logo Melhores Destinos

Inglaterra deve suspender todas as restrições contra a Covid-19

Bruna Scirea
21/02/2022 às 16:29

Inglaterra deve suspender todas as restrições contra a Covid-19

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Jhonson, anunciou hoje que a Inglaterra irá suspender todas as restrições contra a Covid-19. Entre elas, a exigência de quarentena após o resultado positivo para o vírus, que deve ser eliminada já na próxima quinta-feira, 24 de fevereiro.

De acordo com Jhonson, até 1º de abril, pessoas que apresentarem resultado positivo serão aconselhadas a ficarem em casa. Após este período, autoridades pedirão que todos “exerçam a responsabilidade pessoal”.

Outra exigência que deve ser suspensa é a que obrigava indivíduos totalmente vacinados que tivessem contato com infectados a se submeterem a testes rápidos diariamente ao longo de uma semana.

No entanto, vale destacar que as medidas anunciadas pelo primeiro-ministro ainda precisam ser aprovadas pelo Parlamento.

Regras para viajar para a Inglaterra

Turistas que desejam ingressar no Reino Unido ainda vão precisar apresentar certificado de vacinação completa há pelo menos `15 dias antes da chegada (não se aplica a menores de 18 anos). Ou, então, teste negativo de antígeno ou RT-PCR, em inglês, francês ou espanhol, realizado há no máximo dois dias antes do primeiro embarque da jornada (não se aplica a menores de 12 anos, saiba mais detalhes). Serão aceitas todas as vacinas aplicadas no Brasil.

Viajantes não vacinados precisaram apresentar teste negativo, feito até dois dias antes da viagem, e realizar um teste de PCR ao chegar na Inglaterra. O teste deverá ser agendado anteriormente à viagem e informado no formulário de localização de passageiro. Não é preciso fazer quarentena, a menos que o resultado do PCR seja positivo. O custo do teste ficará a cargo do viajante. Crianças com menos de cinco anos estão dispensadas do exame.

Para todos os viajantes é preciso também preencher o formulário “Public Health Passenger Locator Form” para ser apresentado na check-in e na chegada.

As vacinas aceitas pelo país são as seguintes: AstraZeneca (SK Bioscience, Vaxzevria ou Covishield), Covavax, Covaxin, Janssen, Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax), Pfizer-BioNTech (Comirnaty), Sinovac (Coronavac) ou Sinopharm (BIBP)

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção