta e Alaska Airways que proibiram alguns tipos de máscaras como as com válvulas, máscaras que não cubram o nariz e a boca e protetores faciais que não acompanhem a máscara. A Alaska foi mais longe e já adotou até a proibição para futuros voos de passageiros que retirarem a máscara durante o voo. De uma forma bem instrutiva e humorada a companhia dá cartão amarelo e até vermelho para passageiros sem máscara.

Entretanto, há diferenças sensíveis em algumas medidas adotadas por companhias pelo mundo que podem confundir os passageiros. Como exemplo podemos citar  a americana Spirit Airways que proibiu o uso de máscara cirúrgica em voo alegando que ela não tem dupla camada de proteção. Já na Air France é totalmente o oposto. Na maior companhia francesa somente máscaras descartáveis e de preferência cirúrgica são permitidas, nada de reutilizáveis.

Fique atento se for viajar para o exterior! Tire as dúvidas e se informe sobre as políticas do uso de máscara na companhia aérea.

 

Uso e troca de máscara durante o voo

O uso da máscara deve ser feita durante toda a sua viagem. Imagina se você faz um voo para os EUA ou Europa de cerca de 9 horas, contando o tempo do embarque, voo e chegada o uso contínuo da máscara pode ultrapassar as 15 horas seguidas. Muito tempo! Infelizmente é assim que devemos nos acostumar em tempos de pandemia.

Eu recentemente encarei este desafio em uma viagem para Portugal e tenho algumas dicas:

1 – Escolha máscaras confortáveis. Cuidado com as máscaras que apertam atrás da orelha.

2 – Evite máscaras muito grossas. Dependendo do tecido comprado, a máscara pode dificultar na hora de respirar e esquentar muito.

3 – Atente à qualidade das máscaras. Não adianta a máscara ser bonita e fashion se ela não protege. Veja o teste de diferentes tipos de máscara logo abaixo.

4 – Leve uma quantidade de máscaras suficiente para o voo. Lembre-se que a máscara deve ser trocada a cada 3 a 4 horas ou quando estiver úmida. Nunca fique desprotegido!

5 – Use uma máscara no tamanho ideal. A máscara deve cobrir a boca e o nariz. Não deve ser larga e ter aberturas laterais.

6 – Consulte as regras antes do embarque. Veja se a sua companhia aérea tem alguma restrição com tipo de máscara a ser utilizada.

7 – Cuidado na hora de remover a máscara. Durante todo o voo a máscara deve ser mantida. Os únicos momentos que elas podem ser retiradas é durante a refeição e durante a troca de máscara. Tente ser o mais breve possível para não ficar desprotegido, lembre-se de não tocar a superfície da máscara e higienizar as mãos em seguida.

8 – Descarte. Se a sua máscara é reutilizável leve consigo um saquinho plástico para colocar as usadas para depois lavá-las. Não armazene de qualquer forma, pois a máscara é fonte de contágio. Já se a sua máscara é descartável, cuidado para fazer o descarte de forma correta num lixo de resíduos úmidos. Nada de jogar no lixo de reciclável!

Lembre-se a máscara é sua proteção e das outras pessoas. Use com atenção! Veja abaixo algumas dicas no vídeo da Organização Mundial da Saúde.

Teste de máscaras

Agora com o uso obrigatório das máscaras em aviões e até nas ruas do Brasil e de muito lugares pelo mundo é difícil escolher a máscara ideal na hora de comprar. Há muitas ofertas no comércio. Mas qual o melhor tipo de máscara para se proteger do novo coronavírus?

Para responder esta pergunta, pesquisadores da Duke University, nos Estados Unidos, testaram uma variedade de coberturas faciais para ver qual fornecia a melhor proteção. Ao comparar a dispersão das gotas da respiração de um participante enquanto usava a cobertura facial, os pesquisadores descobriram algumas informações interessantes.

Segundo o estudo, a cobertura facial menos eficaz é o lenço de pescoço, tipo bandana, que é improvisado como máscara. Acredite: na verdade ele aumenta o risco de infecção! O lenço ficou com uma fração de transmissão de gotículas de 110%, ou seja, 10% a mais do que alguém sem máscara nenhuma.

Abaixo segue a ordem do ranking de melhor proteção, sendo a campeã a máscara N95. Os números em parênteses são relacionados as fotos ilustrativas acima.

1 – Máscara N95, sem válvula de exalação, instalada (14)
2 – Máscara cirúrgica (1)
3 – Máscara de algodão-polipropileno (TNT) -algodão (5)
4 – Máscara de avental de polipropileno (TNT) de duas camadas (4)
5 – Máscara de estilo plissado de algodão de duas camadas (13)
6 – Máscara de estilo plissado de algodão de duas camadas (7)
7 – Máscara N95 com válvula respiratória (2)
8 – Algodão de duas camadas (8)
9 – Máscara de uma camada (6)
10 – Máscara de estilo plissado de algodão de uma camada (10)
11 – Máscara de estilo plissado de algodão de duas camadas (9)
12 – Máscara de malha (3)
13 – Bandana (12)
14 – Tecido polar tipo polaina (11)

Uso de protetor facial (face shield)

O uso de protetor facial é permitido nos voos, mas isto deve ser feito acompanhado de máscara. As companhias não autorizam o embarque de nenhum passageiro sem máscara.

O uso de máscara é confortável no voo?

Infelizmente não. Apesar de já estarmos nos habituando, o uso prolongado da máscara é bem incômodo. Na minha experiência num voo longo senti um pouco de irritação atrás das orelhas e muito calor na área do rosto durante o voo. A máscara esquenta e atrapalha. Além disso, é quase que impossível usar a máscara e aqueles protetores de olhos para dormir no avião, pois o calor da respiração sobe aos olhos e fica mais quente. É como o problema enfrentado pelas pessoas que usam óculos, onde as máscaras embaçam o mesmo continuamente.

Apesar do incômodo é possível, sim, viajar tranquilamente de máscara. Lembre-se que ela não deve ser retirada em nenhum momento, nem na hora de dormir. Fique atento, pois o melhor sempre é estar protegido.

E você já viajou recentemente? Como foi o uso da máscara durante toda a viagem? Conte para nós logo abaixo.