Confira todas as rotas que estão sendo operadas pela Azul, GOL e Latam

Thayana Alvarenga
Thayana Alvarenga
3/04/2020 às 15:50 - atualizado em 14/04/2020

Confira todas as rotas que estão sendo operadas pela Azul, GOL e Latam

Após o acordo da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) com a Azul, GOL e Latam, foram definidas as malhas aéreas essenciais que serão operadas pelas companhias. Além das capitais dos 26 estados e o Distrito Federal, outras 19 cidades brasileiras estão sendo atendidas. A malha aérea essencial está prevista até o final de abril, dividida em 723 voos no Sudeste, 153 na região Nordeste, 155 voos no Sul, 135 no Centro-oeste e 75 voos para a região Norte.

A distribuição dos voos atende a preocupação do Governo Federal de manter uma malha que continue ligando o país, com ajustes para que nenhum estado fique sem pelo menos uma ligação aérea. Lembrando que o transporte aéreo não é utilizado apenas por pessoas que viajam a lazer, mas também por profissionais de saúde e de outros serviços essenciais, pacientes em tratamento médico, sem contar o transporte de cargas vitais, incluindo órgãos para transplantes.

Com a redução drástica de voos no mês de março em decorrência da pandemia do coronavírus, havia o risco de uma paralisação total do serviço aéreo brasileiro, o que a Anac tentou evitar. A malha emergencial atual é 91,6% menor do que a quantidade de voos normalmente operada pelas empresas para o período.

Analisando as rotas a seguir, é possível perceber que o grande hub nacional das companhias ficou em São Paulo, especialmente no aeroporto de Guarulhos. Brasília também conseguiu manter vários voos. Confira os detalhes por companhia a seguir!

Azul

A Azul reduziu sua malha em cerca de 90%, realizando apenas 70 voos para 25 cidades entre 25 de março e 30 de abril. Com a malha essencial, ela está concentrando a grande maioria de seus voos no aeroporto de Viracopos (Campinas), onde fica o seu maior hub. Há também voos saindo de Brasília e Confins. Confira as rotas a seguir:

Belém – São Luis
Belo Horizonte – Montes Claros
Belo Horizonte – Rio de Janeiro/SDU
Belo Horizonte – Salvador
Belo Horizonte – Uberlândia
Belo Horizonte – Vitória
Cuiabá – Porto Velho
Goiânia – Palmas
Manaus – Tefe
Tabatinga – Manaus
Porto Alegre – Curitiba
Recife – Fernando de Noronha
Recife – Juazeiro do Norte
Recife – Manaus
Recife – São Luis
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Belém
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Belo Horizonte
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Cuiabá
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Curitiba
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Florianópolis
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Fort Lauderdale
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Goiânia
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Manaus
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Orlando
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Porto Alegre
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Recife
São Paulo (Viracopos/Campinas) – Rio de Janeiro/SDU
São Paulo (Viracopos/Campinas) – São Luis

GOL

A GOL também teve de readequar a sua malha, passando a operar somente 50 voos diários em todo o país até maio. A companhia vai manter suas operações entre capitais, suspendendo todos os voos regionais e internacionais. Ela deixou também de voar para o aeroporto de Congonhas (São Paulo), concentrando suas rotas em Guarulhos e Brasília. Confira as rotas a seguir:

Brasília – Belém
Brasília – Boa Vista
Brasília – Macapá
Brasília – Manaus
Brasília – Palmas
Brasília – Porto Velho
Brasília – Rio Branco
Brasília – São Paulo/Guarulhos
São Paulo (Guarulhos) – Aracaju
São Paulo (Guarulhos) – Belém
São Paulo (Guarulhos) – Belo Horizonte
São Paulo (Guarulhos) – Campo Grande
São Paulo (Guarulhos) – Cuiabá
São Paulo (Guarulhos) – Curitiba
São Paulo (Guarulhos) – Florianópolis
São Paulo (Guarulhos) – Fortaleza
São Paulo (Guarulhos) – Goiânia
São Paulo (Guarulhos) – João Pessoa
São Paulo (Guarulhos) – Maceió
São Paulo (Guarulhos) – Maringá
São Paulo (Guarulhos) – Manaus
São Paulo (Guarulhos) – Natal
São Paulo (Guarulhos) – Navegantes
São Paulo (Guarulhos) – Porto Alegre
São Paulo (Guarulhos) – Recife
São Paulo (Guarulhos) – Rio de Janeiro/Galeão
São Paulo (Guarulhos) – Salvador
São Paulo (Guarulhos) – Sao Luis
São Paulo (Guarulhos) – Teresina
São Paulo (Guarulhos) – Vitória

Latam

A Latam vai permanecer voando para 39 destinos com frequências reduzidas, conectando com seus hubs (centros de conexão) em São Paulo (Guarulhos e Congonhas), além de Brasília. Em contato com a companhia não conseguimos a relação oficial de rotas, porém o ITA Matrix aponta as seguintes rotas:

Brasília – Boa Vista
Brasília – Fortaleza
Brasília – Manaus
Brasília – Macapá
Brasília – Marabá
Brasília – Recife
Brasília – Rio de Janeiro (SDU)
Brasília – Santarém
Brasília – Salvador
São Paulo (Guarulhos) – Aracaju
São Paulo (Guarulhos) – Campo Grande
São Paulo (Guarulhos) – Confins
São Paulo (Guarulhos) – Curitiba
São Paulo (Guarulhos) – Cuiabá
São Paulo (Guarulhos) – Rio de Janeiro (SDU)
São Paulo (Guarulhos) – Imperatriz
São Paulo (Guarulhos) – Recife
São Paulo (Guarulhos) – Goiânia
São Paulo (Guarulhos) – Maceió
São Paulo (Guarulhos) – Vitória
São Paulo (Guarulhos) – Porto Alegre
São Paulo (Guarulhos) – Porto Velho
São Paulo (Guarulhos) – João Pessoa
São Paulo (Guarulhos) – São Luís
São Paulo (Guarulhos) – Londrina
São Paulo (Guarulhos) – Uberlândia
São Paulo (Guarulhos) – Ilhéus
São Paulo (Guarulhos) – Palmas
São Paulo (Guarulhos) – Fortaleza
São Paulo (Guarulhos) – Teresina
São Paulo (Guarulhos) – Rio Branco
São Paulo (Guarulhos) – Natal
São Paulo (Guarulhos) – Foz do Iguaçu
São Paulo (Guarulhos) – Belém
São Paulo (Guarulhos) – Porto Seguro
São Paulo (Guarulhos) – Vitória
São Paulo (Guarulhos) – Florianópolis
São Paulo (Congonhas) – Brasília
São Paulo (Congonhas) – Chapecó
São Paulo (Congonhas) – Confins
São Paulo (Congonhas) – Curitiba
São Paulo (Congonhas) – Navegantes
São Paulo (Congonhas) – Rio de Janeiro (SDU)
São Paulo (Congonhas) – Porto Alegre


Você já sabe mas não custa lembrar: apesar de não estar proibido fazer viagens nacionais, é recomendável que só se viaje em caso se extrema necessidade. O momento é de adotar o isolamento social e ficar em casa para evitar a propagação do COVID-19.

Veja também: