logo Melhores Destinos

Boa notícia! Justiça aprova empréstimo de R$ 13 bilhões para a Latam

Leonardo Cassol
18/09/2020 às 17:32

Boa notícia! Justiça aprova empréstimo de R$ 13 bilhões para a Latam

A Latam Airlines informou hoje que recebeu a aprovação do tribunal de Nova York para o financiamento do equivalente a R$ 13 bilhões junto aos acionistas, credores e fundos de investimentos, com a proposta apresentada ontem à justiça. A decisão permite que o grupo tenha acesso aos recursos necessários para concluir a reorganização do negócio e enfrentar os impactos da pandemia de COVID-19.

O CEO do Grupo Latam Airlines, Roberto Alvo, comemorou a notícia! “A aprovação do DIP é um passo muito significativo para a sustentabilidade do grupo. Agradecemos o amplo interesse e confiança no que a Latam construiu e em nosso projeto de longo prazo. Agora começamos uma nova etapa, de apresentar o nosso plano de reorganização dentro do processo do Capítulo 11”.

A proposta aprovada foi a seguinte:

  • A tranche A, no valor de até US$ 1.3 bilhão, continuará a ser liderada pela Oaktree Capital Management, L.P. que contribuirá com US$ 1.125 bilhão, enquanto a Knighthead Capital participará com US$ 175 milhões.
  • A tranche C, no valor de até US$ 1.150 bilhão, será composta por US$ 750 milhões fornecidos pela Qatar Airways e pelos Grupos Cueto e Eblen, US$ 250 milhões pela Knighthead Capital e, além disso, há a inclusão da participação de acionistas minoritários da Latam por até US$ 150 milhões. Caso esse valor não seja atingido, o diferencial será fornecido pelos credores da Tranche C.

Os termos da nova proposta mantiveram, em essência, a estrutura original de financiamento DIP (Debtor-In-Possession, da sigla em inglês), onde o credor participa de todos os riscos da reestruturação financeira e operacional do negócio e, em troca, tem prioridade no recebimento dos valores.

É um alívio e tanto para a Latam, que agora poderá contar com os recursos que precisa para superar a crise!

Devolução de 23 aviões

O grupo Latam Airlines anunciou também a devolução de mais 23 aviões, além das 31 que já tinham sido devolvidas no começo da pandemia. São 16 Airbus A320, 6 Airbus A319 e 1 Boeing 767. Nove destas aeronaves estavam em operação aqui no Brasil. Com a decisão, a frota do grupo Latam cai de 340 para 317 aviões.

A medida faz parte do processo de reestruturação da empresa e tem como objetivo reduzir custos e adequar o tamanho da frota à nova realidade de demanda por voos. A empresa acredita que a demanda por viagens demore alguns anos até chegar a um patamar próximo ao de antes da pandemia.


Veja também:

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção