logo Melhores Destinos

Lufthansa e MSC Group querem comprar parte da ITA Airways (ex-Alitalia)

João Goldmeier
27/01/2022 às 14:37

Lufthansa e MSC Group querem comprar parte da ITA Airways (ex-Alitalia)

A Lufthansa esteve perto de comprar a antiga Alitalia antes da pandemia, mas o acerto acabou não saindo. Uma nova companhia aérea foi criada a partir da Alitalia, a ITA Airways, que já nasceu buscando compradores. Agora a Lufthansa se uniu ao MSC Group para tentar finalmente concretizar o negócio.

O MSC Group em conjunto com a Lufthansa declarou na segunda passada ao governo italiano o seu interesse em adquirir uma participação majoritária na ITA Airways. Os parceiros solicitaram exclusividade no negócio pelos próximos 90 dias úteis, para realizar diligências e preparar a proposta final. Será que dessa vez dá jogo?

Alitalia de volta?

Quem acompanhou a saga do fim da Alitalia deve lembrar que eu tinha minhas dúvidas se os italianos realmente iam jogar fora uma marca tão forte e com 60 anos de história, para começar tudo do zero.

Mas essa era uma condição da União Europeia para aprovar (mais) um empréstimo milionário à companhia italiana: uma ruptura clara, uma empresa nova, mais enxuta, sem relação com o passado.

Assim foi feito, com o surgimento da ITA Airways, com marca própria, livery novo e até um novo programa de fidelidade, o Volare.

Pois eis que…o presidente da ITA, Alfredo Altavilla, disse em audiência na Comissão de Transportes da Câmara italiana na semana passada que a companhia, dona dos direitos da marca da Alitalia, pretende usar o nome comercialmente outra vez.

Segundo fontes ouvidas pelo jornal italiano Corriere de la Sierra a ideia é voltar com a marca Alitalia nos voos intercontinentais e também para destinos europeus. A se confirmar, isso tornaria a ITA uma empresa de voos domésticos, algo bem diferente do que foi apresentado à União Europeia e ao mundo na divulgação da nova empresa.

Evidente que o retorno da Alitalia faz sentido comercialmente. É uma marca forte, conhecida ao redor do mundo, ao contrário da ITA Airways, que é uma marca desconhecida e que teria que gastar bastante dinheiro para mudar isso. Ainda assim é de se esperar que essa movimentação caia mal junto aos parceiros da União Europeia que acreditaram nas promessas feitas.

Uma decisão final sobre o uso da marca Alitalia vai ser tomada no dia 31 de janeiro, em reunião do Conselho de Administração da ITA Airways.

Voos  da ITA para o Brasil

Enquanto negocia com novos investidores, a ITA segue com seu plano de expansão e já conseguiu autorização para ter voos regulares para o Brasil. Segundo informou o site Aeroin, a decisão da Anac foi divulgada no Diário Oficial e permite que a companhia negocie seus voos com os aeroportos.

Segundo o site, a ITA deve iniciar ainda neste ano voos de Roma para São Paulo e em seguida para o Rio de Janeiro. As datas, no entanto, não foram divulgadas.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção