logo Melhores Destinos

Itapemirim cancela voos antes da estreia e oferece passagens grátis aos clientes prejudicados

Leonardo Cassol
Leonardo Cassol
21/06/2021 às 9:13

Itapemirim cancela voos antes da estreia e oferece passagens grátis aos clientes prejudicados

Faltando poucos dias para a sua estreia, a Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) cancelou dezenas de voos no mês de julho, prejudicando quem tinha comprado passagens para as rotas afetadas. Enquanto alguns clientes sequer foram comunicados das mudanças, outros receberam uma mensagem de desculpas, oferecendo uma viagem grátis de ida e volta para qualquer destino operado pela empresa.

O leitor Marcos Bicalho foi o primeiro a nos procurar, reclamando do cancelamento de seu voo de Belo Horizonte para Guarulhos (voo 5725) no dia 12 de julho. E de que não havia outras opções para remarcação entre os dias 10 e 15 do mesmo mês, inviabilizando seus planos de viagem.

Não demorou muito para aparecerem dezenas de reclamações nas redes sociais questionando a Itapemirim pelos cancelamentos dos voos. Alguns clientes se queixavam de dificuldade para remarcar os voos e de demora no atendimento pelo telefone. Mas quase todos haviam recebido algum tipo de resposta da empresa no Instagram.

Dois colegas do Melhores Destinos também tiveram seus voos cancelados. Nossa editora Thayana Alvarenga teve o voo de São Paulo para Porto Seguro cancelado e recebeu um e-mail da Itapemirim avisando a mudança.

Já nosso editor de vídeos, Alexandro Kurovski, teve seu voo de Curitiba para Guarulhos no dia 1º de julho cancelado e alterado automaticamente para o dia 3. Detalhe: ele não recebeu qualquer comunicação da empresa. Só percebeu a mudança ao acessar a sua reserva pelo site.

Eu tinha comprado um voo do Galeão para Guarulhos no dia 1º de julho, mas minha viagem felizmente não foi afetada.

O que diz a Itapemirim

Em resposta aos veículos de imprensa, a Itapemirim divulgou a seguinte nota neste fim de semana:

“A Itapemirim Transportes Aéreos informa que fez uma readequação da malha para o mês de julho, o que exigiu o cancelamento de alguns voos. As mudanças fazem parte do processo estrutural para o lançamento da companhia aérea no mercado nacional. Todas as bases e rotas foram mantidas, mantendo o compromisso da ITA em atender a oito destinos nacionais já em seu primeiro mês de operação. Todos os passageiros afetados pelas mudanças estão sendo assistidos de acordo com as regras da Anac. A ITA reforça seu compromisso com a prestação de serviço de excelência aos seus clientes.”

Numa entrevista ao blog o Capital do Jornal O Globo, o novo presidente da companhia aérea, Adalberto Bogsan, tentou justificar os cancelamentos: “a demanda não veio na medida em que a gente estava esperando, tivemos que fazer uma readequação para ter um nível de ocupação e oferta condizente com o nosso início, pois não podemos começar no prejuízo”. De acordo com a matéria, a taxa de ocupação dos voos da Itapemirim estaria em 45%, quase metade da média do setor durante a pandemia.

Compensação para os passageiros prejudicados

Alguns clientes prejudicados receberam uma mensagem da Itapemirim com um pedido de desculpas e a oferta de uma passagem grátis de ida e volta para qualquer destino operado pela empresa para ser utilizada em até 12 meses. O voucher seria pessoal e intransferível, válido mesmo que o cliente optasse pelo reembolso.

Confira a mensagem assinada pelo presidente do grupo, Sidnei Piva:

“Agradeço pela confiança que você depositou na minha empresa. Gestos como o seu, que escolheu a ITA para viajar, dão sentido ao meu trabalho e ao de toda a equipe. O nosso compromisso de um atendimento de excelência é o coração da ITA. Assim, confirmo que faremos a reacomodação, ou o reembolso da reserva que precisou ser cancelada, conforme as regras vigentes da ANAC. Além disso, ofereço uma passagem aérea de ida e volta para cada pessoa que consta na reserva que foi modificada.”

Atualização: A Itapemirim confirmou hoje ao Melhores Destinos todos que foram prejudicados pelos cancelamentos dos voos em julho serão beneficiados pela medida e terão direito a uma passagem gratuita. A empresa vai entrar em contato por e-mail ou telefone. Caso os dados de contato da reserva não estejam corretos, o cliente poderá entrar em contato pela central de atendimento no 0800 723 2121 para requerer a compensação.

Caso você tenha comprado uma passagem para voar com a Itapemirim em julho ou agosto é melhor confirmar no site da empresa se a viagem está ou não confirmada e, se for o caso, as opções de reembolso ou reacomodação.

Bom, por mais que as readequações de malha façam parte da dinâmica do setor aéreo, um cancelamento massivo de voos antes do começo da operação não é um bom cartão de visitas para quem deseja conquistar os clientes. Pelo contrário, pode afugentar os passageiros e provocar desconfiança sobre a confiabilidade da malha aérea da Itapemirim. Afinal, quem teve o voo cancelado e não conseguiu uma reacomodação provavelmente não vai mais encontrar bons preços assim tão perto da data da viagem. E os clientes não tem culpa se a ocupação dos voos não chegou ao patamar desejado pela empresa. Vamos torcer para que tenha sido um caso isolado e que a ITA possa ajudar a aumentar a concorrência no setor.

E você, teve seu voo alterado pela Itapemirim? Foi avisado pela empresa? Achou que a passagem gratuita foi uma boa compensação? Comente e participe!